Linha 5-Lilás Metrô de SP fica fechada neste domingo

sábado, 25 de maio de 2019

Neste domingo (26) a Linha 5-Lilás estará fechada para a realização de testes no sistema de sinalização e controle dos trens. Será testado o sistema de controle dos trens que está em instalação no novo Pátio de Manutenção Guido Calói e na via comercial.

Durante a interdição, os passageiros serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), das 4h40 à 0h, entre as estações Capão Redondo e Santa Cruz.

O atendimento por ônibus é coordenado pela ViaMobilidade, responsável pela operação da Linha 5. Os coletivos irão percorrer o trajeto de Capão Redondo a Santa Cruz em dois trechos: Capão Redondo a Santo Amaro (ida e volta); Santo Amaro a Santa Cruz (ida e volta).

Postos do PAESE próximos às entradas das estações atenderão os clientes que usam estações da Linha Lilás. Já os passageiros vindos da Linha 9-Esmeralda da CPTM, na estação Santo Amaro, e da Linha 1-Azul do Metrô, em Santa Cruz, deverão retirar senhas nas áreas pagas dessas estações, próximas aos bloqueios.

Informações: R7


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Linha 5-Lilás Metrô de SP fica fechada neste domingo

Metrô SP tem rede composta por seis linhas e 96 quilômetros de extensão

A rede metroviária da capital paulista é composta por seis linhas, totalizando 96 quilômetros de extensão e 84 estações. A malha está integrada à Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) nas estações Luz, Tamanduateí, Brás, Palmeiras-Barra Funda, Tatuapé, Corinthians-Itaquera, Pinheiros e Santo Amaro e aos outros modais de transporte na cidade de São Paulo.

De acordo com balanço da Companhia do Metropolitano, em 2017, a rede atingiu a marca de 1,3 bilhão de passageiros transportados, sendo que o Metrô de São Paulo foi responsável pelo transporte de 1,1 bilhão desses passageiros. A companhia se destaca mundialmente pelos resultados obtidos na produção e na qualidade do serviço prestado no transporte público de passageiros sobre trilhos.

Ramais

Vale lembrar que o Metrô é responsável pela operação das Linhas 1-Azul (Jabaquara – Tucuruvi), 2-Verde (Vila Prudente – Vila Madalena), 3-Vermelha (Corinthians-Itaquera – Palmeiras-Barra Funda) e o Monotrilho da Linha 15-Prata (Vila Prudente – Vila União), somando 64,7 km de extensão e 58 estações.

A Linha 4-Amarela é operada pela Via Quatro em regime de PPP desde 2010. Ela possui 11,4 quilômetros de extensão e dez estações. Já a Linha 5-Lilás passou a ser operada em regime de concessão pela Via Mobilidade, em agosto de 2018, com 20 quilômetros e 16 estações.

Informações: Portal Governo

Leia também sobre:

Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página

READ MORE - Metrô SP tem rede composta por seis linhas e 96 quilômetros de extensão

Governo do DF incentiva uso de bicicletas como meio de transporte para servidores

A Secretária da Saúde do Distrito Federal decidiu incentivar os servidores públicos para que diminuam o uso do carro. A campanha "De bike ao trabalho" quer promover a bicicleta como forma sustentável e saudável de transporte.

Moradores do DF fazem 35 mil viagens por mês com bicicletas compartilhadas

A supervisora de Serviços da Unidade Básica de Saúde nº 2, Ana Silvia Pires da Silva, foi uma das inspiradoras do projeto. Ciclista ativa, ela percorre um trajeto de 2,7 km de bicicleta, todos os dias, para ir e voltar do trabalho.

Ana conta que após sofrer um problema de visão sentiu medo de dirigir. Ela acabou vendendo o carro e transformou a bike em alternativa de vida.

"Isso foi há três anos, quando trabalhava no Hospital Regional da Asa Norte e pedalava 7,5 km por dia”.

A história de Ana inspirou colegas de trabalho e o próprio hospital. O Hran foi o primeiro prédio de serviço público da capital a instalar paraciclos – os estacionamentos para bicicletas.

O assessor de comunicação Marcos Giesteira mora no Plano Piloto e vai para o trabalho de bike há 6 anos. Aos 41 anos ele comemora a decisão de substituir o carro pela bicicleta

“Tenho uma vida cada vez mais saudável. Além de ajudar a reduzir o número de carros na cidade, fujo do estresse do trânsito e parei de gastar com combustível, seguro e imposto”

Marcos conta que já enfrentou problemas no dia a dia, como a falta de respeito dos motoristas. “Já quase fui atropelado algumas vezes, muitos motoristas não dão sinal nas entradas de quadra, algumas pessoas caminham na ciclovia e tem até quem ande com o cachorro solto. Isso é bem chato e perigoso”, relata.

Mas ele percebe que a convivência está melhorando e acredita que vai ficar cada vez mais civilizada por conta do aumento de adeptos ao pedal em Brasília. “Acho que o número crescente de ciclistas na cidade está favorecendo essa consciência” afirma.

O DF conta com mais de 466 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas, de acordo com a Secretaria de Mobilidade. Uma realidade que vem ajudando os brasilienses a se deslocarem com maior facilidade.

O projeto de bicicletas compartilhadas foi lançado em 2014 no Distrito Federal, mas não atende todas as regiões. Funciona, basicamente, no Plano Piloto, no Lago Sul e em Águas Claras.

O +bike trabalha com sistema retirada em estações. A Yellow disponibiliza as bikes nas ruas por “dockless”.

Além das bicicletas, a Yellow também oferece patinetes elétricos compartilhados na capital federal. Desde março, os patinetes também passaram a ser oferecidos pela startup Grin.

Morador de Águas Claras, Pablo Lima usa as bicicletas compartilhadas 3 vezes por semana para ir ao trabalho. Ele diz que só não usa mais porque elas acabam com facilidade.

“É positivo, porque há possibilidade de me deslocar com maior agilidade, sem precisar ter uma bicicleta em casa. Além de ser um serviço que propõe um estilo de vida saudável."

Informações: G1 DF

READ MORE - Governo do DF incentiva uso de bicicletas como meio de transporte para servidores

Prefeitura de Cuiabá prorroga abertura de licitação para transporte coletivo

A Prefeitura de Cuiabá adiou a abertura do processo licitatório para contratação de empresas para prestar serviços de transporte coletivo da capital. O lançamento do edital estava previsto para o dia 15 deste mês.

Entretanto, Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informou que a gestão optou por adotar cuidados como a revisão dos estudos e do Termo de Referência, antes de oficializar o trâmite.

Além disso, foi montada uma comissão especial de licitação formada por representantes das secretarias de Mobilidade Urbana, Gestão e Procuradoria Geral do município que participará da elaboração do edital.

Depois de elaborado o edital, o documento será submetido à análise da Procuradoria. E só depois é que o edital será lançado. A abertura está prevista para este mês e o prazo para as empresas se candidatarem será de 45 dias.

No entanto, como prazo de validade do contrato com as empresas que operam o transporte coletivo, atualmente, vence no próximo mês, a prefeitura deve solicitar à justiça a contratação emergencial das empresas que estão prestando os serviços. Essa contratação emergencial deve durar de dois a três meses.

Informações: G1 Cuiabá

                                
Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página

READ MORE - Prefeitura de Cuiabá prorroga abertura de licitação para transporte coletivo

Rodoviários de Porto Alegre não descartam greve caso retirada de cobradores seja aprovada

Em reação à sinalização de que a base do governo de Nelson Marchezan na Câmara de Vereadores pretende colocar em votação o projeto que retira os cobradores dos ônibus de Porto Alegre em determinados horários, o sindicato que representa os rodoviários da Capital começou a se mobilizar para evitar a aprovação da proposta.

Conforme o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte de Porto Alegre (Stetpoa), Sandro Abádde, os profissionais estão “inflamados” com a iniciativa do governo e não descartam a possibilidade de convocar greve no transporte público caso a matéria seja pautada na Câmara.

— Sem dúvida nenhuma, (a paralisação) é um horizonte que se aproxima. Mas só vai acontecer se o prefeito não nos nos escutar e não haver um entendimento—afirma.

Segundo ele, um ofício foi enviado pela entidade a Marchezan nesta quarta-feira (22), pedindo reunião para tratar do tema. O objetivo da categoria é convencer o prefeito de que os cobradores devem ser mantidos em todos os coletivos.

O texto, protocolado na Câmara em 2017, permite a retirada de cobradores dos ônibus que circulam entre 22h e 4h. Na época, o impacto estimado na tarifa era de R$ 0,05 por ano.

— O cobrador é muito atuante dentro do ônibus, ajudando cadeirantes, deficientes visuais, crianças e idosos. Será que a população quer perder esse trabalhador? — questiona o dirigente. Segundo ele, entre 200 e 500 profissionais podem perder o emprego caso o projeto seja aprovado.  

Além da retirada dos cobradores, o governo municipal também tentará aprovar a limitação do passe estudantil no transporte público a jovens de famílias com renda até três salários-mínimos.

Informações: Gaúcha ZH


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Rodoviários de Porto Alegre não descartam greve caso retirada de cobradores seja aprovada

Prefeitura de Ribeirão Preto abre licitação de R$ 45 milhões para implantação de corredores de ônibus

A Prefeitura de Ribeirão Preto divulgou um aviso de licitação no valor de R$ 45 milhões para implantação de corredores de ônibus na Avenida Dom Pedro I e na Avenida Saudade, na Zona Norte da cidade. O anúncio foi feito no Diário Oficial do Município desta quarta-feira, 22.

Os interessados podem retirar o edital no Departamento de Materiais e Licitações ou no página de licitações do site da Prefeitura. As propostas devem ser entregues até as 8h30 do dia 24 de junho. A revelação dos valores será feita logo após o término do prazo, às 9h do dia 24 de junho. Vencerá a empresa que ofertar o menor valor global para o serviço, não ultrapassando os R$ 45 milhões.

A empresa contratada deverá, além de implantar as faixas de ônibus, instalar nova sinalização semafórica, adaptar calçadas, rede elétrica, rede de esgoto e tubulações, entre outros ajustes. A verba para os corredores de ônibus provém de um repasse federal do Plano de Aceleração do Crescimento, o PAC da Mobilidade Urbana. O aporte total é de R$ 310 milhões.

Além da licitação dos corredores de ônibus, a Secretaria de Planejamento e Gestão Pública também divulgou para a consulta e envio de sugestões o plano para a implantação de ciclovias na cidade. Os interessados podem consultar o plano neste link. As sugestões devem ser encaminhadas até o dia 30 de maio para o e-mail urbanismo@planejamento.pmrp.com.br.

Informações: Revide

READ MORE - Prefeitura de Ribeirão Preto abre licitação de R$ 45 milhões para implantação de corredores de ônibus

Informativo SPTrans: Linha 8029/10 Shop. Portal – Term. Morumbi terá seu itinerário alterado a partir deste sábado, 25

A SPTrans informa que a partir deste sábado, 25 de maio, a linha 8029/10 Shop. Portal – Term. Morumbi terá seu itinerário alterado no sentido volta. A linha deixará de utilizar o retorno feito na rotatória próximo à Rua Custódio Soares, passando a circular pelas ruas Padre Aristides Greve e Des. Almeida Pires, prosseguindo normalmente pela Av. Mal. Juarez Távora. 

Confira abaixo:

8029/10 Shop. Portal – Term. Morumbi

Ida: sem alteração.

Volta: normal até Av. Mal. Juarez Távora, Rua Padre Aristides Greve, Rua Des. Almeida Pires e Av. Mal. Juarez Távora.

Para informações sobre itinerários ligue 156. 

Informações: SPTrans

READ MORE - Informativo SPTrans: Linha 8029/10 Shop. Portal – Term. Morumbi terá seu itinerário alterado a partir deste sábado, 25

Em Curitiba, Urbs troca os antigos ônibus articulados por superarticulados na Linha Circular Sul

A Linha Circular Sul está rodando com 10 novos ônibus. A linha passa por cinco bairros de Curitiba, entre eles Portão e Guaíra. Os ônibus fazem parte da nova frota do transporte coletivo que vem sendo renovada desde dezembro de 2017.

Os novo ônibus do Circular Sul são superarticulados, que funcionam na linha expressa, passando diariamente por cinco terminais (Sítio Cercado, Boqueirão, Carmo, Hauer, Portão e Pinheirinho). Por dia, são transportados nesse trajeto cerca de 17 mil passageiros.

Os superarticulados compõem a frota de 248 novos ônibus já entregues. Até 2020 serão 450 entregues. Eles são um modelo intermediário entre o biarticulado e o articulado.

Com 21 metros, capacidade para 180 passageiros e quatro portas com embarque em nível, os superaticulados, fabricados pela indústria Mercedes-Benz e com carroceria da empresa Caio, são adaptados para circular nas canaletas expressas da cidade.

“Estamos trocando os articulados mais velhos que até hoje rodavam na linha Circular Sul pelo novos superarticulados, que além de novos têm mais capacidade de transporte”, explica o presidente da Urbs (Urbanização de Curitiba S/A), Ogeny Pedro Maia Neto.

Os ônibus têm identificação na traseira, com numeração indicando que o veículo faz parte da nova frota.

Tipos de ônibus entregues desde dezembro de 2017

Biarticulados: 57
Articulados (incluindo ligeirinhos): 59
Superaticulados: 8
Comuns: 77
Micro especiais: 47

Informações: Bem Paraná

READ MORE - Em Curitiba, Urbs troca os antigos ônibus articulados por superarticulados na Linha Circular Sul

Aprovado projeto que reserva assentos preferenciais em paradas de ônibus de Porto Alegre

Quem já tinha preferência dentro do ônibus, poderá ter também nas paradas de Porto Alegre. A Câmara de Vereadores aprovou, nesta quarta-feira (22), um projeto de lei que prevê a reserva de assentos preferenciais em terminais e pontos de parada de ônibus municipais. Os beneficiados são idosos, gestantes, obesos, lactantes e pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida. A sinalização dos pontos será semelhante àquela já existente no interior dos coletivos, com ícones universais de indicação de pessoas que têm direitos preferenciais. 

O projeto de lei municipal, apresentado em 2017, é de autoria do vereador José Freitas (PRB). Antes de ser votado, o texto passou por comissões da casa e entrou na ordem do dia em junho do ano passado. Na sessão desta quarta, a aprovação foi por unanimidade. 

Agora, o texto segue para o Executivo para ser sancionado pelo prefeito. O prazo para que isso ocorra é de 90 dias. Caso a prefeitura não execute o ato, o texto volta para o Legislativo e pode ser promulgado pela própria presidência da casa. 

– Nos horários de pico, principalmente, as pessoas ficam aguardando o ônibus sem ter onde sentar. Por vezes, mães precisam amamentar seus filhos de pé nas paradas. Enquanto isso, outros estão pessoas que não precisam estão sentadas, por exemplo – justifica o vereador.

Emenda
Uma emenda foi adicionada ao texto. Ela trata da aplicação da lei. De acordo com a proposta, os locais devem ser sinalizados conforme a prefeitura trocar ou reformar os terminais e paradas já existentes. A decisão foi tomada para que não sejam gerados custos ao município imediatamente.

– Se a prefeitura precisasse reformar todas as paradas agora, seria complicado. Por isso, a emenda estabelece que isso vá ocorrendo gradativamente, já que os terminais passam por trabalhos de recuperação de tempos em tempos – explica o autor do projeto.

Informações: Gaúcha ZH

READ MORE - Aprovado projeto que reserva assentos preferenciais em paradas de ônibus de Porto Alegre

Em Londrina, Terminal será reformado para receber Super Bus na zona norte

Com uma média de 26 mil passageiros por dia, o terminal do Vivi Xavier, na zona norte de Londrina, será reconstruído. 

O terminal do Vivi Xavier, situado na zona norte de Londrina, vai passar por uma grande reforma. As obras fazem parte do projeto Super Bus, que cria canaletas exclusivas para os ônibus que são maiores que os convencionais. 

A obra foi licitada no valor de R$ 5.155.555,15 e foi vencida por uma construtora de Santa Catarina, que terá o prazo de 11 meses para concluir a reforma.

Para atender a população durante as obras, a CMTU montou ao lado do terminal, pontos de ônibus e nos próximos dias o espaço será cercado para que os passageiros possam fazer a integração entre as linhas sem pagar uma nova passagem. 

"Esta obra vai implicar na demolição da atual estrutura e construção de uma nova, com os ônibus circulando pelo meio e pelas laterais. Também acontecerá uma mudança no acesso dos veículos do transporte coletivo, que hoje é feito pela rua Joubert de Carvalho, mas vai passar a ter uma entrada na avenida Saul Elkind, com saída sendo onde atualmente é a entrada. Isto vai exigir adequações na Saul Elkind, com criação de baias de conversão", detalhou o secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa. 

As obras estão previstas para serem iniciadas em 10 dias.

Informações: Bonde e Folha de Londrina

READ MORE - Em Londrina, Terminal será reformado para receber Super Bus na zona norte

Guarujá ganha ônibus superarticulados

Os passageiros de Guarujá contam a partir de agora com ônibus superarticulados de 23 metros nas linhas municipais. A City Transporte Urbano, apresentou ao município 10 veículos para o sistema de transporte coletivo urbano da cidade.

Os novos ônibus iniciam operação já nos próximos dias. Também estão previstos mais dois ônibus - totalizando 12 - do mesmo modelo para integrar a frota, atendendo cronograma apresentado no início do ano à Prefeitura.

Os veículos irão circular, inicialmente, em três linhas com grande demanda de passageiros: 03 (Terminal do Ferry Boat/Vicente de Carvalho); 77 (Terminal do Ferry Boat / Perequê) e 110 (Terminal de Vicente de Carvalho /Perequê).

O gerente de manutenção da City Transporte Urbano, Eliezio Pereira de Araújo Junior, diz que cada veículo tem capacidade para transportar 190 pessoas, dos quais 73 sentadas. O modelo atende itens de acessibilidade, conforto e segurança.  

Mantendo o padrão da frota, a empresa buscou no mercado nacional, novos e modernos veículos que permitem a acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência e de mobilidade reduzida ao transporte com mais conforto e segurança, oferecendo condições para que os passageiros com deficiência utilizem o serviço de transporte de maneira autônoma ou assistida.

Os veículos são todos adaptados possuem box com cintos de segurança para cadeira de rodas e seu ocupante, assentos preferenciais para idosos, gestantes, pessoas com crianças de colo, obesos e deficientes visuais, inclusive com espaço apropriado para acompanhamento de cão-guia.

Os articulados possuem tecnologia Bluetec 5, zero emissão de particulados, 4º eixo direcional para facilitar as manobras oferecendo maior estabilidade, sistema de frenagem ABS, com disco em todas as rodas, com auxiliar em dias de chuva, câmbio automático proporcionando maior atenção do motorista ao trânsito e conforto para ele e aos passageiros. Os ônibus vêm equipados com ar-condicionado , entradas USB que possibilitam o carregamento de celulares e outros equipamentos, além de wi-fi.

O gerente geral da empresa, Ronei Cavalcante ressalta que “os ônibus são de piso alto adequados para operar nos corredores previstos para a cidade que terão estações com plataforma de embarque e desembarque no mesmo nível do piso dos ônibus.” Para Ronei, “são veículos completos e muito confortáveis para os passageiros. A cidade de Guarujá merece este tipo de tecnologia.”

Informações: Sistema Costa Norte

READ MORE - Guarujá ganha ônibus superarticulados

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960