Em Belém, Sinalização de trânsito (CTBel) vai priorizar o transporte coletivo

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

A Companhia de Transportes do Município de Belém (CTBel) esta implantando o projeto de fiscalização e reeducação para motoristas de transportes coletivos que circulam pela região metropolitana de Belém. O objetivo é atender a reclamações da população para que a utilização obrigatória das faixas 3 e 4, na avenida Almirante Barroso, sejam exclusivas para os ônibus.

Segundo Elias Jardim diretor de Trânsito da CTBel, O projeto será realizado em duas etapas. “Primeiro serão modificadas as cores das faixas laterais pela direita, a retirada das tartarugas e a implantação de placas de regulamentação. Ns segunda etapa, serão colocados câmeras em pontos estratégicos da avenida para que a via seja totalmente monitorada, evitando assim acidentes e irregularidades”, explica.

Desde o início da semana as tradicionais faixas amarelas estão sendo substituídas por faixas azuis e também estão sendo retiradas as “tartarugas”. “A mudança da cor é proposital, é pra chamar bem a atenção. Já a retirada das “tartarugas” é porque elas eram utilizadas para que os ônibus não ultrapassassem as faixas 3 e 4. Mas como estamos mudando de estratégia, não será mais necessário e também estamos atendendo pedidos de motoristas que reclamam de danos em seus automóveis e também porque já registramos acidentes com motos”, enfatiza.

Segundo a CTBel, o trabalho ao longo da Almirante Barroso vai levar duas semanas. Em seguida, o projeto se estende para outras ruas da capital. Logo após a instalação das câmeras, o monitoramento será realizado em horários específicos, assim como a circulação dos ônibus.


De acordo com Jardim a partir de janeiro de 2012 a central de monitoramente já estará em funcionamento. “A central será criada na sede da CTBel com agentes de trânsito que primeiro vão priorizar o transporte coletivo e ao longo da implantação do projeto. O objetivo será atender a outras situações” conclui.


Share |

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960