No Recife, Novo Terminal Tancredo Neves é alvo constante de reclamações

domingo, 19 de maio de 2013

Um terminal que não entrou no gosto da população, reclamações já faz parte do cotidiano dos que usam este terminal todos os dias, e não é por conta apenas do terminal, mas principalmente pelas vias de acesso ao terminal que irritam e muito os usuários.

Não é conto de história, mas bem que poderia ser uma com um final diferente, o que está acontecendo hoje com quem precisa ir ao novo Terminal Integrado Tancredo Neves é mais ou menos igual, pois o terminal é totalmente confortável, seguro e acessível para pessoas com deficiência entre outros. Porém as escadas rolantes do terminal continuam quebradas e a da Estação do Metrô ainda nem sequer foi instalada.
Tão perto, tão longe. população pede a entrada imediata no terminal após descida do viaduto.

Mas a insatisfação dos usuários hoje é com relação a perca de tempo para chegar ao terminal e consequentemente a seus destinos, pois o que antes se fazia com apenas um ônibus, agora os usuários precisam integrar para chegar a seus destinos.


Mas o que de fato tem incômodado os usuários são as vias de acesso ao terminal, pois o excesso de contornos nos quarteirões faz com que muitos percam a paciência. Muitos ônibus ficam presos nessas ruas sem sinalização, na qual deixa claro uma falta de planejamento no início da operação deste equipamento.
''Arrodeios' - Ônibus perdem tempo neste formato atual, além da falta de planejamento , faltou sinalização no formato atual que desagrada e muito motoristas e usuários.
"É preciso rever as vias de acesso deste terminal, pois construíram um castelo e esqueceram de implantar a ponte", diz Gilson da Tancredo, presidente de uma das comunidades atendidas.

A usuária Genilúcia, moradora da UR-03 no Ibura, critica o acesso, ela relata que para ir ao trabalho, é preciso passar pelo mesmo local (Rua João Fontes) duas vezes, na chegada e na saída do terminal.

E o que falar das linhas alimentadoras que ficam presas nos engarrafamentos da Av. Dois Rios e Av. Recife.

Fica claro que os usuários hoje precisam de eficiência no transporte coletivo e que apenas conforto não atrai usuários, é preciso rever as vias de acesso, pois de fato muitos usuários estão gastando mais tempo para chegar a seus destinos.
Ônibus já cheios esperando saída deixando usuários ainda mais iiritados
Também ficou claro que algumas linhas precisam ser revistas nos horários de pico como por ex: Tancredo Neves/Cde da Boa Vista, Tancredo Neves/Príncipe e Tancredo Neves/Aeroporto que estão com horários incompativeis com a demanda, ou seja, os ônibus enchem de passageiros e continuam parados esperando o horário de saída, lamentável.

Blog Meu Transporte

6 comentários:

Anônimo disse...

Isso sem falar que, a comunidade do IPSEP perdeu as linhas que seguiam para o IMIP e para Dois Irmãos, pois antes existiam linhas convencionais que faziam este atendimento e agora não temos sequer uma linha integrada com este TI.

UZIEL CARNEIRO disse...

A população precisa se mobilizar, até que os responsáveis revejam todas as falhas do sistema. aqui apresentadas.

A população está muito apática diante dessa situação. Antes a gente enfrentava engarrafamentos na saída do Ibura e na Mascarenhas de Moraes. Agora temos engarrafamentos na saída do Ibura, na av. Recife, Mascarenhas de Moraes e nos acessos ao terminal. Que melhorias são essas? Porque não fizeram, antes, um corredor exclusivo para ônibus na Mascarenhas e na av. Recife? Quando é pra escolher o nome do mascote da copa ou outras baboseiras a população é consultada mas quando é pra saber se queremos ou não alguma coisa que irá mudar nossas vidas aí a coisa muda e empurram por goela abaixo sem levar em conta o impacto de tais medidas...

Sem falar que alguns motorista adoram fazer o desembarque junto a fila de embarque. Isso ajuda ainda mais a criar tumultos...

Este comentário foi removido pelo autor.
Vagner Santana disse...

Sinceramente se a ideia é diminuir o tempo gostaria das seguintes explicações: Se os ônibus sobem o viaduto por que não desce direto para o terminal, qual a necessidade de estacionamento de bicicletas se não temos ciclovias, ninguém precisa passar na frente da UPA é só melhorar o acesso sob o viaduto será necessário iluminação.

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960