Em Curitiba, Urbs coloca 100% da frota em mais 15 linhas de ônibus

quinta-feira, 25 de junho de 2020

A Urbanização de Curitiba (Urbs) vai reforçar mais 15 linhas de ônibus, que passam a operar com 100% da frota. As mudanças vão envolver linhas alimentadoras e diretas que registraram maior movimento nas últimas semanas.

Nesta quarta-feira (17/06), passam a funcionar com a frota completa as linhas diretas 506 - Bairro Novo e 508 - Sítio Cercado (anti-horário), e as alimentadoras 515 - Iguape II, 528 - Boqueirão/Pinheirinho, 531 - Sta. Inês e 548 - Osternak/S. Cercado. Serão beneficiadas as regiões do Boqueirão e Sitio Cercado.

Na próxima segunda-feira (22/6) retomam a operação em 100% linhas das regiões Pinheirinho, Tatuquara, Capão Raso e CIC. Entram nesta lista as linhas alimentadoras 617 - JD. Ludovica, 646 - Pompéia/Janaína, 650 - Sta.Rita/Pinheirinho, 658 - C.Raso/Caiuá, 659 - Caximba/Olaria, 680 - Rurbana, 684 - Rio Bonito, 685 - Rio Bonito/CIC e 772 - Tupy/Juliana.

Segundo o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, o monitoramento do comportamento das linhas é permanente e novos ajustes poderão ser feitos.

Distanciamento
Desde segunda-feira, os ônibus da capital estão circulando com 50% da capacidade de lotação. A determinação é para manter o distanciamento entre os passageiros e evitar a propagação do novo coronavírus, que se acelerou nas últimas semanas.

A medida vale para todas as linhas. Nos terminais, os expressos, articulados, biarticulados e linha direta saem com 30% de ocupação e quando atingem 50% da capacidade só param para desembarques. Os alimentadores, convencionais, interbairros e especiais também só circulam com 50% da lotação.

Informações: URBS
READ MORE - Em Curitiba, Urbs coloca 100% da frota em mais 15 linhas de ônibus

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960