No Recife, Obras do Corredor Leste Oeste alteram o ponto de parada de 21 linhas na Avenida Caxangá

terça-feira, 31 de julho de 2012

A partir de amanhã (1°de agosto) o Grande Recife Consórcio de Transporte desativará duas paradas de ônibus na Avenida Caxangá. A ação acontecerá devido à construção da 4ª estação de embarque e desembarque do Corredor Exclusivo para Ônibus Leste Oeste. A obra, executada pela Secretaria das Cidades prevê para o corredor a implantação de 22 novas estações.

Com a intervenção as paradas 09 e 10 localizadas próximas ao Supermercado Extrabom serão desativadas e irão alterar o ponto de embarque e desembarque de 21 linhas que trafegam no sentido Camaragibe/Recife e de 20 linhas que trafegam no sentido Recife/Camaragibe.

As paradas provisórias serão fixadas nas calçadas da via, próxima ao ponto que estará em reforma, tanto no sentido cidade/subúrbio quanto no subúrbio/cidade. As modificações serão informadas aos usuários por meio de cartazes fixados nas plataformas desativadas. (veja detalhamento a baixo).

Atualmente, estão em construção três estações em nível localizadas no canteiro central da Avenida Caxangá. O Corredor Leste Oeste tem início no bairro do Derby e segue até o Terminal de Integrado de Camaragibe. Ao longo do percurso de 12,3 km serão construídas estações climatizadas, modernas e com bilheterias para tornar o pagamento das passagens mais rápido e seguro. A previsão é que este ponto de embarque e desembarque atenda a aproximadamente 300 passageiros em horário de pico quando todo o corredor Leste Oeste estiver concluído. A obra do Corredor Leste Oeste está sendo executada pelo consórcio Mendes Jr./Servix.

As informações sobre o itinerário das linhas e paradas provisórias podem ser obtidas por meio da Central de Atendimento ao Cliente, pelo telefone 0800.081.0158, ou através de consulta pelo site
www.granderecife.pe.gov.br.

Lista das linhas envolvidas na mudança:
020 – Candeias / Dois Irmãos
303 – Curado II / Caxangá (BR-232)
330 – Casa Amarela / CDU (TRT)
422 – Monsenhor Fabrício
423 – Engenho do Meio
425 – Barbalho (Detran)
432 – CDU / Várzea
431 – Cidade Universitária
433 – Brasilit
437 – Caxangá (Conde da Boa Vista)
442 – Jardim Primavera (Vale das Pedreiras)
445 – Tabatinga
446 – UR-07
448 – Jardim Petrópolis
450 – Camaragibe (Conde da Boa Vista)
459 – Loteamento Santos Cosme e Damião
460 – Camaragibe (Príncipe)
469 – Camaragibe / CDU
480 – Camaragibe / Derby
481 – Timbi / Derby
920 – Rio Doce / CDU

Parada sentido subúrbio/cidade - Em frente ao CERPE e Casa de Tintas
Total de linhas afetadas: 21 linhas
Lista das linhas:
330 – Casa Amarela / CDU
416 – Roda de Fogo
421 - Torrões
422 – Monsenhor Fabrício
423 – Engenho do Meio
425 – Barbalho (Detran)
431 – Cidade Universitária
432 – CDU / Várzea
433 - Brasilit
437 – Caxangá (Conde da Boa Vista)
440 – CDU / Caxangá / Boa Viagem
442 - Jardim Primavera (Vale das Pedreiras)
445 – Tabatinga
446 – UR-07
448 – Jardim Petrópolis
450 – Camaragibe (Conde da Boa Vista)
459 – Loteamento Santos Cosme e Damião
460 – Camaragibe (Príncipe)
480 – Camaragibe / Derby
481 – Timbi / Derby
920 – Rio Doce / CDU

Parada sentido cidade/subúrbio - Em frente a JR. Agropecuária e Casa do Criador
Total de linhas afetadas: 20 linhas
Lista das linhas:
330 – Casa Amarela / CDU (TRT)
416 – Roda de Fogo
421 – Torrões
422 – Monsenhor Fabrício
423 – Engenho do Meio
425 – Barbalho (Detran)
432 – CDU / Várzea
431 – Cidade Universitária
433 – Brasilit
437 – Caxangá (Conde da Boa Vista)
442 – Jardim Primavera (Vale das Pedreiras)
445 – Tabatinga
446 – UR-07
448 – Jardim Petrópolis
450 – Camaragibe (Conde da Boa Vista)
459 – Loteamento Santos Cosme e Damião
460 – Camaragibe (Príncipe)
480 – Camaragibe / Derby
481 – Timbi / Derby
920 – Rio Doce / CDU


READ MORE - No Recife, Obras do Corredor Leste Oeste alteram o ponto de parada de 21 linhas na Avenida Caxangá

Metrô de Brasília terá mais 4 trens em circulação

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) anunciou que aumentará o número de trens em circulação simultânea de 24 para 28 trens no próximo ano. De acordo com a presidente da empresa, Ivelise Longhi, a previsão é que o tempo de espera entre a passagem de um trem e outro seja reduzido em um minuto com a ampliação.

O aumento no número de trens ainda depende da construção de uma nova subestação da Companhia Energética de Brasília (CEB), de maneira que o sistema de distribuição de energia seja capaz de alimentar os trilhos e suportar a maior quantidade de veículos em operação. Hoje, em ocasiões excepcionais, como durante greves nos ônibus, o Metrô-DF consegue aumentar temporariamente o número de trens em circulação para 26, mas a CEB fica sobrecarregada. Mas a empresa e o Metrô-DF já fizeram uma parceria para a construção da estação.

Além da maior quantidade de trens, o Governo do Distrito Federal (GDF) também vai investir na modernização do sistema. O Executivo local obteve empréstimo de R$ 41 milhões junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), dos quais R$ 30 milhões serão utilizados para concluir o pagamento dos trens novos adquiridos em 2010 e automatizar o sistema. "Hoje, quem controla abertura e fechamento de portas, por exemplo, é o piloto. Com a modernização, isso passa a ser automático", explica Longui.

A outra parte do empréstimo será destinada à construção de dois novos terminais de ônibus em Ceilândia e Santa Maria.


READ MORE - Metrô de Brasília terá mais 4 trens em circulação

Projetos originais de mobilidade urbana sofrem alterações

Dezesseis das 51 obras de mobilidade urbana previstas para a Copa do Mundo de 2014 foram modificadas na Matriz de Responsabilidades, documento de referência assinado pelo governo em janeiro de 2010 que define os investimentos na preparação do Mundial. A atualização foi publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União. Entre as 16 mudanças, 13 foram nos valores das obras. Em comparação com a última atualização de mobilidade feita na Matriz, em abril, o investimento total no setor passou de R$ 11,35 bilhões para R$ 12,05 bilhões - crescimento de mais de 6%.

Ao todo, o aumento em mobilidade urbana foi de R$ 698 milhões. O valor investido pelo governo federal, por meio de financiamento, permanece o mesmo: R$ 7,38 bilhões. No entanto, os investimentos dos governos locais (estaduais e municipais) subiram de R$ 3,96 bilhões para R$ 4,66 bilhões.

A cidade com o maior número de alterações foi Porto Alegre. Das 10 obras de mobilidade urbana previstas na Matriz para a capital gaúcha, oito sofreram mudanças no valor em comparação com o documento de abril. O investimento do governo local no setor passou de R$ 65,8 milhões para R$ 381,1 milhões.

Além das alterações nos custos, as obras de mobilidade em Porto Alegre também sofreram modificações nos prazos de entrega. As oito obras previstas inicialmente para ficarem prontas em dezembro de 2013 agora contam com previsão de conclusão para maio de 2014, apenas um mês antes do início da Copa do Mundo.

Já a obra com maior alteração no valor em relação a Matriz de abril foi a Transcarioca, no Rio de Janeiro. O custo do BRT (Bus Rapid Transit) que vai ligar a Barra da Tijuca ao Aeroporto do Galeão passou de R$ 1,61 bilhão para R$ 1,88 bilhão - aumento de R$ 271 milhões. O governo local será responsável por arcar com a diferença.

Além das mudanças nas obras de Porto Alegre e do Rio de Janeiro, também foram modificadas na Matriz três intervenções de mobilidade urbana em Belo Horizonte, duas em Curitiba, uma em Cuiabá e uma em Manaus.

READ MORE - Projetos originais de mobilidade urbana sofrem alterações

Prefeitura de São Bernardo do Campo vai construir 12 corredores de ônibus


Para diminuir o trânsito e melhorar o desempenho do transporte público, a Prefeitura de São Bernardo do Campo vai construir na cidade 12 corredores de ônibus. O objetivo é melhorar o desempenho dos coletivos, que farão o percurso com mais agilidade. Além disso, as linhas irão garantir mais conforto e economia ao usuário, que poderá fazer a integração com os ônibus intermunicipais e, futuramente, com a Linha 18 – Bronze do metrô, que ligará São Bernardo à Estação Tamanduateí, em São Paulo.

Outra ideia para aumentar a rapidez dos ônibus em São Bernardo é aproveitar os corredores de trólebus presentes no município, como na Avenida Brigadeiro Faria Lima, para a circulação dos coletivos. Como explica o prefeito Luiz Marinho, para que isso ocorra é necessário chegar a um acordo com o Governo do Estado, que administra as linhas de trólebus por meio da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). “Nossa intenção é fazer uma integração em todo o sistema, inclusive de tarifas, utilizando o Cartão Legal. Queremos induzir as pessoas a utilizarem o transporte público, tornando dessa forma São Bernardo referência nacional em mobilidade urbana”, disse.

Leste/Oeste - O primeiro e principal corredor será o Leste/Oeste, cujas obras terão início no primeiro semestre de 2013 e devem estar concluídas em até 30 meses.

Com 20 quilômetros de extensão, o corredor ligará a Praça dos Bombeiros, região leste da cidade, com a Rodovia dos Imigrantes, no extremo oeste. Ele passará pelas avenidas Francisco Prestes Maia, José Odorizzi e Samuel Aizemberg, que precisará ser duplicada. Para a conclusão do corredor será necessária a construção de quatro viadutos: um sobre a Praça dos Bombeiros, outro sobre a Rodovia Anchieta, duplicando a capacidade do viaduto Tereza Delta, o terceiro sobre a Av. Robert Kennedy e o último sobre a Av. Humberto de Alencar Castelo Branco.

O corredor terá pontos de parada com informações aos usuários e acessíveis para pessoas com deficiência por meio de plataformas elevadas.

A intervenção tem investimento de R$ 331 milhões, sendo R$ 247 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Grandes Cidades: R$ 82 milhões repasse do Orçamento Geral da União, R$ 165 milhões de financiamento e R$ 84 milhões recursos do município.

Corredores – Os outros 11 corredores de ônibus têm financiamento de US$ 125 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A assinatura do contrato está prevista para ocorrer até setembro.

Os locais escolhidos pela Prefeitura para receber as vias exclusivas - entre os quais os corredores Alvarenga, Senador Vergueiro e João Firmino - têm grande demanda por transporte coletivo.

A proposta para a Estrada dos Alvarenga e João Firmino é a implantação de um corredor com faixa exclusiva para os ônibus, com pontos de paradas no canteiro central bem como ciclovias. Já na Avenida Senador Vergueiro, em alguns trechos os ônibus terão circulação compartilhada com o tráfego local, que terá apenas uma faixa.

O projeto prevê ainda duas estações de conexões, uma na Estrada dos Alvarenga e outra entre a Estrada Galvão Bueno e a Avenida Servidei Demarchi. Está prevista também a construção de quatro terminais: na Estrada dos Alvarenga, Avenida Tiradentes, nos bairros Vila São Pedro e Batistini.

Linha 18 - Bronze – A Linha 18 – Bronze do metrô, que ligará São Bernardo à Estação Tamanduateí, em São Paulo, tem previsão de chegar ao Paço Municipal em 2015. Esse projeto foi antecipado em 15 anos pelo prefeito Luiz Marinho, o primeiro a defender, já em 2008, a necessidade da construção do monotrilho. Além de elaborar o projeto funcional ao custo de R$ 1,3 milhão, a Administração viabilizou junto ao Governo Federal uma verba de R$ 27,6 milhões para o projeto básico.

O trajeto, com cerca de 20 quilômetros, terá início no Paço Municipal e percorrerá as avenidas Aldino Pinotti, Lauro Gomes e Guido Aliberti, em São Caetano, onde encontrará a linha 10 Turquesa da CPTM e seguirá até a Estação Tamanduateí.

Numa segunda fase, o monotrilho ligará o Paço Municipal à Estrada dos Alvarenga passando pela Avenida Brigadeiro Faria Lima, transpondo a Rodovia Anchieta e seguindo pela Avenida João Café Filho. A previsão é que essa etapa esteja em funcionamento em 2016.

Autor: Ana Carolina Martins
Fonte: PMSBC

READ MORE - Prefeitura de São Bernardo do Campo vai construir 12 corredores de ônibus

Em Belém, Nova tarifa (R$2,20) entra em vigor nesta quarta


A nova tarifa para o transporte coletivo da capital paraense será R$ 2,20 a partir de agosto. O valor foi sancionado nesta segunda-feira (30) pelo prefeito Duciomar Costa, e deve vigorar na próxima quarta-feira (1º), data em que a homologação deve ser publicada no Diário Oficial do Município, segundo informações da Secretaria Municipal de Administração (Semad). A meia passagem será de R$ 1,10.

O reajuste se estende ainda ao transporte seletivo, realizado por microônibus, e hidroviário. Na ocasião, a tarifa para o transporte coletivo hidroviário do trajeto Belém-Cotijuba/Cotijuba-Belém fica por R$ 2,20, de segunda a sexta, e R$ 4,40 aos sábados, domingos e feriados. Já a tarifa do micro-ônibus urbano fica por R$ 3,60, por não precisar ter valor correspondente ao dobro do custo da tarifa urbana do serviço de transporte coletivo convencional.

Inclusive, a planilha com o novo valor da tarifa foi discutida e aprovada na última semana, com maioria de votos, pelo Conselho Municipal de Transportes, que reúne diversas entidades governamentais e sociedade civil organizada.

Na primeira discussão o Sindicato das Empresas de Transporte de Belém (Setransbel) cogitou o valor de R$ 2,34, porém, a proposta foi derrubada diante do valor sugerido pela Companhia de Transporte de Belém (CTBel), de R$ 2,20.

Segundo o Conselho, o último reajuste ocorreu em 2011 e o novo valor deve atender os aumentos nos preços de algumas peças, pneus e combustíveis, que em certos casos estavam superiores à planilha de custos do setor de transporte urbano da capital. Ainda de acordo com o Conselho, Belém possui uma das menores tarifas de transporte coletivo entre as capitais brasileiras.

Apesar de o presidente do Setransbel, Paulo Fernandes Gomes, afirmar que o aumento não será suficiente para suprir os custos com o sistema de transportes, que hoje mantém uma frota de 1.755 ônibus, um estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA) prevê que com a nova tarifa os custos com transporte para uma pessoa que utiliza duas conduções diárias chegará a R$105,60, o correspondente a 16,98% do atual salário mínimo.

ABUSIVIDADE

O Ministério Público Estadual (MPE) recebeu do Conselho Regional de Economia do Pará (Corecon-PA) um pedido de providências quanto a nova tarifa de transporte urbano homologada. Em nota, o MPE informou que a promotora de justiça do consumidor, Joana Chagas Coutinho, de imediato, enviou ofício ao Setransbel pedindo informações e cópia da Planilha de Custos, que embasou o pedido de reajuste da tarifa de ônibus de Belém. Em posse desta planilha, a promotoria fará uma análise para verificar se houve ou não aumento abusivo. Um ofício também foi enviado à Ctbel pedindo informações sobre a homologação dessa tarifa.

Fonte: Diário Online

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Em Belém, Nova tarifa (R$2,20) entra em vigor nesta quarta

Terminais de ônibus de Campo Grande terão internet a partir de quinta feira


A internet será ativada na próxima quinta-feira nos terminais do transporte coletivo de Campo Grande. O investimento é de R$ 100 mil. O primeiro a receber o sistema será o terminal General Osório, na avenida Coronel Antonino. Em seguida, a internet entra em funcionamento nos outros sete terminais.

Segundo o diretor de Infraestrutura de Tecnologia  do IMTI (Instituto Municipal de Tecnologia da Informação), Cleiton da Silva, o alcance da internet instalada nos oito terminais será de 100 metros.

Uma vez instalados os pontos de acesso nos locais definidos, qualquer dispositivo móvel compatível com Wi-fi dentro do raio de alcance receberá o sinal gratuitamente. O usuário poderá se conectar usando smartphones, netbooks, notebooks.

Na primeira conexão na região coberta pelo sinal, o usuário deverá abrir seu navegador e digitar o endereço www.capital.ms.gov.br/internetmorena para que, assim, ele seja direcionado para um formulário de cadastro. Depois de informar seus dados, receberá uma senha para acesso. A partir de então, o cidadão acessará o sistema com sua senha e login pessoal.

Segundo a prefeitura, o cadastro dos usuários é uma medida de segurança para prevenir o uso da rede de forma indevida e, também, de possíveis crimes virtuais. O IMTI oferece um suporte técnico e de informações através do email helpdesk@imti.capital.ms.gov.br e de segunda à sexta, das 7h às 18h, pelo telefone (67) 3314-3333.

CG News

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Terminais de ônibus de Campo Grande terão internet a partir de quinta feira

Em Salvador, Marcopolo apresentará ônibus Viale BRT à prefeitura nesta quarta

segunda-feira, 30 de julho de 2012

A prefeitura de Salvador conhecerá nesta quarta-feira (1º) o ônibus Viale Bus Rapid Transit (BRT), que será apresentado pela empresa Marcopolo. Segundo a fornecedora de veículos para transporte massivo, o modelo é o primeiro no Brasil com sistema de tecnologia de gerenciamento de frota e, caso a capital baiana opte pelo sistema BRT, o veículo poderá ser o escolhido para operar na cidade.

O evento contará com a presença do prefeito João Henrique, de vereadores, autoridades locais e representantes da empresa. De acordo com informações da Marcopolo, todos percorrerão as vias e ruas de Salvador “para demonstrar as vantagens e benefícios que este tipo de veículo pode proporcionar à população e ao trânsito”.

READ MORE - Em Salvador, Marcopolo apresentará ônibus Viale BRT à prefeitura nesta quarta

Fortaleza: 40 novos abrigos de ônibus serão implantados nas avenidas Bezerra de Menezes e Mister Hull

Após a instalação de 11 abrigos de ônibus no Centro de Fortaleza, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) iniciará nesta terça-feira, 31, a implantação de 40 novos equipamentos nas avenidas Mister Hull e Bezerra de Menezes. Os novos modelos são confeccionados em aço carbono, que oferece maior durabilidade e é mais resistente à ferrugem. Já a cobertura é de policarbonato, material que reduz a incidência de calor. Toda a estrutura terá cinco assentos para os passageiros.

Ao final das instalações de todos os abrigos, as linhas de ônibus urbanas e metropolitanas que costumam trafegar na avenida Bezerra de Menezes, entre as vias Padre Ibiapina e Humberto Monte, serão distribuídas em pontos de paradas seletivos.

A expectativa da Etufor é que a medida otimize o tempo de viagem dos coletivos, que terão prioridade na circulação em agosto, quando duas das quatro faixas da via serão preferenciais para transporte público.

Pontos com abrigos
As pessoas que utilizam os serviços de ônibus e vans em Fortaleza podem encontrar 4.699 pontos de ônibus espalhados pela Capital. No entanto, de acordo com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), destes pontos, apenas 1.243 oferecem abrigos, com bancos e coberturas. O motivo, de acordo com a empresa, é que nem todas as paradas estão em locais que oferecem suporte para receber os abrigos.

Redação O POVO Online

READ MORE - Fortaleza: 40 novos abrigos de ônibus serão implantados nas avenidas Bezerra de Menezes e Mister Hull

Paralisação deixa Maceió sem ônibus por 24 horas


Devido à paralisação de advertência dos rodoviários de Maceió, a capital alagoana amanheceu sem ônibus nesta segunda-feira (30). A previsão é de que a mobilização permaneça por 24 horas. Caso os empresários não negociem com os rodoviários, a categoria promete radicalizar ao deflagrar greve geral, por tempo indeterminado, a partir da terça-feira (31).

Ao prometer uma mobilização jamais vista em Alagoas, os rodoviários - que reivindicam um incremento de 7,75% no valor bruto dos salários, de 12,5% de reajuste no valor do ticket alimentação, e de 15% no valor do pagamento do plano de saúde - paralisaram o sistema de transporte coletivo de Maceió sem garantir sequer os 30% da frota nas ruas.

“Protesto é protesto e nenhum ônibus saíra da garagem por questão de segurança. A expectativa é de que a cidade fique 24 horas sem transporte coletivo. E a partir desta terça-feira, se não houver avanço na negociação, deflagraremos uma grande greve”, expôs o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Alagoas (Sinttro/AL), Écio Ângelo.

Clandestinos

Com os transportes coletivos paralisados desde o começo da manhã desta segunda-feira (30), os passageiros que fazem uso do serviço se aglomeram nas paradas de ônibus. Mototaxistas e taxistas estão aproveitando a oportunidade para ganhar um dinheiro extra, fazendo o transporte clandestino de passageiros.

Sem ônibus, viagens de bairros como Tabuleiro e Ponta Grossa, com destino ao centro da capital, está custando cerca de R$ 5 por pessoa. O valor para quem se desloca de moto chega a R$ 10.

Reivindicações

As rodadas de negociação entre rodoviários e empresários vêm sendo mediadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), que chegou a apresentar uma contraproposta aos empresários, que, segundo o sindicato, dizem não poder atender nenhum dos ítens apresentados.

Caso o incremento salarial seja contemplado, o vencimento mensal de um motorista passará de R$ 1.206 para R$ 1.300, enquanto que o de fiscal, de R$ 931,82 para 1.004. Por fim, o cobrador sairá R$ 715,05 para R$ 770,46 mensais.

Fonte: Gazeta

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Paralisação deixa Maceió sem ônibus por 24 horas

No Recife, Projeto visa implantação dos corredores de ônibus

Na volta aos trabalhos legislativos, em agosto, os vereadores da Câmara Municipal do Recife encontrarão o projeto de lei número 13/2012, enviado pelo Poder Executivo, que pede urgência na autorização de financiamento para implantação dos corredores exclusivos de ônibus na II e III Perimetrais e na Radial Sul. Eles estão previstos no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento Mobilidade Grandes Cidades, suplementando as fontes 102, 4102 e a 133, com recursos financiados pela Caixa Econômica Federal. “O objetivo geral da implantação dos referidos corredores é ampliar e melhorar a qualidade da mobilidade no Recife e a escolha da Caixa diz respeito ao fato de que esse é o agente financeiro designado pela União, no âmbito do PAC Mobilidade Grandes Cidades”, observou o prefeito João da Costa, na mensagem enviada.

A implantação dos corredores de transporte público, previstos no projeto, será realizada ao longo de três anos e no total envolve recursos da ordem de R$ 821 milhões, dos quais R$ 389 milhões correspondem ao pleito de financiamento externo, R$ 274 milhões a recursos oriundos do OGU e R$ 158 milhões à contrapartida do Município. A contrapartida municipal será garantida nos programas do Plano Plurianual (PPA), da Empresa de Urbanização do Recife (URB), que será o órgão responsável pela execução dos projetos. No projeto de lei 13/2012, o Poder Executivo fica autorizado a contratar financiamento até o valor de R$ 400 milhões, valor que se destina à elaboração de projetos, execução de obras e serviços e aquisição de equipamentos. “Por sua importância para o município, necessita-se que o projeto seja apreciado o quanto antes, tendo em vista que esta autorização é condição para assegurar os recursos comprometidos pelo Ministério das Cidades/ Secretaria de Mobilidade (SEMOB). Por essas razões, venho requerer a tramitação deste projeto em regime de urgência, na forma prevista no art. 32 da Lei Orgânica do Município do Recife”, justificou o prefeito.

Os corredores de transporte, disse o prefeito João da Costa, representam uma iniciativa importante na concretização de diretrizes do Novo Plano Diretor de Transportes Urbanos da RMR – PDTU (2008) e do Plano de Mobilidade do Recife (2010), que preconizam a priorização do transporte público como uma das medidas capazes de reduzir graves problemas de mobilidade na cidade do Recife e em sua região metropolitana. “Com efeito, o aumento de 9,7% da frota de veículos no município, apenas no ano de 2010, aliado a uma rede viária deficitária, têm comprometido a capacidade de circulação nos principais corredores de transporte da cidade, reduzindo a eficiência dos meios de transporte coletivo, que disputam a via com os automóveis, com maiores prejuízos para os usuários do transporte público, o que se constitui em estímulo à utilização de meios individuais de transporte motorizado”, disse o prefeito.

Esse problema, conforme ele esclarece no projeto, é agravado pela falta de continuidade de algumas vias, a exemplo da III Perimetral metropolitana, sobretudo pela ausência de pontes sobre os rios Capibaribe (entre os bairros do Cordeiro e Santana) e Tejipió (entre os bairros da Imbiribeira e Areias), o que resulta no aumento de percursos das linhas e do tempo de viagens, ao mesmo tempo em que eleva custos sociais e ambientais. As obras que são objeto do financiamento pretendido estariam relacionadas à melhoria da mobilidade urbana no Recife e na Região Metropolitana do Recife. Elas se justificam, de acordo com o projeto, pelos seguintes aargumentos: complementarão a malha estrutural do Sistema Estrutural Integrado (SEI), irão atender a uma demanda para 2020 de 11 mil passageiros/hora/sentido, com ampliação da oferta e melhoria da qualidade do transporte público no Recife; potencializarão a conectividade do Recife e a sua integração em nível metropolitano; aumentarão as alternativas de acessibilidade e o número de usuários, com redução substancial do tempo de viagens e dos custos operacionais; proporcionarão a oferta de percursos seguros para os usuários de meios de transporte não motorizados – pedestres e ciclistas.

Fonte: Câmara dos Vereadores

READ MORE - No Recife, Projeto visa implantação dos corredores de ônibus

BRT em Uberlândia já é realidade, boas rodovias ligam a cidade a grandes centros econômicos

Enquanto em Belo Horizonte os projetos do Bus Rapid Transit (BRT) estão em construção, em Uberlândia, o BRT já é realidade. Na Avenida João Naves de Ávila, uma das principais da metrópole do Triângulo, os ônibus circulam em faixas exclusivas e existem 13 estações de passageiros entre o Bairro Santa Luzia e o Centro.

Os passageiros pagam o valor da passagem antes de entrar no coletivo e podem desembarcar em qualquer estação e pegar uma linha para outro ponto da cidade. O sistema agiliza o deslocamento e reduz a fila na roleta.

Uma série de características diferencia o BRTdo modelo de corredores convencionais. A maioria delas tenta replicar a previsibilidade dos metrôs: veículos de alta capacidade (articulados ou biarticulados), estações fechadas e protegidas, cobrança antecipada de tarifa, embarque no mesmo nível do ônibus, vias exclusivas, cuidado com o acabamento interno dos veículos e centros de controle operacional, que permitem indicar ao passageiro o tempo exato de espera.

Uma das vantagens do BRT é o prazo mais curto das obras. Em pouco tempo, é possível fazer com que o projeto seja elaborado e entre em operação em aproximadamente dois anos, enquanto o tempo médio de construção de uma nova linha de metrô pode chegar a nove anos. Esse tempo de implantação do BRT é um dos fatores que pesa a favor da escolha do transporte pelos administradores públicos.

Qualquer investimento em transporte coletivo é bem-vindo e percebe-se que em Uberlândia, o BRT já é um sucesso. Entretanto, os governantes devem entender que sozinho o BRT não é capaz de resolver todos problemas de mobilidade em grandes cidades.


READ MORE - BRT em Uberlândia já é realidade, boas rodovias ligam a cidade a grandes centros econômicos

São Bernardo testa ônibus híbrido e menos poluente

Estar em circulação nas ruas de São Bernardo um ônibus municipal híbrido, com dois motores, um diesel e outro elétrico, que reduz o consumo de combustível e o impacto ambiental. O objetivo da prefeitura é testar a nova tecnologia, que poderá ser utilizada pelos veículos municipais nos 12 corredores de ônibus a serem implantados na cidade.

Técnicos da ETCSBC e SBCTrans - empresas responsáveis pela gestão e operação do sistema de transporte coletivo -, bem como o fabricante Volvo do Brasil, acompanharão os testes. Os dois motores funcionam em paralelo ou independentemente. O motor diesel só entra em funcionamento com o veículo em movimento, em velocidade superior a 20 km por hora. Quando os freios são acionados para o veículo parar, a energia de desaceleração carrega as baterias para acionar o motor elétrico. "Até atingir essa velocidade, somente o motor elétrico atua, desta forma, não há emissão de gases e o nível de ruído é praticamente zero", esclareceu o diretor operacional da ETC, Maurício Thesin.

Corredores
O primeiro corredor de ônibus de São Bernardo será o Leste/Oeste, que ligará a Praça dos Bombeiros, região leste da cidade, com a Rodovia dos Imigrantes, no extremo oeste do município, e já possui recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Grandes Cidades. Com 20 quilômetros de extensão, o corredor terá faixas exclusivas para circulação de ônibus e paradas acessíveis com plataformas elevadas e informações aos usuários.

Ele passará pelas avenidas Francisco Prestes Maia, José Odorizzi e Samuel Aizemberg, que precisará ser duplicada, além da construção de quatro viadutos: um sobre a Praça dos Bombeiros, outro sobre a Rodovia Anchieta, duplicando a capacidade do viaduto Tereza Delta, o terceiro sobre a Av. Robert Kennedy e o último sobre a Av. Humberto de Alencar Castelo Branco. A intenção é que as obras tenham início no primeiro semestre de 2013 e a previsão de término é em 30 meses.

Também serão construídos 11 corredores nas principais vias da cidade, tais como na Estrada dos Alvarenga, avenidas Faria Lima e Senador Vergueiro. O projeto, que conta com financiamento de US$ 125 milhões do BID ( Banco Interamericano de Desenvolvimento), também contempla duas estações de conexões, uma na Estrada dos Alvarenga e outra entre a Estrada Galvão Bueno e a Avenida ServideiDemarchi.

Fonte: ABC Repórter


READ MORE - São Bernardo testa ônibus híbrido e menos poluente

Cuiabá deve implantar BRT para facilitar acesso ao Distrito Industrial

domingo, 29 de julho de 2012

Depois de tanta polêmica com o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Cuiabá também poderá contar com o Bus Rapid Transit (BRT). O município foi selecionado para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Médias Cidades e o prefeito Chico Galindo (PTB) apresentará um projeto do modal para a seleção do Ministério das Cidades (MCid).

Inicialmente, o BRT da Capital ligaria o futuro Parque de Exposições até a avenida Fernando Corrêa da Costa, mas o prefeito deve procurar o governo para discutir se o VLT chegará ao Distrito Industrial. Caso contrário, ele estuda a possibilidade de fazer um projeto que ligue o terminal do modal àquela região.

O PAC Mobilidade contempla municípios que tenham mais de 250 mil habitantes e menos de 700 mil. Cada município pode apresentar até 2 projetos executivos. O prazo para a inscrição da carta-consulta termina em 31 de agosto e a pré- seleção dos projetos ocorre entre 3 de setembro e 1º de outubro. As cidades contempladas serão divulgadas em 14 de dezembro e os recursos começarão a ser disponibilizados somente na próxima gestão. Conforme o MCid, serão priorizadas pelo programa as propostas em fase avançada de elaboração, que visem a ampliação e a qualificação do sistema de mobilidade urbana, em áreas de população de baixa renda e maior adensamento populacional.

Os recursos do PAC são liberados por meio de financiamento e recursos do Orçamento Geral da União (OGU). Galindo estima que Cuiabá possa contar com cerca de R$ 120 milhões, dos R$ 7 bilhões do programa disponibilizados aos 75 municípios selecionadas. Desta forma, o prefeito avalia que não há possibilidade de implementação das 2 linhas de BRT.

Para definir o projeto a ser encaminhado, ele avaliará qual possui maior demanda e se o governo pretende dar continuidade à linha do VLT posteriormente, podendo chegar até o Distrito Industrial.

O financiamento do BRT, que será de R$ 110 a R$ 120 milhões para uma única linha, deve consumir cerca de 24% da capacidade de endividamento de Cuiabá que, segundo o prefeito, está estimada em aproximadamente R$ 500 milhões.

Antes de assinar o convênio do PAC junto com a presidente Dilma Rousseff (PT) em Brasília, no último dia 19, Galindo pensava na possibilidade de utilizar os recursos para a conclusão do Poeira Zero. Lançado no início deste ano, o projeto foi estimado em cerca de R$ 135 milhões para a drenagem e pavimentação de bairros da Capital, e com os recursos do governo federal ele planejava ampliar o programa.

De acordo com o MCid, o objetivo do PAC Mobilidade Médias Cidades é garantir transporte coletivo urbano de qualidade, que traga mais conforto e ganho de tempo para a população, por meio de aporte significativo de recursos em infraestrutura de metrôs e demais modais de transporte público coletivo, gerando empregos e melhorias nas cidades. “Se pudéssemos utilizar os recursos para duplicação de avenidas, seria ótimo, mas o PAC é exclusivo para terminais intermodais”, explicou o prefeito.

Mesmo assim, ele promete lançar a pavimentação, drenagem e instala- ção de galerias de águas pluviais em 7 grandes bairros de Cuiabá.

Fonte: O Documento

READ MORE - Cuiabá deve implantar BRT para facilitar acesso ao Distrito Industrial

Rodoviários de Maceió entram em greve a partir de terça-feira

Após assembleia geral realizada na noite deste sábado (28), os rodoviários da capital decidiram entrar em greve na próxima terça (31), por tempo indeterminado. Na segunda, a categoria realiza uma paralisação de advertência, conforme está previsto em lei. Os profissionais reivindicam reajuste salarial e melhores condições de trabalho, tendo em vista a “precariedade” do transporte público intermunicipal. O encontro ainda reuniu membros da Confederação Nacional dos Trabalhadores de Transportes Terrestres (CNTT), filiada à CUT.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Alagoas (Sinttro/AL), Écio Ângelo, a categoria resolveu radicalizar, considerando as inúmeras tentativas de negociação junto aos empresários. Para o sindicalista, a população será a maior prejudicada, porém, poderá recorrer a outros meios para conseguir chegar a seus destinos. “Tentamos de tudo com os donos das empresas, mas, infelizmente, não houve nenhuma sinalização; portanto, a única alternativa foi paralisar os trabalhos com prazo indefinido. E os passageiros - a quem pedimos paciência e apoio - ainda podem contar com os táxis-lotação, apesar de não serem regulamentados”, frisa o presidente.

Ao ser questionado acerca da decisão da Justiça - na última segunda - em reajustar o valor da passagem de R$ 2,30 para R$ 2,10, Écio chegou a comentar que a categoria “não possui nenhuma relação" com o impasse envolvendo o Poder Judiciário e a Associação dos Transportadores de Passageiros do Estado de Alagoas (Transpal), que vai recorrer da liminar expedida pelo juiz Igor Vieira Figueiredo, da 14ª Vara Cível.

“Os empresários alegam que não há como conceder o reajuste devido à determinação judicial, mas não temos nada a ver com esses problemas. Faremos a paralisação por vinte e quatro horas, em respeito à Legislação, mas, na terça, iniciamos a greve por tempo indeterminado, mantendo os trinta por cento do efetivo”, reforça Ângelo.

Pauta

A categoria cobra o incremento de 7,75% no valor bruto dos salários, de 12,5% de reajuste no valor do ticket alimentação, e de 15% no pagamento do plano de saúde para o mês de janeiro.

Caso o incremento salarial seja contemplado, o vencimento mensal de um motorista passará de R$ 1.206 para R$ 1.300, enquanto que o de fiscal, de R$ 931,82 para R$ 1.004. Por sua vez, o cobrador sairá de R$ 715,05 para R$ 770,46.

Fonte: Gazetaweb.com

READ MORE - Rodoviários de Maceió entram em greve a partir de terça-feira

Prefeitura de São Paulo implanta 24,9 km de Corredores de ônibus

sábado, 28 de julho de 2012

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMT), da SPTrans e da CET, implanta nesta segunda-feira (30/7), mais 24,9 quilômetros de corredores à direita. Os dois novos trechos de faixas estão localizados na Av. Aricanduva, sendo um entre a Av. Itaquera e a Av. Ragueb Chohfi, com 19 km de extensão; e o outro entre a Praça Júlio Colaço, próximo a Radial Leste, e a Av. Itaquera, com 5,9 km. Ambas as faixas funcionarão de segunda a sexta-feira, entre 6h e 20h, nos dois sentidos, beneficiando cerca de 220 mil passageiros por dia, que circulam nas 27 linhas que operam na região, com uma frequência de 165 ônibus por hora no horário de pico.

A medida faz parte do projeto de aumentar a velocidade médias dos coletivos nos 130 km de corredores para ônibus instalados à direita, em todas as regiões da Cidade. Com os novos trechos na Av. Aricanduva já são 50,1 km de faixas exclusivas entregues, com o objetivo de aumentar a velocidade média dos ônibus em 15 por cento, diminuindo o tempo de viagem.

 Em 2012 já foram implantadas as faixas exclusivas na av. Brigº Gavião Peixoto/Barão de Jundiaí, Av. do Rio Bonito, Av. Olivia Guedes Penteado, Av. Interlagos, Av. Sen. Teotônio Vilela, Av. Cruzeiro do Sul e Av. Vital Brasil. Em 2011 foram inauguradas faixas exclusivas na avenida Vereador José Diniz, nas ruas Borges Lagoa e Domingos de Moraes e na ponte do Socorro (todas na zona sul), e na rua Almirante Brasil, na Mooca (zona leste). Também foi inaugurada uma faixa exclusiva na Radial Leste, diminuindo o tempo de viagem em 26 por cento.

A Prefeitura lançou licitação em abril passado para a construção de novos corredores de ônibus na Cidade. No total, serão 68,5 km de vias exclusivas para o transporte público em importantes regiões de São Paulo como a Radial Leste, Itaquera, Campo Limpo e Santo Amaro. A previsão de investimento é de R$ 2 bilhões. Como o sistema de transportes da Cidade de São Paulo deve operar de forma integrada entre os modais de pneus e trilhos, a Prefeitura já aplicou R$ 1 bilhão na expansão da rede de Metrô e investirá mais R$ 1 bilhão.

Da Prefeitura de São Paulo

READ MORE - Prefeitura de São Paulo implanta 24,9 km de Corredores de ônibus

VLT de Brasília não deve ficar pronto para a Copa

Cidade de abertura da Copa das Confederações e de sete partidas do Mundial, Brasília tem duas obras de mobilidade previstas para a Copa de 2014. As intervenções, no entanto, não ficarão prontas a tempo de serem utilizadas durante o megaevento.
 
De acordo com  governo do Distrito Federal (GDF), o processo de licitação do primeiro trecho do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) deve ser concluído "em curto prazo", sem definir uma data. A intenção é enquadrar o projeto do VLT no Regime Diferenciado de Contratação (RDC), modelo que flexibiliza as licitações de obras vinculadas à Copa e à Olimpíada. A sanção da lei que estende o RDC às obras do PAC foi publicada no Diário Oficial da União na última semana.

Com investimento de R$ 277 milhões (R$ 263 milhões vindos da Caixa Econômica Federal), a obra do VLT faz parte da Matriz de Responsabilidades da Copa, documento que lista os projetos de mobilidade essenciais para o período da competição. A intenção era que a intervenção começasse há quatro meses, com término previsto para dezembro de 2013.

A construção do modal enfrenta problemas desde 2009. Na ocasião, o edital de licitação foi lançado pelo governo. Colocada sob suspeita pela Justiça do Distrito Federal, a obra foi suspensa em abril do ano passado. Vencedor da licitação, o consórcio formado pelas empresas Daclon, Altran/TCBR e Veja Engenharia entrou com recurso contra a medida em agosto.

O governador Agnelo Queiroz miminizou a ligação da obra com a Copa. Segundo ele, o VLT é uma obra importante para Brasília e será realizada com ou sem vínculo ao Mundial de 2014.

O primeiro trecho do VLT ligará o aeroporto Juscelino Kubitschek à Asa Sul e terá 6,5 km de extensão. O atraso na construção do VLT também prejudica a outra obra de mobilidade de Brasília. Isso porque a duplicação da rodovia DF-047, via dá acesso ao aeroporto da capita federal, depende das obras do VLT para sair da fase de projetos. Com início marcado para janeiro de 2012, a obra está orçada em R$ 103,4 milhões, com R$ 98 milhões financiados pela Caixa.

READ MORE - VLT de Brasília não deve ficar pronto para a Copa

Recife ganha mais 4,3 km de rotas para ciclistas

A partir deste sábado (28), o Recife ganhará mais 4,3 quilômetros de rotas para o deslocamento de ciclistas em importantes ruas da Zona Norte da Cidade. Com a implantação do binário entre a Estrada do Arraial e a Estrada do Encanamento, as duas vias irão receber ciclofaixas unilaterais e monodirecionais, ou seja, no mesmo sentido das vias, e que irão se interligar. A ação garantirá a integração do modal bicicleta para a população da área, principalmente para os moradores de Casa Amarela, um dos bairros mais populosos da capital. A intervenção faz parte do Plano de Ações para o Trânsito do Recife 2012/2013, lançado pelo prefeito João da Costa na última quinta-feira (26), e que será coordenado pela Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). 

 A ligação entre as duas ciclofaixas será feita por três vias, a Rua Sebastião Alves de Arcoverde (Parnamirim), a Rua Padre Roma e a Estrada das Ubaias (Casa Forte). A separação do percurso do restante das vias será feito por tachões, menos na entrada e saída de veículos e nos cruzamentos. “Estamos atendendo a uma demanda da população da área, pois é grande a quantidade de usuários de bicicletas, principalmente de trabalhadores. É importante destacar que as ciclofaixas serão no mesmo sentido das vias com a criação do binário, e os ciclistas deverão respeitar o espaço que agora eles terão, assim como os motoristas deverão respeitar o espaço dos ciclistas”, ressaltou a presidente da CTTU, Maria de Pompéia Pessoa.

Com a entrega das duas ciclofaixas, que irão cortar os bairros de Casa Forte, Casa Amarela, Tamarineira e Monteiro, o Recife ficará com mais de 28 km de rotas para a utilização de bicicletas. As ciclofaixas tanto servirão aos trabalhadores quanto para o lazer das pessoas, pois irão ligar espaços importantes de descanso e esporte como o Sítio Trindade e o parque da Jaqueira. Cada da ciclofaixa terá 1,70m de largura.

O Recife já possui outros seis equipamentos para o uso de bicicletas, são eles: Ciclovia Orla da Av. Boa Viagem e Ciclofaixa da Av. Brasília Formosa (que somam 9,5km); Ciclovia da Av. Norte (1,7 km); Ciclo rota Centro (3,8 km); Ciclofaixa Tiradentes – Avenida do Forte e Av. 21 de Abril, em Afogados (6,5 km) e Ciclofaixa do Canal do Cavouco (2,6 km).


Da Prefeitura do Recife

Leia: 
Recife... Uma cidade sem ciclovias

Grande Recife Carece de Ciclovias

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Recife ganha mais 4,3 km de rotas para ciclistas

São Paulo: SMS Denúncia do Metrô passará a funcionar com um novo número


A partir do próximo domingo, dia 29, o serviço de SMS Denúncia do Metrô passará a funcionar com um novo número: 97333-2252. O acréscimo do nono dígito (número 9) atende a determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).


Desde a última quinta-feira (26), a Companhia do Metrô vem fazendo inserções diárias nas redes sociais (Twitter e facebook) para alertar os usuários. Além disso, será realizada uma campanha informativa com publicações no site da empresa (www.metro.sp.gov.br). As placas de comunicação dos trens e estações também serão substituídas.



O SMS Denúncia do Metrô foi lançado em 26 de Janeiro de 2011 com o objetivo de combater o vandalismo, o comércio irregular, a mendicância e crimes dentro do sistema metroviário. O serviço recebe em média 200 mensagens por dia.



Para denunciar, o usuário escreve uma mensagem com as características do possível infrator, a próxima estação em que o trem chegará, o número do carro em que está e envia o texto para o número (11) 97333-2252. O Metrô garante o sigilo absoluto das denúncias.

Do Metrô SP

READ MORE - São Paulo: SMS Denúncia do Metrô passará a funcionar com um novo número

“Botão do pânico” deixará pelo menos 800 ônibus de Natal em contato com a polícia

Todos os 800 veículos da frota de transporte urbano de Natal terão um dispositivo de segurança, popularmente chamado ‘botão do pânico’, para inibir assaltos e avisar a polícia caso ocorra alguma ação criminosa dentro dos ônibus, até o final do ano. Trezentos carros já possuem o sistema na Capital e hoje pela manhã, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município (Seturn) e a Secretaria Estadual de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) assinaram convênio para instalar o dispositivo em mais 500 veículos.
Segundo o diretor de comunicação do Seturn, Augusto Maranhão, o dispositivo é uma segurança não apenas para os usuários do sistema de transporte coletivo, mas também para os motoristas e cobradores, que, por trabalharem em determinadas linhas, já sabem os locais mais perigosos e quem pode ser um provável ladrão. “Por estarem diariamente naquela linha, eles já sabem, mais ou menos, quem é certo e quem é errado. Estamos vivendo uma nova realidade no transporte público, de inibição e prevenção de crimes, dando segurança a todos”, enfatizou.

Desde março passado, 300 veículos já receberem o sistema, que é instalado em um local confidencial e que pode ser acionado em situações de risco sem atrair a atenção e a desconfiança de possíveis ladrões. Além disso, motoristas e cobradores das empresas de transporte coletivo estão passando por treinamento específico com policiais do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

O objetivo é orientar os funcionários sobre questões práticas e importantes como o funcionamento do sistema, quando o botão deve ser acionado (momento certo para isso) e as implicações jurídicas do uso indevido do dispositivo. Segundo o coordenador do Ciosp, major Carlos Macedo, o sistema de dispositivo de segurança nos ônibus não é o monitoramento da frota, mas, sim uma medida eficaz e segura de prevenção e combate a este tipo de crime.

“Quando o botão é acionado pelo motorista ou cobrador do veículo, um alarme é disparado na central de monitoramento do Ciosp e, rapidamente, o radio-operador alerta a viatura mais próxima da área onde o ônibus está para atender a ocorrência. Enquanto isso, a informação da localização do ônibus em questão só saí da tela do nosso monitor após os policiais militares chegarem ao veículo”, explicou o major Macedo.

Sistema pode ser expandido para táxis
Para o secretário da Sesed, Aldair da Rocha, o projeto é a forma mais rápida e eficiente para se inibir a prática de assaltos a ônibus, que já ultrapassou a marca de 170 casos nestes sete meses de 2012. Ele disse também que o Estado é responsável pelo curso de capacitação aos operadores do transporte público e pela ação da Polícia Militar no atendimento aos casos. “Para o Estado, é praticamente custo zero de investimentos financeiros, mas o retorno para a sociedade é incalculável”, afirmou.

A governadora Rosalba Ciarlini, que participou da assinatura do convênio, nesta manhã, no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, no Tirol, disse que a expectativa é que o projeto se expanda para outras áreas de transporte, como os taxistas, até o final do ano. “É um sistema de investigação em tempo real, o que irá, com certeza, reduzir bastante o número de ocorrências que vem acontecendo em Natal. E, com o sistema de câmeras nas ruas, pudemos comprovar que nas áreas onde há monitoramento, a criminalidade foi reduzida em 60%”, disse.

Para o comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, o dispositivo apresentado hoje à imprensa é uma forma de complementação às ações de fiscalizações de rotina, como as barreiras policiais. Ele disse também que isso tende a diminuir as ações criminosas em todas as áreas da cidade, independente de serem de maior ou menor risco, já que os assaltos não têm hora ou local certo para ocorrer.

“Sabemos que a maioria dos assaltos é cometido por dependentes químicos, que entram em um ônibus para roubar celulares, dinheiro e objetos pessoais de pequeno porte, que podem ser trocados por drogas. Não são integrantes de quadrilhas, mas viciados em busca de algo de valor para este fim. Ou seja, não são assaltos planejados, não temos dias ou horas mais perigosas, porque essas ações ocorrem a qualquer tempo”, explicou o coronel.


READ MORE - “Botão do pânico” deixará pelo menos 800 ônibus de Natal em contato com a polícia

Motoristas de ônibus fizeram paralisação em Florianópolis

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Cerca de 350 motoristas da empresa de ônibus Biguaçu/Emflotur, que haviam trancado a garagem e realizado uma paralisação na Grande Florianópolis (SC), na manhã desta quinta-feira (26), voltaram ao trabalho após uma reunião entre o Sintraturb e a companhia.

Os funcionários reivindicam banheiros no ponto final das linhas e outras 11 melhorias de trabalho. Um documento foi assinado pela empresa, que se comprometeu a resolver a situação em cinco dias.

Os coletivos não saíram da garagem durante a manhã e voltaram a circular normalmente por volta das 7h30.

Foto: Marcelo Bittencourt/Futura Press/AE
Informações: R7.com

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Motoristas de ônibus fizeram paralisação em Florianópolis

No Recife, Novo binário na Zona Norte altera itinerário de ônibus, confira:

A partir do próximo sábado (28), o tráfego nas estradas do Arraial e do Encanamento será modificado em função da implantação de um binário que tem por meta promover a melhoria do trânsito nas vias. Devido às intervenções da Prefeitura, o Grande Recife Consórcio de Transporte alterará o itinerário de 16 linhas, afetando 30 pontos de parada e transferirá um miniterminal para a Rua Eugênio Samico, a fim de adequar o atendimento prestado aos usuários da localidade. A implantação do binário, realizada pela Companhia de Trânsito e Transportes Urbanos (CTTU), afetará em média 70 mil usuários que utilizam 141 ônibus, distribuídos em 1060 viagens. O Consórcio informará os usuários sobre as alterações por meio de divulgadores, panfletos e cartazes.

Com a implantação do binário, a Estrada do Arraial e a do Encanamento, que possuem tráfego nos dois sentidos, passarão a permitir a circulação dos veículos apenas em mão única. A primeira ficará com o sentido cidade/subúrbio, já a segunda permitirá o trajeto dos veículos somente no sentido subúrbio/cidade. As 16 linhas que trafegam nos dois sentidos terão o itinerário alterado devido às modificações do sistema viário. (VER LISTA DE LINHAS ABAIXO)
 

O terminal das linhas 330 - Casa Amarela/CDU (TRT) e 531 – Casa Amarela (Rosa e Silva), localizado na rua ao lado do pátio da feira de Casa Amarela, será transferido para a Rua Eugênio Samico (próximo a Praça do Trabalho). Sendo assim, também será transferido para a Rua Eugênio Samico o ponto de retorno da linha 533 - Casa Amarela (Bacurau), que opera durante a madrugada, levando os usuários para o Terminal Urbano do Cais de Santa Rita.

Orientação – Durante uma semana, o Consórcio estará com uma equipe de divulgação nas ruas, orientando as pessoas sobre as mudanças e distribuindo panfletos explicativos. Em cada ponto de parada, um divulgador estará a postos para esclarecer todas as dúvidas dos usuários e orientá-los no deslocamento, informando onde pode esperar a linha desejada.

Nos dias 28, 30 e 31, a equipe estará nas ruas das 6h às 18h. No dia 30 (domingo), das 8h às 13h. Ao todo, são 30 paradas afetadas pelo binário, nove desativadas e outras 11 implantadas. O Grande Recife também afixará cartazes informativos nos pontos envolvidos e em todos os ônibus que operam nas 16 linhas.

Dúvidas também podem ser retiradas, através da Central de Atendimento ao Cliente, pelo número 0800.081.0158. Todos os atendentes foram treinados para orientar os usuários. Os novos itinerários das linhas afetadas poderão ser consultados no site do órgão (
www.granderecife.pe.gov.br).

SERVIÇO
Total de linhas que terão o itinerário alterado: 16 linhas
Total de veículos – 141 ônibus
Total de viagens – 1060 viagens
Média de usuários afetados / dia - 70 mil usuários/dia
Total de paradas envolvidas no binário – 30 paradas
Total de paradas desativadas – 9 paradas
Total de paradas implantadas – 11 paradas
Lista das linhas que terão o itinerário alterado:
330 - Casa Amarela/CDU (TRT)
510 - Nova Descoberta/Derby
511 - Alto do Mandú
513 - Córrego da Areia
514 - Nova Descoberta (Córrego do Joaquim)
515 - Nova Descoberta (Bacurau)
516 - Casa Amarela (Nova Torre )
521 - Alto Santa Isabel
531 - Casa Amarela (Rosa e Silva)
532 – Casa Amarela (Cabugá)
533 – Casa Amarela (Bacurau)
630 - Vasco da Gama/Derby
640 - Guabiraba/Derby
710 – Beberibe / Derby
718 - Córrego do Euclides/Derby
930 - Rio Doce/Dois Irmãos
Linhas que terão o terminal alterado para a Rua Eugênio Samico (próximo a Praça do Trabalho):

330 - Casa Amarela/CDU (TRT) - Terminal antigo: Pátio da Feira de Casa Amarela
531 – Casa Amarela (Rosa e Silva) – Terminal antigo: Pátio da Feira de Casa Amarela
533 - Casa Amarela (Bacurau) - Fará o retorno na Rua Eugênio Samico

Com Informações do GRCT
READ MORE - No Recife, Novo binário na Zona Norte altera itinerário de ônibus, confira:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960