Porto Alegre ganha ônibus iluminado para o Natal

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O city tour Linha Turismo irá se integrar ao clima de Natal e de virada do ano que já começam a tomar conta de Porto Alegre. Na próxima semana, um dos ônibus de dois andares que fazem os roteiros turísticos durante o dia receberá decoração com luzes para fazer passeios noturnos. Será o Linha Turismo Iluminado, que fará um passeio de aproximadamente uma hora por vários bairros da Capital. A realização é da prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Turismo (SMTUR) e da Carris e integra a programação do Brilha Porto Alegre.

O passeio inaugural será na sexta-feira, 14, às 20h30, para autoridades, convidados e imprensa. O primeiro roteiro noturno aberto ao público será no sábado, 15. Após, os passeios do Linha Turismo Iluminado ocorrerão de 19 a 22 e de 26 a 29 deste mês. Em caso de chuva, o roteiro é cancelado. O valor da passagem é R$ 15, sendo vendidas exclusivamente na Central de Vendas, localizada na sede da SMTUR, na Travessa do Carmo, 84, Cidade Baixa. As passagens devem ser compradas antecipadamente das 8h30 às 18h, ou por meio de reservas pelo telefone 3289 6765 ou ainda pelo e-mail reservas@turismo.prefpoa.com.br.

Em todas as datas o ônibus sairá às 20h30 do terminal de embarque localizado em frente à sede da SMTUR. Da Cidade Baixa, o roteiro seguirá para os bairros Moinhos de Vento, Floresta, Centro Histórico seguindo até a Usina do Gasômetro com retorno ao ponto de partida pelas avenidas Ipiranga e Érico Veríssimo. O trajeto contemplará vários pontos da cidade que já receberam decoração iluminada para as festas de fim de ano e que poderão ser vistos pelos passageiros de um ângulo bem diferente, a quatro metros de altura. A experiência já fora implantanda em 2008.

Sorteio – Os passeios do Linha Turismo Iluminados poderão ser feitos gratuitamente por quem participar do sorteio de ingressos que a SMTUR fará em sua página no Facebook. Serão sorteados dois pares de ingresso para cada passeio permitindo que o ganhador convide mais alguém para o city tour. O primeiro sorteio ocorrerá no dia 18 para os roteiros de 19 a 22. O segundo sorteio será dia 21 para os passeios de 26 a 29. Para participar basta acessar a página facebook.com/portoalegre.travel, se cadastrar na promoção e compartilhar o flyer do sorteio.

Fonte: Prefeitura de Porto Alegre

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Porto Alegre ganha ônibus iluminado para o Natal

Governo abre consulta pública para construção de novas linhas do metrô de BH

O governo de Minas abriu nesta quarta-feira a consulta pública para as empresas interessadas na parceria público-privada para a construção das novas linhas do metrô de Belo Horizonte. O anúncio foi publicado no Minas Gerais, diário oficial do estado, na terça-feira. Após o processo, será feita a licitação onde o governo vai decidir qual dos interessados será responsável pelos trabalhos e pela manutenção. 

As obras previstas, segundo o edital, são a expansão da Linha 1, no trecho entre as estações Eldorado e Novo Eldorado, bem como a operação e manutenção do trecho entre as estações Vilarinho e Novo Eldorado; a implantação, operação e manutenção da Linha 2, entre as estações Barreiro e Nova Suíssa; e também a operação e manutenção da Linha 3, entre a Savassi e a Lagoinha. O valor estimado pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) é de mais de R$ 15 bilhões de reais. 

A consulta à minuta do edital e aos respectivos anexos referentes ao processo de licitação já está disponível no site da Metrominas. Os interessados podem enviar sugestões e comentários para o e-mail metrormbh@transportes.mg.gov.br. 

READ MORE - Governo abre consulta pública para construção de novas linhas do metrô de BH

Tarifa de ônibus em Fortaleza volta a custar R$ 2

O Tribunal de Justiça do Ceará aceitou nesta quarta-feira (12) o pedido da prefeitura de Fortaleza para derrubar a liminar que autoriza o aumento do preço das passagens de ônibus. Na terça-feira (11), o preço cobrado pela passagem foi R$ 2,25; até segunda-feira (10), o preço era R$ 2. Ainda de acordo com a decisão, a passagem deve voltar a custar R$ 2 a partir da quinta-feira (13).

A decisão foi do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Arísio Lopes da Costa. Na decisão, o desembargador suspendeu a liminar que permitia a alta no preço das passagens. "Defiro a suspensão da decisão proferida pelo juízo da Primeira Vara da Fazenda Pública, certo ademais de que seus efeitos prevalecerão até o trânsito em julgado", afirma o desembargado, na decisão.

O aumento foi autorizado após decisão do juiz Hortêncio Augusto Pires, que derrubou na segunda-feira (10) a liminar da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e da prefeitura de Fortaleza que impediam o aumento no preço da passagem. O juiz justificou que o aumento visa o equilíbrio financeiro entre gastos e arrecadação das empresas de transporte público da capital cearense.

A prefeitura havia alegado que o aumento da passagem foi feito de forma imediata, sem respeitar o prazo de 10 dias antes do anúncio, conforme determina a lei. A prefeitura recorreu da decisão na terça-feira.

Justificativa das empresas
De acordo com o sindiônibus, desde o ano passado houve investimento das empresa que ampliou em 70 veículo o número de ônibus da frota em Fortaleza. As empresas argumentam ainda que o aumento é necessário para compensar a inflação e aumento do salários do funcionário entre 2011 e 2012.

De acordo com a empresa, nesse período houve aumento de 8,3% no preço do óleo diesel; 17% no salários dos motoristas, cobradores e funcionários da manutenção e de setores administrativo; 23% na cesta básica dos trabalhadores; e 23% no vale alimentação.

Na ação das empresas que derrubou a liminar nesta segunda-feira, elas alegaram que o contrato firmado com o município de Fortaleza prevê que, no mês de novembro de cada ano, seja realizada revisão da tarifa (podendo o valor ser modificado para mais ou para menos). Afirmaram ainda que, embora tenham requerido administrativamente a revisão, não obtiveram resposta da Etufor, tendo a “inércia do poder público causado prejuízos diários às empresas consorciadas”.

READ MORE - Tarifa de ônibus em Fortaleza volta a custar R$ 2

Rodoviária de Salvador oferece 1.800 horários extras no Natal e Ano Novo

Com o período de Natal e Ano Novo, quando milhares de pessoas deixam Salvador com destino ao interior e a outros estados, a Rodoviária de Salvador oferece 1.800 horários extras, além dos 540 horários regulares operados pelas empresas de ônibus.

A oferta vai atender um público de 320 mil passageiros que devem deixar a capital baiana entre 17 de 31 de dezembro, de acordo com informações da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba).

Entre os destinos mais procurados, estão as cidades de Itacaré, Ilhéus, Porto Seguro, Lençóis, Vitória da Conquista e Juazeiro, além das localidades ao longo da BA-099, Estrada do Coco e Linha Verde, no Litoral Norte, Região Metropolitana e Recôncavo Baiano.

Para transtornos, a Agerba orienta que os passageiros comprem as passagens antecipadamente e chegam à rodoviária 20 minutos antes do horário marcado.

Durante o período de festas, a Agerba vai realizar fiscalizações em regime de plantão. Para fazer reclamações, os usuários podem procurar os postos localizados nos terminais rodoviários e a Ouvidoria, através do 0800-071-0080.

READ MORE - Rodoviária de Salvador oferece 1.800 horários extras no Natal e Ano Novo

Ônibus de São Bernardo do Campo terão rastreamento até junho de 2013

Até junho do ano que vem, todos os ônibus municipais de São Bernardo terão rastreamento por GPS. O objetivo é monitorar a frota para evitar atrasos e identificar em tempo real falhas no sistema. O investimento, feito pela concessionária SBC Trans, será de cerca de R$ 1,2 milhão por ano para manutenção.

A inovação é uma das soluções encontradas pela empresa para reduzir o número de reclamações de usuários. A cidade tem o maior índice de queixas da região, com cerca de 16 por dia. "O GPS irá nos ajudar a melhorar o monitoramento com informações em tempo real sobre velocidade, paradas e distância entre os carros", comenta o gerente de operações da SBC Trans, Nilson Matiolli Dantas.

Hoje, o Centro de Controle Operacional da empresa funciona com informações passadas por motoristas via rádio. "Esse processo ficará mais rápido e preciso. Caso um passageiro ligue para reclamar de uma linha, já saberemos imediatamente a causa do problema e em quanto tempo o ônibus chegará ao local", acrescenta Dantas. A cidade será a quarta da região a utilizar a tecnologia.
Para diminuir os problemas no atendimento aos usuários, a empresa organiza anualmente seminários sobre disciplina para motoristas e cobradores. Todos os cerca de 1.400 funcionários da operação passam pelo curso. "Em caso de reclamação nesse sentido, o empregado passa por uma reciclagem. Caso haja reincidência, será desligado do nosso quadro", garante o gerente.

CORREDORES
Apesar dos investimentos para diminuir o índice de insatisfação dos passageiros, o diretor de operações da companhia, Nelson Borges Ribeiro, acredita que a situação só terá melhora significativa após a inauguração dos 11 corredores de ônibus que serão feitos pela Prefeitura. A previsão é de que as pistas fiquem prontas até 2016. "O viário da cidade não dá preferência para o transporte público. Com tantos congestionamentos, é natural que o ônibus atrase", explica Ribeiro. Segundo o diretor, 75% das 61 linhas municipais passam pela Avenida Brigadeiro Faria Lima, cujo trânsito é problemático em dias úteis.

Para a construção dos corredores, a Prefeitura assinará financiamento com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) no valor de US$ 250 milhões - o equivalente a cerca de R$ 500 milhões. Os locais que receberão pista exclusiva para ônibus são Alvarenga, João Firmino, Senador Vergueiro, Faria Lima, Jurubatuba, Montanhão, Ferrazópolis, Rotary, Capitão Casa, Castelo Branco e Galvão Bueno. Também está prevista a criação de três terminais.

Tecnologia já é usada em 3 cidades da região
São Bernardo será a quarta cidade da região a implantar tecnologia de rastreamento por GPS nos ônibus municipais. O sistema já é utilizado em Mauá, São Caetano e Diadema.

Após o início do monitoramento eletrônico, as reclamações de usuários em Diadema tiveram queda significativa, passando de 136 para 73 de janeiro a outubro de 2011 para o mesmo período deste ano - redução de 46,3%. O equipamento começou a ser usado no fim do ano passado, quando as empresas Benfica e Mobibrasil assumiram as linhas da ETCD e da Imigrantes, respectivamente. Com a substituição, 100% da frota foi renovada.

Em Mauá e Diadema, o sistema permite ao usuário ver pela internet a localização do ônibus em tempo real e se programar para o horário do embarque. As duas prefeituras planejam estender o projeto e instalar painéis em pontos estratégicos com informações sobre as linhas.

Na Capital, a SPTrans disponibiliza letreiros eletrônicos em terminais e paradas com grande fluxo de pessoas. Em São Bernardo, a concessionária SBC Trans informa que também existe o projeto para publicação do posicionamento dos veículos na internet, mas ainda não há data prevista para instalação.

Além de proporcionar mais comodidade ao usuário, o GPS também facilita o trabalho de fiscalização por parte das prefeituras.

INTERMUNICIPAIS
Após a licitação do Lote 5 das linhas intermunicipais - que abrange as sete cidades da região -, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) também irá implantar o sistema de rastreamento nos veículos. A previsão é de que as propostas dos interessados sejam abertas até a metade de 2013.

Informações: Diário do Grande ABC
READ MORE - Ônibus de São Bernardo do Campo terão rastreamento até junho de 2013

Primeiro trem do Monotrilho brasileiro começa a ganhar forma no interior de SP

O primeiro trem em sistema monotrilho do Brasil, que irá circular na Linha 15-Prata (Ipiranga - Hospital Cidade Tiradentes) do Metrô de São Paulo a partir do final de 2013, começa a ganhar forma com o início da montagem do terceiro "carro" (vagão) em solo nacional.

Formada por sete carros, a primeira composição está sendo produzida na fábrica da Bombardier no município de Hortolândia, interior de São Paulo. Paralelamente, outro trem, o "protótipo" da frota, está sendo montado na matriz da empresa, em Kingston, no Canadá. Nesse caso, os dois primeiros carros, que já estão em fase final de montagem, deverão iniciar período de testes dinâmicos na linha de testes da fábrica canadense em fevereiro do próximo ano.

Os primeiros carros produzidos no Brasil começarão a passar por testes estáticos no início de 2013. Já a composição inteira, com sete carros e capacidade para 1.000 pessoas, tem previsão de conclusão para abril do próximo ano.

A tecnologia empregada na fabricação do monotrilho se assemelha à utilizada na aeronáutica. Os carros têm peso aproximadamente 30% menor que de um trem convencional, e com desempenho equivalente. Para ter esse resultado, estão sendo utilizados materiais mais leves e resistentes, como o alumínio, estrados de aço carbono e aplicação de "rebites" estruturais no fechamento da caixa ao invés de soldas.

No monotrilho, foram incorporadas inovações tecnológicas já presentes nos novos trens do Metrô, entre as quais se destacam a operação totalmente automática, passagem livre entre carros, ar-condicionado, câmeras de vigilância e baixo nível de ruído. Também estão contemplados itens de acessibilidade, como espaços apropriados para cadeiras de rodas, sinalização audiovisual de abertura e fechamento de portas, saída de emergência sinalizada, comunicação em Braille e dispositivos de emergência de comunicação.

São Paulo será a primeira cidade do mundo a receber um monotrilho de alta capacidade. A frota contará com 54 trens que poderão atingir velocidade máxima de 80 km/h. Quando concluída totalmente, a nova linha terá extensão de 25,8 km e 18 estações, entre Ipiranga e Cidade Tiradentes, e atenderá a uma demanda de até 48 mil usuários por hora e por sentido, o que equivale a meio milhão de pessoas diariamente. O monotrilho reduzirá para apenas 50 minutos o trajeto entre os bairros de Vila Prudente e Cidade Tiradentes, que hoje leva mais de duas horas.

O monotrilho é uma opção ecologicamente limpa, por produzir menor impacto visual, ambiental e sonoro. Por ser um transporte elétrico, o sistema não emite gases poluentes na atmosfera e é silencioso. Com recursos de controle totalmente automatizados, o veículo do monotrilho também é muito mais seguro e confiável. Sob a via elevada está previsto um programa de tratamento paisagístico no entorno da linha, com área verde e ciclovia, para tornar o ambiente harmonioso, agradável e completamente integrado à vida da população.

READ MORE - Primeiro trem do Monotrilho brasileiro começa a ganhar forma no interior de SP

Sistema BRT do Rio já nasce com a capacidade esgotada, dizem especialistas

A professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio (UFRJ) e vice-presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Fabiana Izaga, avalia que a Transoeste - primeira linha de BRT inaugurada no Rio - está levando urbanização para uma área da cidade que deveria permanecer de proteção ambiental. Com 56 quilômetros de extensão, a Transoeste liga a Barra da Tijuca a Campo Grande e Santa Cruz, no extremo oeste do Rio.

Para Fabiana, a Transcarioca tem um bom traçado, que une linhas radiais, mas deverá ser inaugurada já com a demanda defasada, tendo serviço de má qualidade. No caso da Transbrasil, a arquiteta avalia que a discussão deveria ser ampliada, porque o BRT vai passar pelo centro do Rio, um patrimônio histórico.

Especialista em transportes da Coppe/UFRJ, Paulo Cezar Ribeiro diz que a opção por BRTs consta do plano apresentado ao Comitê Olímpico Internacional e contribuiu para a escolha da cidade como sede dos Jogos. "Estão fazendo o que foi prometido. Se isso resolve os transportes no Rio, aí é outra questão."

Ele ressalta que o BRT apresenta faixa de demanda que não pode ser ultrapassada - o metrô pode transportar de 60 mil a 80 mil passageiros/hora em cada sentido. Já o BRT, ao redor de 20 mil. "Mas nosso sistema de transporte é tão ruim que qualquer coisa que se fizer, mesmo que não seja ótima, melhora um pouco. O que foi acordado com o COI está sendo atendido, mas, pelo nosso feeling, os BRTs logo terão capacidade esgotada." /F.W.

READ MORE - Sistema BRT do Rio já nasce com a capacidade esgotada, dizem especialistas

Em Campinas, Transporte coletivo facilita acesso aos shoppings

Com a proximidade do Natal, festas de amigo secreto, a lista de presentes vira prioridade. Para facilitar o acesso da população aos shopping centers da cidade, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) divulga as linhas do transporte público coletivo municipal que atendem aos principais locais.

Com a ampliação no horário de abertura do comércio, as linhas com parada nos terminais urbanos no Centro contam com frota reserva, que é acionada conforme necessidade. Já as linhas que atendem aos centros de compras têm o horário estendido, para atender a população e os trabalhadores dos locais.

As dúvidas sobre o transporte público coletivo podem ser esclarecidas pelo telefone da EMDEC, no (19) 3772-1517; ou no site www.emdec.com.br, na seção “Como Chegar”.

Abaixo, confira o endereço dos centros de compras e as linhas que atendem cada um deles.

* Shopping Parque das Bandeiras
O Shopping Parque das Bandeiras fica na Avenida John Boyd Dunlop, 3.900, no Jardim Ipaussurama. O telefone para contato é o (19) 3728-4000.
Confira as linhas que atendem o Parque das Bandeiras:
1.34 – Terminal Barão Geraldo (inclusivo)
2.10 – Terminal Campo Grande / Terminal Barão Geraldo (inclusivo)
2.11 – Terminal Campo Grande / Shopping Iguatemi (inclusivo)
2.12 – Terminal Itajaí (inclusivo)
2.20 – Terminal Campo Grande (inclusivo)
2.21 – Jardim Satélite Íris IV (inclusivo)
2.22 – Jardim Florence (inclusivo)
2.23 – Jardim Satélite Íris III
2.29 – Jardim Florence II (inclusivo)
2.30 – Jardim Ipaussurama / Carrefour Dom Pedro (inclusivo)

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

* Shopping Parque Dom Pedro
O Shopping Parque Dom Pedro fica na Avenida Guilherme Campos, 500, no Jardim Santa Genebra. O telefone para contato é o (19) 4003-7740.
Linhas no Parque Dom Pedro:
1.16 – Terminal Ouro Verde / Shopping Dom Pedro (inclusivo)
1.71 – Campinas Shopping / Shopping Dom Pedro (inclusivo)
2.10 – Terminal Campo Grande / Terminal Barão Geraldo (inclusivo)
2.40 – Jardim Garcia / Shopping Dom Pedro (inclusivo)
2.44 – Vila Teixeira / Shopping Dom Pedro (inclusivo)
3.00 – Sousas / Barão Geraldo
3.07 – Interbairros I
3.08 – Interbairros II
3.38 – Terminal Barão Geraldo / Shopping Iguatemi (inclusivo)
3.71 – Estação Parque Prado (inclusivo)
3.73 – Vila Miguel Vicente Cury / Marquês de Três Rios (inclusivo)
3.77 – Vila Marieta / Shopping Dom Pedro
3.81 – Shopping Iguatemi / Shopping Dom Pedro (inclusivo)

* Shopping Iguatemi
O Shopping Iguatemi fica na Avenida Iguatemi, 777, na Vila Brandina. O telefone para contato é o (19) 4005-9510.
Linhas no Iguatemi:
1.25 – Terminal Ouro Verde / Shopping Iguatemi (inclusivo)
2.11 – Terminal Campo Grande / Shopping Iguatemi (inclusivo)
2.49 – Jardim Flamboyant / Parque dos Eucaliptos (inclusivo)
2.60 – Nova Aparecida / Shopping Iguatemi (inclusivo)
3.07 – Interbairros I
3.08 – Interbairros II
3.38 – Terminal Barão Geraldo / Shopping Iguatemi (inclusivo)
3.62 – Parque Brasília I / Via Taquaral (inclusivo)
3.78 – Carrefour Valinhos / Shopping Iguatemi
3.81 – Shopping Dom Pedro / Shopping Iguatemi (inclusivo)
3.83 – Leroy Merlin
3.85 – Shopping Iguatemi / Rodoviária (inclusivo)

* Galleria Shopping
O Galleria Shopping fica na Rodovia Dom Pedro I, Km 131,5, no Jardim Nilópolis. O telefone para contato é (19) 3766-5300.
Linhas no Galleria:
3.69 – Parque Imperador / Vila 31 de Março (inclusivo)

* Campinas Shopping
O Campinas Shopping fica na Rua Jacy Teixeira de Camargo, 940, no Jardim do Lago. O telefone para contato é o (19) 3727-2300.
Linhas no Campinas Shopping:
1.22 – Terminal Vida Nova / Campinas Shopping (inclusivo)
1.71 – Campinas Shopping / Shopping Dom Pedro (inclusivo)
3.82 – Cambuí / Campinas Shopping 
4.16 – Jardim do Lago (inclusivo)

* Shopping Unimart
Já o Shopping Unimart fica na Avenida John Boyd Dunlop, 350, na Chácara da República. O telefone é o (19) 3744-5000.
Linhas no Unimart:
1.16 – Terminal Ouro Verde / Shopping Dom Pedro (inclusivo)
1.34 – Terminal Barão Geraldo (inclusivo)
2.10 – Terminal Campo Grande / Terminal Barão Geraldo (inclusivo)
2.11 – Terminal Campo Grande / Shopping Iguatemi (inclusivo)
2.12 – Terminal Itajaí (inclusivo)
2.20 – Terminal Campo Grande (inclusivo)
2.21 – Jardim Satélite Íris IV (inclusivo)
2.22 – Jardim Florence (inclusivo)
2.23 – Jardim Satélite Íris III
2.29 – Jardim Florence II (inclusivo)
2.30 – Jardim Ipaussurama / Carrefour Dom Pedro (inclusivo)
2.40 – Jardim Garcia / Shopping Dom Pedro
2.41 – Vila Padre Manoel da Nóbrega I
2.49 – Jardim Flamboyant / Parque dos Eucaliptos (inclusivo)
3.07 – Interbairros I
3.08 – Interbairros II

* Shopping Prado
O Shopping Prado fica na Avenida Washington Luis, 2.480, no Parque Prado. O telefone para contato é (19) 3271-0147.
Linhas no Shopping Prado:
3.44 – Estação Parque Prado (inclusivo)
3.48 – Vila Marieta / Estação Cidade Judiciária
3.71 – Estação Parque Prado (inclusivo)
3.77 – Vila Marieta / Shopping Dom Pedro
3.78 – Carrefour Valinhos / Shopping Iguatemi
4.08 – Parque Jambeiro (inclusivo)

Informações: EMDEC

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

READ MORE - Em Campinas, Transporte coletivo facilita acesso aos shoppings

Prefeitura de Fortaleza recorre de aumento na passagem de ônibus

A Prefeitura de Fortaleza entrou ontem com pedido de suspensão da liminar que aumentou o valor das tarifas de ônibus em Fortaleza. O caso foi levado ao Tribunal de Justiça (TJ-CE) e, segundo o órgão, tramitará em caráter de urgência. Porém, não houve nova movimentação no processo ontem. Após decisão judicial divulgada segunda-feira, 10, o preço da passagem passou de R$ 2 para R$ 2,25 (inteira) e de R$ 1 para R$ 1,10 (meia). 

O procurador geral do Município, Martônio Mont’Alverne, diz que a Prefeitura justifica o recurso com o que está previsto na Lei Municipal nº 8.968, de 14 de setembro de 2005. A lei obriga a divulgação do reajuste das tarifas do transporte público para a população com uma antecedência mínima de dez dias.

Além disso, no pedido de suspensão da liminar, o Município argumenta que foge à gerência do Judiciário decidir sobre a prestação de um serviço municipal, que não há “desequilíbrio” no contrato com as empresas de transporte coletivo e ainda que a liminar “criou uma perturbação na ordem econômica, jurídica e administrativa municipal”.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) rebate dizendo que o texto da Lei Municipal especifica a responsabilidade para o Poder Executivo. Assim, o prazo não seria obrigatório para uma decisão judicial.

Reclamações

Em meio à peleja entre a Prefeitura e o Sindiônibus, boa parte da população embarcou nos ônibus ontem alheia ao aumento da passagem. “Fui pego de surpresa. Antes tinha comunicação e dessa vez foi de repente”, afirma o auxiliar de escritório Antônio Lima, 48 anos. “Se não tivesse dinheiro, como ia fazer? Ia ser um constrangimento”, desabafa a professora Roseane Marques, 42.

A recepcionista Poliane Morais, 37, considera o reajuste injusto “porque não tem melhoria. Os ônibus atrasam e vêm lotados”. Mas houve quem não reclamasse: “Já saí de casa preparado. Achei o reajuste justo porque estava na hora”, opina o pintor Francisco Lima, 61.

No percurso de ônibus feito pela reportagem do O POVO entre os terminais do Conjunto Ceará e do Antônio Bezerra, na manhã de ontem, uma das passageiras não tinha os 25 centavos a mais e, após discutir com o cobrador, pagou apenas R$ 2.

Negociações

A respeito das conversas com as empresas de ônibus sobre o reajuste, o procurador Martônio Mont’Alverne informa que “o Sindiônibus protocolou, em 19 de novembro, o pedido na Etufor (Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza), e as negociações ainda estavam em andamento”. Mont’Alverne diz que a Prefeitura foi surpreendida com a decisão da Justiça. Lembra ainda que houve redução do Imposto Sobre Serviços (ISS) no começo deste ano e “não há motivo para majoração”. O PT municipal divulgou, ontem, nota manifestando-se contra o aumento da tarifa.

Superintendente técnico do Sindiônibus, Pessoa Neto contrapôe-se ao procurador. Segundo Neto, pelo contrato assinado entre os cinco consórcios e a Prefeitura, o Município tem que fazer estudo anual de reajuste da tarifa a cada novembro. “Estávamos preocupados de que até aquela data (19/11) a Prefeitura não estaria realizando os estudos. Havia um silêncio absoluto. E decidimos cobrar formalmente.” O Sindiônibus diz que apresentou um estudo apontando que a tarifa deveria ser de R$ 2,27, já levando em conta a redução do ISS. “Sem isso, a tarifa teria um preço superior a R$ 2,30”, afirma.

Questionado se usuários seriam ressarcidos caso a Prefeitura consiga derrubar a liminar, o superintendente do Sindiônibus fala que “o que é cobrado hoje é legal, atendendo decisão judicial.”

ENTENDA A NOTÍCIA

A Prefeitura de Fortaleza entrou ontem com pedido de suspensão da liminar que permitiu o reajuste da tarifa de transporte público. O caso será analisado, em caráter de urgência, pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE). 

Serviços
Para mais informações sobre o transporte público em Fortaleza, você deve entrar em contato com:
Etufor: (85) 3452 9292
Sindiônibus: (85) 4005 0990

Saiba mais 

O aumento na passagem de ônibus foi concedido por decisão liminar, na segunda-feira, pelo juiz Hortênsio Augusto Pires Nogueira, da 1ª Vara da Fazenda Pública, atendendo a pedido do Sindiônibus.

Segundo gestores do sindicato, o sistema de transporte urbano municipal opera com prejuízo diário de R$ 200 mil desde 1º/12 - quando deveria ter passado a valer o reajuste anual. 

Ainda na segunda, a Prefeitura anunciou, em nota, que iria recorrer da decisão.

Resumo da série
Desde segunda-feira, Dia Internacional de Direitos Humanos, O POVO publicou uma série de reportagens sobre adolescentes em conflito com a lei, desde o custo de cada jovem em centro educacional para o Estado, até experiências de práticas restaurativas. A série chega ao fim hoje.

Informações: O Povo Online

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Prefeitura de Fortaleza recorre de aumento na passagem de ônibus

Estudo aponta monotrilho como opção para cinco trajetos em Belo Horizonte

Pelo menos seis trechos de Belo Horizonte e da região estão aptos a receber o sistema de transporte sobre trilhos suspensos (monotrilho), segundo um estudo informal feito por especialistas em trânsito. Com implementação mais rápida e barata que o metrô, a solução passou a ser cogitada pela Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), até então resistente à alternativa. O órgão informou que já tem estudos para um dos trajetos e que pretende aderir ao sistema se ficarem comprovados seu custo mais baixo e boa capacidade de passageiros. 

O monotrilho é apontado como uma boa opção para o transporte de massa intermunicipal. Segundo Luiz Otávio Portela, um dos autores do estudo e membro da Sociedade Mineira de Engenheiros, são muitos os pontos favoráveis. "O monotrilho é viável até em termos de poluição porque diminui a quantidade de ônibus a diesel".

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook


Já o especialista em trânsito Osías Baptista Neto alerta que antes de decidir pelo monotrilho, é preciso avaliar qual tecnologia se ajusta melhor a cada ponto da cidade. "Na Pedro II, por exemplo, as árvores do canteiro central teriam que ser cortadas", disse. Como pontos negativos da alternativa, ele aponta a capacidade de passageiros - 150 por vagão, enquanto no metrô são 300 - e a necessidade de estações elevadas, fazendo com que os usuários tenham que subir até o ponto.

Segundo o diretor de planejamento da BHTrans, Célio Freitas, a autarquia fez, recentemente, um estudo sobre a implementação do monotrilho da praça da Estação até o bairro Belvedere, ambos na região Centro-Sul. "A proposta ainda não teve andamento porque o custo era elevado. Mas se conseguirmos um preço mais acessível, será só uma questão de colocar em prática". 

Com a recente instalação do monotrilho em São Paulo, uma indústria canadense do ramo se instalou na cidade, barateando o custo do transporte. Cada km de monotrilho construído custa cerca de R$ 70 milhões. Já o metrô demanda um investimento de R$ 250 milhões por km. Como não seriam necessárias desapropriações, já que ele fica a cerca de 15 m do chão, o monotrilho teria implementação mais barata e mais rápida.

Ainda conforme o diretor da BHTrans, não há previsão para que o monotrilho substitua as linhas de metrô. "Estávamos focados no BRT (Ônibus Rápido sobre Trilhos). Agora, estamos analisando outras propostas, e o monotrilho tem se mostrado atraente", disse Freitas. (Com Leandro Aguiar)

Estado quer transporte até Confins
A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico apresentou, recentemente, à Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), uma proposta para implementar o monotrilho do centro da capital ao aeroporto Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana. Segundo o subsecretário de investimentos estratégicos, Luiz Athayde, a proposta depende agora de decisões políticas.

"Temos estudos que podem utilizar o monotrilho ou o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). Falta uma articulação com os municípios envolvidos", disse. O primeiro passo é as prefeituras de Vespasiano, São José da Lapa, Confins, Lagoa Santa e Santa Luzia manifestarem interesse. Ainda não há custos nem datas.

A BHTrans já havia discutido a proposta com empresários e representantes de entidades de classe. (JS)

Informações: O Tempo

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Estudo aponta monotrilho como opção para cinco trajetos em Belo Horizonte

Metrô de Sobral já está com 95% das obras concluídas

Cerca de 95% das obras do metrô deste município já estão prontas. Porém, permanece sem data de inauguração. Na modalidade de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), o transporte de passageiros estava previsto de ser inaugurado no dia17 de janeiro, juntamente com o Hospital Regional Norte (HRN).

No entanto, a Assessoria de Imprensa da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor), responsável pelo equipamento, afirma não haver previsão.

Com data inicial para dia 29 de setembro, juntamente com o Hospital Regional Norte (HRN) e show da cantora Ivete Sangalo, foi adiada indefinidamente pelo governador Cid Gomes. Isto devido à proximidade ao pleito eleitoral de outubro. Na ocasião, o governador declarou em entrevista que a inauguração deveria ser após as eleições, pois a população merecia ter uma grande festa sem complicações com a Justiça Eleitoral.

A obra já se encontra na etapa final. A maioria das estações e trechos foi finalizada. Em alguns pontos, falta apenas o serviço de acabamento.

Com o início das obras em março do ano passado, o prazo de entrega previsto era de 18 meses, na data de 3 de setembro passado. Este foi o primeiro adiamento. Agora, sem data prevista, já entra no terceiro mês de atraso no cronograma.

Na última sexta-feira, o governador Cid Gomes esteve na cidade com o governador do Piauí, Wilson Martins, para visitar as instalações do VLT de Sobral. Na ocasião, Cid explicou o funcionamento do equipamento e a sua funcionalidade, para a melhoria da mobilidade urbana nas cidades de médio porte.

"Muitos trabalhadores têm quase uma terceira jornada de trabalho, entre sair de casa para o emprego, e depois do trabalho para casa. É importante oferecer um transporte coletivo feito de forma rápida. O VLT é uma grande alternativa, principalmente nas médias cidades", destacou ele, durante a visita técnica.

Os dois governadores também foram até o Hospital Regional Norte e Escola de Ensino Profissional Lysia Pimentel.

Transtornos

Os moradores da Avenida John Sanford, onde a linha do VLT passa ao lado da calçada, são os que se sentem mais prejudicados com a obra. A via chegou a ser interditada no dia 18 de julho deste ano, causando transtornos e prejuízos aos comerciantes. A suspensão do tráfego foi por conta da instalação dos trilhos da Linha Norte. Na última segunda-feira, o professor Francisco de Assis Fontenele faleceu em um acidente na John Sanford. Segundo as testemunhas, ele trafegava por cima dos trilhos quando perdeu o controle da moto e derrapou. Ao cair diante do caminhão da coleta de lixo, foi atropelado, vindo a falecer no local. O motorista do caminhão fugiu sem prestar socorro e sem ser identificado. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Na manhã de ontem, um motociclista não identificado derrapou no mesmo trecho, porém não teve ferimentos graves. Segundo a universitária Camila Marques, acidentes naquele trecho são constantes. "Uso muito a Topic de volta para casa, e passo diariamente pela avenida. Mais de uma vez, motos colidiram com carros. Até mesmo um motociclista veio na contramão, batendo na Topic onde eu estava. Todos sempre saem muito rápido se o acidente não tiver sido grave", aponta.

Outro ponto que os pedestres reclamam é o trecho entre as estações Boulevard do Arco e Coração de Jesus. Não há faixas para travessia de pedestres. Segundo a dona de casa, Júlia Lopes, muitos alunos de escolas próximas fazem o trecho a pé, se arriscando quando precisam atravessar a Rua Ildefonso de Holanda Cavalcante. "Antes, paravam na ciclovia para atravessar. Agora, saem correndo de um lado pro outro", aponta.

Quando inaugurado, o Metrô de Sobral terá fase de adaptação dos passageiros. Serão quatro carros circulando pela cidade. A Assessoria de Imprensa informa que, sobre a sinalização, as ruas e vias estão recebendo novos sinais e cancelas para adequação do trânsito. O sistema de VLT terá dois ramais que irão passar pelas principais concentrações populacionais da cidade.

Um dos ramais já existe e possui 6,4 quilômetros de extensão. Este trecho irá compartilhar a linha de cargas e que, hoje, é administrada pela Transnordestina Logística. O segundo ramal ligará a Grendene ao Cohab III, com 5,7km, atendendo o bairro mais populoso de Sobral, Dr. José Euclides.

Por Jéssica Rodrigues / Diário do Nordeste

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Metrô de Sobral já está com 95% das obras concluídas

População da Grande Florianópolis deseja transporte marítimo integrado ao sistema de ônibus amarelinho

Moradores da Grande Florianópolis deixaram claro na eleição municipal que desejam transporte marítimo para a região. Dos sete grupos nacionais e estrangeiros que apresentaram propostas ao edital PMI 02, do governo do Estado, para mobilidade urbana, três incluem transporte marítimo. São os planos Florianópolis Terra & Mar, do escritório de Jaime Lerner e empresas associadas, que prevê uso de embarcações tipo vaporeto e ferry, integradas a corredores BRT; o da Esse CCR, que inclui transporte marítimo e teleférico; e o Catamaran do Brasil, de SC, que propõe transporte marítimo integrado aos ônibus executivos atuais. As opções que não incluem mar envolvem trem de superfície e sistema rápido de ônibus (BRT).

A CCR, que opera rodovias em SP e as barcas do Rio de Janeiro, junto com a catarinense Esse, propõe teleférico, barcas e ferryboats. Segundo a empresa, é um sistema de rápida implantação, sem investimento público e segue a tendência mundial de teleféricos em cidades. O transporte aéreo (teleférico) virá da altura da BR-101 até as baías da Capital, terá conexão com o transporte marítico e teleférico até o Centro e UFSC.

O projeto Catamaran do Brasil, que prevê transporte marítimo integrado ao sistema de ônibus amarelinho, é de um estaleiro catarinense, o BB Construções, de Imbituba.O diretor comercial Pablo Balbis informa que a empresa já atua na área com transporte na Amazônia e fornece barcos ao sistema de Porto Alegre, que opera com sucesso há um ano.

Novos passos
Integrantes do grupo intersetorial do governo do Estado, sob a coordenação da SCPar, vão entregar os projetos, com avaliações, ao comitê gestor amanhá.Cada empresa terá um tempo para defender o seu projeto. Na mesma data, o comitê divulga quais propostas seguem adiante e, em março de 2013, definirá plano ou planos vencedores. Vale lembrar que o comitê poderá escolher sugestões de dois consórcios e compor um modal. A proposta do Estado é transporte de massa com o menor custo para o setor público e para os usuários.

Informações: Blog Estela Benetti

READ MORE - População da Grande Florianópolis deseja transporte marítimo integrado ao sistema de ônibus amarelinho

Metrô Rio recebe campanha “Natal da Eletrorreciclagem”

O secretário do Ambiente, Carlos Minc, lançou, nesta terça-feira (11/12), a terceira Campanha Natal da Eletrorreciclagem, no Metrô da Carioca, Centro do Rio. A ação tem a meta de conscientizar a população sobre a importância de se evitar o descarte inadequado de equipamentos que contêm substâncias tóxicas, o que contamina o ambiente e compromete a saúde.

Qualquer pessoa pode depositar aparelhos eletrônicos usados, como televisores, DVDs, computadores, teclados, celulares e carregadores, que terão como destinação a reciclagem.

De acordo com Minc, os computadores em condições de uso serão entregues para a Fábrica Verde, projeto da Secretaria que capacita jovens do Complexo do Alemão e da Rocinha em montagem e manutenção destas máquinas. Segundo ele, os demais equipamentos serão desmontados pela Empresa de Reciclagem Reciclo Ambiental e encaminhados para reciclagem.

- Quando quatro computadores velhos são doados, eles são transformados em um novo, que é doado para estas duas comunidades. Com isto, transformamos lixo eletrônico em inclusão digital, além de darmos estágios à rapaziada nova destas comunidades – explicou Minc.

A iniciativa acontecerá até o próximo dia 21/12 (sexta-feira), das 8 às 18h. Os pontos de coleta são nas estações do Metrô da Praça General Osório, em Ipanema; Pavuna, na Zona Norte; e da Central do Brasil - além da Pontifícia Universidade Católica (PUC – Rua Marquês de São Vicente, 225, Gávea), sede da Prefeitura do Rio (Rua Afonso Cavalcanti, 445, Cidade Nova) e nas Fábricas Verdes do Complexo do Alemão (Avenida Itaoca, nº 1961, em Bonsucesso) e da Rocinha (Estrada da Gávea, 486/fundos, Bloco 20).

O gerente de Operações do Metrô Rio, Daniel Habib, comentou que a empresa participará de todas as campanhas que agreguem valor nos cunhos ambiental e social.

- Convidamos a sociedade para participar efetivamente da ação reciclando o que não é mais utilizado, porque vai acrescentar, inclusive, valor às outras pessoas – disse.

Além da parceria com o MetrôRio, a iniciativa também conta com a Prefeitura do Rio, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, Sindicato das Empresas de Informática (RIOSOFT), Tetra Pak e Reciclo Ambiental, a Philips, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), a PUC e a Federação das Cooperativas de Catadores de Materiais Recicláveis (Febracom).

Após ganhar um notebook, Nathally Maia, de 8 anos, doou duas caixas de som e um mouse do antigo computador.

- É importante oferecer a outras pessoas o que não usamos mais. Ainda mais neste caso onde muitos jovens aprenderão uma profissão com estes materiais – concluiu. 

READ MORE - Metrô Rio recebe campanha “Natal da Eletrorreciclagem”

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960