Recife: Encerra amanhã(30), o prazo para a compra de créditos do Vale Transporte Eletrônico

segunda-feira, 29 de junho de 2009


Dando continuidade ao processo de implantação do novo sistema de bilhetagem eletrônica, o Grande Recife Consórcio de Transporte informa que amanhã (30/06) será o último dia para a compra de créditos para o Vale Transporte Eletrônico, para as mais de 18 mil empresas (públicas e privadas) cadastradas no órgão. Os créditos adquiridos até a data final da comercialização terão validade até o dia 31 de julho, já que o início do mês de agosto marcará o fim da antiga tecnologia e o início a operação plena do novo Vale Eletrônico Metropolitano – VEM. Para as empresas e pessoas físicas que compram Vale de Papel, o consórcio vai disponibilizar a venda até o dia 31 de julho, lembrando que a utilização dos mesmos segue a mesma data (31 de julho), pois os vales possuem validade até o final do mês em vigência. Desde o início do ano, o Grande Recife vem trabalhando na transição de procedimentos e serviços da antiga tecnologia (que utiliza o Vale Transporte Eletrônico e o Vale Transporte de Papel), para o novo Vale Eletrônico Metropolitano – VEM. Os novos equipamentos – para a leitura, carregamento e gerenciamento – da nova tecnologia já estão 100% instalados e em funcionamento pleno. Desta forma, no dia 31 de julho o sistema que utiliza o Vale Transporte Eletrônico e o Vale Transporte de Papel SERÁ DESATIVADO. A partir de 01 de agosto apenas a nova tecnologia, que utiliza o cartão VEM, poderá ser usada dentro do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife.
READ MORE - Recife: Encerra amanhã(30), o prazo para a compra de créditos do Vale Transporte Eletrônico

Resultado de enquete


Nós perguntamos no começo do ano aos nossos visitantes se eles achavam justo o aumento das passagens no começo do ano:

Das 122 pessoas que responderam a nossa enquete no que diz respeito ao aumento das passagens neste ano, 77% das pessoas disseram que não acharam justo o aumento de passagens devido à falta de qualidade dos serviços prestados, já 10% não tiveram nada contra o aumento e 13% não tinham opinião sobre o assunto, isso mostra que muito ainda tem que ser feito para uma melhor prestação de serviços, pois muitas das insatisfações são porque os serviços prestados são abaixo da expectativa não justificando em muitas cidades o preço cobrado.
OBS: Na Foto acima, é notório a falta de respeito junto aos usuários que tem que esperar no sol quente o seu ônibus.
READ MORE - Resultado de enquete

Ribeirão Preto - SP: Ônibus adaptados


Integração entre setores diminui espera de cadeirantes por transporte público; déficit deve ser zerado até fim do ano

A partir da otimização de um banco de dados, a Transerp (empresa que gerencia o trânsito em Ribeirão Preto), Prefeitura, Ministério Público (MP) e a Justiça conseguiram reduzir em 55,5% a fila de espera de cadeirantes por transporte coletivo. Há três meses, as empresas estimavam que 180 deficientes físicos estavam sem transporte. Com o cruzamento de informações, melhoria no trabalho de logística e aumento da frota adaptada, o número caiu para 80 cadeirantes e deve ser zerado até o fim deste ano.De acordo com o juiz da 2ª Vara da Fazenda, João Donizeti Gandini, as informações sobre os cadeirantes do município estavam dispersas em diversas entidades, como a Transerp e outras secretarias, e a união d as partes promoveu o cruzamento dos dados para melhorar a logística do trabalho. “Não havia nenhuma deficiência na estrutura, mas sim uma gestão deficiente. Faltava coordenação para esse trabalho”, disse o juiz. A maior parte do transporte de cadeirantes em Ribeirão é feito pelo serviço Leva e Traz. As vans fazerm cerca de 4,8 mil viagens por mês com os cadeirantes cadastrados no serviço, porta-a-porta.Há dois meses, as empresas que exploram o transporte coletivo na cidade entregaram dez novos ônibus adaptados para cadeirantes e a frota para os deficientes físicos subiu para 17 carros —de um total de 305.
READ MORE - Ribeirão Preto - SP: Ônibus adaptados

Vitória-ES: Semana começa com alteração em quatro linhas de ônibus na Reta da Penha

Com as obras da Nova Ponte da Passagem, o acesso à esquera para a rua Dona Maria Rosa pela Reta da Penha, sentido Vitória/Serra, foi fechado. Com isso houve a alteração no trajeto de quatro linhas de ônibus municipais e uma intermunicipal. A mudança, no entanto, não aumentará o tempo total do percurso.As linhas de ônibus que até então passavam pela Reta da Penha e retornavam pela Dona Maria Rosa - 074, 331 e 332 e a linha 531 (Transcol) - vão fazer um novo itinerário, seguindo o seguinte trajeto: Reta da Penha, José Farias, Arlindo Brás do Nascimento, João Carlos de Souza, Leitão da Silva, chegando à Dona Maria Rosa, que se liga à avenida Maruípe. Em relação às paradas de ônibus dessas linhas, a única alteração é com relação ao primeiro ponto da rua Dona Maria Rosa. Quem costumava embarcar neste local, por onde essas linhas não vão mais passar, deverá se dirigir ao ponto mais próximo, localizado na avenida Leitão da Silva. As demais paradas permanecem as mesmas.Simultaneamente às obras de acesso à ponte, a Prefeitura de Vitória iniciará a construção de uma grande baia de ônibus próximo ao cruzamento da Reta da Penha com a avenida Maruípe, no sentido Vitória/Serra. Esta baia vai ter uma extensão de 210 metros de comprimento.

As obras do retorno de veículos, previsto dentro das obras da nova Ponte da Passagem, no final da avenida Reta da Penha, serão licitadas no próximo semestre. O retorno, que vai ser construído embaixo da descida da nova ponte, terá duas faixas que ligarão a Reta da Penha à rua Deputado Clério Falcão.Para seguir para a rua Dona Maria Rosa, quando o retorno estiver pronto, os motoristas vão virar à esquerda na rua Argeu Pereira. O projeto inclui ciclovia e calçada cidadã.Após a inauguração do retorno, os motoristas que seguem no sentido Vitória/Serra, mas com o objetivo de pegar a avenida Maruípe, não vão mais precisar passar a nova ponte para voltar após manobra no viaduto próximo à Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).A Prefeitura de Vitória já investiu, até o momento, mais de R$ 90 milhões na ampliação da Fernando Ferrari, incluindo o valor das desapropriações de imóveis na região e a construção da nova Ponte da Passagem.
READ MORE - Vitória-ES: Semana começa com alteração em quatro linhas de ônibus na Reta da Penha

Cuiabá: Prefeitura vai licitar linhas de ônibus


Melhorar a qualidade dos serviços prestados e garantir mais comodidade e conforto aos usuários do transporte coletivo. Essa é a meta da Prefeitura Municipal de Cuiabá que já prepara novo edital de licitação para renovar a concessão das linhas que atuam na Capital. O edital para a nova licitação da exploração do serviço do transporte coletivo estipulará mudanças no sistema em Cuiabá e deve ser concluído até o final do ano e posto em prática a partir de 2010.
Segundo o secretário municipal de Transporte e Trânsito Urbano (SMTU), Edivá Alves, a nova licitação será feita dentro do sistema de planilha de itinerários dos ônibus e do projeto executivo. “Com o projeto tronco-alimentador, os ônibus não sairiam mais dos bairros, em direção ao centro da cidade, eles deixarão os bairros para um sistema troncal. E a partir de uma estação de transbordo, esses troncos se interligariam com o centro da Capital e demais estações”, explica.
No projeto está previsto a construção de oito terminais de integração e vias exclusivas para os coletivos. O objetivo é reduzir o tempo das viagens e desafogar o trânsito de Cuiabá já de olho na Copa do Mundo de 2014.
“Os terminais serão implantados nas principais avenidas e estão em fase de estudos. As obras vão incluir o recapeamento e pavimentação de trechos das linhas de ônibus”, adianta Edivá. O terminal do CPA I será deslocado para as proximidades do Ginásio Verdinho. O do CPA III será desativado e implantado um novo na região do trevo da Avenida dos Trabalhadores. Na Avenida das Torres, está previsto a criação de um outro, próximo à avenida Doutor Meirelles, no Tijucal, junto ao Atacadão e outro na Cohab São Gonçalo. O planejamento incluí ainda o Verdão, na avenida Miguel Sutil, na altura da Vila Militar, o Trevo da Guia e a região do Porto.
Os corredores exclusivos serão implantados na área central da cidade. Os coletivos serão biarticulados(sanfonas) e são eles que farão a leva de pessoas dos terminais ao centro, integrado com os demais terminais.
“Os corredores exclusivos devem ser implantados na Fernando Correa, avenida do CPA, na Getúlio Vargas, Isaac Povoas e Coronel Escolástico”, salienta Alves.
No trecho da Prainha, entre a Getúlio Vargas e Generoso Ponce, a pista deixará de ter três faixas para ter duas devido à abertura de locais para estacionamento.
READ MORE - Cuiabá: Prefeitura vai licitar linhas de ônibus

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960