Greve de ônibus em Blumenau termina após 13 dias

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Motoristas e cobradores do transporte coletivo de Blumenau, no Vale do Itajaí, decidiram encerrar a greve nesta quarta-feira (30), depois de 13 dias. A decisão foi tomada em assembleia no fim da tarde, depois que a Justiça do Trabalho determinou o bloqueio de toda a arrecadação do Consórcio Siga, como mostrou o RBS Notícias.

Com a decisão, a partir da madrugada desta quinta (31) os ônibus voltam a circular na cidade. Os usuários devem estar atentos para os horários de cada empresa, já que algumas podem adotar escalas de horário diferenciadas por ser véspera de ano novo, segundo o Sindetranscol, sindicato da categoria.


O dinheiro vai ser usado para o pagamento dos salários atrasados e do 13º. Durante a greve, só os ônibus da Rodovel, uma das três empresas que atuam na cidade, circularam em Blumenau.
"A gente ficou sem 13º, sem Natal. Vamos acreditar na Justiça. A gente quer receber parte do que é devido até o dia 10", afirmou Ari Germer, presidente do Sindetranscol. Segundo ele, o trabalho será retomado, mas a categoria segue em "estado de greve" até que tudo seja pago.

Ônibus apedrejados
Na terça-feira (29), cinco ônibus da empresa Rodovel, que opera com frota mínima, foram apedrejados. No dia 24, quatro veículos da Glória também foram apedrejados.
A primeira ocorrência foi por volta das 5h30, quando o veículo saía da garagem. Segundo o motorista, um carro se aproximou do veículo e um homem jogou pedras no para-brisa do ônibus. Ninguém ficou ferido. 

Os outros quatro coletivos circulavam pela cidade quando foram alvo de vândalos. Segundo a RBS TV, motoristas e cobradores não viram quem atirou as pedras. Os veículos tiveram lataria amassada e para-brisa quebrados. A empresa levou os ônibus atingidos para um terminal da cidade, onde permanecem à disposição para perícia policial.

Informações: G1 SC

READ MORE - Greve de ônibus em Blumenau termina após 13 dias

Grande Recife prepara reforço de viagens para o Réveillon

Para os usuários de ônibus que passarão a virada do ano fora de casa, o Grande Recife Consórcio de Transporte reforçará, na madrugada do dia 1º de janeiro de 2016, o número de viagens dos bacuraus. No total, 42 linhas realizarão 302 viagens das 0h às 4h do dia 1º de janeiro. Ou seja, serão 135 viagens a mais do que em dias normais. 

Confira abaixo as linhas que receberão reforço nas viagens:

036 – Aeroporto (Bacurau)
038 – Massangana (Bacurau)
063 - Jardim Piedade (Bacurau)
073 – Candeias (Bacurau)
258 - Moreno
333 – Totó (Bacurau)
352 - Curado II (Bacurau)
362 – Curado IV (Bacurau)
745 - Alto José Bonifácio
846 – Águas Compridas (Bacurau)
827 – Jardim Brasil (Bacurau)
715 - Alto Santa Terezinha (Bacurau)
744 - Dois Unidos (Bacurau)
1927 – Ouro Preto (Bacurau)
1928 - Maranguape II
1936 - Mirueira
1956 - Igarassu
1957 - Caetés I
1975 - Amparo
1985 – Rio Doce (Bacurau)
1995 – Pau Amarelo (Bacurau)
426 - Torrões
427- Monsenhor Fabrício
435 – CDU (Várzea)
233 – Cavaleiro (Bacurau)
254 - Jaboatão
322 – Jardim São Paulo (Bacurau)
613 - Morro da Conceição
643 - Córrego do Jenipapo
515 – Nova Descoberta (Bacurau)
2457 – São Lourenço (Bacurau)
2462 - Lot. Santo Cosme e Damião
626 – Brejo (Bacurau)
184 – Cabo (Bacurau)
523 – Dois Irmãos (Bacurau)
533 - Casa Amarela
131 – UR-2 (Bacurau)
145 – Alto Dois Carneiros (Bacurau)
146 - UR-11(Bacurau)
154 - Jordão
170 - Muribeca dos Guararapes
172 - Conjunto Marcos Freire 

Para mais informações, os usuários podem entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente, no 0800 081 0158.

Informações: GRCT

READ MORE - Grande Recife prepara reforço de viagens para o Réveillon

Passageiros poderão pagar ônibus com cartão bancário em Jundiaí

Quem utiliza o transporte público em Jundiaí poderá utilizar o cartão bancário para pagar a passagem. A novidade começa a valer a partir da segunda quinzena de janeiro, num primeiro momento, nas linhas alimentadoras que fazem o itinerário bairro – terminal, do Terminal Rami. A medida é uma alternativa para ao passageiro que, a partir desta sexta-feira (1º), não poderá mais pagar a passagem em dinheiro nos ônibus que servem este terminal.

A ideia é implantar o sistema gradativamente em todos os terminais da cidade, atendendo o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), Prefeitura Municipal e empresas de transporte representadas pela Transurb.

Outra alternativa é utilizar o Bilhete Único. A única forma de pagamento em dinheiro será nos guichês do Terminal.

A medida, por enquanto, não vale para as linhas troncais, que ligam os ônibus do Terminal Rami a outros terminais. Neste caso, as passagens poderão continuar sendo pagas em dinheiro, até que se integrem à mudança. O segundo terminal a receber a novidade será o Cecap. A previsão é de que todo o sistema esteja funcionando desta forma até o segundo trimestre de 2016.

No entanto, as empresas de ônibus tentam junto ao Ministério Público adiar a decisão que deve entrar em vigor em 1º de janeiro, a fim de adequar os veículos e criar um sistema para oferecer mais de uma opção de pagamento eletrônico.

Informações: Tribuna de Jundiaí

Leia também sobre:
READ MORE - Passageiros poderão pagar ônibus com cartão bancário em Jundiaí

Curitiba investe em novas tecnologias para melhorar a mobilidade urbana

A Prefeitura de Curitiba implantou em 2015 duas novas tecnologias para melhorar e modernizar o trânsito da cidade: o semáforo especial para pessoas com mobilidade reduzida e os no-breaks.
A Prefeitura de Curitiba implantou em 2015 duas novas tecnologias para melhorar e modernizar o trânsito da cidade: o semáforo especial para pessoas com mobilidade reduzida e os no-breaks. Foto:Cesar Brustolin/SMCS

Ambos os projetos foram testados em 2014, após a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) publicar portarias convidando empresas a apresentar novidades tecnológicas para o trânsito de Curitiba. Uma comissão especial formada por representantes da Setran e da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e da Universidade Positivo avaliaram as propostas e solicitaram testes de algumas, sem custos para o munícipio.

Reconhecido internacionalmente em novembro deste ano com o Prince Michael International Awards (PMIRSA), o mais importante prêmio em segurança viária no mundo, entregue pela Federação Mundial de Automobilismo (FIA), o projeto dos semáforos inteligentes para pessoas com dificuldade de mobilidade foi implantado na capital paranaense a partir de abril, após o teste-piloto realizado no ano passado.

O protótipo de equipamento foi idealizado por técnicos da Setran e profissionais da UFPR. O sistema funciona através de uma botoeira especial acoplada ao semáforo, que é acionada pelos cartões da Urbanização de Curitiba (Urbs). Ao identificar o cartão, o semáforo abre por alguns segundos a mais do que o comum, permitindo uma travessia mais segura dos pedestres. O tempo de abertura pode ser até 50% maior do que o tempo de semáforo normal.

“Esses semáforos inteligentes possibilitam que o pedestre tenha mais segurança nas travessias, principalmente dos idosos, que são as maiores vítimas de acidentes fatais com pedestres nas ruas de Curitiba, segundo levantamento do projeto Vida no Trânsito. É uma tecnologia local que demonstra a capacidade de inteligência e inovação de profissionais da cidade de Curitiba”, diz o prefeito Gustavo Fruet.

Atualmente, os equipamentos podem ser utilizados por 160 mil idosos, 13,2 mil pessoas com deficiência e 6,2 mil aposentados por invalidez que possuem um cartão de isento habilitado da Urbs. Foram implantados 120 equipamentos em 31 locais da cidade que apresentam maior risco de acidentes para pessoas com mobilidade reduzida, como cruzamentos próximos a unidades de saúde, hospitais e terminais de ônibus.

Os equipamentos foram adquiridos através de licitação (modalidade pregão), com investimento de R$ 348 mil. A Setran já está realizando estudos técnicos para novos locais de implantação dos semáforos inteligentes.

No-breaks

A Prefeitura de Curitiba finalizou em novembro a implantação de no-breaks em 30 cruzamentos da cidade. O equipamento evita o desligamento de semáforos por falta de energia. Os estabilizadores são acionados imediatamente após o corte de energia podem funcionar por até 6 horas sem interrupções, mantendo em plena atividade os semáforos ligados a eles. A escolha dos locais de instalação dos no-breaks teve como prioridade a melhor fluidez do trânsito para o transporte coletivo.

“A instalação dos no-breaks é de fundamental importância para o trânsito de Curitiba. Os cruzamentos que receberam os equipamentos não dependerão do deslocamento de equipes e não perderão o sincronismo e a comunicação com a central de controle quando houver falta de energia”, afirma a secretária municipal de Trânsito, Luiza Simonelli.

A tecnologia testada em 2014 foi aprovada por uma comissão da Setran e os equipamentos foram adquiridos através de licitação (modelo pregão) – também estão incluídos no pacote cinco no-breaks móveis, que poderão ser utilizados em situações de emergência na cidade, nos locais onde não há instalação dos equipamentos. O investimento da Prefeitura foi de R$ 161,83 mil.

Os no-breaks também vão permitir uma maior agilidade no trabalho dos agentes de trânsito na cidade. A Setran atende em média dez chamadas diárias relacionadas à queda de energia, entre serviços programados e eventuais. Em muitas dessas situações, é necessário o envio de dois a cinco agentes de trânsito para atuar em um cruzamento com semáforo apagado, dependendo do movimento e quantidade de fluxos de trânsito a serem controlados. Com o módulo móvel, o tempo de atendimento e permanência dos agentes poderá ser reduzido.

Não será necessária a atuação de agentes nos cruzamentos com no-breaks fixos, liberando o efetivo para atuação em outras áreas em casos de grande queda de energia na cidade.

Informações: Prefeitura de Curitiba

READ MORE - Curitiba investe em novas tecnologias para melhorar a mobilidade urbana

Tarifa de ônibus será de R$ 3,50 em Uberaba e Uberlândia em 2016

Quem usa o transporte público em Uberlândia e Uberaba terá que desembolsar mais a partir de 2016. A tarifa será de R$ 3,50 nas duas cidades. Os reajustes foram divulgados no Diário Oficial de Uberlândia e no jornal oficial Porta-Voz, de Uberaba, nesta segunda-feira (28).

Em Uberlândia, a tarifa de R$ 3,50 passa a valer a partir do dia 3 de janeiro. Um reajuste de 12,90%. Na mesma data, o passe escolar também passará por reajuste e custará R$ 1,75. 

Conforme o decreto publicado nesta segunda-feira (28), o reajuste e revisão tarifária estão previstos em todo contrato de concessão para atender ao princípio da continuidade do serviço público e à manutenção do equilíbrio econômico-financeiro do contrato, na forma do art. 23, inciso IV, da Lei Federal nº 8.987.

Conforme nota da Prefeitura, o reajuste leva em consideração o aumento no preço dos insumos do setor de transporte em 2015, em especial o combustível. O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Alexandre Andrade, explicaou que o reajuste solicitado pelas concessionárias e o que estava previsto em contrato eram maiores do que o novo preço estipulado. “As empresas queriam a passagem a R$ 3,92 e a Prefeitura fez uso das formas contratuais que indicavam um valor de R$ 3,60. Mas para garantir a modicidade tarifária definiu-se R$ 3,50”, informou.

De acordo com a nota, a modicidade tarifária é um princípio levado em consideração no ato da revisão das tarifas de acesso ao serviço público. As tarifas são definidas de maneira a condizer com as possibilidades econômicas da população e com a manutenção do serviço.

Em Uberaba, a nova tarifa no transporte coletivo urbano passa a valer a partir de 1º de janeiro. Em nota enviada à imprensa, a Prefeitura de Uberaba informou que não acatou o pedido das empresas concessionárias que queriam aumentar a passagem do coletivo para R$ 3,65. A decisão do Conselho Municipal de Transporte Coletivo foi de conceder um reajuste para R$3,5190, após uma análise minuciosa da planilha de custo do serviço, o que permite um reequilíbrio econômico financeiro do sistema acusou o coeficiente de 12,6% , considerando que  os fatores de maior peso no resultado foram os seguintes itens: óleo diesel (12,11%), carrocerias (11,98%), chassis (21,61%), salários (9,81%) e gratuidade (30%). No entanto, o decreto publicado no Porta-Voz desta segunda-feira, arredondou o valor para R$ 3,50.

Segundo o superintendente de Transporte e Mobilidade Urbana, Claudinei Nunes, além dos itens acima mencionados, pesa ainda a gratuidade. Mais de 30% dos usuários do sistema do transporte coletivo em Uberaba não pagam pela passagem de ônibus. Entre eles estão estudantes que pagam 50%, pessoas acima de 60 anos, deficientes e acompanhantes (cadastrados com cartão), policiais militares e bombeiros fardados, carteiros, fiscais do sistema, dentre outros grupos menores, sem contar os passageiros que pagam apenas uma passagem na Integração.

Durante o atual governo a tarifa em 2013 baixou de R$ 2,90 para R$ 2,80. De 2014\2015 foi de R$ 3,10 e agora R$ 3,50, sendo que em 2016 não haverá reajuste conforme determinação do governo municipal. “Neste período conseguimos manter um valor mais ajustado. O governo trabalhou para não onerar a população, discutiu muito com as empresas, não os atendeu em seus reajustes, mas acho que conseguimos manter os valores dentro das possibilidades, visto que estamos em um ano atípico onde o valor de tudo foi reajustado”, finalizou Nunes.

Informações: G1 Triângulo Mineiro

READ MORE - Tarifa de ônibus será de R$ 3,50 em Uberaba e Uberlândia em 2016

Confira o esquema de ônibus para o réveillon de Copacabana

Para atender à demanda de passageiros que irão para Copacabana, Zona Sul do Rio, acompanhar o Réveillon, haverá um reforço nas linhas de ônibus que irão até Copacabana. Entretanto, cariocas e turistas devem ficar atentos, porque o acesso de coletivos e táxis no bairro será proibido após as 22h do dia 31.

Devido às mudanças das linhas de ônibus que circulam pela Zona Sul do Rio, a Rio ônibus anunciou reforço na frota que parte das zonas Norte e Oeste rumo à Zona Sul. Serão mais de 80 linhas partindo da Central, da rodoviária, Muda, Usina, Méier, Jacaré, Olaria, Rocinha, Barra da Tijuca, Recreio, Jacarepaguá, Piabas, Rio das Pedras, Campo Grande e Santa Cruz.
De acordo com a Rio Ônibus, houve mudança no número de pontos para o retorno da festa da virada. No ano passado eram 3 pontos de apoio aos passageiros, e neste ano serão dois.

Após o evento, os passageiros de ônibus deverão se dirigir às áreas de embarque que serão na Enseada de Botafogo, para quem tiver a Zona Norte e o Centro como destino, e na Rua Prudente de Morais, em Ipanema, para quem for rumo à Zona Oeste.

Veja abaixo as opções de ônibus para sair de Copacabana no Réveillon. 

Embarque na Enseada de Botafogo
Troncal 1 - destino Central do Brasil
Troncal 2 e 2017 – destino Rodoviária
413 - destino Muda
415 - destino Usina
455 - destino Méier
474 - destino Jacaré
475 - destino Méier
484 – destino Olaria

As linhas regulares que passam pela Praia de Botafogo e não acessam o bairro de Copacabana, não terão seus trajetos alterados.

Embarque em  Ipanema (Rua Prudente de Morais, a partir da Rua Vinícius de Moraes)
Integrada 1 – destino Alvorada (via Av. das Américas/Lagoa-Barra)
Integrada 2 – destino Alvorada (via Av. Lúcio Costa)
Integrada 6 – destino Cidade de Deus
Integrada 8 – destino Recreio/Barra Sul
Integrada 9 – destino Piabas
557 – destino Rio das Pedras
2115 – destino Pechincha
2333 – destino Recreio
2334 – destino Campo Grande
2335 – destino Santa Cruz
2338 – destino Campo Grande
539 – destino Rocinha

Confira o itinerário destas linhas durante a operação especial do réveillon de Copacabana (entre as 22h do dia 31 e as 5g do dia 1º):

Troncal 1
Itinerário de ida: Av. das Nações Unidas, Av. Infante Dom Henrique, retorno, Av. Infante Dom Henrique, acesso a Av. Rui Barbosa, Av. Rui Barbosa, Praia do Flamengo, Av. Beira Mar, acesso a Av. Presidente Antônio Carlos, Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, Praça Pio X, Av. Presidente Vargas (pista central), agulha acesso pista lateral Av. Passos, Av. Presidente Vargas (pista lateral), Terminal Rodoviário Procópio Ferreira, Praça Procópio Ferreira (ponto terminal)

Itinerário de volta: Terminal Rodoviário Procópio Ferreira, Praça Duque de Caxias, Rua Visconde da Gávea, Av. Presidente Vargas (pista central), agulha acesso pista lateral Rua Miguel Couto, Av. Presidente Vargas (pista lateral), Av. Rio Branco, Av. Mestre Valentim, Av. Augusto Severo, Av. Beira Mar, Praia do Flamengo, Av. Oswaldo Cruz, acesso a Av. das Nações Unidas, Av. das Nações Unidas (Terminal Enseada de Botafogo - pista sentido centro)


Troncal 2
Itinerário de ida: Av. das Nações Unidas, Av. Infante Dom Henrique, retorno, Av. Infante Dom Henrique, acesso a Av. Rui Barbosa, Av. Rui Barbosa, Praça Cuauhtemoque, Praia do Flamengo, Av. Beira Mar (pista esquerda), Av. Augusto Severo, Rua Mestre Valentim, Av. Luís de Vasconcelos (pista esquerda), Rua do Passeio, Av. Mem de Sá, Praça da Cruz Vermelha, Av. Mem de Sá, Rua Frei Caneca, alça de acesso à Av. Trinta e Um de Março, Av. Trinta e Um de Março, Praça Santo Cristo, Av. Professor Pereira Reis, Av. Cidade de Lima, Via D1, Rua General Luís Mendes de Moraes, Terminal Padre Henrique Otte (ponto terminal)

Itinerário de volta: Terminal Padre Henrique Otte, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Av. Trinta e Um de Março, alça de descida para a Rua Salvador de Sá, Rua Heitor Carrilho, Rua Frei Caneca, Túnel Martim Sá, Rua Riachuelo, Rua Visconde de Maranguape, Rua Teixeira de Freitas, Av. Augusto Severo (pista direita), Praia do Flamengo, Praça Cuauhtemoque, Av. Oswaldo Cruz, acesso a Av. das Nações Unidas, Av. Nações Unidas (Terminal Enseada de Botafogo - pista sentido centro)

2017
Itinerário de ida: Av. das Nações Unidas, Av. Infante Dom Henrique, retorno, Av. Infante Dom Henrique, acesso a Av. Rui Barbosa, Av. Rui Barbosa, Praia do Flamengo, Av. Beira Mar, acesso a Av. Presidente Antônio Carlos, Av. Presidente Antônio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, …, (ITINERÁRIO INALTERADO)

Itinerário de volta: (ITINERÁRIO INALTERADO), …, Av. Rio Branco, Rua Mestre Valentim, Av. Augusto Severo, Av. Beira Mar, Praia do Flamengo, Av. Oswaldo Cruz, acesso a Av. das Nações Unidas, Av. das Nações Unidas (Terminal Enseada de Botafogo - pista sentido centro)

413, 415, 455, 474, 475 e 484
Itinerário de ida: (ITINERÁRIO INALTERADO), …, Av. Rio Branco, Rua Mestre Valentim, Av. Augusto Severo, Av. Beira Mar, Praia do Flamengo, Av. Oswaldo Cruz, acesso a Av. das Nações Unidas, Av. Nações das Unidas (Terminal Enseada de Botafogo - pista sentido zona sul)

Itinerário de volta: Av. das Nações Unidas, Av. Infante Dom Henrique, retorno, Av. Infante Dom Henrique, acesso a Av. Rui Barbosa, Av. Rui Barbosa, Praia do Flamengo, Av. Beira Mar, acesso a Av. Presidente Antônio Carlos, Av. Presidente Antonio Carlos, …, (ITINERÁRIO INALTERADO)

Integrada 1, Integrada 6, Integrada 8 e 2115
Itinerário de ida: Rua Prudente de Morais, Av. General San Martin, Av. Bartolomeu Mitre, Rua Mário Ribeiro, Av. Padre Leonel Franca, Túnel Acústico Rafael Mascarenhas, Autoestrada Lagoa-Barra, ... (ITINERÁRIO INALTERADO)

Itinerário de volta: …, (ITINERÁRIO INALTERADO), Av. Visconde de Albuquerque, Av. Delfim Moreira (pista reversível, junto às edificações), Av. Vieira Souto (pista reversível, junto às edificações), Rua Vinícius de Morais, Rua Prudente de Morais

Integrada 2, Integrada 9, 557, 2333, 2334, 2335 e 2338
Itinerário de ida: Rua Prudente de Morais, Av. General San Martin, Av. Bartolomeu Mitre, Av. Rodrigo Otávio (pista esquerda), Av. Visconde de Albuquerque, Praça Rubem Dário, Av. Niemeyer, …, (ITINERÁRIO INALTERADO)

Itinerário de volta: …, (ITINERÁRIO INALTERADO), Av. Niemeyer, Av. Delfim Moreira (pista reversível, junto às edificações), Av. Vieira Souto (pista reversível, junto às edificações), Rua Vinícius de Morais, Rua Prudente de Morais

539
Itinerário de ida: Rua Prudente de Morais, Av. General San Martin, Av. Bartolomeu Mitre, Rua Marques de São Vicente, Estrada da Gávea, …, (ITINERÁRIO INALTERADO)

Itinerário de volta: …, (ITINERÁRIO INALTERADO), Av. Delfim Moreira (pista reversível, junto às edificações), Av. Vieira Souto (pista reversível, junto às edificações), Rua Vinícius de Morais, Rua Prudente de Morais.

Barcas também terão horário especial
A CCR Barcas também vai operar com horários especiais no dia 31. Na linha Arariboia, que liga o Centro de Niterói ao Centro do Rio, as viagens acontecerão a cada 30 minutos. As linhas Paquetá e Mangaratiba - Ilha Grande - Angra dos Reis vão operar com a grade de horários normal de dias úteis. Já as linhas Charitas e Cocotá (Ilha do Governador) não funcionarão.

No dia 1º de janeiro, a CCR Barcas vai operar com horários normais de feriados e fins de semana. As linhas Charitas e Cocotá (Ilha do Governador) não funcionarão, e a viagem das 22h na linha Mangaratiba-Ilha Grande não será realizada.

Informações: G1 Rio

READ MORE - Confira o esquema de ônibus para o réveillon de Copacabana

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960