Falha no Metrô de São Paulo deixou ônibus lotados e passageiros a pé

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O problema que fez as seis estações da Linha 4-Amarela do Metrô de São Paulo ficarem fechadas por quase quatro horas na manhã desta segunda-feira (3) causou impactos também no corredor de ônibus das Avenidas Francisco Morato e Rebouças, na Zona Oeste de São Paulo. Pontos ficaram lotados, com ônibus sem espaço para os passageiros e longas filas de coletivos. Muitas pessoas desistiram do transporte e resolveram seguir a pé.

A Linha Amarela liga as estações Butantã, na Zona Oeste, e Luz, no Centro de São Paulo, e segue em caminho semelhante ao corredor de ônibus. Com as estações fechadas, muitas pessoas migraram para os veículos coletivos. No ponto que fica na Avenida Eusébio Matoso, logo após a ponte de mesmo nome, passageiros disputavam espaço para entrar nos ônibus. Era preciso passar alguns da mesma linha para conseguir embarcar. Quem vinha do bairro optava por descer e seguir a pé, devido à demora dos coletivos.

“Eu normalmente vou de Metrô do Butantã até a Paulista, mas hoje tive que voltar aos velhos tempos. Dei com a cara na porta. Demorei quase uma hora para vir até aqui, desci do ônibus e continuei a pé. Acho que vou até depois da [Avenida Brigadeiro] Faria Lima para pegar outro ônibus”, disse o analista Fernando Ferreira, antes de saber que as estações haviam voltado ao normal. “Agora que você falou que o Metrô voltou a funcionar acho que vou para lá, vai mais rápido.”

As estações voltaram a funcionar por volta das 8h20. Segundo a ViaQuatro, o fechamento ocorreu por causa de uma falha de sinalização. "Cerca de 75 mil usuários foram afetados e deixaram de ser transportados pela Linha. O problema foi detectado no sistema de sinalização (CBTC), que não permitia a circulação normal dos trens no trecho entre as estações República e Luz, recém-inaugurado. A concessionária ViaQuatro, que opera a Linha 4-Amarela, decidiu manter toda a linha inoperante, já que não era adequado operar parcialmente", diz a nota da ViaQuatro.

Pouco depois da operação ser normalizada, entretanto, ainda havia o impacto nos ônibus do corredor da Avenida Rebouças. A secretária Vanilda Ruas também seguiu por um trecho a pé para tentar agilizar seu caminho, mas não teve bons resultados. “Saí de Taboão da Serra e vou até a Paulista. Normalmente vou direto. Mas estava tudo parado depois da ponte, desci e vim a pé. Achei que aqui [no ponto de ônibus da Avenida Brigadeiro Faria Lima] ia conseguir pegar, mas eles estão passando todos cheios. Não tem condições de entrar”, contou.

Problemas
A falta de informação na Estação Pinheiros confundiu os passageiros que dependiam do transporte público nesta manhã. Enquanto a Linha 4 ficou parada, a estação estava aberta para a integração com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPMT). Entretanto, não havia nenhum aviso antes da catraca sobre o problema no Metrô – o que fez com que muitos usuários entrassem na estação achando que poderiam usar a Linha 4.

Por volta das 8h15, um grupo de pessoas aguardava no espaço entre as catracas e as escadas rolantes, esperando que o Metrô voltasse a funcionar para que não perdessem o bilhete. Elas entraram sem saber que a Linha Amarela estava parada. “Não tem nenhum aviso. Quando vi a estação aberta, achei que já tinha voltado ao normal. Estava com pressa, e só depois que passei vi as pessoas paradas e me falaram que não estava funcionando”, afirmou a vendedora Márcia Regina.

Outra usuária teve problemas para utilizar a integração entre os sistemas. Ela foi de trem de Ribeirão Pires até a Consolação. De lá, pretendia seguir pela Linha 4 até a Estação Pinheiros - trajeto que fez de ônibus gratuitamente. Entretanto, ao chegar na Estação Pinheiros, foi barrada para entrar e fazer a integração com a CPTM, seguindo para a Estação Granja Julieta. “Falaram que eu ia poder entrar de graça, mas não deixaram. Tenho que ficar me humilhando, pedindo carona. Não tenho dinheiro para comprar outra passagem”, afirmou Gildeci Ferreira. Logo depois, um funcionário da CPTM autorizou sua entrada.


Fonte: G1.com.br

READ MORE - Falha no Metrô de São Paulo deixou ônibus lotados e passageiros a pé

Região Metropolitana do Recife terá licitação das linhas de ônibus ainda este ano

O Governador Eduardo Campos e o secretário, Danilo Cabral, também assinaram o Projeto de Lei que vai estabelecer as diretrizes para o processo licitatório da concessão das linhas de ônibus da Região Metropolitana a ser realizado até o final deste ano. O PL será encaminhado para as Câmaras Legislativas de Recife e Olinda e para a Assembléia Legislativa do Pernambuco.
O Projeto de Lei estabelece os parâmetros para a prestação dos serviços do setor, fixando, inclusive, os critérios de reajuste tarifário e regulamentando a remuneração dos concessionários. Para o secretário das Cidades, Danilo Cabral, esse é um passo fundamental para que se estabeleça a formalidade entre o Consórcio Grande Recife e os empresários de ônibus. “O empresário poderá investir em novos ônibus (sem receio de perder as linhas para outro operador) e o Poder Público poderá fiscalizar e cobrar por uma prestação do serviço adequada”, ressaltou o secretário.

Segundo ele, será um ganho muito importante para o usuário porque o Sistema também poderá cobrar das concessionárias, de forma eficaz, o cumprimento dos horários dos ônibus, o padrão de qualidade no atendimento, a renovação frequente da frota, o cumprimento da rota e das paradas etc.

Diretrizes e punições: Entre outras questões, a Lei define que a empresa ou consórcio de empresas que ganhe a licitação não opere com mais de 20% do total de linhas existentes e que a exploração dos serviços seja feita por um prazo determinado no edital de licitação. O descumprimento das obrigações contratuais acarretará em penalidades, advertência escrita, multa contratual, apreensão do veículo e até a perda da concessão.

Dados do Sistema: Hoje, o Grande Recife Consórcio de Transporte gerencia um sistema com 3 mil ônibus e 385 linhas operacionalizado por 18 empresas. São mais de 25 mil viagens por dia e cerca de 2 milhões de passageiros transportados diariamente. No SEI (Sistema Estrutural Integrado) são 800 mil usuários e 13 Terminais de Integração (TIs). A meta é até 2014 a Região Metropolitana contar com 26 TIs, permitindo o pagamento de uma única passagem para circular por toda a RMR.

Fonte: Governo do Estado

READ MORE - Região Metropolitana do Recife terá licitação das linhas de ônibus ainda este ano

No Rio, Trem chinês entra nos trilhos em dezembro

Até o fim do ano, o Dragão Chinês estará na linha. Segundo a Secretaria estadual de Transportes, o primeiro trem comprado pelo governo à chinesa Changchun Railway Vehicles (CNR) para a SuperVia iniciará os testes de operação em 20 dias e estará à disposição dos passageiros em dezembro. A composição chegou hoje ao Rio e integra um lote de 34 trens adquiridos por cerca de US$ 188 milhões.

A CNR já tem outros três prontos para serem entregues em novembro. Cada um dos novos têm capacidade para transportar 1.300 passageiros e contam com modernos circuitos de tração e frenagem, vagões mais amplos com painéis de LED, circuito interno de TV, ar condicionado e bagageiro.

Ainda neste ano, a Secretaria de Transportes lançará um novo edital internacional para compra de mais 60 trens para a SuperVia.



READ MORE - No Rio, Trem chinês entra nos trilhos em dezembro

Mais 200 ônibus novos deverão ser entregues em Manaus

Mais 200 ônibus novos deverão ser incorporados à frota de transporte coletivo de Manaus. Os veículos serão apresentados, na manhã do dia 8 de outubro, na Avenida das Torres, Zona Norte da cidade.
A Prefeitura de Manaus prometeu entregar 878 novos até o final deste ano. Com a chegada destes veículos, a frota chega à marca de 500 coletivos 0km.
Cerca de 300 ônibus foram entregues no último dia 20 de agosto. De acordo com a Prefeitura, os coletivos são equipados com assento especial para pessoas obesas, portadoras de necessidades especiais e acessibilidade para cadeirantes.



Fonte: G1.com.br


READ MORE - Mais 200 ônibus novos deverão ser entregues em Manaus

Grande Recife: Começam as obras do corredor exclusivo de ônibus do Ramal Cidade da Copa

Diante de um público de aproximadamente 200 pessoas, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, assinou na manhã de sábado (01), a ordem de serviço para a construção do corredor exclusivo de ônibus Ramal Cidade da Copa. A assinatura, feita no terreno onde será construído o ramal, próximo da cidade da copa e da Arena Pernambuco, marcou o início da construção das obras de mobilidade para a copa do mundo de 2014, um legado para o Estado de Pernambuco. Ainda durante a solenidade, o governador e o Secretário das Cidades, Danilo Cabral, assinaram o Projeto de Lei que estabelece os parâmetros que orientarão a licitação da concessão das linhas de ônibus da RMR.

Para o secretario das cidades, Danilo Cabral, o anuncio tem um símbolo especial. “Em 10 de agosto, anunciamos o lançamento do edital de licitação para construção dos Corredores Norte-Sul, Leste-Oeste, Ramal Cidade da Copa e Terminal Integrado Cosme e Damião. E, é com alegria que viemos hoje, anunciar, o início das obras da intervenção mais importante para as obras de mobilidade para a Copa do Mundo de 2014 que é o Ramal Cidade da Copa”, comemorou.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, comemorou a antecipação no calendário das obras. “Foi acordado com a Presidência da República que até dezembro deste ano estaríamos iniciando a construção dos corredores exclusivos de ônibus, mas nos antecipamos e com uma antecedência de 90 dias anunciamos o início da primeira obra de mobilidade. Além disso, até 30 de outubro, as obras dos corredores Leste-Oeste, Norte-Sul e Terminal Cosme e Damião serão iniciadas. Isso para nós e importante, porque desta forma poderemos concorrer a Copa das Confederações”, ressaltou.

Para o Ramal Cidade da Copa serão investidos R$ 131 milhões – recursos do Programa de Aceleração do Crescimento destinados às obras para a Copa do Mundo de 2014 (PAC Copa) e do Tesouro Estadual. Do PAC, o Governo conta com R$ 99 milhões de financiamento e fará uma contrapartida de R$ 32 milhões. Serão 18 meses de obra, o que significa que no primeiro semestre de 2013 o projeto estará concluído.

Traçado: O Ramal Cidade da Copa tem início na Avenida Belmino Correia, em Camaragibe, próximo à Estação do Metrô e do Terminal Integrado de Camaragibe. Com 6,3 Km de extensão, o Ramal segue paralelo a linha do metrô, passando pelo rio Capibaribe e cruzando a Cidade da Copa, até a BR-408, que está sendo duplicada. Além do corredor exclusivo de TRO, o ramal cidade da copa terá duas pistas de carro em cada sentido e uma ciclovia. Será construída uma ponte sobre o rio Capibaribe e um viaduto sobre o metrô.

A obra será dividida em duas etapas: na primeira, será feita uma intervenção de 3,76km, iniciando pelas proximidades do rio Capibaribe e seguindo até a BR-408 passando pela Cidade da Copa. Na segunda fase, a obra vai do Terminal de Camaragibe, próximo a Avenida Dr. Belmino Correia, e segue até a estação de Metrô Cosme e Damião – uma extensão de 2,65 km. Serão 18 meses de obra, o que significa que no primeiro trimestre de 2013 a obra estará concluída.

Segundo o secretário, Danilo Cabral, o governo tem pressa e irá acelerar o processo de construção do ramal. “Ficaremos atentos aos prazos, pois sabemos da importância que a obra tem para a estruturação da cidade da copa. Iremos trabalhar para que a primeira etapa (trecho interno) que começa no rio Capibaribe e vai até a BR-408 fique pronto até o final de 2012. Temos pressa e vamos corresponder às expectativas da população”.

Sistema TRO – O Transporte Rápido de Ônibus (TRO) é um sistema onde os ônibus trafegam em faixas exclusivas, possuem ar-condicionado, GPS, sistema de segurança através de registro de imagens e contagem eletrônica de passageiros. As tarifas são cobradas antes de o passageiro entrar nos ônibus e os embarques e desembarques são feitos em estações construídas no mesmo nível dos coletivos, agilizando o tempo de parada dos veículos.O Sistema já é utilizado em cidades como Bogotá (Colômbia), Johanesburgo (África do Sul) e Curitiba (Brasil).

Demais intervenções: Dentro das ações do PROMOB, o Governo também está com a licitação das obras de implantação dos corredores exclusivos de ônibus dos eixos Norte-Sul, Leste-Oeste e ainda do Terminal Integrado Cosme e Damião em andamento. Ao todo, um investimento de R$ 476 milhões, sendo R$ 129 milhões de recursos do Tesouro Estadual e R$ 347 milhões do PAC Copa. Para o Norte-Sul, o investimento será de R$ 159 milhões, já o Leste-Oeste terá um custo de R$ 165 milhões e o Terminal de Integração Cosme e Damião está orçado em R$ 18,5 milhões.

Mais Notícias de Pernambuco

Fonte: Governo do Estado

READ MORE - Grande Recife: Começam as obras do corredor exclusivo de ônibus do Ramal Cidade da Copa

São Paulo: Começa Construção de um viaduto na Marginal Pinheiros e duas passarelas para ciclistas nos parques do Povo e Villa-Lobos

Após pelo menos quatro  anos de indecisão e brigas na Justiça, a construtora WTorre deve começar a construir até o final do ano um viaduto ligando a Avenida Juscelino Kubitschek à Marginal Pinheiros e duas passarelas para ciclistas terem acesso direto aos parques do Povo e Villa-Lobos, na Zona Oeste da capital.

Considerada a maior obra viária de São Paulo feita pela iniciativa privada, o projeto é uma contrapartida exigida pela Prefeitura de São Paulo para permitir que WTorre levante  o JK Iguatemi, um grande centro de lojas e escritórios na Avenida Juscelino Kubitschek.

A previsão é de que o complexo traga mais 7,8 mil carros por dia à Vila Olímpia, bairro já com graves problemas de trânsito e constantes engarrafamentos. O quarteirão, que hoje abriga a megabutique Daslu e um edifício de escritórios, vai ganhar ainda um shopping, um hotel cinco estrelas, uma torre comercial e seis pisos de estacionamento.

A primeira parte da contrapartida da WTorre foi construir a quarta pista da Marginal Pinheiros, concluída há pouco mais de um mês, ao custo de R$ 40 milhões. A segunda parte inclui um viaduto de duas pistas para dar acesso direto da avenida à pista expressa da marginal, assim como acontece em outros pontos como a Avenida dos Bandeirantes, por exemplo. Há a possibilidade de a Prefeitura, no futuro, construir uma segunda alça que passará sobre o Rio Pinheiros e ligará a Juscelino ao outro lado da marginal, no sentido Interlagos.

Ciclopassarelas/ Já a passarela para os ciclistas vai permitir que os usuários dos parques do Povo e Villa-Lobos tenham acesso direto à ciclovia que passa ao longo do Rio Pinheiros. Além de interligar os dois parques, os ciclistas não vão mais precisar descer e carregar a bicicleta na travessia sobre a Marginal Pinheiros, como acontece hoje nas estações Vila Olímpia, Jurubatuba e na altura da Avenida Miguel Yunes.

Hoje, a ciclovia tem 14 quilômetros e o governo estadual pretende entregar mais 6,4 quilômetros até o final deste ano, levando a faixa exclusiva até a estação Villa-Lobos/Jaguaré. Há previsão também  de novos acessos às ciclovias na pontes Cidade Jardim, Cidade Universitária e Estação Santo Amaro.

Segundo a WTorre, o custo  estimado do viaduto e das duas passarelas para as bicicletas está orçado "entre R$ 40 milhões e R$ 50 milhões para esta fase, mas já foram gastos aproximadamente R$ 40 milhões na primeira fase", diz a assessoria da construtora. O empreendimento WTorre JK vai arcar com esses valores, sendo 70% da construtora e 30% dos controladores do Shopping Iguatemi.

Ainda de acordo com a  assessoria da empresa, o alargamento do trecho da marginal deverá estar pronto "no início do segundo semestre de 2012. O viaduto e as passarelas têm previsão de entrega para inicio de 2013".

READ MORE - São Paulo: Começa Construção de um viaduto na Marginal Pinheiros e duas passarelas para ciclistas nos parques do Povo e Villa-Lobos

No Rio, Metrô levará 76 minutos da Pavuna à Barra da Tijuca

Da Pavuna à Barra da Tijuca em 76 minutos. Este é o tempo de viagem prometido pela Secretaria estadual de Transportes para os passageiros da Linha 2 chegarem à Barra da Tijuca, a partir de dezembro de 2015. Atualmente, o percurso é feito em pelo menos 113 minutos — quase duas horas —, com uma baldeação entre metrô e ônibus.
Foto: Arte/Vinicius Mitchell
A viagem mais rápida é uma das novidades do pacote de ampliação da rede metroviária. Com a Linha 1 indo para o Jardim Oceânico, a estação da Praça General Osório, em Ipanema, se tornará a parada final da Linha 2 — que, hoje, liga a Pavuna a Botafogo. Os testes para a operação foram iniciados em julho pela Metrô Rio, que já tem uma opção de compra de mais 19 trens na China para reforçar a Linha 1.

Uma nova plataforma será construída para baldeação da Linha 2 para a 1. Segundo a Secretaria de Transportes, o trajeto seguirá da General Osório para o Jardim Oceânico passando pelas novas estações Praça Nossa Senhora da Paz (Ipanema), Jardim de Alá (Leblon), Praça Antero de Quental (Leblon), PUC (Gávea) e São Conrado.

— Da Praça General Osório, a Linha 1 seguirá pela Rua Barão da Torre até a Praça Nossa Senhora da Paz, sem passar sob os prédios e sem desapropriações. A nova plataforma da General Osório para a Linha 2 será paralela à atual. A Linha 1 seguirá para a Barra e os passageiros que vierem da Linha 2 farão a baldeação para a Barra — explica o secretário Julio Lopes.

Além disso, a estação da Gávea será elaborada para, no futuro, servir de partida para uma nova linha rumo a Botafogo e à Usina, através do Maciço da Tijuca — fechando o anel da Linha 1. A medida ainda atende aos defensores do projeto original da Linha 4 (Botafogo-Barra), substituído pela extensão da Linha 1.
Na Barra da Tijuca, aliás, já existe consenso sobre a intenção do governo.

— Nós aprovamos esse trajeto para não haver mais delongas. A ida para Botafogo fica para uma segunda etapa. Queremos o metrô logo. Não importa de onde venha — afirma o presidente da associação de moradores do Jardim Oceânico, Luiz Igrejas.

— Fizemos um levantamento nos condomínios que têm ônibus fretados e 85% deles vão para Copacabana, Ipanema e o Centro, pela orla. Isso mostra que esse traçado atende a necessidade da região — diz o presidente da Câmara Comunitária da Barra, Delair Dumbrosck.

Secretário-geral da Federação das Associações de Moradores da Barra, Sérgio Andrade define a situação.

— Não pode haver uma crítica feroz e louca ao que se está fazendo ou ficamos sem nada. O ótimo é inimigo do bom. O ótimo é questão de tempo — afirma ele.



READ MORE - No Rio, Metrô levará 76 minutos da Pavuna à Barra da Tijuca

Cartão Ótimo Especial para idosos e pessoas com deficiência é lançado em Contagem

A partir de outubro, idosos e pessoas com deficiência poderão transpor a roleta dos ônibus de Contagem, com acesso gratuito ao salão traseiro. A implantação visa beneficiar cerca de 56 mil passageiros idosos e 101 mil passageiros com deficiência no município. O acesso a parte de trás do ônibus será feita com a utilização do Cartão Ótimo, que já é utilizado por grande parte dos usuários do transporte coletivo de Contagem.
O cartão Ótimo Especial e Ótimo Acompanhante é destinado à pessoas com deficiência, com moderado ou alto grau de comprometimento. A proposta foi aprovada e lançada pela prefeita Marília Campos no último dia 19, durante a abertura da Semana Municipal da Pessoa com Deficiência. Interessados em adquirir este benefício deverão procurar o CRAS da Regional onde mora, munidos de documentos pessoais para realização do cadastro e avaliação socioeconômica. Especificamente para residentes na Regional Riacho, deverão procurar o Plantão Social. Para solicitante que estude em Escola Municipal, o mesmo deverá fazer seu cadastro e avaliação socioeconômica na escola onde está matriculado. O solicitante receberá, em sua residência, todas as informações das etapas do processo através de carta, que serão entregues pelos correios.
Para os idosos. O Cartão Ótimo Senior é destinado a pessoas idosas, que tenham acima de 65 anos, e será lançado nesta sexta-feira (30), durante a seresta, que terá como tema: Idosos Cantam e Encantam - Contagem Centenária, às 18h, na praça da Glória, bairro Eldorado. Interessados em adquirir este cartão deverão ligar para um dos telefones: (31) 3516-6063 ou (31) 3516-6064, a partir do dia 1º de outubro, para agendar a data do comparecimento e realizar o cadastro e retirada imediata do Cartão Ótimo Senior. Apenas a primeira via do cartão será gratuita, e o mesmo é destinado àqueles que desejarem utilizar a parte traseira dos ônibus, pois a Carteira de Identidade continua valendo como documento de acesso gratuito ao salão dianteiro dos ônibus coletivo. O cadastramento e a obtenção dos cartões serão permanentes, não havendo, portanto, urgência na solicitação do benefício. Com o benefício idosos e deficientes serão melhor atendidos pelo transporte público.
Fonte: O Tempo

READ MORE - Cartão Ótimo Especial para idosos e pessoas com deficiência é lançado em Contagem

Justiça Federal suspende licitação do trem-bala

A Justiça Federal de Brasília suspendeu todos os procedimentos que visem a licitação para a exploração do trem-bala que deverá ligar as cidades do Rio de Janeiro a Campinas, passando por São Paulo. A suspensão deverá vigorar até que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) regularize todas as linhas de transporte público interestadual no País com extensão superior a 75 quilômetros.
A decisão do juiz substituto Alaôr Piacini, da 9ª Vara da Justiça Federal, acolheu pedido do Ministério Público Federal no DF (MPF/DF), segundo o qual, antes de cuidar do trem-bala, a ANTT deve fazer a licitação prévia para o serviço de transporte público, conforme previsto na Constituição de 1988.
 
A ANTT avisou, por intermédio de sua assessoria, que vai cumprir a decisão da Justiça, mas já determinou os estudos jurídicos para apresentar recurso que a libere para tocar a licitação do trem-bala.

A ANTT já tentou licitar o trem-bala três vezes, mas os leilões foram adiados por falta de interessados. A próxima tentativa deverá ocorrer em fevereiro do ano que vem.



Fonte: Diário do Grande ABC


READ MORE - Justiça Federal suspende licitação do trem-bala

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960