Aeroporto de Guarulhos poderá ter até duas estações de trem e metrô

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

O presidente da Concessionária Aeroporto Internacional de Guarulhos S.A., Antonio Miguel Marques, afirmou, na manhã desta quarta-feira, que Cumbica poderá ter duas estações de trem e metrô para os próximos anos. De acordo com o empresário, a ideia é que a Linha 13 - Jade, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) chegue ao aeroporto até a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. A principal obra, a construção do Terminal 3, possibilitará o fluxo de aviões de classe F, de maior porte, como o Airbus-380 e o Jumbo 747-800. 

"Estão previstos no projeto da Linha 13 duas estações, uma em frente ao terminal 4 (terminal de carga) e a outra, que ainda está em fase de definição, vai ser provavelmente em frente ao terminal 3, mas ainda não é a posição final", afirmou Marques, que oficializou o início das obras do terminal 3 do aeroporto para esta quarta.


Porém, quando questionado se o prazo seria cumprido pelo governo do Estado que, segundo ele, prometeu uma das estações para o Mundial de futebol, Marques afirmou que a responsabilidade está com a CPTM.

"Quem tem que responder essa pergunta é a CPTM, mas o governador diz que estão fazendo todo esforço para o trem estar funcionando até a Copa. A previsão da CPTM é que seja concluído até a Copa", completou.

Além da melhoria no acesso ao aeroporto que deve ser feita através das estações de trem, o projeto do novo aeroporto prevê mais 6 mil vagas de estacionamento até a Copa do Mundo de 2014. Outro fato que irá melhorar a locomoção dos usuários é a construção de um "mini terminal rodoviário", que irá funcionar onde hoje ficam os táxis.

A chegada do Rodoanel ao Aeroporto de Guarulhos também foi citada pelo presidente da Concessionária, porém, o novo acesso não estará pronto para o evento.

Hotéis no aeroporto

A ideia da Concessionária é construir hotéis dentro do próprio aeroporto, que possam receber passageiros em voos de conexão, que passam a noite no país. Os estabelecimentos serão de três, quatro e cinco estrelas.

Apenas o terminal 3, que ficará pronto para a Copa, um hotel com 50 quartos será construído, localizado dentro do próprio terminal em área restrita e antes da imigração. Essa obra será feita pela concessionária, que depois negociará com redes hoteleiras para a definição da bandeira de administração do prédio.

Por Thiago Tufano / Portal Terra

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

1 comentários:

A ligação ferroviária para trens de passageiros Guarulhos (Cumbica) ABC (Santo André).

Entendo ser uma melhor opção a ser planejada é a ligação desta futura linha 13-Jade com a região do ABC, mais precisamente com a Linha 10-Turquesa no município de Santo André.

Portanto concordo com as críticas da professora urbanista Raquel Rolnik a respeito da superposição de traçado (ferrovias paralelas) entre TAV, Expresso Aeroporto e Trem para Guarulhos.

Dentre as propostas apresentadas, entendo ser a do prolongamento da Linha 1-Azul do Metrô partindo do Tucuruvi, a mais sensata, porém não é a que será feita, outra opção teria como destino, no mínimo até a Barra Funda utilizando composições de dois andares (double decker), que também não será feita, com esta opção da nova Linha 13-Jade chegando até engº Goulart com transbordo obrigatório para a sobrelotada Linha 12-Safira (Imagine a cena, que situação humilhante e vexaminosa).

Devemos ficar vigilantes, e que a ligação até esta estação seja só uma primeira etapa, e que no mínimo seja feita utilizando bitola de 1,6 m e a largura padronizada dos carros de 3,15 m iguais aos existentes, permitindo a interpenetração, pois nem conseguiram acabar com o caos da estação da Luz, e já estão "planejando" outros inúmeros transbordos na nova estação Tamanduateí com as linhas 10-Turquesa, 2-Verde, e os monotrilhos Expresso ABC e Expresso Ipiranga Tiradentes, com um agravante, de que as plataformas da estação Tamanduateí são mais estreitas que a Luz, e não satisfeitos, já prevendo a expansão em linha reta em monotrilho, é assim nas linhas 2-Verde na estação Vila Prudente com a futura ligação com a 5-Lilás na estação Chácara Klabin e com a linha 1-Azul na estação Santa Cruz, e o projeto da futura linha 6-Laranja com transbordo obrigatório entre Metrô e Monotrilho caso os usuários desejem prosseguir viagem, fazendo que tenham que fazer múltiplos transbordos provocando enorme desconforto.

Em uma concorrência governamental recente da CPTM-SP, os valores cotados pelas montadoras, foi ~ 80% superior aos praticados pela indústria chinesa e em relação ao fornecimento recente para a SUPERVIA-RJ e as carruagens já vieram na bitola de 1,6 m e na largura de ~3,15 m, com ar condicionado e circuito interno de TV, e sem a necessidade de se adaptar estribos nas portas (gambiarra) para compensar o vão com a plataforma, ou seja exatamente conforme as condições brasileiras, sepultando os argumentos de custo menor dos defensores deste padrão europeu com carruagem de 2,9 m e bitola de 1,43 m.

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960