Rodoviária de Criciúma é reinaugurada

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Uma reforma completa foi realizada no Terminal Rodoviário de Criciúma Algemiro Manique Barreto. A reinauguração do local aconteceu na tarde de hoje. O custo total da obra gira em torno de R$ 1,3 milhão e contemplou a mudança da comunicação visual da estação rodoviária, além de uma ampla reforma na parte interna, com a construção de portões de embarque e praça de alimentação.

Um novo sistema elétrico foi instalado e o piso antigo foi substituído por um em granito. “Há quase 40 anos construímos este local e achei que não veria mais sendo um exemplo e um cartão postal”, comemorou o ex-prefeito Algemiro Manique Barreto, que dá nome a estação e era o chefe do Executivo no ano de construção.

Para o atual prefeito, Clésio Salvaro, a obra é um exemplo. “Esta rodoviária reformada está sendo entregue com um mês de antecedência. Muitos prefeitos pensaram em retirar a rodoviária deste lugar, mas nós pensamos o contrário, já que ela é um monumento do município”, destacou Salvaro. Para o presidente da Autarquia de Segurança, Trânsito e Transportes de Criciúma (ASTC), Mauro Sônego, a reforma prolongou a vida útil da rodoviária. “Este é um local de forte trânsito de pedestres e nossa principal intenção é privilegiar o pedestre e o transporte público. Agora, a rodoviária ganhou uma vida útil de mais sete anos, no mínimo”, ressaltou Sônego.

Afasc – No segundo piso da rodoviária há um espaço para aulas de pintura e exposições. A Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (Afasc) será responsável por coordenar o local. Antes, havia ali um restaurante. O local tem vista panorâmica para o setor de embarque e para a Avenida Centenário.

Mudança no trânsito – Com a reforma, a travessa que existia atrás da rodoviária foi bloqueada para o tráfego de veículos. Duas guaritas com grandes catracas deixarão apenas ônibus e veículos autorizados trafegarem ali. Para facilitar o trânsito, um trecho da rua Gonçalves Lêdo será de mão dupla, podendo os motoristas que trafegam pela avenida Centenário virar à direita antes de chegar à rodoviária.

Taxistas – Mesmo contrários à ideia, os taxistas que trabalham na rodoviária trocaram de lado. Desta forma, eles começam a atuar no portão que dá acesso à rodoviária pela rua Gonçalves Lêdo e o acesso pela rua José Ferreira Laz ficará apenas para veículos de passeio, estacionamento e embarque e desembarque de passageiros.


Fonte: Engeplus

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960