Porto Alegre: Prefeitura corre contra o tempo para salvar investimentos nos Portais da Cidade

sexta-feira, 16 de julho de 2010


A prefeitura de Porto Alegre corre contra o tempo para garantir recursos conquistados junto à Corporação Andina de Fomento (CAF), instituição financeira internacional com sede em Caracas, na Venezuela, para o projeto Portais da Cidade. A proposta prevê a construção de três grandes terminais de ônibus e a adaptação do terminal Triângulo, na Assis Brasil, na Capital.

A partir desses portais, passageiros vindos dos bairros e da região metropolitana de Porto Alegre seguirão viagem em ônibus articulados. A intenção é reduzir o número de veículos no Centro.

Do custo total estimado de US$ 210 milhões (R$ 372 milhões), o projeto tem US$ 100 milhões (R$ 177 milhões) garantidos pela CAF. Pelo termo de cooperação assinado em 16 de novembro passado, o município precisa realizar, por meio de consultorias privadas, uma série de análises prévias como pré-requisito para a liberação do financiamento. Para essa etapa, foram antecipados US$ 1 milhão (R$ 1,7 milhão).

Até novembro para definir modelo e localizações
Apontado como capaz de reorganizar o transporte público de Porto Alegre para a Copa de 2014, o projeto tem até novembro para ter definidas as localizações de terminais e modelo das estações.

A prefeitura agora tenta acelerar estudos em andamento para não perder o empréstimo assegurado. Dividida em seis partes, a fase inicial teve início apenas em abril, com a contratação da empresa Logitrans, de Curitiba.

Ao assumir a prefeitura, em 30 de março, José Fortunati formou uma nova equipe para tratar do projeto. Com base em análises de técnicos como o engenheiro civil Romano Botin, então diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), e o arquiteto Severino Feitoza, também da EPTC, a prefeitura sugeriu mudanças relevantes no projeto.

A principal delas era alterar o modelo do Bus Rapid Transit (BRT), sistema de corredores exclusivos para ônibus e veículos mais rápidos e com mais capacidade de passageiros. A ideia era rebaixar as plataformas das estações para facilitar a ampliação do sistema para toda a cidade. Alegando cláusula contratual, a Logitrans informou, dia 8 de julho, que não poderia alterar o modelo das plataformas.

Como funcionará
- Os passageiros de ônibus procedentes dos bairros da Capital e da Região Metropolitana desembarcarão nos portais e no terminal Triângulo.
- Desse terminal, tomarão ônibus articulados especiais para seguir viagem dentro da cidade.
- Os veículos percorrerão corredores exclusivos em direção ao centro de Porto Alegre. Também haverá conexões entre os portais.
- A ideia é reduzir o volume de ônibus que se deslocam por dia ao Centro, 33 mil em média.
- O projeto prevê que os ônibus partam de três em três minutos dos portais.
- O passageiro continuará pagando apenas uma passagem, mesmo tomando mais ônibus, desde que não saia dos portais ou das estações.
- Nos trajetos, serão construídas estações de embarque e de desembarque com plataforma elevada em relação à via. O passageiro pagará ao ingressar nas estações.
- Cada portal terá um prédio, com terminal de ônibus, estacionamento subterrâneo para carros, bicicletário e serviços.

Fonte: Diário Gaúcho
READ MORE - Porto Alegre: Prefeitura corre contra o tempo para salvar investimentos nos Portais da Cidade

"Estação Penha, do Metrô, será conectada à linha da CPTM"


O senador Aloizio Mercadante (PT), candidato ao governo de São Paulo, afirmou, nesta quinta-feira (15/07), que pretende transformar a estação Penha, da Linha Vermelha do Metrô, em um ramal de interligação com a CPTM. Durante caminhada pelos bairros São Miguel Paulista e Itaim Paulista, zona leste da capital paulista, Mercadante garantiu que vai dobrar a capacidade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e dar aos trens qualidade de Metrô.

“Em dois anos, nós vamos dobrar a capacidade de transporte de passageiros nos trens da CPTM. Temos como colocar até mil carros novos nas linhas e, com essa alça na linha vermelha, vamos aliviar muito essa sobrecarga nos sistemas de transporte”, explicou Mercadante. Segundo ele, o problema de transporte na zona leste é conseqüência da falta de oportunidades de trabalho na região, que obriga os moradores a trabalhar no centro.

“Se nós gerarmos mais empregos aqui [na zona leste] e se complementarmos o programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ para gerarmos mais oportunidades de moradia no centro, vamos melhorar bastante o problema do transporte”, afirmou. “Além disso, temos que trazer incentivos fiscais para gerar empregos principalmente na área de serviços para a zona leste”, explicou Mercadante.

Acompanhado de vereadores da capital e de lideranças locais, Mercadante caminhou pelos bairros de Itaim Paulista e São Miguel Paulista e conversou com comerciantes e moradores. Além de prometer investimentos para a CPTM e para o Metrô, o senador também assumiu o compromisso de expandir os corredores de ônibus.

Fonte: Mercadante 13
READ MORE - "Estação Penha, do Metrô, será conectada à linha da CPTM"

Várzea Grande terá dois corredores de BRT


O analista de infraestrutura da Secretaria de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, Igor Guerra, adiantou ontem, durante o 1º Seminário de Mobilidade Urbana, que Várzea Grande terá dois dos três corredores rápidos para ônibus, os BRTs, projetados para Cuiabá. Igor participou como palestrante do seminário que é uma promoção da Agência Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Desenvolvimento Urbano de Várzea Grande. O anuncio representa a confirmação de que a proposta dos Veículo Leve sobre Trilhos, o VLT, está praticamente descartada.
Segundo Guerra um dos BRTs ligará a Avenida Rubens de Mendonça até o Aeroporto Marechal Rondon e também um outro, o corredor da rodovia Mário Andreazza que ligará o trevo do Lagarto até a ponte Mário Andreazza, seguindo até a Arena Pantanal (antigo estádio Verdão). Ele ressalta que os BRTs é uma espécie de metrô, mas de superfície onde os ônibus se deslocam com rapidez trazendo mais conforto para os habitantes e passa a ser um incentivo a um transporte barato e acessível a todos. Com isso, muita gente passa a deixar o automóvel em casa.
Além disso, evita congestionamentos no trânsito o que causa prejuízo para toda a sociedade, pois os veículos ficam horas parados. Ele acrescentou que o Governo Federal reservou R$ 85 milhões para a reforma do Aeroporto Marechal Rondon que quadruplicará de tamanho. “Existe um esforço significativo entre os governos federal, estadual e municipal para solucionar o problema de mobilidade urbana”, frisa.
Igor Guerra destaca que o Ministério das Cidades ao vai resolver o problema nas cidades da Copa 2014, mas investir e melhor alguns eixos de mobilidade. São ligações entre o Aeroporto Marechal Rondon a Arena Pantanal, Rodoviária, região hoteleira. “Em Cuiabá, são três BRTs. Um deles, em Cuiabá, liga o Coxipó ao centro”.
Nas melhorias da mobilidade urbana, serão investidos R$ 481,2 milhões do Governo Federal com contrapartida do Governo Estadual.

Fonte: Redação/24H News
READ MORE - Várzea Grande terá dois corredores de BRT

Trem-bala que vai ligar SP ao RJ pode custar R$ 50 bilhões


Na avaliação de um executivo de uma grande construtora interessada no trem-bala, que ligará Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro, as empresas que participam do consórcio da hidrelétrica de Belo Monte não têm capital suficiente para bancar participação relevante no projeto.

A ideia do governo é formar dois consórcios para disputar o leilão do trem-bala. Um deles incluiria empresas que já estão em Belo Monte, como a Bertin, e grupos sul-coreanos; outro pode associar a Andrade Gutierrez a grupos japoneses.
O Planalto pretende ainda criar uma estatal para ser sócia da vencedora do leilão e financiar, via BNDES, 60% da obra ou R$ 19,9 bilhões -- o que for menor.

Nem condições de entrar no projeto do trem-bala sem se associar a um dos grupos estrangeiros que detêm a tecnologia e a experiência para esse empreendimento.
Estudos preliminares feitos por essa construtora sugerem que o custo do projeto fique perto de R$ 50 bilhões.

READ MORE - Trem-bala que vai ligar SP ao RJ pode custar R$ 50 bilhões

Senado autoriza financiamento externo para metrô de SP


O Diário Oficial da União trouxe na edição de hoje resoluções do Senado que autorizam a contratação de financiamentos externos para obras das linhas Lilás e Amarela da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô). Para o Programa de Expansão da Linha Lilás, trecho Largo Treze-Chácara Klabin, o Senado autorizou a contratação de financiamento parcial de US$ 650,4 milhões junto ao Banco Mundial e mais US$ 480,9 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
Já para a Linha Amarela - que atualmente tem apenas o trecho Paulista-Faria Lima inaugurado, o Senado autorizou a contratação de US$ 130 milhões do Banco Mundial e mais US$ 130 milhões com o consórcio de bancos privados japoneses liderados pelo Sumitomo Mitsui Banking Corporation.

Fonte: Estadão
READ MORE - Senado autoriza financiamento externo para metrô de SP

Metrô Rio terá esquema especial para Maratona do Rio

O Metrô Rio terá esquema especial para atender os atletas e o público que for assistir à Maratona do Rio no próximo domingo, no Aterro do Flamengo. Os trens vão operar a partir das 5h, duas horas antes do horário de funcionamento aos domingos, até as 23h.
A empresa terá um estande de 50m², em frente à área VIP do evento, com um painel onde o público poderá tirar uma foto gratuitamente. Também será feita distribuição de brindes. O Metrô Rio será responsável pelo transporte dos atletas VIPs que vão participar da Meia Maratona.

Fonte: O Dia
READ MORE - Metrô Rio terá esquema especial para Maratona do Rio

Gabeira faz viagem de ônibus de Itaboraí ao Rio e propõe metrô entre as duas cidades


Depois de uma viagem de pouco mais de duas horas de ônibus entre Venda das Pedras, em Itaboraí, e a Praça Quinze, no Rio, o candidato ao governo do Rio pelo PV, Fernando Gabeira, propôs na manhã desta sexta-feira tirar do papel o projeto do metrô ligando o município da Região Metropolitana à capital, encurtando o tempo de viagem no trajeto. Gabeira ressalvou, no entanto, que uma obra desse porte, passando sob a Baía de Guanabara, poderia durar anos, enquanto a população precisa de soluções mais imediatas para melhorar os transportes da região.
_ A primeira saída fundamental nessa dificuldade no cotidiano do morador de Itaboraí é o metrô. Mas precisamos reconhecer também que a construção do metrô desse gênero vai levar muito tempo. Precisamos de uma saída mais confortável agora. E isso pode se dar de duas maneiras. Primeiro, tentando quebrar o monopólio da empresa (que opera a linha), que pode controlar o horário e fazer as coisas de acordo com seus interesses. Em segundo lugar, fiscalizando _ disse ele, ressaltando que a agência reguladora de transportes do estado, a Agetransp, deve ser mais atuante.
O verde defendeu ainda uma extensão do tempo de validade do bilhete único intermunicipal, que hoje é de duas horas e meia entre um embarque e outro.

Fonte: O Globo
READ MORE - Gabeira faz viagem de ônibus de Itaboraí ao Rio e propõe metrô entre as duas cidades

Porto Alegre: Carris entrega 32 novos ônibus para o transporte coletivo


A Carris, empresa de transporte público de Porto Alegre, apresentou, nesta quinta-feira (15), 32 novos ônibus, que passam a circular na próxima semana. Deste total, doze vão substituir carros antigos e 20 serão acrescidos à frota - que passará a ser de 361 ônibus. Ao todo, os novos carros receberam investimento de R$ 17 milhões.

São 25 modelos Volvo B7R LE equipados com um aparato moderno que oferece mais conforto a usuários, motoristas e cobradores, além de sete veículos articulados modelo Mercedez-Benz modelo 0500MA, ano 2010.

Entre os destaques do modelo 0500MA, estão seu tamanho: os carros têm lotação de 58 passageiros sentados e podem receber até 72 pessoas em pé. Para um desembarque de passageiros mais seguro, o ônibus é dotado de um monitor LCD 7" no posto do motorista, que transmite imagens da porta traseira. O modelo conta com acesso aos deficientes físicos e uma vaga para cadeirante.

Os ônibus contam com ar condicionado e entradas low entry, dotadas de um mecanismo conhecido como sistema de "ajoelhamento", que baixa a parte dianteira do carro para facilitar o embarque e desembarque dos usuários. Para atender às necessidades dos passageiros cadeirantes, o veículo tem uma rampa de acessibilidade que sustenta até 250 quilos.

No ato, que ocorreu no Largo Glênio Peres, Centro Histórico, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, destacou os esforços para qualificar o transporte coletivo da cidade, afirmando que 30% da frota já têm ar condicionado e 35%, acesso universal. O prefeito ainda afirmou que, a partir deste ano, todos os ônibus terão de ter acessibilidade universal aos deficientes físicos. Ele ainda anunciou que a Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Porto Alegre (ATP) também renovará sua frota durante este ano.

O diretor-presidente da Carris, João Pancinha, ressaltou que a Carris, que tem 138 anos, possui uma das frotas mais jovens das capitais brasileiras. "Estamos nos preparando para atender a população e a demanda para a Copa de 2014", afirmou. A empresa conta com cerca de 1,9 mil colaboradores, operando em 27 linhas da cidade.As linhas atendidas pelos novos veículos, em um primeiro momento, serão T2A, 343 (Campus-Ipiranga) e T11. Ainda em 2010, segundo a Prefeitura, a empresa colocará em circulação mais 37 veículos novos.

Fonte: Jornal do Comércio
READ MORE - Porto Alegre: Carris entrega 32 novos ônibus para o transporte coletivo

Salvador: Projeto proíbe motoristas de ônibus, exercer também a função de cobrador


O vereador TC Mustafa (PTdoB) apresentou na Câmara Municipal um projeto de lei que proíbe as empresas de transporte coletivo de Salvador de exigirem que os motoristas exerçam ao mesmo tempo a dupla função de conduzir o veículo e cobrar passagens, quando o carro estiver em movimento.
A proibição é válida para os micro-ônibus e os seletivos, e visa prevenir acidentes e garantir a saúde dos motoristas, que, segundo estudos apresentados pelo vereador, estão entre os profissionais que mais sofrem com doenças ligadas ao estresse. As empresas que descumprirem a medida poderão pagar multa de R$10 mil ou ter a permissão cassada pela prefeitura.

Informações do jornal Tribuna da Bahia.

READ MORE - Salvador: Projeto proíbe motoristas de ônibus, exercer também a função de cobrador

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960