No Rio, Reajuste na tarifa dos ônibus intermunicipais revolta passageiros

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

O aumento das tarifas dos ônibus e vans intermunicipais, que subiram 5,7% na madrugada de ontem, pegou passageiros de surpresa. Revoltados, grupos contratários à medida começaram a convocar manifestantes para um ato na quinta-feira, através das redes sociais. Em São Gonçalo o protesto está marcado para o dia 30 na Praça Zé Garoto.
Foto:  Carlos Moraes / Agência O Dia
Moradora de Belford Roxo, a doméstica Rosilene da Silva, de 30 anos, contou que ficou decepcionada quando foi pegar o ônibus pela manhã para ir para o trabalho, na Tijuca. “Eu não sabia do aumento. Pode parecer pouco, mas faz muita diferença para mim”, disse.

A falta de informação pode acarretar em multa de R$ 2.255 para as empresas. A determinação do Ministério Público era para que, há dez dias, além da divulgação por parte do Detro, os avisos sobre o reajuste estivessem nos ônibus, guichês e pontos de vendas de passagens.

“Os indícios de que as passagens municipais também vão aumentar estão aí. O valor é inconcebível, principalmente porque não está associado à melhor prestação de serviço. Os ônibus continuam quentes e sujos na maior parte do Rio”, contou Gabriel Siqueira, representante do Fórum de Lutas contra o Aumento da Passagem.

Bilhete único

O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) informou que o reajuste é referente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA. Ainda segundo o órgão, os percentuais pedidos pela Fetranspor, representante das empresas de ônibus, variavam entre 20% e 31%. Assim, a tarifa modal intermunicipal passa de R$ 2,65 para R$ 2,80. O valor do Bilhete Único acompanha o índice de 5,7%, passando de R$ 4,95 para R$5,25. Porém, o RioCard com o antigo valor será aceito até 13 de fevereiro.

O especialista em Mobilidade Urbana da Uerj, Alexandre Rojas, disse não ter dúvidas: “Fica evidente que teremos o aumento nas linhas municipais nos próximos dias.” Ele lembra que o reajuste é previsto por lei e deve ser na casa dos 10%. “A passagem vai chegar na casa dos R$ 3. Houve uma perda de receita desde então. As empresas de ônibus vão entrar na Justiça caso ocorra quebra de contrato”, diz.

A Fetranspor informou em nota que o ajuste recompõe parte do aumento de custos do setor no período, uma condição básica para a evolução dos serviços.

TCM vai decidir sobre as passagens

O prefeito Eduardo Paes já afirmou que é o Tribunal de Contas do Município (TCM) quem vai decidir sobre o aumento das passagens de ônibus. O órgão recomendou que o reajuste não aconteça até que seja concluída uma sindicância nos contratos entre as empresas e a prefeitura. A previsão é de que o relatório seja apresentado ainda este mês. No início de dezembro, Paes chegou a anunciar que haveria revisão do valor em janeiro.

Tanto a prefeitura quanto as empresas de ônibus disseram repetidas vezes que todos os documentos solicitados foram entregues ao TCM. Porém, o tribunal afirma que não teve tempo suficiente para fazer a análise e fala em obscuridade e caixa-preta. 
Na Câmara dos Vereadores, os trabalhos da CPI dos Ônibus estão paralisados desde setembro, por decisão judicial, com base na falta de respeito ao princípio de proporcionalidade entre os partidos.

Informações: O Dia

READ MORE - No Rio, Reajuste na tarifa dos ônibus intermunicipais revolta passageiros

Situação dos pontos de ônibus é criticada em Cuiabá

O ex-secretário Eder Moraes (PMDB) fez criticas a infraestrutura dos pontos de ônibus e taxis da grande Cuiabá. Segundo ele, a situação oferecida aos passageiros é um verdadeiro desrespeito ao cidadão que depende do transporte coletivo de massa e até aos turistas que utilizam os serviços de táxis.

“É desumana, aviltante e deplorável a infraestrutura destinada aos pontos de ônibus e táxis na grande Cuiabá. Neste período de chuva o usuário não consegue se abrigar e acaba tomando um banho de chuva todas as vezes que muda o tempo. Vejo famílias, crianças e adultos, enfim, revoltados com o desprezo. As ruas esburacadas colaboram ainda mais para essa verdadeira desgraça urbana, quando os veículos trafegam jogam lama nesses usuários”, disparou Éder.

“A mesma coisa em relação aos taxistas que vêem seu patrimônio o bem de trabalho que é o seu veículo sendo aos poucos destruídos pelo sol e chuva, causando também total desconforto aos motoristas e usuários, não há cobertura adequada nem para um nem para o outro”, assinalou o ex-secretário.

Eder disse ainda que “está na hora de dar uma sacudida no prefeito e seus auxiliares pra ver se a mola do bom senso e respeito se encaixa e passem a respeitar a população cuiabana, aliás, a preocupação principal da prefeitura de Cuiabá hoje é instalar radares e multar os cidadãos... Desperdiçam energia em causas podres em detrimento do povo. Está insustentável a situação e algo precisa ser feito, não podemos mais assistir a este descalabro com a população! Todos os anos e a mesma coisa:são promessas falsas que nunca são cumpridas, e o apetite dos gestores voltado para o aumento de IPTU, ISS e taxar cada vez mais o contribuinte. Acorda prefeito!“ finalizou.

Informações: O Documento

READ MORE - Situação dos pontos de ônibus é criticada em Cuiabá

Prefeito de Maceió assina ordem de serviço para reforma em terminal de ônibus

O prefeito Rui Palmeira assina, às 9 horas desta quarta-feira (15), o termo de ordem de serviço para reforma no terminal de ônibus do Mercado da Produção. A assinatura do documento será realizada no terminal. As melhorias nos locais darão mais conforto aos usuários do transporte público. Esta é a primeira assinatura de um conjunto de três reformas que serão coordenadas pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió (SMTT). Somente no terminal do Mercado da Produção serão investidos mais de R$ 130 mil.

Além do Mercado, os terminais que serão reformados são o do Conjunto José da Silva Peixoto e o terminal integrado do Benedito Bentes. Em 2013, a SMTT reformou o terminal do Vergel do Lago. “É essencial que os usuários do transporte público e os operadores das linhas que prestam o serviço tenham mais conforto”, disse o superintendente municipal de Transporte e Trânsito Tácio Melo.

Ainda segundo o titular da SMTT, a principal medida, e que já vem sendo tomada pelo órgão, é a melhoria no transporte público coletivo. “Priorizando o transporte de massa estaremos fazendo com que as pessoas deixem de utilizar os veículos particulares e busquem nos ônibus o meio de transporte mais rápido e barato para se locomoverem”, enfatizou.

No dia 20 de janeiro será assinada a ordem de serviço para a reforma do terminal integrado do Benedito Bentes (as obras custarão R$ 174.808,17). No dia 22, acontece a assinatura da ordem de serviço para as obras no terminal do José da Silva Peixoto, no valor de R$ 65.388,13 22 para. O prazo para a conclusão de todas as obras é de 90 dias.

Danielle Ferro/ Ascom SMTT

READ MORE - Prefeito de Maceió assina ordem de serviço para reforma em terminal de ônibus

Tarifa de ônibus está mais cara em Poços de Caldas

Desde segunda-feira, a tarifa de ônibus de transporte coletiva está mais cara em Poços de Caldas (MG). O reajuste foi de 7,7% e a passagem que antes custava R$ 2,60 passou para R$ 2,80.
Foto: Michel Diogo/EPTV
O decreto, publicado no último dia 8 de janeiro, regulamentou o reajuste. O novo valor já está afixado em todos os ônibus da empresa que é concessionária do transporte público no município, a Circullare.

De acordo com a empresa, os bilhetes de passagem já adquiridos no valor de R$ 2,60 terão validade até o próximo dia 6 de fevereiro. Da mesma forma, será mantido por 30 dias o abatimento de créditos do “Cartão Amigo” adquiridos no valor de R$ 2,60. Após este período, os créditos residuais serão abatidos no valor da nova tarifa básica vigente.

A Circullare chegou a pedir que a nova tarifa fosse de R$ 3,14, mas a Comissão de Tarifas do município chegou à conclusão de que o valor deveria ser no máximo de R$ 2,83.

Redução após manifestações
Em julho do ano passado, o prefeito de Poços de Caldas reduziu o valor da tarifa do transporte de R$ 2,80 para R$ 2,60 após as manifestações que aconteceram na cidade em prol da redução da passagem. Só em Poços de Caldas, foram pelo menos quatro grandes manifestações.

Informações: CBN

READ MORE - Tarifa de ônibus está mais cara em Poços de Caldas

Usuários do transporte público de Porto Alegre podem pesquisar linhas no Google

Já está em funcionamento a ferramenta no Google que permite aos usuários do transporte público em Porto Alegre planejar e pesquisar o seu deslocamento pela cidade. O lançamento do Google Transit de Porto Alegre ocorreu nesta terça-feira, 14, na presença do prefeito José Fortunati, do diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, e de executivos do Google.

Pela internet, o usuário poderá consultar qual linha de ônibus mais próxima ele pode utilizar, qual o trajeto irá percorrer e o tempo médio de espera. Além disso, a ferramenta também indica os pontos de parada e linhas que podem fazer a integração, caso seja necessário utilizar mais de um ônibus. Também é levado em conta o tempo de viagem para o usuário. 

Seguindo um padrão mundial, o Google Transit (https://maps.google.com.br/), que é um recurso do Google Maps, terá a mesma funcionalidade já disponível em outras capitais do mundo. Basta indicar no mapa o ponto onde se está e aonde se quer chegar, que o Google indica as opções de ônibus disponíveis.

O prefeito salientou a qualificação do deslocamento dos usuários com a utilização da nova ferramenta. Lembrou do trabalho da prefeitura em colocar novas tecnologias a favor da população. "Com a ferramenta, os usuários terão tranquilidade e segurança no deslocamento pela cidade. Um serviço relevante porque afeta muito o cotidiano das pessoas”, afirmou. 

Conforme Cappellari, o diferencial de Porto Alegre é que o projeto foi desenvolvido pelos próprios técnicos da EPTC, garantindo informação precisa e de qualidade à população. “Foi um grande desafio para a equipe técnica da EPTC, mas conseguimos uma ferramenta qualificada que estará a disposição da população de Porto Alegre e do mundo”, afirmou. 

O próximo passo: Fortunati explicou que a equipe já trabalha para incluir , nos próximos 60 dias, a indicação dos pontos onde há estações do BikePoa, as bicicletas públicas. Atualmente, são 38 pontos e 380 bikes. Após o BikePoa será a vez das lotações. 

Transporte Coletivo: Porto Alegre conta com 1.705 ônibus em sua frota, distribuídos em 400 linhas urbanas. O número de usuários chega a 1,1 milhão por dia útil. Ao todo, são mais de 5,6 mil pontos de parada de ônibus (todos mapeados no Google Transit) espalhados pela cidade.

Canais de informações: Além do Google Transit, Porto Alegre conta com outros canais de informação para os usuários de transporte público, como os sites www.eptc.com.br, www.poatransporte.com.br, o fone 156 (24h e todos os dias) e o Atendimento ao Cidadão da EPTC (Av. Érico Veríssimo, 100, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h).

Google Transit: O Google Transit é um recurso disponível no Google Maps (https://maps.google.com.br/) e tem como objetivo auxiliar usuários de transporte público a obter melhores itinerários para uma determinada viagem. O serviço leva em consideração linhas e horários pré-definidos pelos órgãos públicos responsáveis pelo transporte urbano e integra paradas, trajetos, grades de horários e informações sobre tarifas. O serviço pode ser acessado por qualquer aparelho com acesso à internet e é gratuito.

READ MORE - Usuários do transporte público de Porto Alegre podem pesquisar linhas no Google

Ônibus do DF terão novas placas de identificação

Os novos ônibus que circulam pelas vias do Distrito Federal terão placas internas com informações como o número do veículo, data de fabricação e idade limite de operação. A obrigatoriedade das placas passa a valer a partir da próxima vistoria.

O decreto que estabelece a medida foi publicado no Diário Oficial do DF desta segunda-feira (13) e regulamenta a Lei nº 5.129, de 4 de julho de 2013.

"Essas placas vão dar mais transparência à situação do veículo, além de fazer uma comunicação direta com o passageiro que utiliza o transporte diariamente", destacou o diretor-geral do DFTrans, Marco Antonio Campanella.

Segundo o órgão, a responsabilidade de instalação das placas é das operadoras do sistema de transporte coletivo.

Informações: DFTrans

READ MORE - Ônibus do DF terão novas placas de identificação

Passageiros se queixam da falta de informação nos pontos de ônibus de Salvador

Muitos passageiros reclamaram da falta de informações nos pontos de ônibus, no primeiro dia útil após a mudança em 16 linhas de ônibus. Algumas pessoas chegaram a passar mais de 40 minutos esperando o transporte e só foram saber que havia alterações, após a chegada da imprensa no local. “Eu estou esperando o ônibus Estação Iguatemi, mas até agora não chegou. Nunca esperei mais de 40 minutos e só agora estou sabendo que foi alterada a linha. Faltou informação nos pontos de ônibus para que o passageiro saiba qual ônibus pegar”, reclamou a atendente de caixa Durliane Silva Nascimentos, 36 anos.

Na Estação da Lapa, uma das maiores em Salvador, não havia nenhuma informação para os usuários de transporte público sobre as linhas modificadas e como fazer para chegar ao destino. Quem chegou atrasada no trabalho foi a cabeleireira Cida Gonçalves, 29 anos, que aguardava o transporte para ir até o bairro de Brotas. “Eu sempre peguei o ônibus Engenho Velho de Brotas e só agora estou sabendo, através das reclamações dos passageiros aqui na Estação, que tenho que pegar dois ônibus. Eu preferia pegar o coletivo que ia direto e não ter que descer e esperar outro transporte para chegar em Brotas”, reivindicou.

Desde o último domingo que a Prefeitura de Salvador iniciou o processo de reestruturação do transporte coletivo na cidade. No total, 16 linhas deixam de ser ponto a ponto e passam a ser atendidas por um maior número de ônibus pelo sistema de integração do Bilhete Único. O usuário não vai mais precisar ficar esperando aquele ônibus específico que demora um tempão e faz mil voltas para chegar ao destino.
O secretário municipal de Urbanismo e Transporte, José Carlos Aleluia, disse que a implantação do Bilhete Único “permite o uso de dois ônibus com o pagamento de apenas uma passagem. O objetivo é beneficiar os passageiros e evitar que esperem muito tempo nos pontos de ônibus”.

Aleluia ainda reforçou que a reestruturação favorecerá ao passageiro, principalmente aquelas linhas de ônibus que passam superlotadas. “Não haverá mais aquele tormento de pegar um ônibus cheio e rodar por toda a cidade, passando desnecessariamente por tudo que é canto, perdendo um tempo precioso”. Ele explica que o usuário vai poder pegar o primeiro coletivo para lhe deixar mais próximo de seu destino e, depois, embarcar em outro que o leve até o final, em vez de ficar mofando no ponto. “O usuário passará menos tempo no ponto, fará a viagem mais rápido e pagará apenas uma passagem para pegar dois ônibus”, ressalta.

O secretário destaca a necessidade de as pessoas adquirirem o Salvador Card Avulso para se beneficiarem do Bilhete Único. “É importante saber que o benefício de pagar uma passagem e pegar dois ônibus só é possível com o uso do Salvador Card. É nele que se faz a integração dos transportes gratuitamente. Os estudantes e trabalhadores já fazem uso do Salvador Card na meia-passagem e no vale-transporte. Quem ainda não tem pode adquirir o Salvador Card Avulso em 105 pontos espalhados pela cidade”, completou.

Para chegar à Barroquinha ou à Estação Iguatemi, os usuários da linha Barroquinha - Rodoviária R3 (0326) passarão a pegar a linha Conjunto Marback - Barroquinha (0923), que terá a frota reforçada. O usuário deverá fazer o seguinte trajeto: da Estação Iguatemi ou da Barroquinha, conforme o sentido da viagem, embarcar na linha Conj. Marback - Barroquinha; descer na Estação Iguatemi ou na Barroquinha, também respeitando o sentido da viagem.

Já os usuários da linha Lapa - CAB (0118) passarão a pegar dois ônibus, também pagando uma só passagem com o Bilhete Único. A integração será entre as linhas Estação Mussurunga - Lapa  e CAB - Circular. A frota que pertencia à linha Lapa - CAB será incorporada a outras linhas da Estação Mussurunga.  Para chegar ao CAB, o usuário deve: embarcar na linha 1: Estação Mussurunga - Lapa; 2) desembarcar na Avenida Paralela, na altura da Sucab; 3) pegar o ônibus da linha 2: CAB - Circular. Para saber maiores informações sobre as alterações, os interessados precisam entrar no site da Transalvador.

Informações: Tribuna da Bahia
READ MORE - Passageiros se queixam da falta de informação nos pontos de ônibus de Salvador

Número de assaltos a ônibus sobe mais de 300% em Fortaleza

Levantamento realizado pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará  (Sindiônibus) mostra que os assaltos a coletivos, em Fortaleza, subiram de 615, em 2012, para mais de 2.500, em 2013, o que representa um aumento de mais de 309%. Ainda segundo o Sindiônibus, a quantidade de assaltos a ônibus só no ano passado representou 30% de todos os assaltos registrados na última década.

“Era uma quinta-feira, às 6h30 nas proximidades da Avenida Leste-Oeste [em Fortaleza]. Dois rapazes subiram [no ônibus] e pela aparência eram menores. Um deles passou pela roleta e o outro ficou [na parte de trás do ônibus]. O que passou fez um arrastão (sic) na bolsa de todo mundo e o que ficou atrás pegou o cobrador e os {passageiros] que estavam na traseira”, relata a Lucimar Cavalcante, que testemunhou um assalto dentro de um ônibus.

Também assaltada em um coletivo, a microempresária Mônica Sousa observa alguns cuidados antes de entrar no ônibus: nada de bolsa, carteira e o celular, de modelo mais simples, fica bem escondido. 'Eu estava indo para o [Bairro] Montese quando entraram [no ônibus] três mulheres ameaçando 'se você mover um dedo vai ser furada. Deus muito medo”, relata Mônica.

O número crescente de assaltos praticados no transporte público coletivo da capital cearense não traz medo apenas aos usuários mas também, e principalmente, a que passa mais de oito horas por dia dentro deles, como motoristas e trocadores. “A gente fica com medo. Entra muita gente e nós não sabemos o que pode acontecer no minuto seguinte”, relata o motorista Josivan de Sousa. Outro motorista já sabe o que fazer em caso de assalto. “A gente liga para a garagem e tem de fazer um B.O [boletim de ocorrência] e levar para a delegacia todas as pessoas que foram assaltadas [dentro do ônibus]”, explica Marcos Paulo da Silva.

Informações: G1 Ceará

READ MORE - Número de assaltos a ônibus sobe mais de 300% em Fortaleza

Em Fortaleza, Segunda etapa do Bilhete Único garante integração entre ônibus e vans

A partir da próxima quarta-feira, 15 de janeiro, os usuários do sistema de transporte coletivo poderão fazer a integração entre ônibus e vans pagando apenas uma passagem no intervalo de duas horas. O benefício faz parte da segunda etapa do programa Bilhete Único, que tem como objetivo ampliar as opções de deslocamento dos fortalezenses.

De acordo com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza, os veículos do transporte complementar (vans) já foram equipados com as câmeras que realizam a biometria e estão aptos para iniciar a operação. Para realizar a integração, os passageiros devem utilizar o cartão do Bilhete Único, o mesmo utilizado nos ônibus.  

Até hoje, mais de 347 mil pessoas realizaram o cadastro no programa. Com a ampliação do serviço, os passageiros contarão com 275 linhas regulares de ônibus, 26 linhas corujões, além das 16 linhas do transporte complementar para montar seu itinerário e se deslocar em Fortaleza.

A solicitação do benefício continua disponível de forma gratuita em diversos pontos da cidade, como nos sete terminais de integração, nas praças José de Alencar e Coração de Jesus e nas sedes do Sindiônibus e da Etufor. A entrega do cartão ocorre dez dias após a solicitação e o beneficiário já pode utilizá-lo imediatamente.

De acordo com diretor técnico da Etufor, Antônio Ferreira, a segunda etapa do Bilhete Único irá garantir melhorias no sistema de transporte urbano. “Com a integração entre ônibus e vans esperamos ter um aumento no número de usuários do Bilhete Único e, consequentemente, uma diminuição de passageiros nos terminais, pois as opções de integração em qualquer ponto da cidade serão ampliadas, garantindo redução nos tempos de viagem e nos custos”, afirma Ferreira.

Postos de cadastro em funcionamento
- Sete terminais
- Etufor (para estudantes)
- Sindiônibus
- Praça Coração de Jesus
- Praça José de Alencar

Informações: Pref. de Fortaleza

READ MORE - Em Fortaleza, Segunda etapa do Bilhete Único garante integração entre ônibus e vans

Em São Paulo, Lei obriga que pontos de ônibus na Capital informem intervalos das linhas

A edição deste sábado do Diário Oficial do Município, dia 11 de janeiro de 2014, traz uma lei sancionada pelo prefeito Fernando Haddad que estabelece uma série de diretrizes a serem seguidas na implantação e manutenção das paradas de ônibus de São Paulo, que hoje são administradas pela iniciativa privada.

A empresa Otima é responsável pela manutenção e troca de 6,5 mil abrigos de ônibus e 10 mil totens de parada. A substituição deve ser realizada até 2015, tendo início no ano passado.

Além da obrigatoriedade da relação das linhas que atendem às paradas, será obrigatória a informação da frequência dos ônibus, do primeiro e do último horário das linhas e o intervalo entre os veículos.

Hoje uma das principais queixas de quem usa o transporte coletivo a cidade de São Paulo é a fala de informação sobre os serviços.

Principalmente quem não conhece o ponto e as linhas, fica confuso em relação ao ônibus que passam ou não pela região onde a parada está instalada.

Muitas pessoas já deixaram de pegar ônibus ou se atrasaram em compromissos pela falta de informação nas paradas.

A relação das principais vias servidas pelas linhas, a origem e o destino dos ônibus e eventuais integrações com o Metrô e a CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitano também deve constar as paradas de ônibus.

A lei entra em vigor em aproximadamente 90 dias. Os autores do projeto de lei foram os então vereadores Mara Gabrilli, Goulart, Floriano Pesaro, e Marta Costa, no ano de 2010.

As informações devem estar presentes em todos os pontos, inclusive os mais distantes e de modelos mais simples.

Outro objetivo da Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo que, diferentemente dos informativos dos pontos não deve inicialmente se tornar lei, é disponibilizar aplicativos para dispositivos móveis, como celulares e tablets com dados sobre o sistema de ônibus como relação de linhas, integrações com outros meios de transportes, pontos turísticos e de utilidade pública atendidos pelas linhas, intervalos e previsão em tempo real da chegada dos ônibus.

Para isso, a SPTrans – São Paulo Transporte – prevê aperfeiçoar o sistema de GPS presente hoje nos ônibus e criar uma central de monitoramento que possa interagir com outras autarquias da cidade, como a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego e a Guarda Civil Metropolitana.

Atualmente, o único sistema informatizado oficial para consulta dos passageiros é o “Olho Vivo, da SPTrans”, mas as informações são limitadas. É possível saber os horários das linhas e as condições dos corredores de ônibus.

O aperfeiçoamento do sistema de GPS deve constar como uma das exigências no próximo edital de licitação dos transportes municipais, que deve ser publicado ainda em 2014.

Informações: Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Leia também sobre:
READ MORE - Em São Paulo, Lei obriga que pontos de ônibus na Capital informem intervalos das linhas

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960