Recife: Novos metrôs e VLTs entram em operação no fim de janeiro, diz CBTU

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Em um mês, os passageiros da Região Metropolitana do Recife começarão a usufruir de um novo metrô. Pelo menos esses são os planos da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) para o sistema metroviário que transporta quase 300 mil pessoas todos os dias. O fim de janeiro é a data que está sendo apontada para o início da operação do primeiro de 15 novos trens e de quatro dos sete Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs) que estão sendo adquiridos pelo governo federal. Equipamentos esperados desde 2011.

Quando entrarem em operação, os novos trens e VLTs representarão um salto de qualidade no sistema. Além do avanço tecnológico que proporcionará conforto aos passageiros, o metrô do Recife passará a contar com mais composições e, consequentemente, com intervalos menores e viagens mais rápidas. Inicialmente, apenas na Linha Sul, que, por falta de trens, tem uma demanda reprimida de 150 mil passageiros. Em resumo, deverá minimizar uma das principais reclamações dos usuários do sistema: a superlotação dos trens, consequência da pouca oferta de composições.
Um primeiro trem entrará em operação no fim de janeiro, outros quatro até o meio do semestre e os dez restantes até, no máximo, o início de 2013. Promessa do Metrorec. “Estamos trabalhando para isso. A previsão para o início da operação já foi março, depois antecipamos para fevereiro e, agora, contamos para o fim de janeiro. Queremos dar esse presente aos nossos usuários, que terão oportunidade de andar num equipamento de primeiro mundo”, estima o atual superintendente do metrô do Recife, José Marques de Lima.

O otimismo do superintendente se estende ao início do funcionamento dos VLTs, que há quase um ano chegaram ao Recife, mas desde então ficam apenas em fase de teste. O principal problema para a operação comercial de fato (quando passageiros pagam e são transportados no equipamento) é a duplicação e adequação da chamada via permanente, ou seja, os 18 quilômetros onde o trem circula, no caso entre as Estações Cajueiro Seco (Jaboatão dos Guararapes) e Cabo de Santo Agostinho.

“Os sete VLTs já estão no Recife, sendo testados. Iniciamos uma operação branca (quando passageiros são levados, mas sem pagar) nos sábados e, recentemente, nas quartas-feiras. Em paralelo estamos preparando a linha para garantir uma melhor operação dos VLTs. As pessoas não sabem, mas são investimentos nunca feitos em 29 anos de operação do metrô do Recife. Representam R$ 320 milhões em recursos (R$ 200 milhões na compra dos 15 novos trens, R$ 80 milhões dos sete VLTs e R$ 32 milhões para duplicação da via entre Jaboatão e o Cabo)”, lembra José Marques de Lima.

O otimismo do superintendente do metrô do Recife não é compartilhado por muitos funcionários e, principalmente, pelo Sindmetro, o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco. Eles comemoram a compra e a chegada dos novos trens e VLTs, reconhecendo ser um avanço na história do sistema, mas lembram que o metrô precisa de mais investimentos. É como se, dessa forma, a CBTU estivesse cuidando apenas da carcaça, deixando-a oca por dentro. Saindo do aspecto técnico, muitas estações do sistema (especialmente da Linha Centro) estão degradadas por fora, constrangendo os usuários.

A principal preocupação é com relação ao déficit de funcionários e de peças de manutenção e reposição dos trens, tendo como consequência o sucateamento da atual frota. “Não adianta ter trens se não tiver funcionários para operar. Temos um déficit superior a 600 funcionários. Soubemos que a CBTU pediu a contratação de 670 funcionários, mas só foi autorizado concurso público para 201 novos servidores. E, mesmo assim, o concurso que deveria ter saído em 2012 não aconteceu e está sem data para ser aberto”, revelou o presidente do Sindmetro, Lenival José de Oliveira.

Diogo Morais, diretor de comunicação e imprensa do Sindmetro, lembra que o maior reflexo da falta de investimento no sistema é verificado na Linha Sul, embora seja o ramal mais novo e, por enquanto, melhor organizado.  A falta de pessoal, peças de reposição, ferramentas e sucateamento da frota atual tem impedido que a Linha Sul tenha as condições necessárias para suportar o aumento do número de usuários a serem transportados. É tanto que dois novos terminais integrados com ônibus estão prontos e fechados. A ampliação do número de usuários que hoje é de aproximadamente 300 mil pessoas por dia, saltará para mais de 400 mil passageiros, pondo o serviço prestado pelo metrô em xeque. O sindicato alerta a sociedade e questiona o governo federal, temendo um apagão no sistema metroviário do Estado.”

Por Roberta Soares
Informações: De Olho no Trânsito


Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs)

READ MORE - Recife: Novos metrôs e VLTs entram em operação no fim de janeiro, diz CBTU

Tarifa de ônibus de Belo Horizonte passa a custar R$ 2,80 no sábado

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e da BHTRANS, informa que as tarifas do transporte coletivo de passageiros serão reajustadas a partir da zero hora de sábado, 29/12/2012. A tarifa predominante, paga por cerca de 80% dos usuários do transporte coletivo municipal passará de R$ 2,65 para R$ 2,80, um reajuste de 5,66%. 

O reajuste anual das tarifas de ônibus em Belo Horizonte é calculado segundo uma fórmula paramétrica prevista nos contratos de concessão, compreendendo a variação anual dos preços de cinco grandes itens de custo do sistema (mão-de-obra operacional, combustível, veículos, despesas administrativas e rodagem), calculada pela Fundação Getúlio Vargas e IBGE.

Com a aplicação do índice apurado pela referida fórmula paramétrica, a partir do próximo sábado (29/12/2012) as tarifas de ônibus serão assim reajustadas:

 • Linhas perimetrais, diametrais, semi-expressas e troncais (ônibus nas cores laranja, azul e verde): de R$ 2,65 para R$ 2,80;

• Tarifa de integração com o metrô: de R$ 2,65 para R$ 2,80;

• Linhas circulares e alimentadoras (ônibus cor amarela): de R$ 1,85 para R$ 2,00;

• Linhas de vilas e favelas (microônibus cor amarela), que não tiveram reajuste desde 2010: de R$ 0,60 para RS 0,65;

• Linha Executiva SE 01: de R$ 5,00 para R$ 5,30;

• Linha Executiva SE 02: de R$ 4,00 para R$ 4,25.

Dessa forma, o reajuste médio geral do sistema convencional (ponderado pelo número de usuários pagantes em cada tipo de linha) será de 6,15%.

Nas tarifas das linhas executivas SE 01 e SE 02 será autorizada a concessão de desconto aos usuários do Cartão BHBUS, que pagarão as mesmas tarifas praticadas em 2012 (SE 01: R$ 5,00 e SE: 02 4,00).

Serviço Suplementar

Também as tarifas das linhas do transporte suplementar de Belo Horizonte terão seus valores reajustados a partir de sábado, 29/12: a tarifa de R$ 1,85 passa para R$ 2,00, a de R$ 2,15 passa para R$ 2,30 e a de R$ 2,65 para R$ 2,80.

Reajuste acumulado nos últimos quatro anos

Importa destacar que, enquanto a inflação geral entre 2009 e 2012, medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), foi de 24,8%, o reajuste acumulado da tarifa de ônibus em Belo Horizonte, no mesmo período, foi de 21,7%, portanto 14,3% menor do que a inflação geral (já considerando o reajuste tarifário de 29.12.12).

Melhorias do transporte coletivo em 2012

Neste ano, 201 novos ônibus, com elevadores e ventiladores, foram incorporados à frota do sistema convencional que conta hoje com 3.037 veículos, distribuídos em 298 linhas e operados por quatro concessionários.

A idade média da frota é de 3 anos e 11 meses, uma das mais novas do país. Mais de 77% dos ônibus já são equipados com elevadores para garantia de acessibilidade.

Também em 2012, 129 veículos novos, equipados com ar condicionado ou climatizador, entraram no sistema suplementar, para maior conforto dos passageiros.  A idade média da frota deste sistema, com 283 veículos, é de 2 anos e 3 meses. Cerca de 82% dos ônibus já são equipados com elevadores para garantia de acessibilidade.

Ainda em 2012, entraram em operação as duas primeiras linhas executivas, com 13 veículos novos, equipados com ar condicionado, rede de internet disponibilizada para passageiros e assentos estofados. A idade média desta frota é de 1 ano e todos os ônibus já são equipados com elevadores de acessibilidade.

Cartazes serão afixados nos ônibus informando o valor das tarifas.

A partir de 6ª feira, 28 de dezembro, cartazes informativos com os novos valores estarão afixados dentro dos ônibus.

Cartão BHBUS

Os créditos válidos do Cartão BHBUS Vale-Transporte (cartão amarelo) terão seu valor de compra mantido até o fim de sua validade. Caso queira, o usuário poderá trocar seus créditos antigos pelos valores das tarifas reajustadas em até 30 dias após a data do atual reajuste.

Os portadores do Cartão BHBUS Usuário (cartão azul), com créditos adquiridos até 28/12/2012, poderão utilizar esses créditos até o dia 11/02/2013, com cobrança da tarifa antiga. A partir de 12 de fevereiro de 2013 será cobrada a nova tarifa, automaticamente.

Táxi-Lotação

A tarifa do serviço de táxi-lotação, em operação nas avenidas Afonso Pena (104 veículos) e do Contorno (18 veículos), passará de R$ 2,90 para R$ 3,10.

READ MORE - Tarifa de ônibus de Belo Horizonte passa a custar R$ 2,80 no sábado

Ônibus de Porto alegre começam a circular com tabela horária de verão

Começou nesta quarta-feira a tabela horária de verão na frota de ônibus da Capital. A medida se dá até o dia 24 de fevereiro, domingo. As linhas de ônibus urbanas terão sua frequência de viagens reduzida em 7,4%, devido à diminuição de usuários nos meses de férias, cerca de 19% passageiros a menos. As primeiras e últimas viagens de todas as linhas serão mantidas. 

As linhas que atendem a UFRGS, que teve semestre prolongado, não terão mudanças em suas tabelas até o dia 17 de janeiro, quinta-feira. A nova tabela horária já está disponível no site da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Outras informações sobre ônibus podem ser obtidas no telefone 156, ou no site PoaTransporte. 

Informações: Prefeitura de Porto Alegre

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Ônibus de Porto alegre começam a circular com tabela horária de verão

Prefeitura do Rio divulga esquema especial de transporte para o Réveillon

A prefeitura do Rio divulgou hoje (26) o esquema especial de transporte público para a festa de réveillon em Copacabana, na zona sul da capital fluminense.

A Avenida Atlântica, em Copacabana, será bloqueada na via mais próxima ao mar a partir das 7h do dia 31 de dezembro, sendo que haverá a inversão do tráfego na pista dos hotéis.

Já às 15h haverá o bloqueio de ambas as pistas da avenida. O fechamento das ruas internas do bairro será às 18h, exceto para o tráfego de ônibus e táxis. Às 22h ocorrerá o fechamento total dos acessos à Copacabana, que ficará voltada à circulação de pedestres.

De acordo com secretário de Transportes, Carlos Roberto Osório, a grande novidade deste ano será a presença de quatro locais de linhas de ônibus para embarque do público, que funcionarão entre as 22h do dia 31 e as 4h do dia 1º de janeiro. Depois disso, os veículos voltarão a trafegar normalmente pelas vias do bairro.

Os passageiros poderão embarcar de volta para casa nos seguintes pontos: Enseada de Botafogo (Avenida das Nações Unidas), Lagoa Rodrigo de Freitas (Corte do Cantagalo), Ipanema (Rua Prudente de Morais) e Rua Real Grandeza (próximo ao Cemitério São João Batista).

“Botafogo será o grande local para voltar para casa, com escoamento de 50% do público. Ano passado, o trânsito só foi liberado às 6 da manhã, porque houve um conflito entre pedestres e veículos. É lógico que vamos ter problemas, pois estamos falando de 2 milhões de pessoas. Nós pedimos mais atenção nos transportes e que os usuários programem a sua chegada. Queremos dar mais conforto ao público de Copacabana”, disse o secretário.

Informações: Exame Abril

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Prefeitura do Rio divulga esquema especial de transporte para o Réveillon

Estresse e trauma afastam 10% dos motoristas de ônibus de Belo Horizonte

Um estudo feito pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Belo Horizonte mostra que 10% dos motoristas de ônibus da capital mineira estão afastados por causa do estresse. A violência e o medo de ser a próxima vítima de criminosos são as principais causas dos problemas relacionados aos pedidos de afastamento do trabalho.

Um motorista, que não quis de identificar, conta que estava trabalhando, por volta das 23h, e dois passageiros menores de idade desceram do ônibus para pegar carona na traseira do coletivo. A polícia teria flagrado os adolescentes e pedido para que ambos voltassem ao interior do veículo. Porém, com a saída dos militares, os suspeitos passaram a ameaçar o motorista de ônibus.

— Eu dirigi sob ameaças. Me fizeram furar os sinais de trânsito, me pediram para invadir a contramão e ainda ameaçaram me matar, caso eu parasse o ônibus.

 Enquanto alguns profissionais trabalham no limite, outros reagem de forma impulsiva, como o caso de um motorista de ônibus que abandou o coletivo no meio da rua, na Praça Sete, em Belo Horizonte, após discutir com uma passageira. Um mês depois, outro motorista parou o coletivo na região da Savassi porque teve uma crise de choro. Ele disse que não tinha mais condições de conduzir o veículo. Os médicos concluíram que ele foi mais uma vítima do estresse.

Para o psicólogo Fernando Rocha Nobre, desacelarar o aumento dos índices de estresse ao voltante não é uma tarefa fácil, mas é possível. Desde que os problemas relacionados ao trânsito sejam discutidos sob uma ótica diferente e com mais urgência.

— A tendência é que, quando há um engarrafamento, a violência e a agressividade das pessoas apareça. Dependendo do trauma é muito difícil que um motorista volte a dirigir bem como antes. Trânsito deveria ser uma questão de saúde pública. Ou seja, as autoridades deveriam priorizar o transporte coletivo, investir no metrô e aumentar a segurança.

Informações: R7.com

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook


READ MORE - Estresse e trauma afastam 10% dos motoristas de ônibus de Belo Horizonte

Mais cinco estações do Metrô e da CPTM vão aceitar cartão BOM

A partir desta quinta-feira (27), mais cinco estações do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) vão aceitar o cartão do Bilhete de Ônibus Metropolitano (BOM), para os passageiros da EMTU que fazem a integração. Antes, era preciso comprar uma passagem ou usar o Bilhete Único para ter acesso às estações.

Entre as novas beneficiadas pela mudança estão as estações Tucuruvi e Armênia, do Metrô, e estações Caieiras, São Caetano e Grajaú, da CPTM.

A expectativa é que, ao final da implantação em 153 estações, o benefício atinja 500 mil usuários. O cartão BOM é utilizado por 39 municípios da Grande São Paulo. O objetivo é que a integração seja ampliada em outras estações futuramente.

O cartão BOM já é aceito nas estações Itaquera, Brás, Carrão, Penha, Barra Funda, do Metrô, e nas estações Osasco, Carapicuíba, Barra Funda, Itaquera, Brás, Mogi das Cruzes, Estudantes, Guaianazes, Itaim Paulista, São Miguel, Comendador Ermelino e Itapevi, da CPTM.

Informações: G1 São Paulo

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Mais cinco estações do Metrô e da CPTM vão aceitar cartão BOM

Grande Recife divulga reforço das linhas para o Reveillon 2013

Para atender aos usuários que irão se deslocar ao centro do Recife e ao bairro de Boa Viagem, o Grande Recife Consórcio de Transporte reforçará a operação de 42 linhas de bacurau na virada do ano. 

A programação especial contará, ao todo, com 350 viagens, sendo 170 a mais durante o período da madrugada, com intervalos entre 10 (mínimo) e de 30 minutos (máximo). Das 42 linhas envolvidas na operação, sete terão seus horários de atendimento prolongados até às 4h30 do dia 1º de janeiro. Já outras seis linhas normais terão seus atendimentos prolongados na noite de segunda-feira (31/12), reduzindo os intervalos entre as viagens, para 15 minutos, no período das 20h30 até 22h10 (Ver lista abaixo). 
Para mais informações, os usuários podem entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente do Grande Recife, através do 0800.0810158, ou pelo site www.granderecife.pe.gov.br. 

Linhas bacuraus envolvidas na programação especial: 

35 linhas 

036 - AEROPORTO (BACURAU) 
038 - RES.BOA VIAGEM (BACURAU) 
063 - JARDIM PIEDADE (BACURAU) 
073 - CANDEIAS (BACURAU) 
131 - UR-02 (BACURAU) 
145 - ALTO DOIS CARNEIROS (BACURAU) 
146 - UR-11 (BACURAU) 
154 - JORDÃO (BACURAU) 
172 - CONJ.MARCOS FREIRE (BACURAU)
184 - CABO (BACURAU) 
233 - CAVALEIRO (BACURAU) 
254 - JABOATÃO (BACURAU) 
258- MORENO (BACURAU) 
322 - JARDIM SÃO PAULO (BACURAU) 
333 - TOTÓ (BACURAU) 
352 - CURADO II (BACURAU) 
362 - CURADO IV (BACURAU) 
426 – TORRÕES (BACURAU) 
427 – MONSENHOR FABRÍCIO (BACURAU) 
435 - CDU VÁRZEA (BACURAU) 
457 - SÃO LOURENÇO (BACURAU) 
462 - LOT. S. COSME E DAMIÃO (BACURAU) 
515 - NOVA DESCOBERTA (BACURAU) 
515 - NOVA DESCOBERTA (BACURAU) 
523 - DOIS IRMÃOS/ RUI BARBOSA (BACURAU) 
533- CASA AMARELA (BACURAU) 
613 – MORRO DA CONCEIÇÃO (BACURAU) 
626 - BREJO (BACURAU) 
643 - C.DO JENIPAPO (BACURAU) 
715 - ALTO STA. TEREZINHA (BACURAU 
744 - DOIS UNIDOS (BACURAU) 
745 – ALTO JOSÉ BONIFÁCIO (BACURAU) 
827 - JARDIM BRASIL (BACURAU) 
846 - AGUAS COMPRIDAS (BACURAU) 
927 - OURO PRETO (BACURAU) 
928 - MARANGUAPE II (BACURAU) 
936 - MIRUEIRA (BACURAU) 
956 - IGARASSU (BACURAU) 
957 - CAETÉS (BACURAU) 
975 – AMPARO (BACURAU) 
985 - RIO DOCE (BACURAU) 
995 - PAU AMARELO (BACURAU) 

Linhas com atendimento prolongado até as 4h30 do dia 01/01 

036 – AEROPORTO (BACURAU) 
038 – RESIDENCIAL BOA VIAGEM (BACURAU) 
063 – JARDIM PIEDADE (BACURAU) 
073 – CANDEIAS (BACURAU) 
626 – BREJO (BACUARU) 
715 – ALTO SANTA TEREZINHA (BACURAU) 
846 – ÁGUAS COMPRIDAS (BACURAU) 

Linhas normais com atendimento prolongado até a noite de segunda-feira 31/12 

032 – SETÚBAL (Conde da Boa Vista) 
043 – AEROPORTO/TACARUNA (DERBY) 
061 – PIEDADE 
062 – JARDIM PIEDADE 
071 – CANDEIAS 
082 – JOANA BEZERRA/BOA VIAGEM 

Informações: GRCT
READ MORE - Grande Recife divulga reforço das linhas para o Reveillon 2013

Lei da Mobilidade Urbana é inócua até agora

Publicada há quase um ano, em 04/01/2012, a lei 12.587/2012, que institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana complementa as ações de desenvolvimento urbano prevista na Constituição e objetiva a integração entre os diferentes modais de transporte e a melhoria da acessibilidade das pessoas e cargas aos municípios. Legislação de  pouca eficácia em nada até agora possibilitou a melhoria na qualidade de vida urbana, quando o tema é mobilidade e eficiência do transporte público.
A lei ficou apenas no plano das ideias e boas intenções, como por exemplo, a intenção de contribuir com o acesso universal à cidade, permitir o planejamento e a gestão democrática do Sistema Nacional de Mobilidade Urbana – conjunto organizado dos modos de transporte, serviços e infraestruturas – que garantem o deslocamento dos cidadãos e a movimentação de cargas no território de abrangência dos municípios.

A lei 12.587/2012 traz um pomposo arcabouço jurídico de princípios, que até agora não motivaram nem exigiram por parte dos administradores a intenção de melhorar nem o transporte coletivo básico.

Conheça os principais princípios norteadores da política de mobilidade urbana:

Acessibilidade universal;
Desenvolvimento sustentável das cidades;
Igualdade de acesso dos cidadãos ao transporte público coletivo;
Eficácia na prestação dos serviços de transporte urbano;
Segurança nos deslocamentos e racionalidade no uso do espaço público de circulação.
Transporte coletivo versus carro

Enquanto o governo federal, ao longo de 2012 incentivou ao máximo a venda de carros, com a isenção do IPI, por outro lado, um dos pontos básicos da lei de mobilidade urbana era justamente a permissão para que que estados, municípios e a União aplicassem tributos a alguns serviços de transporte urbano com o objetivo de desestimular o seu uso e incentivar, por meio de financiamento com estes recursos, a utilização do transporte público coletivo ou não motorizado. O que a população não deve ter visto em qualquer local do país.

A lei ainda permite que os entes federativos poderão restringir e controlar o acesso e a circulação – permanente ou temporária – de veículos motorizados em locais e horários predefinidos. Eles também têm o direito de estipular níveis de emissão de poluentes para locais e horários determinados, apenas nos espaços sob o seu controle.

Da mesma forma, segundo a lei, a União, estados e municípios poderão dedicar espaços exclusivos nas vias públicas para os serviços de transporte público coletivo e modos de transporte não motorizados, além de controlar o uso e a operação da infraestrutura destinada à circulação do transporte de cargas. Poderão firmar, ainda, convênios para o combate ao transporte ilegal de passageiros e para o transporte coletivo urbano internacional nas cidades localizadas na fronteira de países vizinhos ao Brasil.

A lei também trata dos direitos dos usuários do Sistema Nacional de Mobilidade Urbana. Entre eles, por exemplo, a garantia de participar do planejamento, fiscalização e avaliação da política local de mobilidade urbana e ser informado, de forma gratuita e acessível, sobre os itinerários, horários, tarifas e modos de interação com os outros modais de transporte. 

Informações: Observatório Eco


Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Lei da Mobilidade Urbana é inócua até agora

No Rio, Usuários de Campo Grande reclamam da falta de ônibus depois das 22 horas

O Blog Meu Transporte recebeu uma reclamação referente a um problema grave que prejudica e muito os usuários de ônibus, onde depois das 22 horas, os ônibus da linha 869*Santa Margarida deixam de atender a população deixando estas pessoas totalmente na rua prejudicadas, esperamos que através desta publicação, a prefeitura do Rio possa rever o que está acontecendo para resolver está questão junto aos usuários. Abaixo a carta do leitor que também foi enviada para a ouvidoria da DETRO.

" Boa noite, gostaria de formalizar uma reclamação sobre as linhas de ônibus de Campo Grande, em especial a linha 869 Santa Margarida, que encerra sua operação todos os dias a meia noite, deixando os moradores daquela região sem opção de condução. Na noite do dia 25 dez 2012, às 10:50 já não havia carro rodando, além de não haver ninguém para dar informação. O secretário municipal garantiu que não haveria problemas com transporte público, mas na zona Oeste em geral esse problema é crônico. Como posso sair para trabalhar sem saber se vou conseguir voltar para casa?"

Carta do Leitor

O Blog Meu Transporte é de todos nós usuários, por isso mandem suas informações e reclamações para que possamos divulgar os abusos que se passam no transporte de todo o Brasil.


Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - No Rio, Usuários de Campo Grande reclamam da falta de ônibus depois das 22 horas

Etufor define programação especial de transporte público para réveillon

Para garantir o direito de ir e vir da população durante o Réveillon, facilitando o acesso de todos os cidadãos ao Aterro da Praia de Iracema, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) preparou um esquema especial de trabalho com veículos extras, aumento do efetivo operacional, desvios de itinerários e oferta de linhas especiais, que farão a ligação direta de cada terminal de integração ao local do evento. Ao todo, 1.500 ônibus irão operar no último dia do ano.

Desvio de rota

Em virtude do bloqueio de trânsito no entorno do Aterro da Praia de Iracema para realização do evento, os itinerários das linhas que trafegam pelo local serão desviados. No sentido leste-oeste, o desvio será feito pela Rua Tenente Benévolo. No sentido contrário, oeste-leste, pela Rua Pereira Filgueiras.

Embarque e desembarque

No dia 31/12, cerca de 80 agentes da Etufor serão distribuídos nos principais pontos de parada, situados nas ruas Tenente Benévolo e Pereira Filgueiras, para organizar e orientar o embarque e desembarque de passageiros. Além disso, três viaturas e três motos farão ronda nos principais corredores de transporte que dão acesso ao evento.

Linhas especiais

A fim de facilitar o deslocamento dos cidadãos à festa, a Etufor vai disponibilizar sete linhas especiais que sairão de cada terminal de integração diretamente para o Aterro da Praia de Iracema. Cerca de 50% dos veículos que irão operar nessas linhas especiais serão acessíveis, com elevadores acoplados.

(930) Antônio Bezerra/Aterro Praia de Iracema
(931) Parangaba/Aterro Praia de Iracema
(933) Lagoa/Aterro Praia de Iracema
(935) Messejana/Aterro Praia de Iracema
(936) Cj. Ceará/Aterro Praia de Iracema
(937) Papicu/Aterro Praia de Iracema
(938) Siqueira/Aterro Praia de Iracema

Prolongamento

Além das 22 linhas “corujões” que operam a partir da meia-noite, 17 linhas regulares terão os seus horários prolongados até 4h da manhã. São elas: (011) Circular I, (012) Circular II, (029) Parangaba/Náutico, (041) Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu, (042) Antônio Bezerra/Francisco Sá/Papicu, (051) Grande Circular I, (052) Grande Circular II, (071) Antônio Bezerra/Mucuripe, (072) Antônio Bezerra/Parangaba, (073) Siqueira/Praia de Iracema, (076) Conjunto Ceará/Aldeota, (077) Parangaba/Mucuripe, (079) Antônio Bezerra/Náutico, (092) Antônio Bezerra/Papicu/Praia de Iracema, (099) Siqueira/Mucuripe/Barão de Studart, (905) Meireles e (906) Caça e Pesca/Serviluz/Centro. As linhas de transporte complementar também estarão à disposição dos usuários: (11) Barra do Ceará/Cais do Porto e (52) Caça e Pesca/Centro.

Tarifa Social

Nos dias 30 (domingo), 31 de dezembro e primeiro de janeiro as passagens nos ônibus e vans da Capital estarão mais baratas, custando apenas R$ 1,40 (inteira) e R$ 0,70 (meia).
Além do serviço de transporte coletivo, a Etufor orienta aos que desejam passar a virada do ano no Aterro da Praia de Iracema que utilizem também os táxis. Atualmente, 4.392 veículos operam na cidade, sendo 40 destes acessíveis.

Praia no feriado

No dia primeiro de janeiro a frota dos veículos será reforçada com o acréscimo de 132 veículos extras saindo dos terminais de integração com destino às praias totalizando 1.100 ônibus. Para atender a demanda, ainda será criada a linha especial (949) Sítio São João/Abreulândia, que fará o deslocamento direto do bairro à praia, e reativadas as linhas (932) Parangaba/Caça e Pesca, (939) Siqueira/Caça e Pesca e (940) Cj. Palmeiras/Abreulândia.

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Etufor define programação especial de transporte público para réveillon

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960