Rio vai ganhar ônibus de turismo de dois andares

sexta-feira, 24 de junho de 2011

A Riotur publicou no Diário Oficial desta quarta-feira a abertura de licitação para concessão de operação de serviço de transporte turístico regular, em ônibus no estilo “double deck”, similares aos largamente utilizados em grandes cidades turísticas internacionais, em um sistema que integre os pontos turísticos e as atrações culturais cariocas.

O usuário do ônibus turístico irá adquirir um bilhete que valerá por período, e não por trecho. A tarifa a ser cobrada do usuário terá validade por um ou mais dias, concedendo direito no período determinado a múltiplas entradas em qualquer dos veículos do sistema aberto (hop-on/hop-of), permitindo, assim, a visitação a diversos pontos turísticos com o mesmo preço. A concorrência pública será do tipo técnica e preço, sendo que a Riotur já estabeleceu o teto máximo de R$ 60 para o preço do bilhete.

O serviço deverá ser operado necessariamente com a presença constante de guia habilitado, falando no mínimo três idiomas (Português, Inglês e Espanhol), além da  obrigatoriedade de equipamento de tradução simultânea eletrônica nos ônibus. O funcionamento deverá ocorrer das 8h às 18h com intervalo máximo de 30 minutos em cada ponto.

Serão contempladas duas áreas, que deverão ter paradas de embarque e desembarque devidamente sinalizadas pela empresa vencedora da licitação, que acontece no dia 10 de agosto. Em novembro de 2011 os novos ônibus devem entrar em circulação.



Fonte: O Dia Online

READ MORE - Rio vai ganhar ônibus de turismo de dois andares

Em São Luís, Frota é reforçada com novos ônibus

A Prefeitura de São Luís reforçou a frota do sistema de transporte público da capital maranhense com mais 24 novos ônibus à população. Acompanhado do secretário municipal de Trânsito e Transportes, Clodomir Paz, o prefeito João Castelo disse, durante o ato de entrega dos veículos, que manterá os entendimentos com os empresários para que, a cada ano, possa ser renovada a frota e, consequentemente, seja assegurada a melhoria da qualidade do transporte coletivo da cidade.

Os 24 novos veículos possuem elevadores, permitindo acessibilidade às pessoas com deficiência, e são das empresas Rio Anil/Gonçalves, São Benedito, Pericumã e Viação Pelé. Os veículos vão proporcionar maior conforto aos usuários do Sistema Integrado de Transporte de São Luís nas regiões do Coroadinho, zona rural, São Francisco, São Cristóvão e Divineia. Ao todo, serão beneficiados 54 mil usuários.

“Estamos atingindo a meta traçada para renovação da frota”, disse João Castelo, lembrando que agora o sistema já conta com 280 ônibus novos. “A cada ano, vamos reduzir a idade média de uso destes veículos. Tudo será feito para que ônibus novos, modernos e confortáveis sejam colocados à disposição da nossa coletividade”, ressaltou o prefeito.

Segundo Clodomir Paz, com a inserção destes novos veículos, está sendo cumprida a meta de renovação da frota, conforme compromisso firmado pela Prefeitura de São Luís e pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo em fevereiro de 2010. Na ocasião, ficou acertada a troca de 300 dos 1.108 ônibus que atualmente rodam na capital maranhense. Até o mês de julho, a substituição ultrapassará 300 novos ônibus no Sistema de Transporte.

Nova frota - Diante de diversos vereadores e secretários municipais, os cadeirantes Antônio Nunes e Argemiro Sousa fizeram o teste de utilização dos elevadores adaptados nos novos ônibus. Castelo fez questão de cumprimentá-los, estendendo seus cumprimentos ao empresário Gilson Neto, representante do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo (SET).

Na solenidade, que contou com a presença dos vereadores José Joaquim, Ivaldo Rodrigues, Vieira Lima, Josué Pinheiro, Chaguinha e Silvino Abreu, o prefeito fez a entrega simbólica da chave de um dos novos ônibus ao secretário Clodomir Paz e ao empresário Gilson Neto.

Durante a cerimônia, realizada na Praça Maria Aragão, Clodomir Paz frisou que a substituição destes veículos também possibilitará a redução da idade média dos ônibus que circulam no Sistema Integrado de Transporte de São Luís, conforme previsto em lei municipal. Ele destacou que todos os veículos são adaptados com elevadores, favorecendo melhor acessibilidade aos portadores de necessidades especiais. São carros longos com 16 metros de comprimento e três portas, próprios para terminais de integração. 

O cadeirante Agemiro Sousa, de 53 anos, elogiou os esforços do prefeito João Castelo, afirmando que os ônibus adaptados diminuem, consideravelmente, as dificuldades das pessoas portadoras de necessidades especiais.

READ MORE - Em São Luís, Frota é reforçada com novos ônibus

Rio de Janeiro: Niterói terá bilhete único municipal

Niterói está muito próxima de criar o bilhete único municipal. Ontem, a Câmara Municipal aprovou, em primeira discussão, por 12 votos favoráveis e três abstenções, a mensagem do prefeito Jorge Roberto Silveira (PDT) instituindo o benefício. Além do bilhete único, os parlamentares, pelo mesmo placar, também decidiram reduzir a alíquota de 2% para 1% do Imposto Sobre Serviço (ISS) às empresas de transporte coletivo.

Os dois temas serão debatidos conjuntamente na audiência pública da próxima quarta-feira, dia 29, solicitada pela Comissão de Urbanismo, presidida pelo vereador Beto da Pipa (PMDB).

Mais audiências - Além dos debates sobre o bilhete único municipal e a redução da alíquota do ISS, os vereadores vão discutir antes do recesso de julho a situação do Minizoo do Fonseca, esta solicitada pelos vereadores Carlos Magaldi (PP) e José Antônio Fernandez, o Zaff (PDT). A audiência ocorrerá no dia 28, às 20h.

Casas populares - Na sessão de ontem, a Câmara Municipal aprovou a mensagem do Executivo, que prevê a construção de unidades habitacionais no Bairro de Fátima.
Segundo o líder do governo na Casa, a proposta do prefeito Jorge Roberto vai beneficiar 100 famílias desabrigadas nas chuvas do ano passado com a construção de residências para elas. As casas populares serão construídas na antiga Rua dos Marítimos.

Sessão extra
- Dentro do ‘esforço concentrado’ para a ‘zerar’ a pauta de votações até o dia 30, a Câmara vai realizar uma sessão extraordinária na segunda às 17h.



READ MORE - Rio de Janeiro: Niterói terá bilhete único municipal

Cuiabá terá sistema de transporte VLT

O principal sistema de transporte público de Cuiabá e Várzea Grande, as duas principais cidades de Mato Grosso será o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), que funcionará em 2 ramais, ao longo da Fernando Corrêa da Costa, interligando o Centro ao Coxipó e o Grande CPA ao Aeroporto Marechal Rondon, já em Várzea Grande, e a um custo estimado da ordem de R$ 1,1 bilhão que será emprestado pelo governo do Estado dentro de sua capacidade de endividamento, que neste ano é de R$ 2,5 bilhões.

Os ramais do VLT terão 23 quilômetros de extensão, sendo que o custo é total e prevê além das linhas e veículos, as estações.

Segundo o governador Silval Barbosa (PMDB), a estratégia é o Estado contratar e executar as obras e posterior a isto, cedê-la à iniciativa privada que, com o pagamento pela exploração, abateria os valores que serão pagos ao longo dos próximos 30 anos e com a vantagem de praticar o preço que considera mais justo sem a necessidade de subsidiar as passagens. "Será um grande passo para a modernidade e um sistema de transporte coletivo digno da população de Cuiabá e Várzea Grande", frisou o governador.

O presidente da Agecopa, Eder Moraes, disse que lhe foi atribuído pelo governador a decisão, e que ele considerando os prós e os contras optou pelo VLT, sendo que suas ponderações foram acatadas pelo governador. "Pagamos uma média de R$ 1 bilhão entre juros e amortização de empréstimos por ano ao governo federal e vamos deixar de executar o mais moderno sistema de transportes do Mundo por causa de recursos financeiros?", frisou o presidente da Agecopa, apontando que existem "n" sinalizações de parcerias em prol da Copa do Mundo em Mato Grosso.

Silval Barbosa frisou ainda que o VLT vai ser um legado para as futuras gerações e que o sistema com certeza será ampliado nas próximas administrações até estar atendendo a maioria da população da Grande Cuiabá e Várzea Grande. "Acredito que fizemos a melhor opção, já que foram vencidas as possibilidades de que o outro sistema pudesse contemplar de forma menos onerosa os custos", disse o governador.

O presidente da Assembleia, José Riva (PP), defensor do VLT, reafirmou suas convicções de que o governador fez a melhor opção e deixou de olhar para problemas do Estado para compreender a importância de se prestar um serviço de qualidade à população. "O serviço atual é pago, mas é prestado precariamente. Agora será diferente, e as pessoas pressionarão os serviços que continuarem sendo realizados por ônibus para que eles sejam melhores", disse o parlamentar.
Já Sérgio Ricardo, que esteve na Europa conhecendo o sistema em companhia do governador Silval Barbosa, frisou que pesou na decisão do governador a qualidade do serviço, independentemente de custos. "O Estado existe para atender a sociedade da melhor maneira possível e é isto que nos interessa".

O presidente da Agecopa, argumentou que em 70 dias estará com o projeto básico concluído e que até outubro tudo deverá estar pronto para em janeiro iniciar as obras que manterão na avenida da Prainha quatro pistas de rolamento para os demais veículos e uma do VLT, que pelos cálculos iniciais no primeiro trimestre de 2014 estará pronto e funcionando para atender a população e os turistas que vierem para cá na Copa do Mundo.


Fonte: A Gazeta
READ MORE - Cuiabá terá sistema de transporte VLT

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960