Especialistas em transporte e trânsito elogiam experiência curitibana

sábado, 3 de outubro de 2009


Secretários estaduais e municipais de Transporte e gestores de unidades de engenharia de trânsito de todo o país que participam do 17º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito, em Curitiba, elogiaram a experiência local, depois da participar de palestras e das visitas técnicas feitas a várias regiões da cidade.

"Curitiba foi referência para que Macaé, no Rio de Janeiro, implantasse seu sistema de transporte ágil, moderno, e que agora preconiza a integração físico-tarifária e a modernização da frota de ônibus", disse a diretora de Engenharia de Trânsito de Macaé, engenheira Maria Laysmeire de Castro Meireles.

Depois de conhecer a Linha Verde, durante visita técnica,o diretor da Secretaria de Transportes do Estado da Paraíba, Rizonaldo Rodrigues, buscou informações na Urbs, Urbanização de Curitiba S/A sobre cálculo tarifário, metodologia de integração físico-tarifária e gerenciamento empresarial. Obteve, ainda, todas as informações necessárias sobre a remuneração às empresas.

Rodrigues explicou que a secretaria estadual é responsável pela operação do sistema de transporte na cidade de João Pessoa. "A experiência de Curitiba é exemplar e cai como uma luva para que seja transplantada, permitindo um serviço mais eficaz à população", disse.

Responsável pelo gerenciamento do transporte da Grande Vitória, composta por quatro municípios, onde vivem 1,5 milhão de habitantes, Neivaldo Bragato, secretário de Transportes e Obras Públicas do Espírito Santo, lembra que o modelo local repete o de Curitiba.Segundo Bragato, nos últimos 20 anos, cerca de R$ 500 milhões foram investidos em infraestrutura de transporte, resultando na construção de dez grandes terminais e na implantação de vias exclusivas para ônibus.

"Curitiba é espelho para todo o Brasil", disse, ao lembrar que na Grande Vitória circulam nada menos que 300 linhas de ônibus troncais, ligando as regiões centrais da cidade aos diversos terminais, além de nada menos que 1,1 mil ônibus alimentadores.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960