No Recife, Semana da Pessoa com Deficiência contará com palestras, exposição e apresentação teatral

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

“E se fosse você?”. É com esse questionamento que o Grande Recife Consórcio de Transporte (GRCT) quer despertar nos usuários e trabalhadores do transporte público sobre a importância de se respeitar as pessoas com deficiência. Para isso, o órgão realiza desta segunda-feira (1º de dezembro) até a terça-feira (16), uma ação educativa. A iniciativa, que faz parte do Programa “Gentileza Faz a Diferença”, será realizada na semana em que se comemora o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência e contará com palestras, exposição e apresentação teatral.

A programação tem início nesta segunda-feira (1º/12), a partir das 9h30, com a palestra “E se Fosse Você?”, que será ministrada pelo gerente da Secretaria de Desenvolvimento Social da Pessoa com Deficiência da Prefeitura da Cidade do Recife, Paulo Fernando Silva e acontecerá no auditório do Consórcio. Além disso, uma exposição itinerante com imagens sobre o tema passará pelos seguintes Terminais Integrados: Recife, Pelópidas, Camaragibe, Tancredo Neves, Xambá, PE-15, Macaxeira, Cajueiro, Aeroporto e Cabo. 

A novidade deste ano, é que os usuários e os operadores vivenciarão o embarque na Plataforma Veícular Elevatória(PEVs), com cadeiras de rodas e moletas. Esse trabalho tem como foco o respeito ao tempo de embarque da pessoa com deficiência  e os assentos reservados.

Está previsto ainda, blitzen nas (PEVs), que serão realizadas em diversos veículos do Sistema de Transporte Público. Esta ação acontecerá nos terminais integrados e contará com a presença dos artistas educadores do programa “Gentileza Faz a Diferença”, que durante as esquetes convidarão usuários e operadores para vivenciar situações cotidianas das pessoas com deficiência.

O trabalho funcionará da seguinte forma: as equipes de multidisclipinares  e de fiscalização do Grande Recife estarão nos terminais junto com voluntários e com os artistas-educadores do Programa Gentileza Faz a Diferença realizando a abordagem dos ônibus. Ao parar no ponto indicado, o fiscal abordará o motorista e verificará se ele sabe manusear a PEV, se o equipamento está funcionando e se trata com respeito a pessoa com deficiência. Caso o equipamento não esteja funcionando corretamente, a empresa será autuada e terá o prazo de 48 horas para fazer o reparo no equipamento.

Gentileza Faz a Diferença – O Programa existe há 4 anos e tem como objetivo sensibilizar os operadores do STPP/RMR e usuários sobre a importância de manter uma relação respeitosa e gentil entre profissionais responsáveis pelos deslocamentos das pessoas, tendo como foco a acessibilidade para todos. 

Informações: GRCT

READ MORE - No Recife, Semana da Pessoa com Deficiência contará com palestras, exposição e apresentação teatral

Greve dos rodoviários em Pelotas completa seis dias nesta segunda-feira

O sexto dia da greve dos rodoviários provocou mais transtornos aos pelotenses nesta segunda-feira. Poucos ônibus circulam na cidade e as paradas estão lotadas.  Em algumas linhas, o intervalo entre os ônibus passa de uma hora.
Foto: Marcelo De Bona / Gaúcha Zona Sul
Com horários reduzidos, longas filas se formam nas paradas e em alguns casos há discussões e empurra-empurra para garantir vaga nos ônibus.

Desde a última sexta-feira (28), os rodoviários cumprem decisão judicial de colocar 30% dos ônibus nas ruas e 60% nos horários de pico, mas não conseguem atender a demanda. “Agora vou ter que esperar uma hora pelo próximo”, disse a dona de casa Elis da Silva, depois de perder o ônibus.

Os rodoviários aguardam uma nova proposta das empresas do transporte ainda nesta segunda-feira. Se não houver acordo, a Prefeitura poderá disponibilizar vans escolares para amenizar os transtornos. 

Informações: Gaucha


READ MORE - Greve dos rodoviários em Pelotas completa seis dias nesta segunda-feira

No Rio, Avenida Rio Branco aberta apenas para ônibus‏

O primeiro dia útil do fechamento da Avenida Rio Branco, no Centro do Rio, para táxi e veículos de passeio começou com movimento bem tranquilo, nesta segunda-feira (1°). Desde sábado (29), a avenida está com apenas duas faixas no sentido Zona Sul liberadas exclusivamente para o tráfego de ônibus.
A interdição das outras três faixas da via é para a realização das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Operadores de tráfego da CET-Rio orientavam motoristas sobre as novas regras de circulação na região, mas alguns motoristas ainda desrespeitavam as mudanças.

Em função da restrição, por volta das 10h desta segunda o trânsito na Avenida Rio Branco fluía normalmente. No entanto, os motoristas encontravam retenções em alguns trechos das Avenidas Presidente Vargas e Antônio Carlos e da Rua Primeiro de Março. Segundo o Centro de Operações Rio, o fluxo de veículos apresentava lentidão no sentido Candelária na altura da Cidade Nova, na Central do Brasil e na Avenida Passos.

Segundo o secretário municipal de Transportes Alexandre Sansão, foram criados pontos de táxis em ruas transversais. “Os taxistas e outros carros podem circular por ruas transversais, onde foram criados novos pontos de táxis. Há pontos nas ruas da Assembleia, Buenos Aires, Araújo Porto Alegre e eles também podem circular pelas avenidas Graça Aranha, Presidente Antônio Carlos, Passos e República do Paraguai, por exemplo. Guardas municipais e pardais vão fiscalizar e multar quem não cumprir novas regras. Mas acredito que todos os motoristas vão respeitar", disse Sansão.

Para as obras do VLT, a Avenida Rio Branco tem tráfego restrito a ônibus de segunda a sexta, das 5h às 21h. A partir das 21h até às 5h e aos domingos e feriados, qualquer veículo pode circular pela avenida.

O bloqueio altera o itinerário de 53 linhas de ônibus com sentido Candelária, que deverão seguir pela Avenida Presidente Antônio Carlos e Rua 1º de Março. Apenas duas faixas da avenida ficarão liberadas no sentido Cinelândia, que serão exclusivas para ônibus de linhas municipais.

Os terminais de ônibus da Avenida Presidente Antônio Carlos terão local alterado (veja o mapa abaixo). As linhas que já circulavam por estas vias, não terão itinerário alterado.
Pontos de ônibus de vias do Centro foram alterados (Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio)Pontos de ônibus de vias do Centro foram alterados (Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio)

Carros de passeio poderão circular na via somente entre 21h e 5h de segundas às sextas-feiras e entre 15h e 5h aos sábados. Os cruzamentos da Avenida Rio Branco ficarão liberados.

Táxis
A circulação de táxis passa a ficar proibida na avenida. A primeira semana de mudanças será educativa e nenhum taxista será multado, segundo a prefeitura.

Os profissionais terão vagas disponíveis nas seguintes vias do Centro: Praça Mahatma Gandhi, entre a Rua Senador Dantas e Praça Floriano Peixoto; Rua Santa Luzia; Rua Araújo Porto Alegre e na Avenida Almirante Barroso, entre Avenida Rio Branco e Rua México; Rua da Assembleia, entre Rua Rodrigo e Silva e Avenida Rio Branco; e dois pontos na Rua Buenos Aires, entre Rua da Quitanda e Avenida Rio Branco e entre Avenida Rio Branco e Rua Miguel Couto.

Obras do VLT
Os fechamentos programados foram feitos para obras do Porto Maravilha e também para a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que terá 28 km de extensão e ligará a Rodoviária Novo Rio ao Aeroporto Santos Dumont, no Centro. O novo meio de transporte terá integração entre metrô, trem, barcas e aeroporto.

De acordo com o cronograma, o primeiro veículo chegará ao Rio em junho de 2015. A conclusão das obras, no entanto, está prevista para ocorrer no segundo semestre e as operações devem ser iniciadas nos primeiros seis meses de 2016.

O VLT deve conectar outros modais por meio de seis linhas e 42 estações. A secretaria informou que por meio do novo transporte, os passageiros poderão fazer conexão com outras modalidades de transporte nas interligações com a Rodoviária Novo Rio, Central do Brasil, (trens e metrô), barcas, o Aeroporto Santos Dumont, além de BRT's, linhas de ônibus convencionais e o Teleférico do Morro da Providência.

A prefeitura informou que cada veículo do VLT transportará 420 passageiros e que, com todas as linhas em operação, o sistema transportará até 285 mil passageiros por dia.

Informações: G1 Rio

READ MORE - No Rio, Avenida Rio Branco aberta apenas para ônibus‏

Em Fortaleza, Passageiros aprovam nova linha de ônibus‏

No segundo dia de funcionamento da nova linha de ônibus Antônio Bezerra / Papicu / Antônio Sales (222), ontem, usuários aprovaram mais essa opção de deslocamento pela Cidade. A linha foi lançada no último sábado (29), pelo prefeito Roberto Cláudio, como parte da programação de inauguração oficial dos viadutos no cruzamento das avenidas Antônio Sales e Engenheiro Santana Júnior.
A novidade é que a linha opera exclusivamente com veículos articulados, maiores, com ar-condicionado, dotados de câmbio automático e suspensão pneumática, tendo capacidade para levar até 15 mil passageiros por dia, de acordo com a Prefeitura de Fortaleza.

Quem já precisou utilizar a nova opção, diz ter gostado. É o caso da costureira Maria Pereira, 60, que subiu no ônibus articulado no terminal do Papicu para ir até a Avenida Bezerra de Menezes, na tarde de ontem. "Achei ótimo, o ônibus é maior então cabe muita gente, além de ser confortável", diz. Já o técnico em informática e "busólogo" Flávio da Silva, 23, utilizou a linha apenas para passear e conhecer o novo ônibus. Para ele, o destaque foi o ar-condicionado. "Não tem como sentir calor. Qualquer forma de dar um conforto maior à população é muito bem vinda", comenta o usuário.

O itinerário da linha passa pelas vias Bezerra de Menezes, Domingos Olímpio, Antônio Sales e Engenheiro Santana Júnior no sentido de ida. Na volta, passa pelas avenidas Engenheiro Santana Júnior, Padre Valdevino, Domingos Olímpio e Bezerra de Menezes. Sua operação ocorre todos os dias, das 5h às 22h30.

Corredor

A linha é a primeira do corredor exclusivo de ônibus Antônio Bezerra / Centro a receber veículos articulados. A primeira das dez estações a serem implantadas no corredor foi apresentada no sábado (29) pelo prefeito Roberto Cláudio. De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), a entrega de todas as estações será no final de dezembro deste ano.

Por Renato Bezerra
Informações: Diário do Nordeste

READ MORE - Em Fortaleza, Passageiros aprovam nova linha de ônibus‏

Decisão sobre greve de ônibus na Grande Vitória sai hoje‏

Motoristas de ônibus e cobradores que atuam na Grande Vitória, e que estão em indicativo de greve, participam de uma mesa de negociação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-ES) na manhã desta segunda-feira (01). Caso não haja acordo na negociação salarial, os rodoviários prometem paralisar o transporte coletivo.
De acordo com o diretor do Sindicato, Silvio Carlos, os ônibus circularão normalmente durante todo o dia. “Estamos esperando uma audiência do TRT. Esse encontro deve acontecer hoje ou amanhã. Essa mediação do TRT é fundamental. Enquanto isso, vamos trabalhar normalmente e com toda a frota operando”, afirmou. 

Enquanto a situação não é definida pelos envolvidos, a população segue apreensiva sobre a possibilidade de ter o serviço de transporte interrompido. Segundo Sílvio, uma greve surpresa está descartada. “Se o TRT demorar, vamos lançar o edital de greve. Não queremos pegar a população de surpresa. Se não houver um acordo hoje ou amanhã, vamos começar a greve na quinta-feira. Queremos fazer tudo dentro da lei”, disse.

Impasse
Em assembleia realizada no dia 26 de novembro, os motoristas e filiados ao Sindicato dos Rodoviários (Sindirodovários) decidiram entrar em greve. Trabalhadores e empresários do setor estão em impasse nas negociações salariais deste ano. Os rodoviários pedem reajuste salarial de 15%, tíquete-alimentação no valor de R$ 4,00 e pagamento integral do plano de saúde. O sindicato patronal ofereceu 8% de reajuste, R$ 2,00 no tíquete-alimentação e 80% de cobertura no plano de saúde. A categoria rejeitou a proposta.

Informações: Folha Vitória

READ MORE - Decisão sobre greve de ônibus na Grande Vitória sai hoje‏

Transporte público de Florianópolis terá reforço no sistema executivo a partir desta segunda-feira

Com início da temporada de verão o transporte público de Florianópolis terá reforço no sistema executivo. A Prefeitura da Capital projetou, em conjunto com o Consórcio Fênix, adequações operacionais com novas linhas, alteração de itinerário e adequação de horários. 
Uma das mudanças mais significativas que começa a valer nesta segunda-feira é a inclusão de três novas linhas. O itinerário Aeroporto terá custo de R$ 5,50 e vai ligar o Aeroporto Internacional Hercílio Luz aos hoteis da ´Capital. As saídas serão às 7h, 8h30min, 9h55min, 11h25min, 12h55min, 14h20min, 15h45min, 17h05min e 18h30min.

A linha Cachoeira do Bom Jesus custará R$ 7 e sairá da Rua Leonel Perira, no Morro do Maurício a partir das 6h25min. Os demais ônibus saem às 7h20min, 8h40min, 11h20min, 12h05min, 13h40min, 15h, 16h10min, 17h20min e 18h30min.
Já a linha 4125 Pântano do Sul via Gramal custará R$ 7,00 e vai atender os usuários a partir da Estrada João Belarmino da Silva. Os ônibus saem às 6h, 6h40min, 7h, 9h, 10h, 11h, 12h, 13h, 14h, 15h30min, 16h30min e 17h30min.

Transporte hidroviário funcionará na Lagoa

Também será reativada hoje a linha Gastronômica do transporte hidroviário. O serviço custará R$ 7,50 e é feito por um barco que sai da Lagoa da Conceição e segue o passeio costeando a Avenida das Rendeiras, seguindo por toda a via gastronômica da região até a Barra da Lagoa - uma alternativa para evitar as constantes filas da Estrada da Barra.

NOVAS LINHAS
1126 - Executivo Cachoeira do Bom Jesus
4125 - Executivo Pântano do Sul via Gramal
6120 - Executivo Aeroporto

NOVO ITINERÁRIO E NOVOS HORÁRIOS
4120 - Executivo Pântano do Sul via Eucaliptos
4122 - Executivo Campeche
4123 - Executivo Ribeirão da Ilha
4124 - Executivo Caieira da Barra do Sul via Tapera

LINHAS COM NOVO ITINERÁRIO
1118 - Executivo Córrego Grande via Poção
3001 - Executivo Abraão / Córrego Grande
3002 - Executivo Jardim Atlântico / Santa Mônica

LINHAS COM NOVOS HORÁRIOS
1121 - Executivo Ingleses
1122 - Executivo Praia Brava

Informações: Diário Catarinense


READ MORE - Transporte público de Florianópolis terá reforço no sistema executivo a partir desta segunda-feira

Suspensa licitação do BRT de São José dos Campos

Cinco dias antes do prazo para a entrega de propostas, previsto para o dia 3 de dezembro, o governo Carlinhos Almeida (PT) prorrogou por prazo indeterminado a licitação do BRT (Transporte Rápido por Ônibus), o seu principal plano para melhorar o transporte público de São José dos Campos.

O secretário de Transportes, Luiz Marcelo Silva Santos, disse ontem que a suspensão do processo licitató-rio foi motivada por questionamentos técnicos feitos ao projeto por empresas que retiraram o edital.

Segundo ele, um dos questionamentos recebidos pela prefeitura foi com relação “aos riscos da matriz do empreendimento no tocante à execução da obra”.

Luiz Marcelo não detalhou o assunto. Informou que o governo preferiu prorrogar a licitação para responder os questionamentos e que mais de dez empresas retiraram o edital.
“É preferível adiar a licitação agora para responder as questões técnicas para evitar questionamentos jurídicos no futuro, que poderiam até cancelar a licitação”, afirmou o secretário.

Otimista, ele disse acreditar que em dez dias os técnicos da secretaria irão responder as dúvidas e o edital poderá ser relançado.
“A previsão é que ele seja publicado novamente ainda este ano”, frisou.

Verba. A licitação do BRT é na modalidade RDC (Regime Diferenciado de Contratação), que tem regras próprias, diferentes da Lei das Licitações, a 8.666/1993.

O RDC foi criado pelo governo federal para acelerar as obras da Copa do Mundo, ocorrida em junho, mas também pode ser aplicado às obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

O BRT de São José é uma das obras do PAC Mobilidade de Médias Cidades, do governo federal, que liberou R$ 800 milhões para a implantação desse sistema de transporte. 

A licitação estava orçada em R$ 779 milhões e previa a elaboração dos projetos básico e executivo e realização das obras do BRT.
“É a primeira vez que o município faz uma licitação nessa modalidade. Já esperávamos que isso poderia acontecer”, declarou Marcelo. 

Atraso. Mesmo assim, o secretário admitiu que haverá atraso no cronograma do projeto do BRT. “Haverá atraso, que poderá ser recuperado quando da execução do projeto”.

A previsão inicial do governo é que as obras seriam iniciadas em 2015 e parte do sistema começaria a ser operado no ano seguinte.

O BRT é um sistema em que os ônibus trafegam em canaletas segregadas do sistema viário, com estações que permitem a cobrança antes do embarque, para aumentar velocidade operacional. Para 2015 está prevista uma verba de R$ 210 milhões para o início da obra.

Por Chico Pereira
READ MORE - Suspensa licitação do BRT de São José dos Campos

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960