Empresas de sete países têm interesse no leilão para construir o trem-bala

terça-feira, 13 de julho de 2010


O ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, disse nesta terça-feira (13) que empresas de pelo menos sete países já manifestaram interesse em participar do leilão para construir o Trem de Alta Velocidade (TAV). Na lista estão empresas da Coreia, França, Alemanha, China, Espanha, Itália e do Japão. O edital para o leilão foi lançado hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os interessados em participar do leilão terão até o dia 29 de novembro para entregar suas propostas. O vencedor da licitação será a empresa ou o consórcio que oferecer a menor tarifa-teto para o trecho expresso entre o Rio de Janeiro e São Paulo. O preço máximo estabelecido pelo TCU para a passagem na classe econômica é de R$ 199,80. No caso de empate no leilão, será privilegiada a empresa com mais experiência no sistema.

A Empresa de Transporte Ferroviário de Alta Velocidade S.A. (Etav) terá 33% de participação na Sociedade de Propósito Específico (SPE) que será formada para construir o trem-bala, e vai poder vetar algumas questões na sociedade. Mas, segundo o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo, o poder de veto estará restrito a questões que preservem o cumprimento dos objetivos da SPE.

Segundo o ministro, além de ser a sócia minoritária da SPE, a Etav vai coordenar o processo de absorção e transferência de tecnologia, além de monitorar o projeto em todas as suas etapas. Depois da homologação do resultado do leilão, o prazo para a formação da SPE é de 90 dias.

Portanto, a criação da Etav deverá ser aprovada pelo Congresso Nacional até março do ano que vem. “Esperamos que o Congresso seja sensível a esse cronograma. Se a empresa não for aprovada, o governo terá que criar outra alternativa”, disse Figueiredo.

Os funcionários da Etav serão nomeados por meio de concurso público, mas até que a seleção seja realizada, serão recrutados profissionais do governo e de universidades. A sede da empresa será em Brasília, mas ela poderá ter escritórios em outras capitais, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Durante a construção do empreendimento, deverão ser criados 12 mil empregos diretos e indiretos. Para os primeiros dez anos, a previsão é de que 30 mil empregos sejam criados.

READ MORE - Empresas de sete países têm interesse no leilão para construir o trem-bala

Recife: Avenida Norte ganhará um corredor exclusivo de ônibus


Mais um projeto estruturador para o Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR): a construção do corredor exclusivo de ônibus da avenida Norte Miguel Arraes de Alencar, nos moldes do Transporte Rápido por Ônibus (TRO).

O projeto - que entrará em processo de licitação ainda neste primeiro semestre - foi orçado em R$ 198 milhões. O corredor terá início na BR-101, a partir do Terminal de Integração da Macaxeira, seguindo por vários bairros da Zona Norte do Recife como Vasco da Gama, Casa Amarela, Encruzilhada e Santo Amaro, encerrando-se na avenida Cruz Cabugá.

O equipamento terá cerca de 8,1 km, beneficiando, inicialmente, 118 mil usuários que utilizam as 21 linhas de ônibus que trafegam, atualmente, pelo trecho, além de possibilitar a ligação ao Sistema Estrutural Integrado (SEI). Ao todo, serão 17 estações, que permitirão integração entre as linhas alimentadoras e as troncais.
Características
O corredor inteligente tem características parecidas com o Transmilênio, implantado em Bogotá, na Colômbia, mas sofrerá adaptações para se adequar à realidade da malha viária e as características geográficas locais.

Os pontos de embarque e desembarque terão um novo formato, semelhante aos que serão instalados no corredor Norte/Sul - cuja previsão de construção é para o segundo semestre de 2010. As estações serão cobertas e catracadas, niveladas à altura da porta de embarque e desembarque dos veículos, dando maior acessibilidade aos usuários. Graças à presença de catracas nas estações, os usuários poderão fazer o pagamento das tarifas no próprio local, agilizando o processo de embarque.

O prazo estipulado para a conclusão da obra é de 18 meses após seu início. Em determinados trechos do corredor, os coletivos farão o deslocamento em faixas exclusivas e elevadas. Em outras rotas, o percurso dos ônibus será feito em faixas exclusivas normais.

O projeto também inclui a criação de binários e trechos com ciclovias. Para o secretário das Cidades e presidente do consórcio, Dilson Peixoto, com o corredor em operação, os congestionamentos serão drasticamente reduzidos. “Com o elevado, conseguiremos melhorar a circulação de ônibus, carros e pedestres, que irão conviver pacificamente na mesma via”, explicou.

Fonte: CGRT
READ MORE - Recife: Avenida Norte ganhará um corredor exclusivo de ônibus

SPTrans altera itinerários no Jardim Tremembé


Em virtude da reconstrução do pavimento na Rua Ushikichi Kamia, no Jardim Tremembé, que será feito a partir do próximo dia 15 de julho, quinta-feira, com duração prevista para 90 dias, a SPTrans informa que três linhas que atendem a região terão os seus itinerários alterados durante a realização da obra.
Para informações sobre linhas e trajetos de ônibus consulte itinerários ou ligue 156.
Linhas e itinerários:
172P/10 Vila Zilda – Metrô BelémIda: Rua Francisco Bagatti, Rua Ushikichi Kamiya, prosseguindo normal.Volta: normal até a Rua Ushikichi Kamiya, Rua Francisco Bagatti.
172U/10 Cemitério Pq. dos Pinheiros – MoocaIda: Rua Ushikichi Kamiya altura do número 1300, prosseguindo normal.Volta: normal até a Rua Ushikichi Kamiya altura do número 1300.
1726/10 Vila Zilda – Metrô SantanaIda: Praça Flor de Maio, Rua Orquídea, Rua Flor de Maio, Rua Augusto Rodrigues, Rua Fausto Domingues, Rua Augusto Rodrigues, Rua Ushikichi Kamiya, prosseguindo normal.Volta: normal até a Rua Ushikichi Kamiya, Rua Augusto Rodrigues, Rua Flor de Maio, Rua Orquídea e Praça Flor de Maio.

Fonte: SPTrans
READ MORE - SPTrans altera itinerários no Jardim Tremembé

DF: Usuários do metrô sofrem com problemas no transporte


Os 165 mil passageiros que enfrentam diariamente os trens lotados do metrô precisarm ter ainda mais paciência para se deslocar pelo DF utilizando o transporte. Dois problemas comprometeram o funcionamento e a circulação da frota em diferentes momentos da manhã. Um deles aconteceu ao longo das primeiras horas do dia, em um dos períodos de maior movimentação nas plataformas, quando milhares de pessoas estão a caminho do trabalho ou da escola. Como resultado, atrasos, viagens canceladas e tumulto nas principais estações.

Ainda era madrugada quando foram detectados os defeitos na sinalização do sistema na estação da 106 Sul, que é feito de cabos de fibra óptica. Quando panes dessa natureza acontecem, os controladores do tráfego, sediados em Águas Claras, perdem o contato com os trens, o que aumenta o risco de acidentes. Segundo a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), quando há problemas na transmissão de informação do sistema de sinalização, a central de controle reduz automaticamente a velocidade dos carros para 20km/h, quando o padrão é de 80km/h

Com o deslocamento mais lento entre a 106 e a Estação Central, na Rodoviária do Plano Piloto, os efeitos acabaram refletidos nas demais plataformas, que tiveram de alterar os horários das viagens com destino ao centro da capital.

Em alguns casos, o atraso ultrapassou uma hora, quando, geralmente, um passageiro leva de cinco a 10 minutos para embarcar. Nas catracas de entrada das estações, um cartaz informava que o tempo de parada era maior do que o habitual e que os vagões seguiam com a velocidade reduzida. A reparação da pane só foi concluída às 10h20, quando o serviço metroviário voltou à normalidade. A aparente tranquilidade não durou muito. Por volta de 11h25, um acidente na Estação Arniqueiras paralisou o tráfego a partir das plataformas do Guará.

READ MORE - DF: Usuários do metrô sofrem com problemas no transporte

Zona Oeste é apontada por usuários como a pior empresa de ônibus do Rio


A empresa de ônibus Zona Oeste foi apontada como a pior no ranking feito a partir de queixas de usuários à Ouvidoria da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), com 31 pontos. Em seguida, vêm Madureira Candelária (com 30,64 pontos), Transurb (25,45 pontos), Breda Rio (23 pontos) e Vila Isabel (20,41 pontos). O levantamento abrange os meses de abril, maio e junho. As principais reclamações dos passageiros são o não atendimento do sinal de parada para embarque e desembarque, atitudes inconvenientes por parte dos funcionários das empresas, e o não cumprimento de determinações pela autoridade competente. A pesquisa aponta 13 empresas acima da linha de tolerância.
Desde que a "lista negra" foi criada, a Zona Oeste aparece entre as cinco mais problemáticas do Rio nas cinco versões. Ela também ficou em primeiro lugar no último ranking, divulgado em junho.
- A metodologia da fiscalização direcionada vem apresentando resultados satisfatórios que se refletem na melhoria da qualidade do serviço prestado aos passageiros. Esse sistema vai permanecer e ser aperfeiçoado após a licitação das redes de transporte por ônibus que a prefeitura está conduzindo - afirma o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão.
De acordo com a SMTR, a fiscalização do órgão manterá o foco nas empresas que detém maior número de pontos. As reclamações dos usuários sobre a qualidade do serviço podem ser feitas através do telefone 2286-8010 (de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h) ou pela internet através do link http://www21.rio.rj.gov.br/siso/internet/frmcadastro.cfm .

Fonte: O Globo
READ MORE - Zona Oeste é apontada por usuários como a pior empresa de ônibus do Rio

ATTM disponibiliza transporte coletivo em horários especiais para acesso a praias


No intuito de fomentar o turismo na Capital ao facilitar o acesso dos palmenses e visitantes às praias de Palmas, a Prefeitura de Palmas, por meio da Agência de Trânsito, Transporte e Mobilidade - ATTM, disponibilizará ônibus em horários especiais para as praias da Capital.

Os novos horários, que funcionarão durante todo o mês de julho, atenderão os freqüentadores das praias do Buriti, Caju, Prata e Graciosa.

Praia da Graciosa: A Linha 10, saindo da estação Apinajé, fará o transporte coletivo de segunda a sexta-feira, com intervalos de meia em meia hora entre as 5h às 23h, aos sábados das 6 às e 23h, e aos domingos com intervalo de 40 em 40 minutos das 6h às 22h, sendo o último às 23h.

Praia do Prata: Haverá coletivos de segunda a sexta-feira com intervalos de uma hora entre as 8 e 18h, aos sábados com intervalo de meia hora das 8 às 22h, e aos domingos com intervalo de meia hora das 8 às 21h30, com saída da estação Xambioá.

Praia do Caju: Saíra ônibus da estação Krahô aos sábados e domingos a cada uma hora. Aos sábados das 8 às 18h e aos domingos das 9 às 19h.

Praia do Buriti: Com saída da estação Xerente, haverá ônibus aos sábados e domingos às 11, 12, 13, 16, 17 e 18h.

Praia das Arnos

No caso da Praia das Arnos, o diretor de transporte da ATTM, Edenair Alves, explica que o local já é atendido pelas linhas 31, 32, 33 e 4/16, que com saída da Estação Apinajé passa pelo local a cada cinco minutos.

READ MORE - ATTM disponibiliza transporte coletivo em horários especiais para acesso a praias

Transporte coletivo vai sofrer alterações em Taubaté


A empresa IPK Projetos deve entregar para a prefeitura, até o final do mês, um relatório com sugestões de novos horários e rotas do transporte coletivo de Taubaté.

Em agosto, o documento também deve ser apresentado à Câmara e para empresa ABC Transporte e permissionários do Transporte Coletivo de Taubaté (Tctau), responsáveis pelo serviço na cidade.

O relatório foi desenvolvido por meio de uma pesquisa com 4.242 pessoas em 1.084 residências, o estudo apresentou o volume de deslocamento, origem, destino, horário de maior demanda e o motivo da viagem.

O relatório apontou também o perfil das famílias, como a situação socioeconômica e ocupação dos integrantes.

Segundo o levantamento a necessidade de redimensionar o sistema de transporte público da cidade, além de adequar horários e itinerários.A pesquisa revelou que 27,67% dos usuários utilizam o transporte coletivo para trabalho, 14,83 para estudos, 13,18 para fazer compras, a opção lazer também ficou com 13, 18%, outros motivos somam 31.14%.

No período da manhã e tarde o horário de pico é das 7h às 9h e das 11h30 às 13h30. O horário de maior movimento entre a tarde e a noite é das 17h às 19h e das 22h às 22h30.

Fonte: Guiataubaté
READ MORE - Transporte coletivo vai sofrer alterações em Taubaté

Manaus: Ônibus operam na avenida das Torres


O novo sistema viário de Manaus, avenida Governador José Lindoso, mais conhecido como “avenida das Torres”, corredor de integração das zonas Norte, Leste e Centro-Sul de Manaus, passou a contar, desde ontem, com a circulação da linha de transporte coletivo 457, que atende os moradores das comunidades Águas Claras 2 e Parque das Garças, na Zona Norte de Manaus.

Um dos usuários do transporte coletivo, o comerciante Orlando Vidal, 50, que aguardava o transporte próximo a um sinal de parada de ônibus, disse que a via trouxe melhorias, porém faltam alguns detalhes para ficar perfeita. “Ainda falta a construção de assentos e cobertura nas paradas e sinal inteligente em alguns pontos da via, para que idosos e crianças possam atravessar com mais segurança, principalmente, nos horários de picos, quando os veículos costumam passam em grande velocidade”, declarou.

Em um outro ponto da via, a professora Maria Auxiliadora, 32, que também aguardava a linha 457, comentou a necessidade de se colocar mais ônibus para circular pela avenida das Torres. “A via dá acesso a outros bairros, portanto, o órgão competente tem que avaliar a condição de trazer alternativas no transporte”, comentou a professora.

De acordo com o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), quatro novos veículos devem operar na linha 457, na recém-inaugurada via, após conclusão de pesquisas sobre demanda de passageiros que estão sendo realizadas por técnicos do órgão. Outro ponto ainda a ser definido é com relação as áreas para instalação das paradas de ônibus que estão sendo estudadas. Outras linhas de ônibus deverão operar na via após conclusão de pesquisas sobre demanda de passageiros na área.

A avenida das Torres, que possui 6.300 metros de extensão, com três pistas de cada lado, também serve com caminho alternativo para a Torquato Tapajós e Efigênio Sales, vias que já enfrentam saturação de tráfego, além de facilitar o acesso entre o Distrito Industrial e o aeroporto internacional Eduardo Gomes. A obra entregue no dia 29 de junho, recebeu investimento da ordem de R$ 48,2 milhões.

Fonte: Em Tempo
READ MORE - Manaus: Ônibus operam na avenida das Torres

Governo lança nesta terça edital do leilão do trem-bala Campinas, São Paulo ao Rio


O governo federal lançará hoje o edital do leilão de concessão do trem-bala que ligará Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. A cerimônia de apresentação do documento terá a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e será realizada às 11h30 no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede provisória da Presidência da República, em Brasília. Na ocasião, Lula também assinará a mensagem ao Congresso para encaminhar projeto de lei que prevê a criação da estatal que participará do empreendimento, a Empresa de Transporte Ferroviário de Alta Velocidade S.A. (Etav).
A estatal Etav deverá ter capital de cerca de R$ 3,4 bilhões e deterá participação de 33% na Sociedade de Propósito Específico (SPE) a ser formada pelos vencedores do leilão de concessão do trem-bala. O governo pretende fazer a licitação até o fim de novembro. Além de ser sócia do projeto, a Etav funcionará como agente do governo brasileiro para receber a tecnologia que será transferida pelos vencedores do leilão. A expectativa do governo é iniciar a construção do trem-bala até o fim de 2011.
Hoje foi vencida a última etapa burocrática para a liberação do edital. O Conselho Nacional de Desestatização aprovou , por meio de resolução publicada no Diário Oficial da União, o processo de concessão do projeto. A licitação ocorrerá por meio de leilão na BM&FBovespa e o critério de julgamento será o menor valor da tarifa-teto, observado o valor máximo de R$ 0,49 por quilômetro.
Há duas semanas o Tribunal de Contas da União (TCU) deu seu aval à concessão do trem-bala. O tribunal reduziu o orçamento previsto para o projeto de R$ 34,6 bilhões para R$ 33,1 bilhões, o que possibilitou a diminuição da tarifa máxima para o trecho entre São Paulo e Rio de R$ 217 para R$ 199, na classe econômica.

Fonte: Estadão
READ MORE - Governo lança nesta terça edital do leilão do trem-bala Campinas, São Paulo ao Rio

Barcas são problema, admite Cabral, que promete linha Niterói-São Gonçalo


O governador Sérgio Cabral (PMDB), candidato à reeleição, admitiu nesta segunda-feira dificuldades para fazer melhorias no sistema de transporte de barcas, mas atribuiu o problema a exigências feitas pelo contrato de concessão do serviço, de 1998. Reportagem do GLOBO nesta segunda-feira mostrou que o Rio é dependente dos ônibus, que transportam 70% dos passageiros, enquanto barcas (1%), metrô (4%) e trens (3%) estão longe de serem transportes de massa no estado.

Adversário de Cabral na disputa pelo governo do estado, o deputado Fernando Gabeira (PV) voltou a defender melhorias e ampliação do sistema de metrô e trens. Quanto às barcas, disse que quer corrigir deficiências para criar novas rotas, como a do Galeão até Botafogo. Destacou que é preciso "romper a cumplicidade de políticos fluminenses com os donos de empresas de ônibus":
- Precisamos parar de pensar as linhas de ônibus segundo os interesses das empresas. Os interesses dos usuários é que têm de ser levados em conta.

Chegada de novos trens do metrô em 2011
Cabral disse que, diferentemente de SuperVia e do Metrô, a empresa Barcas S.A assumiu custos com indenizações de funcionários. E afirmou que o governo fará mudanças no contrato para que seja possível o estado participar da compra de novas embarcações:

- O contrato foi efetivamente leonino, mas não temos que abrir mão das exigências que estamos fazendo. Eles demoraram a nos apresentar (uma proposta). Queriam o céu, não vão levar o céu. Mas há um acordo que se, finalizado, será bom, sobretudo para os usuários - disse Cabral, que prometeu fazer as linhas 3 (Niterói-São Gonçalo) e 4 do metrô (Ipanema-Barra).
Cabral, que fez nesta segunda-feira palestra no Iuperj, disse que os investimentos com a compra de novos trens para a SuperVia e o metrô começarão a dar resultados em 2011. Sobre o baixo desempenho do Rio no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, ele disse que não tinha esperança de bons resultados:
- É um resultado de médio e longo prazo. Não tenho ilusão, tal era a desestruturação. O crime foi implementado pela prefeitura nas gestões anteriores.

READ MORE - Barcas são problema, admite Cabral, que promete linha Niterói-São Gonçalo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960