DF: Metroviários decidem não entrar em greve e fazem nova assembleia no domingo

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Os metroviários não entrarão em geve nesta quinta-feira (14/10). A decisão foi tomada em assembleia às 20h desta quarta-feira (13/10). A paralisação estava agendada para amanhã desde o último domingo, quando o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do Distrito Federal (Sindmetro-DF) se reuniu em outra assembleia. Entretanto, a intenção de paralisar as atividades só foi adiada.  A categoria se reúne novamente no próximo domingo (17/10) para decidir se param na segunda-feira (18/10).
Segundo o coordenador-geral do Sindmetro, Israel Pereira, a greve foi adiada após o Metrô/DF divulgar uma nota onde diz que as negociações estão abertas. "Queremos dar uma oportunidade de negociação ao Metrô", explicou. De acordo com Israel, integrantes do sindicato e do Metrô devem se encontrar nesta quinta-feira (14).

Reiivindicação
Segundo o coordenador-geral, a principal reivindicação da categoria é a nomeação dos aprovados no concurso público de 2009, que vence no próximo dia 25. "O nosso principal pedido é visando a manutenção dos serviços para a população. Hoje temos 150 mil usuários e a expectativa do Metrô é de que no próximo ano dobre, com 300 mil usuários. Se não tivermos mais efetivo, haverá uma dificuldade em atender a demanda", explica o coordenador-geral. Além disso, para ele, com um bom quadro funcional, os problemas vão diminuir.

READ MORE - DF: Metroviários decidem não entrar em greve e fazem nova assembleia no domingo

Rio de Janeiro: Começa Cadastramento do Bilhete Único Carioca

Começa nesta quarta-feira (13) o cadastramento do Bilhete Único Carioca (BUC), sistema que integra as linhas de ônibus municipais da cidade do Rio. Com o bilhete, os passageiros poderão realizar duas viagens em um período de duas horas a um custo de R$ 2,40.
O sistema passaria a valer a partir do dia 30 de outubro, no mesmo fim de semana do segundo turno das eleições presidenciais. Por isso, o prefeito Eduardo Paes adiou a implantação do Bilhete Único para o dia 6 de novembro.
O usuário só poderá usufruir da tarifa do Bilhete Único Carioca, após seu cadastramento no site do RioCard, vinculando o CPF ao número do cartão.
Caso tenha alguma dificuldade ou não possua internet, a pessoa pode dirigir-se aos Postos de Cadastramento, listados abaixo:
• Barra da Tijuca: Terminal Rodoviário Alvorada- Avenida das Américas, s/nº , de segunda a sexta das 8h às 18h
• Shopping Bangu - Rio Poupa Tempo - Rua Fonseca, 240 - 2° piso, de segunda a sexta das 8h às 18h, e sábado de 9h às 13h
• Botafogo: Secretaria municipal de Saúde- Rua D. Mariana, 48 – térreo, de segunda a sexta, das 9h às 16h
• Carioca: Rio Poupa Tempo - Rua da Ajuda, 5 - Centro, de segunda a sexta, das 8h às 17h30
• Central do Brasil: Quiosque - Rua Cristiano Otoni, s/nº, de segunda a sexta, das 8h às 18h
• Irajá: Regional Administrativa/Prefeitura - Av. Monsenhor Felix, 512 , de segunda a sexta, das 8h às 18h
• Madureira: Terminal Rodoviário: Praça Armando Cruz, s/nº , de segunda a sexta, das 8h às 18h
• Santa Cruz: Regional Administrativa/Prefeitura: Rua Fernanda, 155, de segunda a sexta, das 8h às 17h
Para efetuar a compra através da Rede de Recarga, o usuário pode colocar o valor de créditos que desejar, entre R$ 4,80 e R$ 300 e o cartão é gravado na hora com o valor pago em dinheiro. O usuário só poderá usufruir da tarifa do Bilhete Único Carioca 48 horas após o cadastramento.
O cartão pré-carregado é vendido com o valor de R$ 21 e R$ 55 nas agências do Unibanco-Itaú credenciadas e Lojas RioCard, também após o cadastramento.
O cartão também pode ser adquirido pós-carregado, no mesmo site. Após o cadastramento, a entrega é realizada em cinco dias úteis, após confirmação do pagamento dos créditos nas Lojas RioCard, agências do Unibanco-Itaú credenciadas ou em domicílio - neste caso, será cobrada taxa de entrega. A primeira carga deverá ser no valor mínimo de R$ 4,80, com recargas mínimas no mesmo valor.
Quem já possui o Bilhete Único Intermunicipal e o Vale Transporte RioCard não precisa de cadastrar.

Passageiros de ônibus intermunicipais pagam R$ 4,40
O Bilhete Único estadual já existe desde fevereiro e beneficia quem precisa pegar duas conduções para chegar ao local de destino. Quem já possui o cartão paga o valor máximo de R$ 4,40 por duas passagens a serem utilizadas num prazo de duas horas e meia em transporte público intermunicipal.

Fonte: G1.com.br
READ MORE - Rio de Janeiro: Começa Cadastramento do Bilhete Único Carioca

SPTrans informa alteração de itinerários devido a obra no Terminal Vila Madalena

Em virtude das obras de implantação de lombofaixa e adequação geométrica da entrada da plataforma B no Terminal Vila Madalena, que terá início no dia 14.10 (quinta-feira) e durará cerca de 25 dias, a SPTrans informa que as três linhas de ônibus que operam com ponto terminal na plataforma citada deverão operar em sistema circular durante as obras.

Para informações sobre os trajetos de linhas de ônibus consulte itinerários ou ligue 156.

Linhas e itinerários:

8047/41 Jaraguá - Metrô Vila Madalena
7725/10 Rio Pequeno - Metrô Vila Madalena
7725/21 Metrô Vila Madalena - USP
Sentido Único
: Normal até a Rua Heitor Penteado (lateral do Metrô Vila Madalena), contorno na Praça Baronesa da Bocaina, Rua Marinho Falcão, prosseguindo normal.
Fonte: SPTrans
READ MORE - SPTrans informa alteração de itinerários devido a obra no Terminal Vila Madalena

Pista exclusiva para ônibus em Vitória começa a funcionar na tarde desta quarta-feira

A faixa exclusiva para ônibus na avenida Desembargador dos Santos Neves, na Praia do Canto, Vitória, será liberada após as 15h desta quarta-feira (13). A informação é do secretário de Transportes e Infraestrutura Urbana de Vitória, Fábio Damasceno.

A faixa, de cerca de 200 metros, servirá de acesso para a Reta da Penha no sentido Centro-Ufes. Os ônibus deverão seguir pelo corredor exclusivo e virar à esquerda. Os demais veículos devem seguir passando pela Praça do Cauê, no bairro Praia de Santa Helena, para acessar a avenida. Quem desrespeitar o corredor estará sujeito a multa de R$ 255.

Ainda segundo o secretário a medida deve beneficiar, principalmente, os usuários do sistema Transcol. "Vai auxiliar a população que utiliza o transporte coletivo. Vai diminuir o caminho e encurtar o tempo de viagem, porque ele passa a deixar de usar um quilômetro, fora o tempo que fica nos semáforos".

A administradora Ana Carolina Ferreira Silva, 25 anos, moradora da região, acredita que a faixa para os ônibus deve ajudar também os outros motoristas.

"A rotatória e pequena aqui no bairro Praia de Santa Helena e os ônibus atrapalham bastante. Por volta das 18h o trânsito não anda".

Havia expectativa de que a faixa fosse liberada para o trânsito de ônibus ainda na manhã desta quarta-feira. Por volta das 10h equipes da Guarda Municipal de Trânsito e de empresas de manutenção semafórica chegaram ao local maso horário para o início dos trabalhos ainda não havia sido estipulado.

Antes da liberação do corredor exclusivo os semáforos próximos ao Shopping Boulevard da Praia serão alterados. Quatro sinais luminosos permanecerão desligados durante o serviço e os motoristas devem ficar atentos. Agentes da guarda devem orientar os condutores.

Mais Notícias do Espírito Santo

Corredores exclusivos na Grande Vitória
A faixa localizada na avenida Desembargador dos Santos Neves é a primeira exclusiva para ônibus em Vitória e foi feita pela prefeitura da cidade. O secretário Damasceno explicou que o local foi escolhido por já possuir espaço suficiente.

O projeto de corredores exclusivos para ônibus na Grande Vitória é de responsabilidade do Governo do Estado. O trecho da Praia do Canto disponibilizado pela prefeitura da capital poderá ser integrado aos outros corredores que ainda serão implementados pelo Estado.

Com 52 quilômetros de extensão na Grande Vitória, o trecho prioritário dos corredores deve percorrer as vias onde há maior volume de congestionamento e por onde circulam as linhas troncais, que interligam os dez terminais urbanos do sistema Transcol: Jacaraípe, Laranjeiras, Carapina, Jardim América, Itacibá, Campo Grande, São Torquato, Ibes, Vila Velha e Itaparica.

Na semana passada a subsecretária de Mobilidade Urbana da Secretaria Estadual de Transportes e Obras Públicas, Luciene Becacici, informou que o primeiro trecho dos corredores deve ficar pronto no final do ano que vem. Serão 8,5 km de pista exclusiva na avenida Talma de Freitas, na Serra, entre os terminais do sistema Transcol de Jacaraípe e Laranjeiras. Outra obra que está em andamento e prevê faixa exclusiva para ônibus está sendo realizada na avenida Carlos Lindenberg, em Vila Velha.

READ MORE - Pista exclusiva para ônibus em Vitória começa a funcionar na tarde desta quarta-feira

Rio dá início à elaboração do Plano de Transporte Não-motorizado

Nesta quarta-feira, a Secretaria de Transportes do Estado do Rio realizará a primeira etapa de um grande seminário envolvendo 27 prefeituras do estado - sendo 15 da Região Metropolitana e 12 do interior – para iniciar a elaboração do Plano Diretor de Transporte Não-motorizado.
O objetivo é que cada prefeitura apresente ao estado suas demandas, ideias e projetos para melhorar a mobilidade urbana para pedestres e ciclistas. Os dados coletados servirão para definir os projetos e investimentos em infraestrutura de forma a garantir uma mobilidade segura e adequada para pedestres e ciclistas nestes municípios.
A elaboração do plano diretor tem o financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento.
"Depois de ser o primeiro estado do Brasil a utilizar biodiesel na frota de ônibus, o Rio será o primeiro também a ter um Plano Diretor de Transporte Não-motorizado, o que confirma a vocação do estado na busca por um transporte sustentável e melhoria da mobilidade urbana. A meta do Governo do Estado é aumentar significativamente a utilização de bicicleta em todas as cidades do Rio de Janeiro, seguindo uma tendência mundial e crescente. Saber das prefeituras locais quais os equipamentos e instalações são necessários para facilitar o uso das bicicletas é o primeiro passo para isso", comentou o secretário de Transportes Sebastião Rodrigues, que vai conduzir o seminário junto com a equipe do programa Rio Estado da Bicicleta, do Governo do Estado.
Além do vice-prefeito do Rio e secretário de Meio Ambiente da Capital, Carlos Alberto Muniz, e o subsecretário da pasta Altamirando Moraes, responsáveis pelos programas cicloviários da cidade, participarão do seminário representantes das prefeituras de Belford Roxo, Duque de Caxias, Itaboraí, Itaguaí, Magé, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Queimados, Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica, Araruama, Barra do Piraí, Barra Mansa, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Macaé, Resende, Volta Redonda, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Valença.

Agência Rio
READ MORE - Rio dá início à elaboração do Plano de Transporte Não-motorizado

Natal é a 2ª capital do nordeste com mais carros

Em Natal, a frota quadruplicou no mesmo período, passando de 74.275 veículos em 1992 para 298.995 este ano. Um “pulo” de 302,5%. E no interior, o percentual foi maior ainda: quase 880%. Das 47.282 unidades registradas há 18 anos, a frota cresceu para 462.938 e não dá sinais de redução no ritmo. Os dados finais se referem às 15h36 do dia 29 Setembro, e sua evolução pode ser acompanhada em tempo real no site do Detran-RN. Além dos  pouco menos de 300 mil carros em Natal, Parnamirim tem mais de 55 mil. Somados, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Extremoz e Ceará-Mirim agregam mais 32 mil à frota. Assim, pode-se falar em mais de 380 mil veículos circulando na Grande Natal.

O secretário-adjunto de Trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal, Haroldo Maia, destaca que todas as cidades de médio e grande porte no Brasil já enfrentam problemas de congestionamento.  “Não existem obras de engenharia  para acompanhar o crescimento da frota. Qualquer intervenção que vise o transporte individual é um paliativo que terá efeitos apenas imediatos. A saída é investir no transporte coletivo e garantir espaço segregado para os ônibus. Com essa quantidade de automóveis, não existe solução porque a quantidade de vias não a comporta”, afirma. Para passar da teoria à prática, a Semob recorreu a uma solução comum nas administrações brasileiras: contratou um plano de mobilidade, já em elaboração, que vai traçar o novo desenho da rede de transporte da capital potiguar.

“Como Natal tem uma superposição muito grande de linhas, o plano vai otimizar o sistema. Natal nunca fez uma licitação para a concessão das linhas de ônibus, que vence no final deste ano. Já encaminhamos a proposta para o gabinete da Prefeita e estamos aguardando um posicionamento”, afirma Haroldo Maia. Outra ação considerada fundamental – a criação de mais corredores exclusivos para ônibus – depende também da conclusão deste plano e da decisão final sobre a licitação das linhas. Assim, a prefeitura tem o discurso, mas ainda não conta com uma lista de obras definidas.

Licitação - De acordo com o secretário-chefe do Gabinete Civil da Prefeitura, Kalazans Bezerra, a decisão já está tomada, mas não há um prazo fixado para a publicação do edital. “A licitação vai sair pela primeira vez na história de  Natal. É um assunto extremamente complexo do ponto de vista jurídico, então estamos tendo todos os cuidados para que o processo não corra perigo de ser anulado. A revisão jurídica deve ser minuciosa. Assim que o trabalho for concluído,  o que deve acontecer muito em breve, o edital será publicado”, promete Kalazans. Ele não sabe se haverá tempo para isso acontecer ainda este ano, mesmo com a informação do secretário-adjunto Haroldo Maia de que a concessão das linhas vencerá em 2010.

Natal é a 2ª capital do nordeste com mais carros

Com 32,5 veículos por habitante, Natal é a segunda capital do Nordeste com mais carros, e fica em 15º lugar em nível nacional. Entre as capitais da região, Aracaju tem a maior relação entre veículos e população (35,5). As cidades maiores, com trânsito mais complicado, ficam atrás percentualmente: Salvador tem apenas 20,5 unidades por morador, Fortaleza, 26,6 e Recife, 29,8. A recordista nacional é justamente Curitiba, considerada referência em transporte público desde a gestão do então prefeito Jaime Lerner. A capital paranaense tem nada menos do  que 65,4 veículos por habitante.

“O governo incentiva o transporte individual, facilitando a compra e reduzindo impostos, com o argumento da geração de empregos. Mas o problema que essa política causa na qualidade de vida das cidades é enorme”, critica o secretário-adjunto de Trânsito da Semob, Haroldo Maia. Ele apresenta alguns índices para provar que a dependência do transporte individual não é sustentável. “O carro ocupa 6,4 vezes mais espaço e polui mais do que o ônibus, consome 4,5 mais, é 8 vezes mais caro e é o que mais se envolve em acidentes”, cita. Segundo ele, o exemplo a ser seguido em Natal é a avenida Bernardo Vieira, apesar das críticas feitas à requalificação por motoristas e comerciantes. “Lá passam 130 mil passageiros de ônibus por dia e eles não reclamam”.

Dados da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) e do Instituto de Pesquisas Sociais Aplicadas (Ipea) mostram que, em 2006, o Brasil gastou R$ 32 bilhões com acidentes de trânsito, a maioria envolvendo veículos privados. “A tendência mundial é criar políticas de restrição ao uso dos automóveis. O município sozinho não tem condições de arcar com os investimentos em transporte. Deve ser uma responsabilidade dividida entre os três níveis de governo”, defende Maia. Para ele, o segredo para convencer as pessoas a deixarem o carro em casa é a credibilidade do sistema de transporte público. “Em Curitiba, passa um ônibus por minuto”, exemplifica.

O adjunto considerada uma “crueldade” o que se faz com o usuário de ônibus na maioria das cidades brasileiras. “O trabalhador arca com todos o custos de transporte, sem subsídio estadual nem federal. Em Natal, a Taxa de Serviço não é incluída no custo. O Governo Federal deveria subsidiar o óleo diesel e facilitar o crédito para aquisição de ônibus.”

Falta estímulo ao transporte coletivo

Se Natal não tem ainda um plano com ações definidas para estimular o transporte coletivo, no  tocante às obras viárias os próximos anos devem ser fartos em investimento. Isso porque a cidade tem garantidos R$ 439,5 milhões para realizar uma série de intervenções estruturadoras, dentro do PAC da Copa. São 18 obras, das quais 13 sob responsabilidade da Prefeitura e o restante do Governo Estadual. As primeiras licitações já foram lançadas e o município espera começar, ainda este ano, as obras do chamado “Trecho Extenso”, que compreende o corredor estrutural oeste (BR-226), em Igapó; o complexo viário da Urbana, entre o Bairro Nordeste e as Quintas, e a reestruturação geométrica da avenida Capitão-Mor Gouveia (até a rua São José), em Lagoa Nova. O prazo para conclusão de todas as obras é 2013, quando acontece a Copa das Confederações.

“O conjunto de obras vai melhorar muito o trânsito e o transporte”, acredita a secretária-adjunta de Planejamento da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), Francine Goldoni. Ela explica que a primeira intervenção a ser iniciada vai acabar com a competição entre o transporte coletivo e o individual, além de melhorar o acesso à zona Norte. “As obras vão implantar ciclovia e corredor de ônibus da ponte de Igapó até a Mor Gouveia, na confluência com a rua São José, passando pelo Km 6 e pela Urbana. Serão construídos um pontilhão elevado e um viaduto”, explica. Investimento total de quase R$ 100 milhões, sendo a maior parte do Governo Federal.

Para as demais obras, a Semopi está finalizando os preparativos dos processos licitatórios, que devem começar ainda este ano. Estão incluídos a requalificação dos entroncamentos da Capitão-Mor Gouveia com a avenida Salgado Filho e avenida Prudente de Morais, desta com a Raimundo Chaves e com a Lima e Silva, cuja confluência com a Romualdo Galvão também será melhorada. O plano prevê também a reestruturação da Antônio Basílio e Amintas Barros, com pontilhões elevados e um viaduto. Vários pontos da cidade ganharão novas plataformas de embarque e desembarque para usuários de transporte coletivo, além de melhorias nas calçadas e na sinalização.

Pelo Governo do Estado, serão realizadas a implantação ao acesso entre o novo aeroporto de São Gonçalo do Amarante e a BR-406, os entroncamentos da avenida Engenheiro Roberto Freire com a avenida Ayrton Senna, rua Missionário Gunnar Vingren e a Via Costeira, além de mais uma etapa do prolongamento da Prudente de Morais (ligação entre o aeroporto Augusto Severo e a Arena das Dunas).
Fonte: Tribuna do Norte
READ MORE - Natal é a 2ª capital do nordeste com mais carros

Settran discute melhoria do transporte público em Itabuna

A Secretaria de Transportes e Trânsito (Settran) de Itabuna quer a melhoria do sistema de transporte público do município, inclusive com a implantação do sistema de transbordo, sem onerar custos para o usuário. Para isso desde o último mês de abril vem realizando estudos técnicos e pesquisa junto à população, por meio da empresa Logitrans – Logística, Engenharia e Transporte, de Curitiba.
O resultado desse trabalho foi apresentado ao prefeito Capitão Azevedo e ao titular da Settran, Wesley Melo, na tarde da quarta-feira (6), no TariK Hotel. Também participaram do encontro os diretores das empresas de transporte Rio Cachoeira e São Miguel e técnicos da Settran. Wesley explicou que o próximo passo é apresentar a proposta ao Conselho Municipal de Trânsito, à Câmara de Vereadores em audiência pública e, por fim, a realização de um seminário com a participação de toda a sociedade.
“Como o transporte público é um serviço básico e essencial, é importante que a comunidade ajude na aprovação de propostas que vão modernizar e agilizar o transporte público em nossa cidade por meio de  um  do moderno sistema  de transbordo”, explicou o secretário.
Ele informou que a maior dificuldade enfrentada pela população é a falta de ônibus que circulem de um bairro para todos. Quem se utiliza desse serviço às vezes pode pegar dois ou mais ônibus, pagando passagem por cada um.

Uma passagem a menos
Com o sistema de transbordo, ele paga uma passagem em um ônibus salta num ponto e pega outro com a mesma passagem. A proposta também prevê a redução no tempo de espera. Com a política de melhoria, previsto no sistema, esse tempo não deve ultrapassar oito minutos. 
Ele lembra que quando o prefeito foi secretário de Transporte em Itabuna, tinha feito uma pesquisa junto a comunidade e as duas maiores queixas dos usuários eram justamente o alto preço da tarifa  e o longo tempo de espera. “Infelizmente esse quadro continua, mas estamos buscando alternativas para modernizar e humanizar sistema, eliminando esse tipo de problema que afeta a maior parte da população que usa o transporte público”.

O sistema de transbordo 
Wesley informa que o modelo de transbordo (ou a mesma bilhetagem de um ônibus para outro) foi pioneiro em Curitiba e funciona como referência nacional. “A maioria das capitais e as cidades do porte de Itabuna já contam com esse sistema e se a população aprovar,  com certeza teremos um sistema de transporte mais eficaz e bem melhor em nosso município, e é o que pretendemos”.

Fonte: Prefeitura Municipal de Itabuna
READ MORE - Settran discute melhoria do transporte público em Itabuna

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960