Transporte coletivo terá novas regras a partir de julho

sábado, 30 de maio de 2009


Já estão definidas pelo Conselho Nacional de Trânsito as novas regras de segurança para coletivos no Brasil. Elas começam a valer a partir de julho. Estabelecem, por exemplo, a largura mínima do corredor e o tamanho dos assentos. O Contran prevê ainda o uso de faixas reflexivas nas laterais e na traseira, espaço mínimo entre os bancos e como devem ser as saídas de emergências, que se tornaram obrigatórias no teto dos ônibus e micro-ônibus. Para os dois tipos de veículos, as determinações são diferentes apenas em relação às medidas dos corredores e assentos. A ideia, nesses casos, foi a de garantir maior conforto aos passageiros. As fábricas terão dois anos para adaptar os ônibus novos. Segundo o Contran, apenas as faixas reflexivas, para garantir maior visibilidade, serão obrigatórias a partir de julho. Para os ônibus que trafegam por rodovias, as empresas vão ter que instalar um sensor contra incêndio e proteção anti-intrusão, para reduzir danos no caso de colisão traseira.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960