Cidade de São Paulo deverá ter mais 13 terminais até 2016

domingo, 3 de fevereiro de 2013

A Prefeitura de São Paulo pretende ampliar de 29 para 42 o número de terminais de ônibus na cidade até 2016, além de modernizar 130 km de corredores de ônibus existentes e construir 150 km de corredores novos, esse último item promessa de campanha do prefeito Fernando Haddad.

A meta está expressa nas diretrizes gerais da concessão pública cuja licitação será aberta em fevereiro e concluída em julho. Os dados foram apresentados nesta sexta-feira (1°) em audiência pública. O sistema prevê integração com ciclovias e bicicletários.

O secretário de Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, afirmou que ainda nesse ano vai iniciar projetos relativos aos corredores da Radial Leste, M'Boi Mirim,  requalificação da Avenida Inajar de Souza e construção do binário da Avenida Santo Amaro.

O dinheiro para construção dos corredores e terminais deverá sair dos cofres da Prefeitura, de convênios com o governo federal ou por meio de Parcerias Público-Privadas (PPPs) especificas para exploração de corredores e terminais.

SegundoTatto, a proposta de 150 km de novos corredores prevê, entre outros, a implantação do corredor da Avenida  Celso Garcia até o Itaim Paulista;  corredor ao longo da Radial Leste até Guaianazes; ao longo da Avenida Aricanduva até São Mateus; paralelo à  Avenida Jacu-Pessego entre Itaim Paulista, Guaianazes e Cidade Tiradentes; corredor entre a Vila Prudente a Pinheiros;  corredor ao longo da Avenida 23 de Maio que se estende pela Avenida Interlagos e termina no Largo do Rio Bonito; e Corredor ligando o Terminal Varginha até a 23 de Maio. Parte desses planos foram projetados ainda na gestão do prefeito Gilberto Kassab (PSD).

O secretário afirma que na nova licitação vai buscar aumentar a velocidade média dos ônibus que atendem os sistemas principais, evitar ao máximo a sobreposição de linhas, reduzir tempo de espera e filas.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960