Linha 15-Prata do Monotrilho tem horário de funcionamento ampliado

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

A Linha 15-Prata do Monotrilho começa a cicular das 6h às 20h entre as estações Oratório e Vila Prudente, onde há integração com a Linha 2-Verde do Metrô, a partir desta segunda-feira (21). Antes, o horário de funcionamento era das 7h às 19h.

O trecho de 2,9 km começou a operar em horário comecial em agosto deste ano. O projeto total da obra prevê 18 estações e 26,6 km de trilhos. Dez estações deveriam ter sido entregues em 2015, mas em maio a data foi alterada para 2017.

Quando estiver completa, ligando o Ipiranga a Cidade Tiradentes, a Linha 15-Prata deve transportar 500 mil pessoas diariamente. Atualmente, 8 mil pessoas utilizam o transporte.

Atrasos

Em 2009, o então governador José Serra (PSDB) disse que a expectativa era que a Linha 15-Prata chegasse da Vila Prudente a São Mateus até 2010, com a expansão até Cidade Tiradentes concluída em 2012.

Depois, em julho de 2013, a entrega do primeiro trecho foi prometida pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) para janeiro de 2014. Quando o prazo chegou, a abertura foi adiada para março e, finalmente, a operação assistida começou em agosto do ano passado.

Em março deste ano, o secretário Estadual de Transportes, Clodoaldo Pelissioni, afirmou que o desvio do Córrego Mooca, essencial para a construção das próximas três estações da linha, começaria em abril e seria concluído em 15 meses.

Informações: G1 SP

Leia também sobre:
READ MORE - Linha 15-Prata do Monotrilho tem horário de funcionamento ampliado

Prefeitura de Maceió e 4 empresas de ônibus fecham contrato

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), assinou os contratos com quatro empresas de ônibus vencedoras da Licitação do Transporte Público Coletivo da capital, na manhã desta terça-feira (22). A assinatura aconteceu durante cerimônia de reinauguração do Terminal Rodoviário Urbano do Rio Novo.

O resultado da licitação trouxe, inicialmente, três empresas habilitadas e vencedoras da concorrência nacional. O resultado foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM).

A empresa Cidade de Maceió também foi classificada, porém ficou inabilitada por ter apresentado Atestado de Capacidade Técnica com apenas 87 veículos em operação por dia, sendo 99 o quantitativo mínimo estabelecido pelo edital da licitação. No entanto, ela conseguiu recorrer e será uma das empresas que prestarão serviço.

Com isso, as quatro empresas a operar o sistema de transporte coletivo na cidade são: Cidade de Maceió, São Francisco, Veleiro e Real Alagoas. Segundo o prefeito, as empresas já depositaram o valor da outorga. "Foram pagos ao município aproximadamente R$ 5. 300 milhões que serão investidos em melhorias na mobilidade urbana".

Conforme estabelecido no Edital, o sistema de transportes coletivos de Maceió foi dividido em quatro lotes: 100, 200, 300 e 400. Cada lote definido pelo edital abrange linhas de regiões específicas da cidade.

O lote 100 atenderá linhas que trafegam por bairros como São Jorge e Sanatório. Já o lote 200 compreende linhas que atendem bairros como Santos Dumont, Colina e Rio Novo.

O lote 300 refere-se, por exemplo, às linhas Circular I e II, além das do Trapiche da Barra e do Pontal da Barra. As linhas compreendidas pelo lote 400 são as de bairros como Benedito Bentes e Eustáquio Gomes.

O prefeito Rui Palmeira falou sobre a integração temporal dos ônibus que já começa a valer a partir do dia 2 de janeiro. "É um avanço na cidade porque as pessoas vão poder pegar mais de um ônibus, dentro de um período de 1h30, sem pagar mais por isso. A partir de janeiro a integração vai valer dentro de cada lote, e em março, entre todas as empresas rodoviárias de Maceió".

Inauguração do Terminal
Terminal Rodoviário Urbano do Rio Novo foi inaugurado na manhã desta terça. O prefeito esteve na solenidade junto com o gestor da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Tácio Melo.

A novidade deste ano em relação aos terminais de ônibus da capital é que cada empresa vai ser responsável pela manutenção dos locais, o que antes só era feito pela prefeitura.
"A partir do dia 2 de janeiro os terminais passam a ser geridos pelas empresas que venceram os lotes, não será maia responsabilidade da prefeitura. Então o terminal que fica localizado em um lote, será gerido pela empresa que venceu esse lote. Conta de água, luz e todas responsabilidades de manutenção desse terminal caberão a essa empresa", disse Rui Palmeira.

Informações: G1 AL

READ MORE - Prefeitura de Maceió e 4 empresas de ônibus fecham contrato

Terminal de Diadema reorganiza as linhas de ônibus

A mudança tem objetivo de sanar a dificuldade operacional das linhas da METRA E TRANS-BUS, linha Morumbi/Berrini e a linha 254 da TRANS-BUS.
Foto: Ricardo Cassin
Com a reorganização, a plataforma D, será utilizada de forma compartilhada pela METRA e TRANS-BUS; a plataforma E, será utilizada pela MobiBrasil; e a plataforma F será utilizada pela Benfica.

A METRA providenciará a comunicação visual e remanejamentos dos totens, que serão finalizados nas plataformas D, E e F até amanhã, dia 23/12/2015.

Diadema possui 189 ônibus que atendem às linhas municipais e transportam aproximadamente 90 mil passageiros por dia.

CITTAMOBI
O aplicativo Cittamobi é um serviço que indica aos passageiros as informações sobre o horário dos ônibus. Toda a frota de Diadema está conectada ao serviço, facilitando a vida dos moradores que podem saber a hora em que o ônibus vai chegar ao ponto.

ACESSO
O aplicativo está disponível para smartphones com o sistema Android e IOS e pode ser acessado por meio da loja virtual Google Play e App Store, respectivamente.

Mais informações podem ser obtidas no site: www.cittamobi.com.br/?4. Também pode ser acessado diretamente pelo site do município: www.diadema.sp.gov.br na opção “Cadê o Busão”, que fica na parte central superior do site, ou pelo link  www.cittamobi.com.br/mapa?2&agency=304.

Por Keila Macedo
Informações: ABC do ABC

Leia também sobre:
READ MORE - Terminal de Diadema reorganiza as linhas de ônibus

Segundo trecho do metrô de Salvador é inaugurado

A partir desta terça-feira (22), cerca de 6,5 mil passageiros por hora serão beneficiados com a inauguração da Estação Pirajá e o trecho Bom Juá-Pirajá do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas. O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, participa da cerimônia de inauguração. A Estação Pirajá, que faz parte do trecho 2 da Linha 1 do metrô, está inserida no âmbito do PAC Mobilidade, e recebeu investimento do R$ 16,7 milhões, sendo R$ 15 milhões de recursos do Orçamento Geral da União (OGU) e R$ 1,7 milhão de financiamento privado. Já para a implantação do trecho Bom Juá-Pirajá foram destinados R$ 39,1 milhões.

Com 34,7 mil m², a Estação Pirajá está interligada ao Terminal Rodoviário de Pirajá, em ampliação. A Linha 1 é formada por três trechos. O primeiro tem a extensão de 5,8 km e conta com cinco estações: Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Acesso Norte e Bonocô. O segundo trecho tem 5,5 km e é composto por três estações: Retiro, Bom Juá e Pirajá. O trecho 3, que terá 5,0 km de extensão, será dividido em duas estações: Brasilgás e Cajazeiras/Águas Claras.

O sistema Metroviário de Salvador também é composto pela Linha 2, selecionada pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Grandes Cidades, que terá cinco terminais de integração com ônibus e 13 estações. O valor do investimento para a implantação da Linha 1 trechos 1 e 2 e da Linha 2 trecho 1 é de R$ 4,743 bilhões. Ao todo, o sistema terá 40 km de extensão com 21 estações metroviárias.

Juntando-se aos seis trens existentes, serão 40 composições para serviço nas linhas 1 e 2. Três dos novos trens já estão estacionados na estação Pirajá. O primeiro começa a operar no final de março ou início de abril.

Ainda conforme Gracco, os novos trens “estão entre os mais modernos do mundo”. Concluídas as duas linhas, teremos 41 quilômetros e meio de trilhos e 22 estações. “Aí seremos o terceiro maior metrô do Brasil”, afirmou.

O governo conclui o projeto original da Linha 1 em dois anos e meio após a transferência da gestão do sistema do município para o estado, em maio de 2013.

Fonte: Ministério das Cidades


READ MORE - Segundo trecho do metrô de Salvador é inaugurado

Plano de Mobilidade Urbana de Manaus foi aprovado

O Plano de Mobilidade Urbana de Manaus (PlanMob) foi aprovado no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM) na tarde desta segunda-feira (21). A sessão aconteceu na tarde desta segunda-feira (21) e teve a inclusão de 21 emendas, sendo 18 de autoria dos parlamentares e três apresentadas pela sociedade civil. O texto do PlanMob, alterado pela Casa, será encaminhado para a sanção do prefeito Arthur Neto (PSDB).
Foto: Jair Araújo
Para o vereador líder do governo na Câmara, Elias Emanuel (PSDB), o Plano propicia a participação popular quanto ao tema mobilidade urbana em Manaus. “O Plano de Mobilidade começa a entrar em prática a partir da participação popular com a criação das Câmaras da Mobilidade Urbana, do Conselho Municipal de Mobilidade Urbana e o Observatório da Mobilidade Urbana, que é a coleta de todos os estudos realizados nas universidades em Manaus. Este é um Plano construído a 82 mãos”, comentou Elias Emanuel fazendo referência aos colegas de Casa.

O presidente da Câmara, vereador Wilker Barreto (PHS), ressaltou que a sociedade civil pode participar da elaboração do plano. “Obviamente que poderia ter sido maior, mas não tem como a Câmara forçar a sociedade vir as audiências públicas. Nós colocamos um instrumento inovador, emendas por e-mail, você podia enviar uma emenda para o Plano da comodidade da sua casa”, afirmou Barreto.

O vereador Professor Bibiano (PT) destacou que, na sexta-feira (18), entrou com uma ação judicial para tornar o Plano inconstitucional. “Não foi respeitada a Lei Federal 12.587, além da Constituição Federal e a Lei Orgânica do Município (Loman)”, disse. O petista ressaltou, ainda, que o Plano pode ser anulado dependendo do julgamento da justiça. Barreto, entretanto, contraargumentou ao dizer que não teme uma anulação do Plano, uma vez que a “Mesa Diretora da Casa cumpriu o rito”.

Por Cynthia Blink
Informações: d24am.com

READ MORE - Plano de Mobilidade Urbana de Manaus foi aprovado

Em Salvador, circulação de ônibus garantida até quarta

Os rodoviários da capital baiana ainda cogitam paralisação em meio às festas de fim de ano. No entanto, os ônibus estão garantidos aos usuários do transporte público até a próxima quarta-feira (23). A Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), está mediando as negociações entre o Sindicato dos Rodoviários e o sindicato patronal. O impasse se resume ao não pagamento de bonificação baseado na Participação dos Lucros e Resultados (PLR).

A reunião entre representantes dos rodoviários e o chefe da Semob - Fábio Mota - aconteceu durante a tarde de ontem (21), na sede do governo municipal, no Centro da cidade. No encontro, os rodoviários reafirmaram a proposta que impediria uma possível greve.

“Os trabalhadores mantém a proposta de um abono, uma proposta defensável. A gente quer um abono que compense a PLR no período, mas eles [sindicato patronal] não querem colocar. Vamos aguardar até a quarta-feira, visto que o prefeito designou o secretário de transporte para fazer uma interrupção com os empresários”, informou o secretário de comunicação do Sindicato dos Rodoviários, Daniel Mota.

De acordo com ele, se os patrões abrirem espaço para negociação que favoreça os trabalhadores, é possível chegar a um denominador comum ainda este ano. “A gente acredita que sim, resolve esse ano. Se não tiver [acordo], perde a cidade, que acaba sendo a mais prejudicada. Não vamos fazer nenhuma movimentação agora, vamos esperar até quarta-feira para decidir”, destacou.

Em entrevista à Tribuna da Bahia, o secretário Fábio Mota revelou que ainda é cedo para analisar o imbróglio que envolve os rodoviários e o Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador (Setps). 

“Nesse momento, a prefeitura só pode fazer o papel de mediação. A prefeitura não é patrão, nem é empregado. É uma negociação deles, interna, que estamos vendo o melhor jeito de resolver a situação da PLR. Ainda é cedo para falar em greve. Ouvimos um hoje, ouviremos o outro amanhã, depois tentaremos reunir as partes. Mas, ainda não é possível dizer se haverá greve ou não”, explicou Mota.

De acordo com ele, uma nova reunião será realizada hoje (22). Desta vez, entre a prefeitura e o Setps. “Ouvimos as reivindicações dos rodoviários, e agora vamos levar para o patronal. E, assim, tentar conseguir uma proposta para solucionar”, finalizou.

Informações: Tribuna da Bahia


READ MORE - Em Salvador, circulação de ônibus garantida até quarta

Após assembleia, greve de ônibus continua em Blumenau

Motoristas e cobradores do transporte coletivo das empresas Glória e Verde Vale, em greve há quatro dias em Blumenau, no Vale do Itajaí, decidiram em assembleia na manhã desta terça-feira (22)  pela manutenção da paralisação.

Cerca de 300 trabalhadores fizeram a reunião em frente à prefeitura para votar as propostas de pagamento do 13º salário dos funcionários, em atraso desde sexta (18).

O presidente do Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias no Transporte Coletivo Urbano (Sindetranscol), Ari Germer, afirma que os trabalhadores - tanto da Glória quanto da Verde Vale - exigem o pagamento integral da dívida.


À RBS TV, Germer afirmou que o movimento agora busca a adesão dos funcionários da Rodovel, responsável por 30% do transporte do municípios, cujos ônibus estão em circulação desde segunda (21), apesar de algumas interrupções ao meio-dia e no fim da tarde.

Outra assembleia está marcada para a manhã desta quarta-feira no Clube de Caça e Tiro, para definir os rumos do movimento. O horário da reunião ainda não foi definido pelo sindicato.

Proposta
Segundo afirmou à RBS TV o Sindetranscol,  a Verde Vale apresentou uma proposta de parcelamento em quatro vezes, com o primeiro pagamento em 28 de fevereiro. A empresa Glória, por sua vez, propôs a divisão do 13º salário em três partes, com o primeiro pagamento em fim de janeiro.
“Consideramos desrespeitosa a proposta da empresa Glória, uma vez o documento sequer foi assinado, não houve uma oficialização do encaminhamento”, diz o presidente do sindicato.

Notificações
Por meio do Procon, a prefeitura notificou o consórcio Siga, formado pelas três empresas, nesta segunda-feira (21), que administra o transporte coletivo da cidade, para que mantenha 30% do transporte coletivo em horários normais e 70% nos de pico.

O município acionou ainda o Ministério Público do Trabalho para que realize as ações judiciais cabíveis para a manutenção do sistema de ônibus.

À RBS TV, o prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, afirmou que se trata de uma "última chance" para o consórcio apresentar "um plano de recuperação, um plano que comprove a viabilidade das empresas, essa viabilidade econômica, operacional, para continuar prestando o serviço. E se isso não for devidamente comprovado, não terei dúvidas inclusive de romper o contrato com o consórcio e com as empresas".

Segundo o gestor administrativo e operacional do Consórcio Siga, Valdonir Cesar Perini, até 9h30 desta terça, as notificações da prefeitura e Ministério Público do Trabalho não haviam sido recebidas.

Circulação parcial
Os funcionários da Rodovel, que opera cerca de 30% do transporte do município, aceitaram a proposta da empresa de parcelamento do 13º salário. A empresa fará o pagamento da primeira parte do 13º salário nesta quarta (23), segundo o sindicato.

“A proposta é de uma parcela de R$ 150 para motoristas e R$ 90 para cobradores no dia 23. A segunda parte será paga em 15 de janeiro no mesmo valor para os mesmos profissionais. Depois disso, a cada sexta-feira, uma quantia idêntica será paga até a quitação da dívida”, explicou o presidente do Sindetranscol.

Informações: G1 SC

READ MORE - Após assembleia, greve de ônibus continua em Blumenau

Campinas enfrenta paralisação de ônibus intermunicipais

Os motoristas de ônibus intermunicipais da VB Transportes em Campinas (SP) paralisaram os serviços na manhã desta terça-feira (22). Segundo os funcionários, eles não receberam o 13º salário e o ticket alimentação. Na segunda (21), os condutores da VB de Indaiatuba (SP) já tinham iniciado uma paralisação. Eles também aguardam o pagamento, prometido para esta terça pela companhia, segundo os trabalhadores.

A paralisação começou o dia atingindo usuários que saem de Campinas e vão para Paulínia (SP) e Indaiatuba. A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) afirma que cerca de seis mil pessoas foram afetadas. Uma funcionária informou ao G1 que os motoristas deveriam ter saído às 4h30 da garagem, mas isso não aconteceu.

Segundo ela, um representante da empresa VB Transportes fez uma negociação e disse que ainda nesta terça-feira, entre às 10h e às 18h, o 13º salário será pago aos motoristas. A partir das 12h o ticket alimentação também deverá estar disponível.

Os motoristas de Campinas se reuniram nesta manhã para decidir quando voltarão ao trabalho. Por volta das 9h30 os ônibus com destino a Paulínia começaram a retomar as atividades, segundo uma funcionária da garagem. Os demais continuavam parados.  No período da tarde os funcionários entraram em nova reunião com os representantes. Até às 16h30, não foram divulgadas novas alterações na paralisação.

Informações: G1 Campinas e Região

READ MORE - Campinas enfrenta paralisação de ônibus intermunicipais

Tarifa do transporte coletivo de Aracaju custará R$3,10 a partir de janeiro

O projeto que pede o reajuste da passagem de ônibus que faz o transporte metropolitano de R$ 2,70 para R$ 3,10 foi votado e aprovado pelos vereadores durante a sessão desta segunda-feira (21) na Câmara Municipal de Aracaju. O reajuste foi aprovado com 10 votos a favor contra 9. Houve empate e o presidente da Casa, Vinícius Porto, desempatou.

Votaram a favor do projeto os vereadores Vinícius Porto (DEM), Adriano Taxista (PSDB), Agamenon Sobral (PHS), Augusto do Japãozinho (PRTB), Bigode do Santa Maria (PMDB), Agnaldo Feitosa (PR), Gonzaga (PMDB), Manuel Marcos (DEM), Ivaldo José (PSD), Renilson Félix (DEM) e Valdir dos Santos (PT do B).

Adelson Barreto Filho e Jailton Santana não votaram e os vereadores Anderson de Tuca e Daniela Fortes não compareceram a sessão.

Protesto
Na tentativa de impedir esse aumento, o Movimento Não Pago e a Frente Contra o Aumento da Tarifa realizaram um protesto na Praça Fausto Cardoso, no Centro da capital. O Levante Popular da Juventude, a União Nacional dos Estudantes e o Movimento Rua também apoiaram o ato.

Para o 'Não Pago', encaminhar o projeto para a CMA dias antes do recesso oficial é uma ‘manobra’ feita pelos empresários. O movimento ajuizou uma Ação Popular Preventiva para que a discussão sobre o aumento na Câmara seja suspensa.

Durante o protesto, os manifestantes pediram  que planilhas e documentos que serviram como base para o pedido de reajuste sejam divulgados e, que após isso, seja feita uma audiência pública para que a sociedade possa se posicionar diante da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp).

Nordeste
Em Natal a passagem custa R$ 2,65, em Teresina a passagem custa R$ 2,50. Em Fortaleza R$ 2,75, mesmo valor praticado em João Pessoa. Em Salvador a passagem custa R$ 3, mas vai passar para R$ 3,30 em janeiro. Em São Luís, R$ 2,60. Em Recife, o valor é R$ 2,45. E em Maceió, onde o sistema não é integrado, a passagem custa R$ 2,75.

Informações: G1 SE
READ MORE - Tarifa do transporte coletivo de Aracaju custará R$3,10 a partir de janeiro

Linha Turismo de Curitiba passa a circular às segundas-feiras e com o dobro da frota

Com a previsão de aumento de demanda no período de férias, a Linha Turismo passa a funcionar a partir de agora também às segundas-feiras. A alteração do calendário da linha, que normalmente opera de terça-feira a domingo, vai valer a partir desta segunda-feira (14) até o dia 8 de fevereiro.

A previsão é de um aumento de 40% no movimento da Linha Turismo no período de férias. No ano passado, o movimento, que foi de 45 mil em novembro, chegou a 70 mil passageiros em dezembro. Em 2014 foram registrados 659.147 passageiros da Linha Turismo.

Além de funcionar a semana inteira já a partir da próxima segunda-feira, a Linha Turismo passará, a partir do dia 21, a operar, até o dia 8 de fevereiro, com frota de fim de semana, de 12 ônibus double deck, que é o dobro da frota normal de dias úteis.

A tabela horária permanece a mesma – com saídas da Praça Tiradentes entre 9h e 17h30, sem alteração no roteiro. A Linha Turismo é uma das atrações mais procuradas por visitantes na cidade. O ônibus percorre os principais pontos turísticos de Curitiba a um custo de R$ 35,00, com direito a quatro reembarques.

Os ingressos podem ser comprados nos ônibus, em qualquer ponto de embarque ou na URBS, no bloco central da Rodoferroviária, das 8h30 às 17h, de segunda a sexta-feira.

A partir da praça Tiradentes, o itinerário da Linha Turismo inclui passagens por um trecho da Rua XV de Novembro, Museu Ferroviário; Teatro Paiol; Jardim Botânico; Rodoferroviária e Mercado Municipal; Teatro Guaíra e a antiga sede da Universidade Federal do Paraná; Memorial Árabe e Passeio Público; Centro Cívico; Museu Oscar Niemeyer, Bosque do Papa e Memorial Polonês; Bosque Alemão; Universidade Livre do Meio Ambiente; Parque São Lourenço; Ópera de Arame e Pedreira Paulo Leminski; Parque Tanguá; Parque Tingui; Memorial Ucraniano; Portal Italiano; Santa Felicidade e Parque Barigui.

Estão disponíveis no site da Urbs a tabela horária, mapa do roteiro percorrido, fotos e informações dos locais visitados e orientações aos usuários. Clique aqui

Informações: Urbs

READ MORE - Linha Turismo de Curitiba passa a circular às segundas-feiras e com o dobro da frota

Em Salvador, Cartão de acesso ao metrô já pode ser comprado nas estações

A partir desta segunda-feira, 21, os usuários já podem adquirir o cartão de acesso ao metrô de Salvador. A cobrança da tarifa só será iniciada no dia 2 de janeiro, mas a compra de crédito já pode ser antecipada pelos usuários do transporte coletivo.
Joa Souza | Ag. A TARDE
De acordo com informações da CCR Metrô Bahia, o custo da passagem é de R$ 3,30 e está à venda em todas as bilheterias das estações. O bilhete é semelhante ao Salvador Card e o usuário pode comprar quantas passagens quiser.

Segundo a concessionária, a compra deve ser feita em dinheiro e antecipação. Ainda a CCR, a venda antecipada é uma forma de adaptar a população para a cobrança e evitar tumultos quando for exigido o pagamento da passagem.

Informações: A Tarde


READ MORE - Em Salvador, Cartão de acesso ao metrô já pode ser comprado nas estações

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960