No Rio, Ônibus do BRT têm botão de ataque contra assaltantes

domingo, 19 de maio de 2013

A Fetranspor está investindo em tecnologia para dar mais segurança às cerca de cem mil pessoas que utilizam diariamente o BRT.

Além das duas câmeras internas e uma externa acopladas em cada um dos 91 veículos articulados que compõem a frota, e outras dezenas instaladas nas 44 estações, botões de pânico foram instaladas nos painéis dos motoristas, que passaram a trocar mensagens codificadas com o Centro de Controle Operacional (CCO) do BRT. 
Foto:  Paulo Alvadia / Agência O Dia
Além disso, 60 PMs foram contratados através do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) e agentes de inteligência circulam à paisana nos veículos. 

“Graças ao novo planejamento de segurança, recentemente três assaltantes foram presos”, ressaltou o coordenador de segurança do BRT, Júlio César Silva.

Segundo ele, o monitoramento por câmeras e a ação do policiais, que contam ainda com apoio de 160 vigias privados, já ajudaram a inibir diversos tipos de delitos e a apreender drogas e armas brancas, como facas.

Monitorado e preso

No dia 14 de março, por exemplo, um suspeito de assalto foi preso depois de assaltar passageira em um dos ônibus e ser monitorado pelas câmeras pelo CCO, através de 24 painéis de 45 polegadas cada um.

Denúncias de clientes, que haviam sido assaltados por ele dias antes e descreveram sua fisionomia, possibilitaram a identificação do bandido.

“Ao detectar a presença de Flávio (que estava em liberdade condicional, após cumprir 11 anos de prisão por assalto a mão armada), depois de seu embarque na estação Magarça, a equipe do CCO acompanhou seus passos em tempo real. O motorista foi orientado pelo painel a reduzir a velocidade para que desse tempo de uma equipe do Proeis se deslocar até a próxima parada, onde o criminoso foi preso, armado com faca”, detalhou Júlio César. Com Flávio foram encontrados pertences da vítima.

Passageiros aprovaram os últimos investimentos em segurança. Em pesquisa de opinião apresentada quinta-feira, esse quesito ficou em segundo lugar em relação aos pontos positivos do BRT, com 30%, só perdendo para o item conforto (com 31%).

Por Francisco Edson Regis
Informações: O Dia

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960