Curitiba: Urbs testa câmeras de vigilância em ônibus, estações e terminais

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A Urbs está iniciando testes para implantação de câmeras em estações tubo, terminais e ônibus do transporte coletivo. As câmeras serão instaladas ainda neste mês nos terminais Cabral e Capão da Imbuia, nas estações tubo Rodoferroviária e Central e em quatro ônibus biarticulados.

 A instalação das câmeras de CFTV (Circuito Fechado de Televisão) está prevista em projetos piloto apresentados pelas empresas Conexão Total e J. Oliveira. Empresas interessadas podem apresentar projetos para avaliação da Urbs, o que deve ser feito de acordo com norma disponível na página inicial do site da Urbs (
www.urbs.curitiba.pr.gov.br). Os projetos apresentados à Urbs são publicados na Internet.

A avaliação da Urbs para definir a melhor tecnologia é feita no prazo de 60 dias a partir da instalação dos equipamentos. A implantação de câmeras de monitoramento faz parte de um amplo projeto de melhoria do transporte coletivo de Curitiba o que inclui o Sistema Integrado de Mobilidade (SIM) que permitirá a gestão integrada de trânsito e transporte. A instalação de câmeras vai representar mais segurança para usuários e operadores do transporte coletivo.

A Rede Integrada de Transporte de Curitiba transporta, por dia, 2,3 milhões passageiros. A Rede tem 355 linhas, frota operante de 1.915 ônibus, 31 terminais urbanos e 364 estações tubo.

Informações da Prefeitura de Curitiba

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960