Após contas reprovadas, EMTU nega atraso no VLT de Santos

terça-feira, 23 de julho de 2019

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) afirma que irá recorrer - de novo - da decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP), que manteve o parecer de irregularidades no contrato e aditivos para a primeira fase do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). O órgão paulista descarta que o entrave atrasará o cronograma de obras da segunda fase, que levará o modal ao Centro de Santos.

Na semana passada, os conselheiros do TCE-SP já haviam negado o recurso ordinário apresentado pela EMTU. Foi a segunda derrota consecutiva, já que a contratação foi julgada irregular na primeira instância da corte de contas. O colegiado sustenta que as alterações nos valores contratuais e as inconsistências nas planilhas de custo ferem o previsto na Lei de Licitações (8.666/93).

Segundo o TCE, o contrato, com valor inicial de R$ 313,5 milhões, foi ampliado quatro vezes. Juntas, as alterações representaram um aumento de 46% em relação ao custo inicial, contrariando o teto de 25%, conforme a legislação federal.

Expansão

Apesar dos questionamentos da Reportagem, a EMTU se negou a informar a classificação das empresas interessadas na obra do trecho da segunda fase, entre Conselheiro Nébias e Valongo.

A abertura dos envelopes ocorreu no final de fevereiro. Sete consórcios e três empresas participaram da rodada. As intervenções têm custo estimado de R$ 300 milhões. "As propostas da licitação de obras para a segunda fase do VLT estão em análise pela EMTU", diz. O trecho terá oito quilômetros de extensão e 14 estações.

Já a terceira fase tem previsão de contratação do projeto executivo até o fim deste ano. O trecho de 7,5 quilômetros vai ligar o Terminal Barreiros e o bairro de Samaritá, em São Vicente. O projeto deve ser concluído em oito meses após a contratação.

A etapa inclui os estudos para avaliar da estrutura sobre o Canal dos Barreiros. O órgão paulista não descarta construir uma via independente para trilhos, caso a ponte não seja passível de recuperação. 

Informações: A Tribuna

READ MORE - Após contas reprovadas, EMTU nega atraso no VLT de Santos

Caem o número de assaltos a ônibus em Maceió

Com uma média de mil assaltos a ônibus por ano em Maceió, a sensação de insegurança era constante para passageiros e rodoviários e o prejuízo grande para os empresários. Presenciar ou passar por um ato de violência chegou a virar rotina para muitos trabalhadores. Nos últimos anos, esta realidade mudou e a capital alagoana tem conquistado uma redução expressiva desse tipo de crime, que traz cada vez mais tranquilidade para toda população.

Para se ter uma ideia da redução no número de assaltos a ônibus, em 2016 foram contabilizados 1.109 assaltos às quatro empresas que operam em Maceió. Em 2017, o número caiu para 507, quase a metade. Já em 2018, a redução foi ainda mais perceptível, para 325 ocorrências.

Informações:TNH1

Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Caem o número de assaltos a ônibus em Maceió

Prefeitura anuncia intervenção no transporte público de Manaus

A Prefeitura de Manaus anunciou, nesta segunda-feira (22), que fará uma intervenção no transporte público de Manaus. A medida ocorre após uma série de visitas realizadas em empresas que operam o sistema na capital e que apontam precariedade nos serviços.

O decreto que determina a intervenção foi assinado nesta tarde pelo prefeito Artur Neto. A validade é de 90 dias, mas pode ser prorrogado. Francisco bezerra, ex-empresário do setor de transporte, será o interventor responsável, de acordo com Artur.

De acordo com o documento, a medida abrangerá o sistema financeiro operacional das empresas e ensejará o acompanhamento direto de todas as operações financeiras de entrada e saída de recursos, inclusive em relação aos dados do sistema de bilhetagem eletrônica.

"Estou transferido plenos poderes para o Francisco Bezerra executar essa devassa nas contas, nas finanças. De organizar recursos do sistema de transporte coletivo, com o apoio da Prefeitura. Queria estar falando de águas mais tranquilas, mas essa é a medida necessária" anunciou o prefeito durante coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (22).

Escolhido pela experiência dentro do setor, Francisco Bezerra destacou a importância de esclarecer à população a "verdade no sistema", sem entrar em detalhes.

"O prefeito me procurou hoje e nós temos que conhecer a verdade. O empresário tem que falar a verdade. A missão de tirar dos cofres públicos para pagar os funcionários não é o correto. O prefeito devia ter feito isso mais cedo para desvendar o que tem por trás do sistema de transporte", afirmou Bezerra.

O procurador-geral do Município, Rafael Albuquerque Gomes de Oliveira, endossou a relevância das medidas que considera "drásticas" para o equilíbrio no sistema.

"A prestação de serviços públicos se dá de forma direta ou indireta por meio das empresas. No caso do transporte coletivo, nós temos um contrato de concessão de 2011 e temos percebido a falta das empresas no tocante em relação às tarifas trabalhistas. Nós acreditamos que é uma medida inicial, e podem ter outras medidas drásticas. Temos que transparecer para o público de Manaus se o sistema de transporte está equilibrado ou desequilibrado. Mostrar porque os funcionários não estão recebendo", comentou.

Informações: G1 AM


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Prefeitura anuncia intervenção no transporte público de Manaus

Florianópolis tem ajuste de horário em 700 partidas de linhas

Florianópolis teve ajustes nos horários de 700 partidas de linhas do transporte coletivo nesta segunda-feira (22), conforme o Consórcio Fênix.

Os novos horários podem ser conferidos no site da concessionária de transporte público ou através do aplicativo Floripanoponto.

De acordo com o Consórcio Fênix, a maioria dos ajustes é inferiores a cinco minutos. A concessionária ainda garante que não haverá redução ou extinção de linhas.

A mudança equivale a 8% das médias diárias de viagens, segundo a empresa. Elas foram feitas para adequar a realidade de trânsito e outros fatores ligados à mobilidade.

Informações: G1 SC


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Florianópolis tem ajuste de horário em 700 partidas de linhas

SPTrans disponibiliza a revalidação do Bilhete Único Estudante antes da volta às aulas

Com o objetivo de facilitar o processo de renovação do Bilhete Único Estudante, a SPTrans disponibiliza a revalidação do cartão pelos canais de atendimento on-line. Primeiro o aluno deve verificar se a instituição de ensino já encaminhou sua matrícula para SPTrans, podendo consultar sua situação por meio do site http://www.sptrans.com.br/estudante.

Logo após a confirmação dos dados da matrícula, o boleto é gerado diretamente no site e o pagamento pode ser feito na rede bancária e lotéricas. Além disso, não é necessário imprimir o boleto, basta o número do código de barras para fazer o pagamento. O estudante pode também optar por receber o código de barras por mensagem SMS em seu celular.

O valor da taxa de revalidação é equivalente a sete tarifas básicas vigentes, ou seja R$ 30,10. O pagamento da taxa de revalidação também pode ser realizado diretamente pelos aplicativos Ponto Certo, Qiwi, Cittamobi e Banco do Brasil (para correntistas)

A quitação da taxa de revalidação também pode ser feita através da página "Bipay" do Facebook, diretamente pelo Messenger, sem a necessidade de baixar o app.

Estudantes que já pagaram o valor da renovação do Bilhete Único em 2019 não precisam pagar novamente. Basta apenas a instituição de ensino confirmar a rematrícula do segundo semestre.

Os alunos podem consultar se têm direito à gratuidade ou ao desconto de meia-tarifa pelo site http://www.sptrans.com.br/estudante.

O estudante pode verificar a situação de seu cadastro junto à SPTrans pela internet, por meio do link https://scapub.sbe.sptrans.com.br/sca/estudante/login.jsp.

Informações: SPTrans


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - SPTrans disponibiliza a revalidação do Bilhete Único Estudante antes da volta às aulas

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960