Bilhete Único de Guarulhos completa dois anos de implantação

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

O Bilhete Único de Guarulhos completou dois anos de implantação na terça-feira, dia 8, com um saldo extremamente positivo no que se refere à economia proporcionada por essa modalidade de pagamento da tarifa dos ônibus e, consequentemente, pela aceitação da população. Desde a sua implantação, em 8 de janeiro de 2011, até o dia 30 de novembro de 2012, o Bilhete Único proporcionou uma economia ao sistema de R$ 105 milhões, já que foram transportados nesse período quase 134 milhões de passageiros.

Individualmente, o Bilhete Único proporciona uma economia de cerca de R$ 132 por mês, o que significa que deixaram de ser gastos por parte do usuário quase R$ 3.200 nesses dois anos, valor equivalente ao de duas TVs LED 40”, ou três geladeiras de 300 litros, ou três lavadoras de roupas de 10 kg. “É uma das medidas mais elogiadas por parte da população, devido à economia, mas também pela facilidade proporcionada ao usuário na hora de fazer o pagamento da passagem”, afirma o secretário de Transportes e Trânsito, Atílio André Pereira, explicando que só na modalidade do Cartão Cidadão, destinado a qualquer pessoa, foram distribuídos 127 mil cartões desde o início do sistema integrado. 

O Bilhete Único foi implantado com o objetivo de proporcionar aos usuários do transporte coletivo a integração tarifária gratuita num período de duas horas, podendo utilizá-lo em até quatro viagens. Em Guarulhos são oferecidos os seguintes modelos de cartões: Vale-Transporte (para os trabalhadores), Cidadão (utilizado por qualquer pessoa), Escolar (destinado aos estudantes e professores), Sênior (para idosos a partir de 60 anos de idade), Gratuidade (para aposentados e pensionistas), Especial (para portadores de deficiência) e Bilhetinho (para crianças de três a seis anos, que não pagam passagem).

“Estamos trabalhando para melhorar o transporte coletivo, porque a situação crítica do trânsito em todas as cidades só vai ser resolvida com planejamento e investimento em corredores de ônibus e terminais que interligam as regiões, entre outras medidas que estamos adotando”, explicou o secretário, salientando ainda avanços na estruturação do sistema, que conta, além do Bilhete Único, com uma nova rede de transportes monitorados por GPS, promovendo a integração temporal, a melhoria da acessibilidade e mobilidade e a inclusão social.

Atualmente, a frota municipal é formada por 922 ônibus e microônibus, contando com o acréscimo de 87 novos veículos em setembro. Já em novembro, houve a substituição de 20 carros usados por outros zero quilometro, o que contribuiu para manter Guarulhos com a frota mais nova do Estado de São Paulo e uma das mais novas do país, com idade média de um ano e nove meses. São 109 linhas municipais em operação.

O município tem 93% dos ônibus adaptados para os deficientes ou pessoas com mobilidade reduzida. São transportados diariamente entre 485 mil e 490 mil usuários nos ônibus da cidade.

A atual administração construiu quatro terminais urbanos: Cecap, Pimentas, São João e Terminal de Transferência de Bonsucesso, além do Terminal Rodoviário Turístico de Guarulhos (sem contar os terminais metropolitanos do Cecap e Taboão, que, embora sejam do Estado, comportam a grande maioria de linhas municipais). Nos terminais metropolitanos passam cerca de 25 mil a 35 mil pessoas por dia, enquanto nos terminais municipais o número varia entre 38 mil e 40 mil usuários/dia.

Além disso, foram implantadas mais de 20 estações de transferência em locais de entroncamento de diversas linhas, permitindo ao usuário construir seu próprio itinerário através da integração gratuita, com maior rapidez e segurança na troca nas linhas.

Postos de venda

Visando universalizar o uso do cartão, foram implantados por toda cidade cerca de 70 postos de recarga do Bilhete Único, distribuídos em mais de 50 bairros (a relação do site www.guarulhos.sp.gov.br ). Os terminais Pimentas e São João possuem postos de recarga do BU, além de estudos para implantação de postos avançados de cadastramento dos usuários para o Bilhete Único.

Os dois terminais contam com os chamados PMVs (Painéis de Mensagem Variável), informando os pontos de embarque, além de telões com indicações dos horários e linhas em cada terminal.

Serão instalados ainda neste mês de janeiro tótens interativos onde o usuário poderá conhecer pontos de atração da cidade, além de obter informações sobre os itinerários, locais de atendimento das linhas, serviços prestados na cidade, entre outros.

Informações: Prefeitura de Guarulhos

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Bilhete Único de Guarulhos completa dois anos de implantação

No Dist. Federal, Integração no transporte coletivo começa a valer em 21 de janeiro

Os ônibus coletivos do Distrito Fedreal vão operar de forma integrada a partir de 21 de janeiro. Ao todo, 57 linhas farão a integração entre Taguatinga e Ceilândia ao Plano Piloto, Guará I e II, Octogonal, Núcleo Bandeirante e Rodoviária Interestadual. 

Segundo o GDF (Governo do DF), a medida, que beneficiará cerca de 40 mil passageiros, vai funcionar de 2ª a 6ª feira, das 8h às 17h; aos sábados, de 8h à meia-noite; e aos domingos e feriados das 6h à meia-noite. A expectativa é que a partir de março a integração seja estendida aos horários de pico. 
Na próxima segunda-feira (14), os cartões com os créditos das viagens integradas começarão a ser vendidos. Eles poderão ser adquiridos e recarregados nos postos do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA/DFTrans) ou nas lojas de conveniência do BRB. O cartão poderá ser usado no metrô e em qualquer linha de ônibus do transporte público. Quem já possui algum dos cartões, como o estudantil ou o vale-transporte, não precisa trocar: eles funcionarão normalmente. 

Saiba quais são as linhas que terão a integração no DF

O governador em exercício, Tadeu Filippelli, ressaltou, na tarde desta quinta-feira (10), as vantagens do serviço. 

— Este é o primeiro momento da integração do transporte público do GDF, de ônibus para ônibus. É um esforço que envolve quatro empresas privadas e se traduz em economia de tempo e dinheiro para os trabalhadores, rapidez e a busca da racionalização no transporte. 

A medida antecipa o que está previsto na licitação do novo Sistema de Transporte Público Coletivo (STPC), que permitirá a renovação da frota e a integração de todo o sistema. 

Segundo o secretário de Transporte, José Walter Vazquez, quando terminar o o processo licitatório, 85% da frota será zero km. 

— Terminaremos o ano de 2013 com a melhor frota de transporte coletivo do Brasil, com veículos não poluentes. 
Novidade foi apresentada hoje pelo GDF e, inicialmente, deve beneficar 40 mil usuários do sistema
Economia 

O sistema funcionará com 50 linhas vindas de Ceilândia, Taguatinga Norte e Sul. Elas serão integradas, no centro de Taguatinga (onde acontecerão as trocas de ônibus), a outras sete novas linhas (sendo três delas expressas). As novas linhas seguirão para a Rodoviária do Plano Piloto; W3 Sul e Norte; Circular; Setor de Oficinas (SOF) Sul e Rodoviária Interestadual; Guará I e II e Núcleo Bandeirante. 

Ao saírem de Taguatinga Centro, os veículos seguirão pela faixa exclusiva e pelas vias marginais da EPTG. Os ônibus sairão do centro de Taguatinga em uma frequência muito maior do que a atual. A expectativa é que o usuário vá economizar uma média de 20 minutos em cada viagem. 

Hoje, o usuário que precisa pegar dois ônibus paga, em geral, R$ 2 pelo menor trecho e R$ 3 no percurso mais longo. Com a integração, ele pagará R$ 3 pelas duas viagens, desde que não demore mais do que duas horas para desembarcar do primeiro coletivo e embarcar no segundo. 

A integração só vale entre uma linha circular e uma das novas linhas de ligação. Os ônibus que fazem parte do novo sistema serão identificados no painel frontal dos veículos.

Informações: R7.com
READ MORE - No Dist. Federal, Integração no transporte coletivo começa a valer em 21 de janeiro

Novos binários em Camaragibe-PE alteram itinerários de ônibus, confira:

Para proporcionar maior fluidez no trânsito, o município de Camaragibe recebeu no mês de dezembro dois binários. Os dois novos sistemas de tráfego consistem em transformar vias paralelas de mão-dupla em ruas com um único sentido. Confira abaixo as alterações: 

Primeiro Binário – para quem vem de São Lourenço pela Av. Belmiro Correia, fica proibida a entrada a esquerda para a Rua Padre Ozéas. O retorno deverá ser feito com entrada a direita, seguindo pela Rua Manoel Ribeiro, Avenida Belchior de Athaíde dos Santos e Rua Padre Luiz Muremberg, cruzando com a Av. Belmino Correia até a Praça Coimbral na Av. dos Girassóis. Com exceção da Avenida dos Girassóis, todas as vias citadas passam a ter sentido único no fluxo do retorno. 

Segundo Binário – para quem vem de São Lourenço pela Av. Belmiro Correia, fica proibida a entrada a esquerda para a Rua Ercina Lapenda (Prefeitura). O retorno deverá ser feito com entrada a direita, seguindo pela Rua José Izídio (Correios), Rua Francisco de Paula Correia Araújo e Rua Tenente Arnaldo Câmara, cruzando a Av. Belmiro Correia e seguindo para a Sátiro Ivo (Academia Atitude). Todas as vias citadas passam a ter sentido único no fluxo do retorno. 

O Grande Recife informa que as linhas 463-Araçoiaba/Camaragibe, 475-Timbi (Integração) e 481-Timbi/Derby terão seus itinerários de ponto de retorno alterados. A linha 463 seguirá as orientações do primeiro binário e as linhas 475 e 481 seguirá as orientações do segundo binário. 

Informações: GRCT

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Novos binários em Camaragibe-PE alteram itinerários de ônibus, confira:

Programa Roda SP integra pontos turísticos do litoral paulista

São 16 ônibus e sete vans que passam, ao todo, por nove cidades do litoral de São Paulo. As paradas são em pontos estratégicos, de interesse turístico. A taxa é de R$ 10 por pessoa e vale por 24 horas. Este é o projeto Roda SP, da Secretaria de Turismo do Estado, que fica no litoral nesta temporada de verão até 13 de fevereiro.
Os turistas podem embarcar em um dos 34 pontos nas cidades de Bertioga, Guarujá, Cubatão, Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém ou Peruíbe. Dentro do próprio ônibus, por R$ 10 é possível comprar o cartão que dá direito a um número ilimitado de embarques e desembarques durante 24 horas. Os ônibus passam de hora em hora, e cada um possui um guia de turismo.

Os quatro itinerários são integrados. Veja os pontos de parada.




Informações: Governo de SP

READ MORE - Programa Roda SP integra pontos turísticos do litoral paulista

No Recife, Consórcio reforça 12 linhas para a Exposição Nordestina de Animais

Para transportar os usuários que forem acompanhar a 71ª Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados, que vai até o próximo domingo (25), o Grande Recife Consórcio de Transporte reforçou as viagens de 12 linhas, que atendem o Parque de Exposição do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. 

Durante os últimos quatro dias do evento (22 a 25), as linhas farão 1419 viagens em 185 ônibus, o que significa 88 viagens a mais nesses dias. Dessas linhas, sete são bacuraus e as outras cinco tradicionais. 

Para saber outras informações sobre o itinerário das linhas, ou consulte a Central de Atendimento ao Cliente, através do número 0800.081.0158, ou o site www.granderecife.pe.gov.br. 

Lista de linhas reforçadas: 

131 - UR-02 (BACURAU) 
146 - UR-11 (BACURAU) 
063 - JARDIM PIEDADE (BACURAU) 
330 - CASA AMARELA/TRT 
423 - ENGENHO DO MEIO 
427 - MONSENHOR FABRÍCIO (BACURAU) 
432 - CDU (VÁRZEA) 
435 - CDU/ VÁRZEA (BACURAU) 
440 - CDU/CAXANGÁ/BOA VIAGEM 
457 - SÃO LOURENÇO (BACURAU) 
462 - LOTEAMENTO SANTOS COSME E DAMIÃO (BACURAU) 
920 - RIO DOCE/ CDU 

READ MORE - No Recife, Consórcio reforça 12 linhas para a Exposição Nordestina de Animais

Terminais de ônibus de Piracicaba (SP) estão em condições precárias

Dois terminais de ônibus de Piracicaba (SP) estão em condições precárias. A equipe da EPTV esteve nas unidades da Pauliceia e Piracicamirim nesta quinta-feira (10) e flagrou paredes sujas, cabines com vidros quebrados, caixa de combate a incêndio destruída e sem mangueira, além de pichação, telhas despedaçadas e iluminação ruim. Usuários reclamam das más condições dos locais e também de vários pontos de ônibus abandonados.
“A passagem aumentou e o transporte está péssimo. Na Pauliceia, as paredes estão sujas, com várias goteiras, não tem rampa de acesso aos ônibus”, disse a vendedora Valquíria dos Santos Vieira. Recentemente, as empresas que administram o transporte público do município subiram o valor da passagem de R$ 2,60 para R$ 3.

Outros usuários reclamam dos pontos de ônibus, que é de responsabilidade da Prefeitura, e que também estão abandonados. “É uma palhaçada, porque os pontos não têm coberturas. Quando chove não tem onde se proteger. Quem não é morador não sabe do ponto e fica perdido. Só sobe o preço da passagem e não há melhorias”, relatou a vendedora Angélica Cristina Garibaldi.

Para a lojista Maria Nunes da Silva Garibaldi, o aumento da tarifa não corresponde com o serviço oferecido. “Não tem área específica para a parada de ônibus, o que é um perigo. Também não tem proteção nenhuma de sol ou chuva. Nem a identificação do ponto de ônibus existe. O preço da passagem deixa e muito a desejar.”

Para o porteiro Mussa Mustafa, a situação é ainda pior, pois ele tem um filho deficiente. “Meu filho precisa ter mais tempo para subir no ônibus, o que fica difícil. Como não tem área, como um acostamento para o ônibus, e ele precisa entrar rápido. Caso contrário, o ônibus fica parado no meio da avenida, impedindo a passagem dos carros, o que é perigoso”, relatou.
Resposta da Prefeitura
O diretor de transportes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Semuttran) de Piracicaba, Vanderlei Quartarolo, disse que todos terminais passam por manutenção. “É um processo continuado.” Sobre pontos de ônibus, ele informou que todos serão cobertos.
“Desde 2005 estamos fazendo mapeamento dos pontos e colocando as coberturas conforme as necessidades. Na cidade, existem aproximadamente 2,5 mil pontos de ônibus e todos estão sendo avaliados, mas este é um processo demorado”, informou Quartarolo.

O diretor ainda relatou que o problema nos terminais, muitas vezes, deve-se aos vândalos. “Não é o secretário, não é o prefeito, mas os vândalos que fazem isso nos terminais.” Ainda informou que não tem prazo para serem consertados.

READ MORE - Terminais de ônibus de Piracicaba (SP) estão em condições precárias

Contrato do transporte coletivo de Ponta Grossa será investigado pelo Ministério Público

O promotor público Honorino Tremea instaurou na última terça-feira, dia 8, um inquérito civil público, solicitando investigações a respeito da prorrogação do contrato da empresa Viação Campos Gerais (VCG) com a Prefeitura de Ponta Grossa, na concessão do serviço de transporte público da cidade. O objetivo é verificar em que circunstâncias se deu a assinatura da prorrogação, pelo então prefeito Pedro Wosgrau Filho, em seus últimos dias de mandato.

Conforme Tremea, o inquérito se mostrou pertinente em função das notícias e boatos que dominaram a cidade, em especial no final de dezembro de 2012, a respeito de possíveis irregularidades na assinatura do contrato.

“Só ao final [do inquérito] será possível analisar se existe, ou não, irregularidade. Um dos requisitos [para a assinatura] era que a empresa atingisse 98% de eficiência no serviço prestado. Queremos verificar se foi comprovada essa eficiência, e entender o porquê da rapidez dessa renovação, sendo que há mais seis meses para o fim do prazo”, diz Tremea.

Informações: JM News

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Contrato do transporte coletivo de Ponta Grossa será investigado pelo Ministério Público

Em Santos, Corredores exclusivos voltam a funcionar segunda-feira

Os corredores de ônibus voltam a vigorar a partir de segunda-feira (14). Na faixa exclusiva da avenida Ana Costa, ficam proibidos a circulação e o estacionamento de veículos das 6h às 9h, no sentido praia/Centro, e das 17h às 20h na direção oposta. Nos corredores preferenciais das avenidas Conselheiro Nébias e Bernardino de Campos (canal 2), retorna a proibição de estacionamento no sentido Centro/praia, das 17h às 20h. 

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) solicita a obediência à sinalização e que se conceda a preferência de passagem ao transporte coletivo. As regras valem de segunda a sexta-feira.

A cidade possui 9,6 quilômetros de faixas para circulação de ônibus. Elas têm o objetivo de melhorar a fluidez viária e favorecer, em especial, os passageiros de ônibus. Nas três vias onde os corredores foram implantados houve redução média de 20% no tempo de percurso dos ônibus. 

A diferença entre faixa exclusiva e preferencial é que a primeira proíbe o estacionamento e a circulação de veículos no seu trecho de abrangência. A parada de veículos é permitida apenas se for feita de forma rápida, para operações de embarque e desembarque de pessoas. Já a faixa preferencial proíbe o estacionamento e permite a circulação dos demais veículos dentro do corredor, desde que respeitada a preferência de passagem ao transporte coletivo.

READ MORE - Em Santos, Corredores exclusivos voltam a funcionar segunda-feira

VLT pode gerar economia de até R$ 410 milhões ao ano no Rio

O sistema de bondes que a prefeitura quer ver operando no Centro do Rio antes dos Jogos Olímpicos de 2016 tem potencial para gerar uma economia de até R$ 410 milhões ao ano para o bolso dos cariocas e para os cofres públicos. Os números são resultado de um cálculo financeiro que leva em conta o tempo de deslocamento nos transportes público e individual, o gasto com combustíveis, as emissões de carbono dos veículos que deixarão de circular na região, a redução do número de acidentes de trânsito e até mesmo gastos com a saúde da população. Os dados fazem parte do estudo da viabilidade técnico-econômica do projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) encomendado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto (Cdurp) para o edital de licitação do sistema, publicado em dezembro.


— O objetivo era avaliar o VLT nos aspectos técnicos, operacionais, econômicos e financeiros. Nesse contexto, o estudo detalhou os impactos na economia. A aposta da prefeitura é que o VLT vai racionalizar o transporte. No fim, o ganho será dos passageiros, que ficarão menos tempo na rua e gastarão menos combustível, e do poder público, que gastará menos com a conservação de ruas e com despesas em saúde — explica o presidente da Cdurp, Alberto Silva.

Como se propõe a tirar o maior número possível de ônibus e veículos particulares das ruas, o VLT ajudaria a enxugar o tempo de deslocamento de quem circula no Centro. Essa economia, segundo a Cdurp, seria de R$ 235 milhões ao ano.

209 mil veículos por dia

Já a economia com combustíveis seria de R$ 108 milhões ao ano. Dinheiro que deixaria de ser gasto pelo carioca preso no trânsito e pelas empresas de ônibus e transporte de carga e de serviços nas vias mais disputadas e congestionadas da cidade. Dados da CET-Rio mostram que a Avenida Presidente Vargas recebe entre 50 mil a 209 mil veículos por dia, dependendo do trecho. Cerca de 104 mil veículos por dia disputam espaço na congestionada Avenida Francisco Bicalho, que fica na área de influência do VLT. Coração do Centro, a Rio Branco recebe quase 37 mil veículos diariamente.

Os passageiros, por sua vez, esperam que a reorganização do transporte no Centro traga também mais qualidade para o serviço. Evitando, por exemplo, situações como de Magali Jordão, funcionária da Transpetro que anda com um rolo de fita adesiva na bolsa para se proteger das saídas de ar-condicionado dos ônibus que pega para chegar em casa.

— Não é só uma questão do tempo de viagem, que pode chegar a três horas. Os ônibus são velhos. As saídas de ar não têm mais a proteção que direciona o vento. Aí é preciso tapar com fita, que fica permanentemente na minha bolsa. Os ônibus também não respeitam horário — diz Magali, ao embarcar num coletivo.

READ MORE - VLT pode gerar economia de até R$ 410 milhões ao ano no Rio

Reajuste na tarifa de ônibus em Cuiabá gera protestos

Um grupo de usuários do transporte coletivo de Cuiabá se reuniu na Praça Alencastro, em frente à Prefeitura de Cuiabá, nesta quarta-feira (9) para protestar contra o reajuste de 13,43% na tarifa de ônibus. A passagem aumentou de R$ 2,70 para R$ 2,95 a partir do dia 28 de dezembro de 2012.

De acordo com um dos representantes do movimento, Eduardo Matos, 60 entidades de classe participaram do protesto e as mobilizações começaram pelas redes sociais. "Queremos uma resposta do atual prefeito de Cuiabá sobre o reajuste e tentar buscar solução apesar dele já ter descartado qualquer possibilidade de revogar a medida", disse.
Foto: Rayane Alves/G1
Ele afirmou que a intenção é fazer com que o valor da tarifa volte a ser o mesmo de antes. “Estamos pedindo revogação imediata do aumento da tarifa do transporte público para voltar ao valor anterior. Também queremos um transporte de qualidade para os usuários, além do fim da sobrecarga de trabalho dos motoristas”, comentou em uma entrevista ao G1.

A assessoria da Prefeitura de Cuiabá informou ao G1 que os secretários de Trânsito e Transporte Urbano e de Governo do município, Antenor Figueiredo Neto e Flávio Garcia, conversaram com os líderes do movimento e garantiram que será feita análise da planilha de contrato e, se for identificado quaisquer indícios de irregularidades, a administração municipal vai acionar o Ministério Público Estadual (MPE). No entanto, caso não haja nenhuma falha, a tarifa será mantida.


Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

Abaixo-assinado
Os manifestantes também começaram um abaixo-assinado para protocolar uma ação civil pública contra os responsáveis pela autorização da tarifa unificada dos coletivos de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital.

Segundo o militante, Luis Barril, responsável por colher as assinaturas, 1.086 usuários já assinaram o documento pedindo a melhoria dos serviços prestados pelas empresas. Ele reclamou que os ônibus não têm horários fixos para circular e estão sucateados.

No documento, ainda há críticas em relação à ausência dos cobradores nos ônibus municipais, o que faz com que os passageiros utilizem somente o cartão-transporte. “As empresas reduziram seus custos demitindo os cobradores e acabaram trazendo mais transtornos para os usuários”, alegou.

Na manifestação, os usuários levaram auto-falantes, pandeiros, cartazes e faixas. O movimento reuniu cerca de 150 estudantes e militantes de movimentos sindicais. segundo a Polícia Militar, que acompanhou a movimentação.

Informações: G1 MT
READ MORE - Reajuste na tarifa de ônibus em Cuiabá gera protestos

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960