E tudo se encaminha para uma greve de ônibus no Recife

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Está marcada para o dia 26 deste mês a terceira rodada de negociações entre os rodoviários e os donos das empresas de ônibus da Região Metropolitana do Recife (RMR). Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Pernambuco, Patrício Magalhães, no último encontro, realizado na última terça-feira (20), não houve avanços nas negociações.

Este ano, a pauta de reivindicações dos rodoviários é composta por 108 reivindicações, sendo o reajuste salarial a principal delas. Desta vez, a categoria quer um aumento de 27% do piso. Com isso, os motoristas passariam a receber R$ 2 mil e cobradores e fiscais teriam um aumento de 60% e 80%, respectivamente, em cima do valor oferecido aos motoristas.
"Por enquanto, não há indicativo de paralisações, mas se não tiver um acordo só nos resta a paralisação", esclareceu Patrício Magalhães. Esta foi a estratégia usada pela categoria em junho do ano passado, quando eles pararam as atividades por seis dias, para pressionar os empresários. Apesar de terem pedido um aumento de 22% no salário, eles aceitaram a proposta de um reajuste salarial de 9%.
Atualmente, cerca de dois milhões de passageiros por dia usam o transporte público coletivo na RMR, conforme o Grande Recife Consórcio de Transportes. Cerca de três mil ônibus, divididos em 390 linhas, circulam nos 14 municípios da região, fazendo 26 mil viagens diárias.

Fonte: Folha PE

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960