Greve de ônibus – Prefeitura divulga nota apelando ao bom senso

terça-feira, 8 de junho de 2010


A Prefeitura de Fortaleza defende o direito de ir e vir de todas as cidadãs e cidadãos. Por isso, apela aos sindicatos de trabalhadores e empresários para que entrem em acordo e evitem a greve dos motoristas de ônibus. Diariamente, mais de um milhão de fortalezenses dependem do transporte público para se deslocar.
Desde 2005, a Prefeitura prioriza o transporte público. A tarifa de ônibus ficou congelada por mais de 4 anos. Foi criada a tarifa social, que vale todo domingo, no aniversário da cidade e no réveillon. A integração temporal deixou as viagens mais rápidas, permitindo a troca de ônibus fora dos terminais e pagando apenas uma passagem. A meia passagem ilimitada beneficia 600 mil estudantes e a gratuidade para pessoas com deficiência já atende mais de 8 mil usuários.
A Prefeitura não pode impedir o movimento grevista. Mas, caso a greve aconteça, irá tomar todas as medidas para minimizar os transtornos. Diariamente será informado à Justiça o número de ônibus nas ruas, para que seja garantida a frota mínima determinada por lei. AMC, Etufor e Guarda Municipal reforçarão suas equipes nos terminais. E, caso haja aumento no preço das tarifas em táxis e vans neste período, a denúncia deve ser feita pelo Fala Fortaleza: 0800-285-0880.

Fonte: O Povo online

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960