Recife: Viaduto Capitão Temudo só será entregue em abril de 2011

domingo, 12 de dezembro de 2010

Quem aguarda por um meio mais fácil, e menos congestionado, de chegar ao centro do Recife, vai ter que esperar mais alguns meses. A principal etapa das obras de duplicação do Viaduto Capitão Temudo, o vão intermediário que dá sustentação à estrutura metálica da parte central da via, vai ficar mais cara e só deve ficar pronta em abril de 2011, ao contrário da prazo estabelecido que apontava sua conclusão até dezembro deste ano. Por outro lado, os usuários do Metrô do Recife terão o serviço interrompido para a finalização do viaduto, como apontava o cronograma inicial.

Quando a duplicação estiver concluída, o Viaduto Capitão Temudo, localizado entre os bairros da Joana Bezerra e do Cabanga, vai passar de 14 metros de largura para 28 metros, o que significa que os motoristas terão quatro vias no sentido Boa Viagem-Olinda e outras quatro no sentido contrário. O fluxo na via deve ser elevado dos atuais 40 mil veículos diários para 52 mil e inclui a vazão da Rua Imperial, que estará interligada ao viaduto por duasalças laterais. A medida deve impactar consideravelmente o trânsito da região e facilitar o acesso ao comércio do Centro.

Segundo a presidente da URB Recife, Débora Mendes, os trabalhos iniciados em junho de 2008 sofreram atrasos devido à dificuldade de concretizar a desapropriação de um dos terrenos que dão espaço às obras. A desapropriação ocorreu há dez dias, após três meses de negociações. Além disso, o projeto do vão central, que seria concebido todo em estruturas metálicas representaria gastos superiores aos legalmente possíveis e as negociações com o Metrorec não avançaram além da concessão de três horas diárias, durante a madrugada, para o avanço das obras. ´O projeto incluía a utilização da área onde hoje passam os trilhos, o que interromperia a utilização do metrô em tempo integral. Preferimos fazer a colocação de vigas em pilares externos a essa região para manter o funcionamento dos trens, mas isso nos demanda mais tempo para concluir o projeto`, explicou Débora Mendes. (Ed Wanderley)


Opinião: ''Infelizmente está obra não melhorará a mobilidade urbana na cidade do Recife, vale salientar que estamos caminhando para 04 anos sem sequer um corredor de ônibus construido, ou seja, isso mostra a prioridade que a Prefeitura do Recife e porque não o Governo do Estado vem fazendo com a questão da mobilidade urbana na região metropolitana, sem falar na falta absurda de agentes de trânsito da CTTU, na cidade do Recife''. Clayton Leal

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960