Começam as obras do aeromóvel em Porto Alegre

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Tiveram início nesta segunda-feira as obras para construção do aeromóvel que vai ligar a Estação Aeroporto da Trensurb ao terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Salgado Filho, numa cerimônia que reuniu autoridades e imprensa e mostrou todo o projeto. A via elevada deve estar concluída até dezembro. A Trensurb quer iniciar os testes operacionais com os dois veículos já em janeiro e o funcionamento do serviço no primeiro trimestre de 2012.

A etapa da via elevada compreende a execução das obras civis da estrutura de 998 metros, incluindo as fundações, pilares e vigas do sistema, com investimento previsto de R$ 7,2 milhões. O custo total é de quase R$ 30 milhões. De todas as fases previstas em edital, um terço já foi executada. O ministro das Cidades, Mario Negromonte, destacou o ineditismo do empreendimento. “Trata-se de tecnologia brasileira e gaúcha que pretendemos levar para outras capitais e países”, disse ele.

“Os primeiros estudos foram realizados na década de 1960. O maior desafio do projeto era provar-se viável técnica e economicamente. Trata-se do menor custo energético comparado com outros meios, três vezes menor que o trem e cinco vezes mais econômico que o automóvel”, assinalou o empresário Oskar Koester, diretor da Aeromóvel Brasil e idealizador do equipamento.


Os dois veículos do sistema, um de 150 lugares e outro de 300, ao custo de R$ 2,8 milhões, devem desembarcar no Rio Grande do Sul em novembro. A última etapa do projeto é a execução das duas estações de embarque e desembarque do aeromóvel. Estima-se a conclusão dessa fase para cinco meses a partir da assinatura do contrato. O valor para ambas as estações é de R$ 2,4 milhões.

READ MORE - Começam as obras do aeromóvel em Porto Alegre

Governo de SP planeja quase 200 km de Metrô até o fim da década

O governo de São Paulo pretende aumentar para 195 km a extensão da malha metroviária até o fim da década. O projeto foi apresentado na tarde desta segunda-feira (15) pelo governador Geraldo Alckmin e faz parte do Plano Plurianual (PPA) 2012-2015.

O PPA prevê para o período R$ 118 bilhões de investimentos – sendo R$ 85 bilhões do governo e R$ 33 bilhões de estatais e Parcerias Público-Privadas (PPPs). Desse total, R$ 45 bilhões serão usados no transporte metro-ferroviário – sendo R$ 30 bilhões do governo e R$ 15 bilhões de PPPs.

“Além dos 70 km atuais, vamos entregar mais 30 km de Metrô até 2014 e deixaremos um canteiro de obras de 95 km”, disse Alckmin, durante entrevista no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, na Zona Sul de São Paulo.

Os 95 km restantes, no entanto, ficarão a cargo da próxima gestão. Além do aumento da malha metroviária, outro objetivo do governo é modernizar as composições da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Segundo o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Emanuel Fernandes, se o PPA recebesse nome, seria intitulado PPA da mobilidade. “Melhoria no transporte é melhoria na qualidade de vida do cidadão.”

A construção dos trechos Leste e Norte do Rodoanel Mário Covas, duplicação da Rodovia dos Tamoios, modernização da malha rodoviária, a criação do túnel ligando Santos ao Guarujá, no litoral, e investimento nos aeroportos são alguns projetos que o PPA abrange.


Fonte: G1.com.br

READ MORE - Governo de SP planeja quase 200 km de Metrô até o fim da década

No Recife, Agamenon Magalhães terá corredor de ônibus no canteiro central

A Avenida Agamenon Magalhães não terá mais o monotrilho (espécie de metrô que circula preso a um elevado) como sistema de transporte. Durante debate na Rádio JC/CBN, na tarde desta segunda-feira (15), o secretário das Cidades de Pernambuco, Danilo Cabral, revelou que o modal está descartado para a principal via do Recife, considerada o pulmão viário da capital e por onde trafegam 100 mil veículos diariamente, a uma velocidade de 4,5 km/h.  A promessa de construção de quatro viadutos na avenida, anunciada na semana passada pelo governador Eduardo Campos, é uma intervenção que por si só já inviabiliza o projeto porque o monotrilho é um sistema que opera elevado, a uma altura de aproximadamente nove metros. Sendo assim, é impossível tê-lo ao mesmo tempo em que existem viadutos.

Segundo Danilo Cabral, a Agamenon Magalhães também não deverá ter o elevado de BRT (Bus Rapid Transit) proposto no primeiro projeto do Corredor Norte-Sul, desenvolvido pelo urbanista Jaime Lerner, criador do modelo que há mais de 30 anos dá fama ao transporte público de Curitiba (PR). Pela proposta, o elevado teria seis quilômetros e ficaria sobre o canal da via. Danilo Cabral também revelou que, ao viabilizar os quatro viadutos na Agamenon, o governo poderá implantar um corredor de transporte nas margens do canteiro central da via porque terá eliminado os pontos de conflito.

Postado por Roberta Soares
JC Online

READ MORE - No Recife, Agamenon Magalhães terá corredor de ônibus no canteiro central

Em São Paulo, Inauguração de estações do Metrô deve diminuir movimento na Sé

A inauguração das estações Luz e República da Linha 4-Amarela do Metrô deve fazer com que o número de pessoas que passam pela Sé caia em até 20%. A abertura das estações, que farão baldeação com as linhas 1-Azul e 3-Vermelha, respectivamente, está prevista para acontecer em setembro.

A mesma redução deve ser notada nas estações Paraíso e Ana Rosa, que permitem baldeação entre as linhas Azul e 2-Verde. Já na Consolação, que liga as linhas Verde e Amarela, o movimento pode cair 33%, segundo o Metrô. A quantidade de passageiros da Linha 4, por outro lado, deve subir quase quatro vezes - de 190 mil pessoas por dia para cerca de 700 mil.

"A sobrecarga no Metrô de hoje se origina na falta de outras linhas. A abertura de novos trechos, como a Linha Amarela, vai reduzindo a concentração de pessoas nos ramais já existentes, principalmente onde há baldeação, pois as pessoas encontram outros caminhos para seus trajetos", avalia o professor de Engenharia Creso de Franco Peixoto, da Fundação Educacional Inaciana (FEI).


Fonte: G1.com.br

READ MORE - Em São Paulo, Inauguração de estações do Metrô deve diminuir movimento na Sé

Detro multa empresa por suspender linhas de ônibus sem autorização

Fiscais do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) fizeram nesta segunda-feira uma operação que multou a empresa Expresso Mangaratiba por suspender, sem autorização, três trajetos entre Mangaratiba e Duque de Caxias. Cinco veículos da companhia também foram recolhidos devido a alterações nas características (instalação de roletas em ônibus rodoviários) e má conservação.

Na operação, deflagrada devido ao grande número de reclamações dos usuários, os fiscais constataram que a Expresso Mangaratiba havia deixado de operar os trajetos Mangaratiba-Duque de Caxias via Campo Grande, via Nova Iguaçu e via Estrada do Campinho. Os ônibus circulavam apenas no trajeto entre Mangaratiba e Itaguaí. Além de ser intimada a retomar os trajetos abandonados, a empresa terá que pagar multa de R$ 1.786,82 por cada carro.



READ MORE - Detro multa empresa por suspender linhas de ônibus sem autorização

Mudanças no trânsito de Curitiba visa mais segurança e fluidez no Bacacheri

O trânsito vai ganhar mais segurança e fluidez no entorno do cruzamento das avenidas Nossa Senhora da Luz e Erasto Gaertner, no Bacacheri, com alterações que serão feitas pela Diretran - a diretoria de Trânsito da Urbs - a partir desta terça-feira (16).

As mudanças vão acontecer na primeira quadra da Nossa Senhora da Luz no trecho entre Nicarágua e Erasto Gaertner e incluem proibição de conversão à esquerda da Nossa Senhora da Luz para a Erasto Gaertner; abertura de 18 vagas de estacionamento; implantação de Estacionamento Regulamentado (EstaR), relocação de duas vagas de táxi; implantação de semáforo a ser acionado apenas pelos bombeiros; e criação de acesso à Munhoz da Rocha em trecho segregado.

A nova sinalização começará a ser implantada às 9h e agentes de trânsito vão orientar motoristas e pedestres. A programação poderá ser alterada em caso de chuva, uma vez que pintura da sinalização só pode ser feita em asfalto totalmente seco.

Com a mudança, quem saía da Nicarágua para a Nossa Senhora da Luz para entrar na Erasto Gaertner agora deverá seguir em frente pela Nicarágua, contornar o Corpo de Bombeiros e chegar com segurança, duas quadras à frente, à Munhoz da Rocha. Placas, sinalização no asfalto e o chamado gelo baiano vão orientar o motorista e segregar o início da faixa de acesso à Munhoz da Rocha. Placas indicando o novo acesso também serão afixadas na Nicarágua, antes da Nossa Senhora da Luz; e na Coronel Amazonas Marcondes, antes da Munhoz da Rocha.

A sinalização será refeita nesta primeira quadra da Nossa Senhora da Luz onde até aqui é proibido o estacionamento à direita no sentido Bacacheri-Cabral. Com a mudança, haverá estacionamento dos dois lados da pista em toda a quadra, o que significará um total de 32 vagas de EstaR, aí incluídas vagas de carga e descarga, exclusiva para idoso e 15 minutos livre com pisca alerta ligado.

A melhoria do trânsito com a proibição de conversão à esquerda, como é o caso deste trecho da Nossa Senhora da Luz, deve-se ao fato de que os motoristas deixam de fazer manobra com trânsito em sentido contrário, evitando uma situação de risco e  congestionamentos provocados pela formação da fila de carros que precisam esperar que o motorista da frente consiga fazer a conversão.

Esta é a sétima conversão à esquerda que passou a ser proibida neste ano. De janeiroaté agora passou a ser proibido fazer a conversão da rua Fernando Moreira para a Brigadeiro Franco, no Centro; da Júlia da Costa para a Mário Tourinho, no Seminário; e da Padre Germano Mayer para as ruas Professor Brandão, XV de Novembro, Marechal Deodoro e Fernando Amaro.
Serviço

A partir desta terça-feira (16) o motorista que está na rua Nicarágua e quer chegar à Erasto Gaertner, deve seguir em frente e contornar o Corpo de Bombeiros entrando na Munhoz da Rocha que, mais à frente, passa a se chamar Erasto Gaertner.

O motorista que estiver nesta quadra da Nossa Senhora da Luz só poderá seguir em frente, atravessando a Erasto Gaertner, sem fazer conversões.

Fonte: URBS

READ MORE - Mudanças no trânsito de Curitiba visa mais segurança e fluidez no Bacacheri

Metrô do Recife agora conta com informações em Monitores LCD

Usuários do Metrô do Recife estão percebendo algumas mudanças na prestação de serviços do METROREC, depois de instalar ar condicionado em todos os trens onde deixou mais confortável as viagens, agora é a vez de monitores com informações, notícias, atualidades, vídeos entre outros.
Segundo a assessoria de imprensa do METROREC, vários são os registros de elogios pela ouvidoria eles ainda ressaltaram que esta mídia esta sendo explorada por uma empresa particular independente. Ainda não a previsão de que todos os vagões tenham os monitores, mas é de interesse colocar em todos os vagões nas linhas centro e sul.
Blog Meu Transporte

Share |
READ MORE - Metrô do Recife agora conta com informações em Monitores LCD

Moradores da Zona Leste de Manaus denunciam a redução da frota de coletivos

Usuários do transporte coletivo que moram na Zona Norte de Manaus denunciam que estão com dificuldades de pegarem ônibus. Os coletivos das linhas 446, 443, 058 e 054 não estariam circulando porque estão sem motoristas.

Segundo moradores, algumas pessoas estão apelando para os ônibus executivos para conseguirem chegar aos seus destinos.

Foto: Antônio Lima
Segundo informações do representante do Sindicato dos Rodoviários, Élcio Campos, não há nenhuma manifestação sendo realizada na cidade, mas ele afirma que muitos carros da empresa Eucatur estão em condições precárias de funcionamento o que se reflete no atendimento ao usuário.

Na garagem da empresa, a informação é de que a frota está circulando normalmente neste domingo (14).
Empresas podem ser multadas
De acordo com a assessoria de comunicação da Superintendência Municipal de Transportes Urbanso (SMTU) , caso a denúncia seja confirmada, as empresas vão ser notificadas e os funcionários faltosos serão advertidos.  Isso será verificado por meio do Sistema de Bilhetagem Eletrônica que informa quantos carros estão circulando na cidade.
Fonte: A Critica

READ MORE - Moradores da Zona Leste de Manaus denunciam a redução da frota de coletivos

No Rio, A via expressa Transoeste vai unir bairros da Zona Oeste

Corredor expresso que vai ligar a Barra da Tijuca a Santa Cruz, a Transoeste terá 32 km de extensão, com 30 estações de BRT (Bus Rapid Transit). A expectativa é que a via reduza pela metade o tempo médio de viagem entre os dois bairros da Zona Oeste do Rio.

As obras incluem a abertura de um túnel na Grota Funda, restauração de 255 mil m² e implantação de outros 522 mil m² de pavimentação e a instalação de 3.650 novos pontos de luz.

Pela Transoeste vão circular ônibus articulados, com linhas expressas e paradoras. A via, que é um dos três corredores do projeto de transportes da cidade para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, não terá pedágios, e seu corredor central contará com linhas alimentadoras dos bairros periféricos.

Ao todo, a nova via será dividida em três trechos: do Terminal Alvorada à Avenida Benvindo de Novaes; entre a Avenida Benvindo de Novaes e a Estrada da Matriz, em Guaratiba, e entre a Estrada da Matriz, em Guaratiba, até a Estrada da Pedra, em Santa Cruz.



Informações: Cidade Olimpica

READ MORE - No Rio, A via expressa Transoeste vai unir bairros da Zona Oeste

Metrô inicia construção da Estação Vila Prudente (monotrilho) da extensão da Linha 2-Verde

A nova estação será interligada à atual estação Vila Prudente da Linha 2-Verde e abrigará sob ela terminal de ônibus do Expresso Tiradentes, ex-”Fura-Fila”, da SPTrans (na ligação Vila Prudente-Parque Dom Pedro II).

A primeira viga de concreto, de uma série de oito, que irá estruturar a plataforma da estação, mede 27m de comprimento, 2,50m de altura e 1,10m de largura, com peso aproximado de 80 toneladas.

A nova estação Vila Prudente, com sistema monotrilho, faz parte da extensão da Linha 2-Verde, que terá 24,5 km de extensão total e 17 estações: Vila Prudente, Oratório, São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói, Vila União, Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta, São Mateus, Iguatemi, Jequiriçá, Jacu-Pêssego, Érico Semer, Márcio Beck, Cidade Tiradentes e Hospital Cidade Tiradentes -todas localizadas na zona Leste da capital paulista.

opção pelo monotrilho

A opção do Metrô de São Paulo pelo monotrilho para fazer a ligação Vila Prudente-Cidade Tiradentes levou em consideração o tempo menor de implantação deste sistema em relação ao metrô convencional, além da previsão de atendimento pleno da demanda, com capacidade para transportar 48 mil passageiros/hora/sentido. A implantação do monotrilho, privilegiando o canteiro central de avenidas, a uma altura entre 12 e 15 metros, minimiza a necessidade de desapropriações.

A extensão da Linha 2-Verde avançará ao longo das avenidas Luiz Inácio de Anhaia Mello, Sapopemba, Metalúrgicos e Estrada do Iguatemi.

Com velocidade semelhante ao metrô convencional (máxima de 80 km/h e média operacional de 36 km/h), o monotrilho também é movido a energia elétrica, não poluente, e com reduzido ruído operacional também por rodar sobre pneus.

A tecnologia do monotrilho da extensão da Linha 2-Verde é fornecida pela fabricante canadense Bombardier, que usará sua fábrica no município paulista de Hortolândia para montar (com índice de nacionalização de equipamentos superior a 60%), 53 dos 54 trens do sistema, com sete carros cada (o primeiro trem virá da matriz no Canadá).

A extensão da Linha 2-Verde é um empreendimento orçado em R$ 2,4 bilhões (incluindo as obras civis, equipamento elétrico e trens). A inauguração do primeiro trecho, em construção entre Vila Prudente e Oratório, está prevista para 2013. O segundo trecho, até São Mateus, deverá iniciar funcionamento em 2014 e a chegada à Cidade Tiradentes, em 2015.

O mesmo local das duas estações Vila Prudente abrigará futuramente uma terceira linha do Metrô, a Linha 15-Branca, entre Vila Prudente e Tiquatira (após Penha), também na zona Leste.


Fonte: Metrô

Share |
READ MORE - Metrô inicia construção da Estação Vila Prudente (monotrilho) da extensão da Linha 2-Verde

São Paulo: Em 69% das viagens, ônibus saem com atraso, diz auditoria

Fiscalização feita em 623 linhas de ônibus da capital (46,1% de um total de 1.352) constatou que 69,3% (432) delas não cumprem o horário previsto de partida.

A elevada quantidade de descumprimento de horários de viagem foi uma das observações do TCM (Tribunal de Contas do Município) em relação às contas de 2010 da prefeitura.

A auditoria não faz referência às outras 729 linhas, mas menciona que os testes "evidenciaram elevada quantidade de autuações pelo não cumprimento da partida". O documento do TCM ressalta, porém, que há "reincidência crônica", o que indicaria que a SPTrans (empresa que gerencia o transporte público na capital) aplica multas, mas não consegue reverter a situação.

A informação do horário de circulação das linhas consta no site da SPTrans. Porém, se o horário de partida não é cumprido, todo o resto do trajeto acaba prejudicado.

Parte desse problema poderia estar solucionada se o SIM (Sistema Integrado de Monitoramento), implantado há sete anos, fizesse a fiscalização eletrônica do cumprimento do horário de viagens. Isso, porém, é feito manualmente por fiscais.

A auditoria do tribunal também cita deficiências nos corredores de ônibus, item mais mal avaliado na pesquisa feita pela ANTP (Associação Nacional dos Transportes Públicos). Entre os piores estão os das avenidas Santo Amaro (zona sul), 9 de Julho (zona oeste até o centro), Rebouças (zona oeste), Paes de Barros (zona leste) e Guarapiranga (extremo da zona sul).

Frota velha

O sistema de ônibus sofre de um deficit contínuo, hoje em R$ 952 milhões. Ou seja, o que os usuários pagam não é suficiente para cobrir os custos. As contas não fecham, principalmente pelos custos elevados das compensações tarifárias (gratuidades e estudantes, que pagam meia).

O TCM também constatou que as empresas não cumprem cláusulas contratuais que preveem que a idade média dos veículos seja, no máximo, cinco anos de uso. Além disso, alguns veículos chegam a ter mais do que o dobro dessa idade.

Multas por atraso cresceram 29,5%

Corredores de ônibus das avenidas Santo Amaro, 9 de Julho e Rebouças estão entre os mais deficientes


LUISA SANTOSA
Informações no Destak Jornal


Share |
READ MORE - São Paulo: Em 69% das viagens, ônibus saem com atraso, diz auditoria

Jaboatão dos Guararapes: Centro de Prazeres vai ganhar binário

Mais promessas do prefeito Elias Gomes, de Jaboatão dos Guararapes. Além de um corredor de ônibus, ele planeja implantar um binário para ordenar a circulação no confuso centro de Prazeres.  O binário será composto pela Avenida Aarão Lins de Andrade e a Rua Coronel Francisco Galvão, a primeira via paralela a ela no sentido Recife-Jaboatão. Com a intervenção, as Avenidas Barreto de Menezes e Aarão Lins passarão a ter mão única no sentido Estrada da Batalha-praia. O tráfego no sentido oposto será feito pela Rua Coronel Francisco Galvão, que está sendo alargada e pavimentada. O prefeito garante que também vai tirar o que restou da antiga feira popular. O custo é de R$ 4 milhões e a previsão é de que seja finalizado até o fim do primeiro semestre de 2012.



Por Roberta Soares
JC Online

Share |
READ MORE - Jaboatão dos Guararapes: Centro de Prazeres vai ganhar binário

Som alto no ônibus da Grande Vitória: bom-senso é a saída

Funk, pagode, axé, músicas evangélicas... É variada a trilha sonora em ônibus que circulam pela Grande Vitória. Música que, na maioria dos casos, sai de telefones celulares de passageiros que não se importam em "curtir um som" sem fones de ouvido. Mas a descontração de uns pode ser um verdadeiro tormento para outros.

Nos últimos meses, cresceu o número de reclamações de pessoas incomodadas pelo som alto nos ônibus. "Isso tem gerado conflito nos coletivos", conta o diretor de Planejamento da Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória (Ceturb-GV), José Carlos Moreira.

Mas o som alto está longe de ser banido dos coletivos. Não existe uma lei que proíba a utilização de equipamentos sonoros sem fone de ouvido no o Transcol. A proibição vale apenas para o sistema de transporte de Vitória.

"A legislação não proíbe o uso, nem prevê punição. Por isso, sempre fazemos campanhas para tentar melhorar o comportamento dos usuários. Quem viaja de ônibus precisa ter consciência de que está compartilhando o espaço com outros passageiros", afirma Moreira.

E nem mesmo na Capital, onde os coletivos têm avisos sobre a proibição, a lei é respeitada. Para passageiros e motoristas, falta fiscalização. "Isso me incomoda muito, mas tenho receio de pedir para diminuir o volume", confessa o conferente Gabriel Pereira, 24, que sempre usa o fone de ouvido.

O Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus) informou que não compete ao motorista e ao cobrador coibir ou punir maus comportamentos do passageiro. Explicou também que as imagens das câmeras de videomonitoramento registram as ações no interior dos ônibus e, a partir do que é capturado, as autoridades podem ter maior embasamento para suas ações.

Orientação por mais gentileza
Ouvir música alta no ônibus e não ceder os lugares destinados a idosos, gestantes e deficientes. Essas são as principais reclamações recebidas pelo Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) do Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus). Algumas ações chegaram a ser flagradas pelas câmeras instaladas dentro dos coletivos.

Para tentar minimizar o problema, o GVBus lançou em junho deste ano uma campanha de orientação e conscientização dos usuários. Não ouvir música sem fone de ouvido é uma delas. A campanha busca influenciar o bom comportamento dos passageiros. "A ideia é estimular a cidadania nas pessoas para colher os resultados no futuro", explicou o diretor-executivo do sindicato, Elias Baltazar.(Fabiana Oliveira)


Campanha em rede social para doação de fone de ouvido

A polêmica em torno da música alta dentro dos coletivos chegou às redes sociais. No Facebook, um usuário criou uma campanha para doação de fones de ouvido para as pessoas que gostam de funk e abusam do som. O evento tem até marcha marcada para acontecer: a marcha "Doe um fone de ouvido para um funkeiro" será no próximo dia 13, na Estação Sé, em São Paulo. Até a noite de ontem, 280 pessoas já haviam confirmado presença.

READ MORE - Som alto no ônibus da Grande Vitória: bom-senso é a saída

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960