Porto Alegre é a capital com menos multas de trânsito no País

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Foi anunciado, na manhã desta quarta-feira (3), que Porto Alegre é a capital com menos multas de trânsito no País. Neste primeiro semestre, foi registrada uma média de apenas 0,29 multa para cada veículo. Goiânia lidera o ranking com a média de 0,77, seguida por São Paulo, média de 0,69, e Rio de Janeiro, 0,60. Os dados são dos órgãos regionais de trânsito das principais capitais, publicados pelo Jornal Hoje em Dia, de Belo Horizonte.

Além disso, um levantamento divulgado pela prefeitura da cidade indica que os oito primeiros meses do ano apresentaram uma redução de 17,88% no número de acidentes, na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 12.226 acidentes contra 14.888 em 2013. 

Foi a maior redução dos últimos cinco anos, mesmo com aumento da frota. Igualmente houve redução de feridos (menos 6,17%), 5.413 contra 5.769. Aumentaram em 3,49% as vítimas fatais (de 86 para 89), conforme a Coordenação de Informações de Trânsito da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

Informações: Jornal do Comércio


READ MORE - Porto Alegre é a capital com menos multas de trânsito no País

Conheça os 14 trens mais rápidos do mundo

Enquanto o Brasil sonha em ter (de volta) uma malha ferroviária decente, muitas ligações sobre trilhos operam em várias partes do mundo. As composições podem atingir mais de 500 km/h, e muitas vezes são uma opção mais viável que o transporte aéreo. O site Travel and Leisure listou os sistemas mais rápidos. A publicação destaca apenas as linhas que estão operacionais:
1. Trem Maglev Xangai, China
A linha liga o Aeroporto Internacional de Pudong à estação de metrô de Longyang Road, o Trem Maglev opera a mais de 430 km/h. Com um moderno sistema de levitação magnética, consegue atingir a impressionante marca de 500 km/h, mais veloz do que um carro de Fórmula 1.

A_maglev_train_coming_out,_Pudong_International_Airport,_Shanghai
2. CRH380, China
Em menos de uma década, a China desenvolveu uma incrível rede de trens de alta velocidade, que se estende por quase 10 mil km, transportando cerca de meio bilhão de passageiros por ano. O trem CRH380, em suas diferentes versões, é capaz de atingir velocidades de até 450 km/h em suas quatro rotas que passam por cidades como Pequim, Xangai, Nanjing e Guangzhou.

CRH380A-6068L
3. ICE 3, Alemanha
A Alemanha produz alguns dos trens mais velozes do mundo, mas sua própria rede de ferrovias de alta velocidade nasceu relativamente tarde na Europa. Hoje, o atraso está sendo compensado rapidamente: o InterCity Express (ICE3) corre entre Franfkurt e Colônia, no Vale do Reno, e entre Munique e Nuremberg, na Bavária, com nove linhas que atingem velocidades de até 320 km/h.

Frankfurter_(Main)_Hauptbahnhof-_auf_Bahnsteig_zu_Gleis_5-_Richtung_Mainz_(ICE_4011_091-8_(Tz_1191)_Salzburg)_8.4.2009
4. Sinkansen E5, Japão
Os famosos trens-bala japoneses existem em diversos estilos e formas, mas nenhum deles é tão veloz quanto o novo Shinkansen E5. Com um curioso “bico de pato” em sua dianteira, o trem opera a até 320 km/h na linha de 670 km entre Tóquio e Aomori, no norte da ilha de Honshu.

CA201001-01
5. TGV POS, França
A França foi pioneira na criação de trens de alta velocidade com seu TGV que começou a funcionar em 1981. Desde então, a evolução continuou tanto nos trilhos quantos nos próprios trens. Os mais recentes sãos os TGV POS, que operam em duas linhas, no leste e no oeste da França, com velocidades que atingem 320 km/h em operações normais e até incríveis 575 km/h em testes, a maior velocidade registrada para um trem.

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA
6. AVE Series 103, Espanha
Trem de alta velocidade da Espanha, o serviço AVE é mais conhecido por seus trens Talgo com “bico de pato”. Mas os novos Siemens Velaro Series 103 são ainda mais velozes, unindo Madri e Barcelona em 2h40, atingindo 310 km/h durante a viagem. Nas últimas décadas, a Espanha passou da fama de ter um dos piores transportes ferroviários da Europa para uma rede moderna de trens de alta velocidade que une as grandes cidades do país.

7. Sancheon KTX2, Coreia do Sul
O trem de alta velocidade Sancheon KTX2 efetua o trajeto entre Seul e as cidades portuárias de Musan e Mokpo. Construídos pela Hyundai, os trens operam a velocidades de até 305 km/h , com a capacidade de chegar a 350 km/h.

Korail_ktx_sancheon_17
8. ETR 500 Frecciarossa e ETR 575 AGV, Itália
A Itália oferece dois serviços de trens de alta velocidade nos mesmos trilhos: o Frecciarossa (Flecha Vermelha), público, e o Automotrice à Grande Vitesse (AGV), privado. Os trens conectam Turim, Milão, Roma, Nápoles e Veneza a velocidades maximas de 300 km/h, com recordes de 340 km/h para o Frecciarossa e 360 km/h para o AGV.

IMG_0788
9. Eurostar Class 373, Inglaterra, França e Bélgica
Atravessando o Canal da Mancha pelo Eurotunel, o trem Eurostar é o jeito mais prático de fazer o trajeto entre Londres e Paris. O trem opera a velocidades máximas de 300 km/h, conectando as estações de St. Pancras, em Londres, e Gare du Nord, em Paris, sem precisar ir até aeroportos distantes, nem passar por controles de segurança.

eurostar st pancras
10. 10. THSR 700T, Taiwan
Velozes e aerodinâmicos, os trens de alta velocidade TSHR de Taiwan percorrem o litoral oeste da ilha entre a capital, Taipei, e a cidade industrial de Kaohsiung. Exportados do Japão, os trens THSR 700 T levam 1 mil passageiros operando a velocidades de até 300 km/h.

THSR 700T, Taiwan
11. Afrosiyob, Uzbequistão
Primeira linha de trens de alta velocidade da Ásia Central, o Afrosiyob usa trens Talgo importados da Espanha. Os vagões que fazem o trajeto de 345 km entre Tashkent e Samarkand, ao longo da antiga Rota da Seda, atingem velocidades de até 250 km/h e estão especialmente preparados para os climas extremos do Uzbequistão.

Hi-speed_trains_Afrosiyab_(Uzbekistan)
12. Sapsan, Rússia
O trem Sapsan une São Petersburgo a Moscou, e Moscou a Nizhny Novgorod, a uma velocidade de 250 km/h. O nome Sapsan significa “falcão” em russo, homenageando a mais veloz das aves.
Siemens Velaro RUS "Sapsan" №155 (St. Petersburg-Moscow) passing by Malino station
13. Acela Express, Estados Unidos
O trem Acela Express é o jeito mais prático de percorrer os 730 km/h entre Boston e Washington. As inovações nos trilhos prometem deixar os trens ainda mais rápidos, mas, por enquanto, a velocidade máxima nos trajetos é de 240 km/h.

Acela_old_saybrook_ct_summer2011
14. Yüksek Hizli Tren, Turquia
Usando trens construídos na Espanha, a linha YHT liga as cidades turcas de Ankara, Konya e Eskisehur. Mas a rede está crescendo e promete reduzir a distância entre Ankara e Istambul de sete para três horas, com velocidades de até 200 km/h.

YHT_at_Ankara
READ MORE - Conheça os 14 trens mais rápidos do mundo

Bilhetes de integração do Metrô Rio são substituídos pelo Riocard

Bilhetes de integração do Metrô Rio vão ser substituídos pelo Riocard no próximo dia 15 de setembro. Com a mudança, os passageiros vão pagar tarifa reduzida na viagem metrô mais ônibus de integração (Barra Expresso via General Osório, Barra Expresso via Nova América/Del Castilho, Expresso Jacarepaguá e Integração Expressa).

Os interessados em adquirir o cartão Riocard para continuar obtendo o desconto na tarifa, devem procurar um dos postos de atendimento da empresa. 

A comercialização dos atuais cartões eletrônicos de integração, nos terminais e nos ônibus, vai ser suspensa a partir do dia 15 também. A partir dessa data, somente os usuários que possuírem o cartão Riocard vão pagar R$ 4,55 pelas duas viagens.

Informações: G1 Rio

READ MORE - Bilhetes de integração do Metrô Rio são substituídos pelo Riocard

Em SP, Novos ônibus articulados têm wi-fi e câmeras para evitar fraude no bilhete único

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e o secretário de Transportes, Jilmar Tatto, apresentaram na manhã desta terça-feira (2) 20 novos ônibus equipados com instrumentos modernos, como ar-condicionado, wi-fi livre, novos validadores e câmeras de monitoramento.

Os novos validadores mostram a imagem da fotografia dos bilhetes únicos especiais. Uma câmera fotografa o usuário do bilhete único que garante gratuidade (idoso, obeso, pessoas com deficiência). A comparação entre as duas imagens é feita para evitar fraudes no bilhete único.

Segundo a prefeitura, a fotografia não é tirada quando o bilhete usado é tradicional, o mensal ou semanal, mas a fraude é avaliada através do sistema, que monitora as viagens do passageiro e aponta incoerências e viagens duplas.

Os ônibus são "modelos piloto", segundo o prefeito, e devem virar padrão para os veículos que irão trafegar pelos corredores de ônibus. O modelo conta também com uma câmera em cima do motorista capaz de identificar veículos que invadam o corredor exclusivo.

“Estamos entrando numa fase nova, a dos ônibus superarticulados. São na verdade 200 unidades, 110 com ar-condicionado. O trabalhador viaja com conforto e tem uma viagem útil, já que pode adiantar tarefas pela conexão gratuita", disse o prefeito.

Os ônibus superarticulados têm capacidade para 171 passageiros e piso rebaixado, além das novas tecnologias.

Amanda Previdelli
Do G1 São Paulo

Leia também sobre:
READ MORE - Em SP, Novos ônibus articulados têm wi-fi e câmeras para evitar fraude no bilhete único

Primeiro trecho da Linha 15-Prata do monotrilho é aberto em São Paulo

Depois de quatro anos de obras e adiamentos na entrega, foi aberto na manhã deste sábado (30) o primeiro trecho do primeiro monotrilho de São Paulo, entre as estações Vila Prudente e Oratório, na Linha 15-Prata, na Zona Leste.

Por enquanto, a operação está em fase de testes e, por isso, o público só pode visitar aos sábados e domingos, das 10h às 15h, com entrada gratuita.  Esta operação conta com a assistência de técnicos das diversas áreas operacionais do Metrô para fazer os últimos acertos antes da operação comercial, cuja previsão de início é em 60 dias. O primeiro trecho, entre Vila Prudente e Oratório, atenderá 13.300 passageiros por dia.

O Metrô vai aproveitar para realizar campanha educativa sobre a utilização do monotrilho por meio de avisos sonoros e comunicação visual, com dicas de como usar o novo sistema de forma segura e adequada. As equipes de operação também estarão à disposição para orientar e auxiliar os novos usuários da Linha 15.

O acesso à estação Vila Prudente fica na Avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello, esquina com a Rua Cavour, ao lado da Linha 2-Verde. Já a entrada da estação Oratório será feita pela Avenida do Oratório, 165.

A segunda fase da Linha 15-Prata ligará a estação Oratório a São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, com extensão de 10,1 km e oito estações. Já o terceiro e último trecho terá 11,4 km e sete estações, ligando São Mateus e o Hospital Cidade Tiradentes. Nesta etapa também está contemplada a extensão de 2,1 km da linha até o Ipiranga, fazendo a conexão com a estação Ipiranga da CPTM (Linha 10-Turquesa).

A inauguração estava prevista para acontecer em janeiro deste ano, como afirmou o governador Geraldo Alckmin em julho de 2013. Houve ainda uma previsão inicial do governo do estado de que o sistema fosse inaugurado ainda em 2010. Porém, em janeiro, o secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Jurandir Fernandes, afirmou que a inauguração seria feita com atraso em março e que o trecho seria aberto definitivamente ao público apenas em junho.

Quando concluída, a Linha 15-Prata terá 26,6 quilômetros de extensão, 18 estações e dois pátios de estacionamento e manobra de trens. A previsão é de que 520 mil passageiros sejam atendidos por dia, em média.

Novas estações
Já a estação Fradique Coutinho, da Linha 4- Amarela do Metrô deve será entregue no fim do próximo mês, a previsão inicial é dia 25 de setembro. Já a estação Oscar Freire deve ser entregue no fim deste ano e a estação Higienópolis até março de 2015.

Informações: G1 SP

Leia também sobre:
READ MORE - Primeiro trecho da Linha 15-Prata do monotrilho é aberto em São Paulo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960