Bahia: Metrô gratuito nas Confederações custará R$ 36 mi à União

sexta-feira, 14 de setembro de 2012


O funcionamento gratuito da Linha 1 do metrô de Salvador, opção acordada por governo estadual e prefeitura para servir de modelo durante a Copa das Confederações, deverá custar R$ 36 milhões aos cofres da União, subsidiadora do projeto.

As informações são do secretário da Setin (Secretaria Municipal dos Transportes e Infra-Estrutura), José Luiz Costa. Ainda segundo o titular da pasta, durante as Confederações, de 15 a 30 de junho do ano que vem, o metrô deverá operar com apenas dois dos quatro trens que tem à disposição. "Cada trem tem um período de 90 dias para começar a funcionar. Até as Confederações, só dá para colocar dois em funcionamento, mas entendemos que é o necessário para o período do torneio", projeta Costa.

Etapas - Para colocar os trens em operação, é necessário superar três etapas: revitalização (recuperação dos trens, que chegaram à Bahia em 2010); teste de estáticos e dinâmicos (avaliação da mecânica) e a própria operação assistida (que é a rodagem do metrô sem cobrança dos bilhetes de entrada). A estimativa da prefeitura é que sejam gastos R$ 3 milhões por mês na execução gratuita do transporte de massa.

"Acaba sendo a melhor opção para a Copa das Confederações. Hoje, o bilhete de entrada de Salvador custaria R$ 18 por 6 km de via. Seria inviável. Desde o início deste ano, a prefeitura já queria rodar o metrô gratuito de forma provisória, mas não teve o apoio necessário para tanto. Só agora que o governo acatou a nossa ideia", diz o vereador Jorge Jambeiro, presidente da Comissão de Transporte da Câmara de Salvador.

A escolha pela operação assistida durante a Copa das Confederações foi a opção assinalada pelos poderes públicos baianos somente após cobrança do Comitê Organizador Local da Copa (COL) para que a Linha 1 entrasse em funcionamento em 2013, por entender que "a Arena Fonte Nova é bastante complexa no gerenciamento da multidão", conforme trecho da nota do COL.

Na última quinta-feira, 13, o secretário Ney Campello emitiu nota negando que tenha dito, em evento na Arena Fonte Nova, que o metrô iria operar de forma gratuita. Há dias, o mesmo havia confirmado a informação.

Informações: Portal A Tarde

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Bahia: Metrô gratuito nas Confederações custará R$ 36 mi à União

Companhia do Metrô de São Paulo completa 38 anos de operação


Neste dia 14, a Companhia do Metrô completa 38 anos de operação e as histórias do primeiro metrô do país estão reunidas no Centro de Memória do Metrô-SP. O espaço foi criado em 2004 e está aberto para consulta pública.

Atualmente, o acervo da Companhia reúne mais de 150.000 itens dos mais variados tipos. São mais de 100.000 iconográficos (aquarelas, negativos, diapositivos, cromos, ampliações fotográficas e mapas), 1.500 documentos textuais (folhetos, folders, cartazes, convites e matérias jornalísticas), 1.000 horas de material audiovisual (películas, VHS, U-Matic), mais de 100 horas de material sonoro (depoimentos de funcionários e discursos) e objetos tridimensionais (miniaturas, prêmios e moldes).

O Centro de Memória é organizado fisicamente em 18 grupos, divididos por suporte utilizado e tamanho. A recuperação é feita através de um banco de dados que utiliza referência cruzada para encontrar eventos, atividades, locais e personalidades em comum.

Os itens mais antigos do acervo são ampliações fotográficas contendo imagens da Avenida Paulista e do centro de São Paulo entre 1910 e 1920. Já entre as peças mais interessantes estão miniaturas de trens, miniaturas de obras de arte, mais de 200 filmes em película das décadas de 60 e 70 sobre a criação e construção do Metrô e mais de 500 aquarelas da artista Diana Dorothèa Danon retratando as obras das linhas de 1972 até os dias de hoje.

Consultas

Os itens mais consultados são aqueles que retratam a mudança urbanística que o Metrô trouxe para a cidade de São Paulo. Os pesquisadores procuram negativos, diapositivos, ampliações fotográficas e filmes.

O Centro de Memória registra em média 10 consultas presenciais por mês. Os usuários são, na maioria, engenheiros, arquitetos, urbanistas, historiadores, historiadores da arte e interessados em geral.

O atendimento ao público acontece na rua Augusta 1626 - Edifício Metro I, térreo, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h00.

Site Metrô Memória

Além do Centro de Memória, o Metrô disponibiliza para os interessados, em sua história institucional, o portal Metrô Memória, www.metromemoria.com.br.

Por meio das seções "Linha do Tempo", "História em Temas", "Fotos" e "Vídeos" é possível fazer uma viagem no tempo e verificar como se formou a rede metroviária de São Paulo. Desde a criação do site, já foram registrados mais de 35 mil acessos.

Do Metrô

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Companhia do Metrô de São Paulo completa 38 anos de operação

No Dist. Federal, Governo derruba liminar que impedia a licitação do transporte público


Após ter sido suspensa novamente por decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª Região e do Tribunal de Contas do DF (TCDF), a licitação do transporte coletivo do Distrito Federal vai acontecer na manhã desta sexta-feira (14/9). Ontem, o GDF conseguiu derrubar, no Tribunal Superior do Trabalho, a liminar que impedia o início do processo.

O TRT cobrava a previsão, no processo licitatório, de itens para proteger a saúde de motoristas e cobradores, como motor traseiro, câmbio automático e ar-condiconado. A Procuradoria do Distrito Federal conseguiu derrubar essa liminar nesta manhã, segundo a assessoria da secretaria de Trabalho.

O TCDF alegou ter recebido, nos últimos dias, várias contestações por parte das empresas que atualmente operam o sistema. Elas querem regras mais claras para indenizações. A Procuradoria também conseguiu contornar essa decisão.

Nove empresas entregaram propostas à Secretaria do Transporte para concorrerem à licitação do transporte coletivo no Distrito Federal. De acordo com a secretaria, uma comissão vai analisar todos os processos e não há prazo definido para a escolha das empresas que irão operar a nova frota de ônibus.

Segundo a secretaria, 80% dos 3,8 mil veículos de transporte público que circulam no Distrito Federal serão trocados até maio de 2013.

Confira as empresas que participam da licitação:

1 - Viação Cidade Brasília LTDA
2 - Viação Pioneira LTDA
3 - Consórcio Brasília Empresa - Empresa Líder: Rota do Sol Transportes e Turismo LTDA
4 - Consórcio Distrito Federal e Transportes Urbanos - Empresa Líder: Transkuba Transportes Gerais LTDA
5 - Viação Planalto LTDA
6 - Santos & Pradela Negócios e Transportes LTDA
7 - Planalto Rio Preto Transporte Coletivo LTDA
8 - Expresso São José LTDA
9 - Empresa de Transporte Vera Cruz LTDA

Fonte: Correio Braziliense

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - No Dist. Federal, Governo derruba liminar que impedia a licitação do transporte público

Em São Paulo, Obras alteram o funcionamento do Metrô e da CPTM neste fim de semana


Por conta de obras de modernização e testes nas linhas, o Metrô de São Paulo e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) terão estações fechadas e alterações no funcionamento neste fim de semana.

Metrô 
O Metrô dará continuidade neste domingo (16) aos testes do sistema de Controle de Trens Baseado em Comunicação (CTBC) na Linha 2-Verde (Vila Prudente - Vila Madalena). Nesse dia, para a execução dos testes, as estações Vila Prudente, Tamanduateí e Sacomã ficarão fechadas ao público das 4h40 às 21h.

Durante esse período, os usuários serão atendidos gratuitamente por ônibus do Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Paese), que cobrirão o percurso do trecho interrompido. De acordo com o Metrô, os testes são realizados aos domingos, devido ao menor número de usuários que utilizam os trens e estações metroviárias nesse dia.

CPTM 
Em razão das obras da infraestrutura, a operação de trens na CPTM será realizada com maior intervalo nas linhas impactadas pelas obras, neste fim de semana. 

Linha 7 (Luz – Francisco Morato): neste sábado (15), a partir das 19h até o fim da operação comercial, os trens circularão com maior intervalo devido às intervenções de via permanente entre as estações Água Branca e Pirituba. No domingo (16), durante todo o dia, o trecho entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Perus estará fechado para intervenções de grande porte.

Como opção, os usuários podem utilizar a Linha 7, entre as estações Luz e Palmeiras-Barra Funda, onde farão a transferência para a Linha 8, seguindo até a estação Domingos de Moraes. De lá partirão ônibus gratuitos para levar os usuários até a estação Perus, na Linha 7, onde a circulação de trens ocorrerá até Jundiaí. Os coletivos farão paradas para embarque e desembarque somente na estação Domingos de Moraes, Pirituba e Perus.

Linha 8 (Júlio Prestes – Itapevi): no domingo (16) durante toda a operação comercial, os trens circularão com maior intervalo devido às intervenções no sistema de rede aérea e via permanente entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Osasco.

Linha 9 (Osasco – Grajaú): trens circularão com maior intervalo durante a operação comercial deste domingo (16), devido aos serviços de modernização do sistema de rede aérea. 
Linha 10 (Brás – Rio Grande da Serra): a partir das 7h até às 17h de domingo (16), os trens circularão com maior intervalo médio devido às intervenções no sistema de via permanente.

Linha 11 (Luz - Guaianazes – Estudantes): no domingo (16), durante toda a operação comercial, os trens circularão com maior intervalo devido a intervenções no sistema de rede aérea e via permanente.

Linha 12 (Brás – Calmon Viana): durante este sábado (15) e domingo (16), os trens não circularão entre Brás e Tatuapé, em razão da continuidade das obras. De Calmon Viana até Tatuapé, a partir das 18:00hs do sábado e durante todo o domingo, os trens circularão com maior intervalo. Os usuários com destino à região central deverão fazer transferência para a Linha 11, na estação Tatuapé. 

Informações: Último Segundo

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Em São Paulo, Obras alteram o funcionamento do Metrô e da CPTM neste fim de semana

Iniciada mais uma etapa da expansão do metrô em BH

A Empresa Pública Trem Metropolitano de Belo Horizonte S.A. (Metrominas) divulgou o edital para contratação das empresas que vão prestar consultoria técnica na elaboração dos projetos de expansão da atual linha do trem metropolitano da capital, além de implantação de outras duas. O aviso de licitação foi publicado ontem no Diário Oficial do Estado (Minas Gerais). Os interessados devem ficar atentos ao prazo de entrega das propostas, que vai até o dia 30 de outubro.

O projeto básico de engenharia para a Linha 1 prevê reforma e melhoria das estações, aquisição de trens, melhoria de sistemas elétricos e de comunicações e ampliação do trecho até o Novo Eldorado. A implantação da Linha 2 será num trecho de 10,5 quilômetros, que ligará o Barreiro ao Bairro Calafate (Noroeste de BH). Está prevista a construção de sete estações: Amazonas, Salgado Filho, Vista Alegre, Ferrugem, Mannesmam e Barreiro. A Estação Nova Suíça será construída para o entroncamento com a linha atual.

A Linha 3, totalmente subterrânea, vai ligar a Savassi (Centro-Sul) à Lagoinha (Noroeste). Serão implantadas cinco estações: Lagoinha, Praça Sete, Palácio das Artes, Praça Tiradentes e Savassi. No começo do mês tiveram início as sondagens de solo desse trecho, de 4,5 quilômetros. Equipes da Progeo Engenharia, vencedora da licitação do serviço, iniciaram os trabalhos numa área isolada na Praça Sete, no quarteirão da Rua dos Carijós, entre Avenida Afonso Pena e Rua Espírito Santo, ao lado do antigo Cine Brasil. 

Os projetos, assim como os serviços de sondagem, são necessários para estabelecer os custos de elaboração dos editais para execução das obras. O custo do projeto está previsto em cerca de R$ 18,5 milhões para expansão da Linha 1 e implantação da Linha 2 e R$ 14,6 milhões para a Linha 3. A entrega das propostas está prevista para o dia 30 de outubro, quando ocorrerá a licitação. Depois da ordem de serviço, a execução dos trabalhos ocorrerá em 12 meses. Todas as informações sobre o processo de licitação estarão a partir de hoje no site www.metrominas.mg.gov.br.

A Metrominas é uma empresa pública criada em 1997, por meio da Lei Estadual 12.590, com a finalidade de planejar, implantar, operar e explorar os serviços de transporte de passageiros sobre trilhos na região metropolitana da capital. A empresa foi constituída sob a forma de sociedade anônima, com titularidade acionária do estado e participações das prefeituras de BH e Contagem.


Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Iniciada mais uma etapa da expansão do metrô em BH

Edital de licitação do transporte coletivo de Maceió será lançado dia 24


O prefeito Cícero Almeida anunciou oficialmente ontem o lançamento do edital de licitação do transporte coletivo de Maceió. Nesta sexta-feira, (dia 14), os diários oficiais do município e do Estado – além dos jornais de grande circulação de Alagoas – vão publicar o “Aviso do Edital”, informando que o edital será lançado no dia 24.

O documento também estará disponível para as empresas interessadas na Sala de Licitação, que fica Secretaria Municipal de Finanças, no Centro, para que todos possam conferir detalhadamente o que é necessário para participar do processo.

O prefeito Cícero Almeida também confirmou que o certame licitatório (quando serão entregues as propostas) se realizará em 12 de novembro. Ele ressaltou que todo o processo que culminará no resultado do processo de licitação foi realizado em parceria com o Ministério Público Estadual.

Segundo o procurador-geral do município, Carlos Roberto Ferreira Costa, se não houver intervenção judicial o anúncio das vendedoras dos cinco lotes deverá ser finalizado em 90 dias. Já o período de transição, ou seja, a adequação das empresas atuais para as vencedoras se dará em 18 meses. O prazo de concessão é de 25 anos.

Concurso - O prefeito também anunciou que autorizou a contratação da Fundepes para a realização do concurso público que vai preencher 843 vagas na saúde. Almeida informou ainda que serão nomeados imediatamente os aprovados no último concurso municipal, que abriu vagas para os cargos de analista previdenciário, agente de fiscalização de trânsito, fiscal de posturas, fiscal de obras, técnico previdenciário e coveiro.

Fonte: AquiAcontece

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Edital de licitação do transporte coletivo de Maceió será lançado dia 24

Motoristas de ônibus paralisam serviços em Bauru

Quem dependeu do transporte urbano em Bauru (SP) ficou parado nos pontos de ônibus na manhã desta sexta-feira (14). Os motoristas realizaram uma paralisação e não saíram da garagem às 5h, como acontece diariamente. Os itinerários voltaram a ser cumpridos normalmente por volta das 8h.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sindtran), José Rodrigues, a organização não apoiou a paralisação. Os trabalhadores exigem que a jornada de trabalho dos funcionários mude para três turnos de seis horas. O sindicato estaria negociando a reivindicação com a empresa e a Prefeitura da cidade.

Em nota, as empresas de transporte coletivo de Bauru, pedem desculpas aos usuários pelos trantornos e dizem terem sido surpreendidas. "A motivação dos grevistas liderados por oposição sindical da categoria dos motoristas liga-se à alteração nas escalas de trabalho, adotadas para cumprimento de decisão da Justiça".


Ainda de acordo com a nota, "desde 2 de agosto, as três empresas que atuam na cidade passaram a aplicar intervalo mínimo de uma hora na jornada dos motoristas conforme previsto em acordo com o Ministério Público do Trabalho da União. (...) A sentença determina intervalo de refeição, no mínimo de uma hora, para todos os motoristas. As empresas adotarão todas as medidas cabíveis para retorno do serviço e preservação de seus direito".

O Presidente do Conselho Municipal dos Usuários do Transporte Coletivo e Urbano de Bauru, Pedro Valentim, defende os passageiros em nota. "Entendemos que qualquer movimento que se materialize em paralisações, teria que ser previamente avisado. (...) Os usuários possuem o direito sagrado e constitucional e garantido pela própria Lei Trabalhista de terem pelo menos parte da frota em andamento".

Informações: G1 Bauru-Marília

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Motoristas de ônibus paralisam serviços em Bauru

Mais um trem chinês da SuperVia começa a circular no Rio


O 21 º trem chinês comprado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro para integrar a frota da SuperVia começou a circular nesta quinta-feira (13). A composição passou a reforçar a circulação do ramal de Deodoro.

O governo comprou, ao todo, 30 trens para melhorar o atendimento aos usuários do transporte operado pela concessionária, com investimento de R$2,4 bilhões. Segundo a SuperVia, por exemplo, uma nova viagem expressa, da Central do Brasil para Japeri, na Baixada Fluminense, está sendo feita às 18h em dias úteis com uma das composições chinesas.

A concessionária defende que, até o fim deste ano, todas as aquisições já estejam circulando.

Os novos trens têm capacidade para 1.300 passageiros, e são equipados com ar-condicionado, paineis de led, TVs de plasma, câmeras de monitoramento interno, bagageiros e sistema de comunicação direta com o Centro de Controle Operacional.

READ MORE - Mais um trem chinês da SuperVia começa a circular no Rio

Brasil quer 100% dos ônibus e táxis adaptados para a Copa e as Olimpíadas

O Brasil quer adaptar 100% da frota de ônibus e táxis do país para pessoas com deficiência. E o prazo é 2014, quando várias cidades vão sediar a Copa do Mundo de Futebol. A informação é do secretário nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antonio José Ferreira. Ele está, em Nova York, participando da 5ª. Conferência dos Estados-Parte da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

Antonio José Ferreira explicou como o governo pretende alcançar a meta de acessibilidade. "Com garantia para que as pessoas com deficiência possam ir e voltar dos estádios para sua residência com transportes. Sabemos que é um grande desafio, principalmente com as características de nosso país. Principalmente nos transportes. Temos que estar muito preocupados. Nos estádios, a gente consegue garantir a acessibilidade. Mas o problema é tornar todos a frota de ônibus acessíveis e os táxis acessíveis às pessoas com deficiência".

Para Antonio José Ferreira, tornar os transportes acessíveis para a Copa do Mundo e as Olimpíadas é também uma questão de vontade política. "Nós já temos inclusive exemplos de cidades no Brasil que já contam com todos os ônibus acessíveis. Poderia destacar Uberlândia, Goiânia, Joinville, Campinas também tem avançado muito. Então são exemplos de cidades que já têm 95%, 98%, 100% da frota acessível. Então é uma prova de que quando o prefeito quer, quando se tem vontade política é possível conquistar isso aí".

O secretário informou que aumentar a acessibilidade é o objetivo do programa Viver Sem Limite, lançado pela presidente Dilma Rousseff, em novembro passado.

Segundo Antonio José Ferreira está sendo inserida na pauta do governo, um plano de exoneração fiscal para que os empresários se sintam estimulados "a cada dia mais colocar ônibus acessível nas ruas do Brasil".

Antônio José Ferreira disse ainda que até 2014, muitas questões já devem ter sido resolvidas. O governo também está trabalhando com as montadoras para incluir as funções de acessibilidade nos veículos.

Segundo as Nações Unidas, mais de 10% da população mundial vive com algum tipo de deficiências.

De acordo com o Governo Brasileiro, 45 milhões de pessoas no país tem deficiência.

READ MORE - Brasil quer 100% dos ônibus e táxis adaptados para a Copa e as Olimpíadas

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960