Ônibus voltarão a circular neste fim de semana em Blumenau

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

O presidente do Sindicato dos Empregados das Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau (Sindetranscol), Ari Germer, informou que neste sábado e domingo os ônibus voltarão a circular na cidade normalmente. 

Apesar disso, ele diz que o retorno não significa que a greve acabou:

_ Vamos aguardar um contato por parte do Siga. Caso isso não acontecer, na segunda-feira poderemos parar novamente.
A greve no transporte público começou ainda na madrugada desta sexta-feira.


Paralisação do transporte público, em Blumenau, gera depredação em ônibus e estação de embarque

Durante a tarde de sexta-feira, três dos 16 ônibus que estava circulando pela cidade, apesar da paralisação de motoristas e cobradores do transporte público, foram apedrejados. 

Segundo o Seterb, duas ocorrências foram na Rua dos Caçadores e uma na Rua das Missões. Um dos veículos teria sido atingido na janela do motorista, mas ninguém ficou ferido. 

Além dos ônibus da empresa Rodovel, a estação de pré-embarque, na Rua 7 de Setembro próximo ao Shopping Neumarkt, teve os vidros quebrados. 

A Polícia Militar esteve na Rodovel e na estação de pré-embarque para fazer o levantamento do que ocorreu e iniciar a investigação do caso, informa o presidente do Consórcio Siga, Valdecir Rosa. 

Para ele, a ação pode ter sido provocada por um manifestante. 
Neste sábado e domingo, o transporte público volta a funcionar normalmente.

Informações: Jornal de Santa Catarina

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Ônibus voltarão a circular neste fim de semana em Blumenau

Trem será alternativa de transporte em 21 cidades da Região Metropolitana de BH

A região metropolitana de Belo Horizonte vai ganhar até 2015 um novo sistema de transporte intermunicipal por trem. O projeto é de iniciativa do Governo de Minas e a previsão é de transportar cerca de 3 milhões de pessoas em 21 cidades. O Trem Metropolitano será implantado em um modelo de parceria-publico-privada com investimentos que podem chegar a 9 bilhões de reais.

Informações: Governo do Estado





READ MORE - Trem será alternativa de transporte em 21 cidades da Região Metropolitana de BH

Distrito Federal testa protótipo de ônibus elétrico

O governador do Distrito Federal (DF), Agnelo Queiroz,  fez o passeio inaugural no protótipo do ônibus elétrico que entrará em circulação experimentalmente na capital federal nos próximos meses. O veículo faz parte da política do governo local de introduzir novas tecnologias como forma de reduzir a emissão de poluentes e o impacto do transporte coletivo no meio ambiente.

Fabricado na China, o modelo em teste na cidade apresenta um conceito ambiental, usa energia limpa e pode contribuir para reduzir a poluição sonora. O veículo é totalmente elétrico, funciona com um conjunto de baterias que proporcionam autonomia média de 150 quilômetros (com o ar-condicionado ligado) e tem vida útil de pelo menos cinco anos.

O interesse do governo do Distrito Federal é testar o modelo, com o intuito de posteriormente montar uma fábrica e produzir os veículos ecológicos na capital. Para o presidente da Sociedade de Transporte Coletivo (TCB), Carlos Koch, este é o momento ideal para execução do projeto. “Estamos muito próximos de fazer uma grande renovação da frota”, diz Koch.

Estima-se produzir os primeiros ônibus elétricos até a Copa do Mundo de 2014, mas isso ainda está em processo de negociação. A introdução do ônibus híbrido, porém, está prevista para o segundo semestre do ano que vem. Os híbridos já propiciam redução significativa na emissão de poluentes em relação aos ônibus convencionais. Os elétricos são totalmente ecológicos.

A implementação destes modelos no transporte público também faz parte de um acordo feito com a Federação Internacional de Futebol (Fifa) para a Copa. O projeto prevê que os novos veículos sejam usados no transporte dos torcedores do aeroporto ao Setor Hoteleiro e ao Estádio Nacional Mané Garrincha.

A partir de hoje, o ônibus elétrico circulará pela capital para testes, e será gratuito para a população. Ainda não foram divulgadas informações sobre os horários  e as rotas do veículo. Com a experiência, será possível estudar e avaliar os aspectos de engenharia, de adaptação às rodovias da região e, então, promover as alterações necessárias.

READ MORE - Distrito Federal testa protótipo de ônibus elétrico

Em Blumenau, Greve paralisa 100% da frota de ônibus

Nenhum ônibus municipal circula, desde às 3h desta sexta-feira, em Blumenau, Santa Catarina, depois que o Sindicato dos Empregados das Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau e Gaspar (Sindetranscol) anunciou a paralisação total do transporte coletivo, afirmou o Serviço Municipal de Trânsito e Transportes da cidade (Seterb).
Foto: Jaime Batista da Silva/vc repórter

De acordo com o Seterb, a paralisação afetou 125 mil pessoas e complicou o trânsito nas principais vias da cidade, que apresentam trechos de grandes congestionamentos, sobretudo na região central de Blumenau.

Uma nova assembleia da categoria estava prevista para as 10h desta sexta-feira, quando os funcionários deveriam discutir se irão manter a paralisação total da frota, e os próximos passos da negociação. Procurados pelo Terra, os representantes do Sindestranscol não foram localizados.


Ainda segundo o Seterb, a paralisação total da frota é um descumprimento à decisão de liminar concedida na última terça-feira pela juíza do Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina, de que 50% da frota deveria circular nos horários de pico - entre às 5h e 8h30 e das 17h às 19h30 - e no mínimo 30% nos demais horários.

Com a decisão do Sindicato em não cumprir a liminar, o Seterb pedirá a aplicação da multa prevista, de R$ 50 mil por dia não cumprido, conforme determinado pela juíza.

No último dia 1° de novembro, em assembleia realizada pelo Sindetranscol, os funcionários da categoria rejeitaram, por unanimidade, as propostas apresentadas pelo Consórcio Siga, para a assinatura de um acordo coletivo. Entre as propostas, estavam o reajuste salarial de 7,40%, aumento de 13,33% no ticket alimentação e de auxílio creche em 36,36%.

Informações: Portal Terra

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Em Blumenau, Greve paralisa 100% da frota de ônibus

Cidade de Caxias do Sul ganha quatro ônibus BRT

Caxias ganha quatro novos ônibus BRT. Um dos ônibus já está em operação na linha Salgado Filho. Com chassi Scania e carroceria Marcopolo, ele tem 23 metros de comprimento, 77 lugares para passageiros em pé e capacidade total de 172 pessoas. É o maior ônibus articulado do Brasil. Só existe ônibus com duas articulações com proporções maiores.
Marcopolo/Divulgação. Foto por: Julio Soares/Objetiva

Mas a novidade mesmo são os quatro novos ônibus BRT que ainda vão entrar em operação. Eles tem 15 metros de comprimento e capacidade total de até 100 passageiros. Conta com moderna tecnologia do chassi Scania, além do motor euro cinco, menos poluente.


O investimento para a compra de um ônibus desse porte é de cerca de 30 por cento a mais do que um ônibus comum, segundo o diretor superintendente da Visate, Fernando Ribeiro. Mesmo que a cidade ainda não esteja operando no sistema BRT, o diretor da Visate acredita que o investimento é importante para projetar o que vem pela frente com a implantação da troncalização do transporte público com a inauguração das estações do bairro Floresta e do Monumento Imigrante.

Os novos ônibus passam por uma última revisão e a previsão é que até o final do mês estejam circulando nas ruas da cidades. Eles vão operar nas coletoras Nortes e Sul, nas perimetrais de Caxias. A entrega oficial dos ônibus será feita amanhã às 20h em um jantar no Château La Cave.

Informações: Clicrbs

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Cidade de Caxias do Sul ganha quatro ônibus BRT

Metrô SP realizará, neste domingo (11), sessão de testes do novo sistema de controle de trens na Linha 2- Verde

O Metrô dará continuidade no próximo domingo, dia 11, aos testes do sistema CBTC (Controle de Trens Baseado em Comunicação) na Linha 2- Verde (Vila Prudente-Vila Madalena). Nesse dia, para a execução dos testes, as estações Vila Madalena, Sumaré, Clínicas, Consolação, Trianon-MASP e Brigadeiro ficarão fechadas ao público das 4h40 às 10h.

Nesse período, os usuários serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), que circularão, ininterruptamente até às 10h, entre as estações Vila Madalena e Paraíso, dando cobertura ao trecho interrompido.

A Estação Paraíso funcionará durante todo o domingo normalmente, desde o início da operação comercial, às 4h40, para os usuários que quiserem embarcar nos trens da Linha 1- Azul e da Linha 2-Verde, destino Vila Prudente. 

Até às 10h da manhã neste domingo, a transferência para a Linha 4- Amarela somente será realizada nas estações República, na Linha 3- Vermelha (Corinthians/Itaquera-Palmeiras/Barra Funda) e Luz, na Linha 1- Azul (Jabaquara-Tucuruvi), pois a Estação Consolação, da Linha 2-Verde, estará fechada nesse período. 

O CBTC é considerado o sistema de controle de trens mais moderno do mundo e está em operação em linhas de metrôs nas cidades de Nova York, Londres e Paris, entre outras. Quando esse sistema estiver funcionando plenamente, o intervalo entre um trem e outro será reduzido e a capacidade de transporte ampliada em cerca de 20%.

Os testes são realizados aos domingos e feriados devido ao menor número de usuários que utilizam os trens e estações metroviárias. Para informar os usuários, o Metrô está divulgando mensagens sonoras pelos sistemas de som das estações e dos trens e também por meio de cartazes.

Informações: Metrô SP

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Metrô SP realizará, neste domingo (11), sessão de testes do novo sistema de controle de trens na Linha 2- Verde

Mais de 70% da população de Salvador não está satisfeita com o transporte coletivo da cidade

A população de Salvador não está satisfeita com o transporte público da capital baiana. Para 74,4% dos soteropolitanos, nada é positivo no transporte público da cidade. É o que revela uma pesquisa sobre mobilidade, realizada pelo Planter - Observatório do Comportamento & Tendências, que entrevistou duas mil pessoas no período de 11 a 14 de junho deste ano.

Ao serem questionados sobre o que acham negativo no transporte público, 51,7% dos entrevistados responderam "tudo". Os três fatores que tiveram as avaliações mais negativas (ruim ou péssimo) foram o custo da passagem no orçamento mensal (73,1%); o estado de conservação dos veículos - higiene, qualidade de assentos, barras de apoio e espaço - (70,1%) e os horários - tempo de espera - (68,5). 

Já a ação dos vendedores dentro dos ônibus teve a avaliação mais positiva (bom ou ótimo), com 41,3% dos entrevistados. Em seguida, está o atendimento dos condutores (motoristas e cobradores), com 25,1%.

Perfil
Os ônibus são utilizados como meio de transporte por 77,1%, de acordo com a pesquisa. Aproximadamente 67% (66,7%) dos soteropolitanos usa o transporte público duas vezes por dia.

A forma mais comum de pagamento é o dinheiro, utilizado por 51,6%. Já o cartão de passagem (smart card) é o meio de pagamento de 15,8%. Entre os entrevistados, 4,5% declararam que não pagam passagem.

Informações: iBahia

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Mais de 70% da população de Salvador não está satisfeita com o transporte coletivo da cidade

Em BH, Complexo Vilarinho recebe obras para integrar sistema BRT

Ampliando as intervenções da implantação do BRT Antônio Carlos, a Prefeitura realiza obras no Complexo Viário Vilarinho. Desde setembro de 2011, a região que engloba as interseção das avenidas Pedro I e Vilarinho passa por reestruturação viária para receber o Corredor de Transporte Rápido por Ônibus (sistema BRT).

As obras da Vilarinho, executadas em dois lotes, contemplam, no lote 1, a construção de dois viadutos, um na avenida Pedro I sobre a avenida Vilarinho – extensão da pista de BRT da Pedro I, outro próximo à Estação BHBus Vilarinho, integrando os lados norte e sul, além do alargamento do viaduto localizado na avenida Pedro I sobre a avenida Vilarinho (sentido bairro), para tráfego misto. O projeto propõe, ainda, a implantação de duas trincheiras, uma sob a rodovia MG010, para acesso dos ônibus do BRT à Estação Vilarinho, e outra sob a avenida Pedro I, interligando a pista de BRT deste corredor à da avenida Vilarinho. Serão instaladas, também, duas passarelas de estrutura metálica, na alça do trevo da Vilarinho e no viaduto da avenida Pedro I sobre a avenida Vilarinho (sentido centro).

No lote 2 são executados serviços de drenagem, terraplenagem, pavimentação em concreto, dentre outros, preparando a avenida Vilarinho para implantação de quatro estações do BRT, de embarque e desembarque de passageiros.

Das intervenções traçadas no projeto do lote 1, estão em andamento as obras de alargamento e construção do viaduto na Pedro I sobre a Vilarinho, trincheira sob a rodovia MG010 e no viaduto Estação Norte-Sul. A passarela sobre a alça da Vilarinho foi concluída em setembro. O início das obras na trincheira sob a avenida Pedro I depende de desapropriações de imóveis, com negociações iniciadas neste mês e previsão de término em janeiro do próximo ano. Após a conclusão das obras no viaduto da Pedro I, sentido centro, será feita a instalação da segunda passarela. As obras contempladas no lote 2 estão em fase de finalização, e, posteriormente, será iniciada a montagem das estações do BRT.

As obras estão orçadas em R$45 milhões (lote 1) e R$3,4 milhões (lote 2). A previsão de término das intervenções no Complexo Vilarinho é outubro 2013.

Informações: Prefeitura de Belo Horizonte

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Em BH, Complexo Vilarinho recebe obras para integrar sistema BRT

População de João Pessoa já pode verificar como está o trânsito em tempo real

Nos últimos anos, fugir do tráfego intenso nas grandes cidades se tornou uma necessidade para milhares de motoristas. Em João Pessoa, os condutores têm à disposição o serviço oferecido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para observar o trânsito em tempo real e evitar vias com fluxo mais intenso em horário de pico. O sistema das câmeras de monitoramento da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) passou por um processo de atualização e as câmeras podem ser acessadas pela internet em 22 pontos estratégicos da Capital.

Atualmente, 68 câmeras de monitoramento estão instaladas pela cidade, sendo 22 acessíveis pela rede mundial de computadores. O serviço, que funciona desde o ano passado, conta agora com um software que melhora a definição de imagens e dá mais qualidade e velocidade à transmissão. “Por meio dele, o motorista pode optar por rotas alternativas”, disse o superintendente executivo da Semob, Nilton Pereira de Andrade.

Ao acessar as imagens antes de sair de casa ou do trabalho, o motorista poderá escolher a melhor opção de deslocamento, caso o seu trajeto costumeiro, por algum motivo, esteja naquele momento com o trânsito lento. Além de não perder tempo, esse motorista ajudará a reduzir a demanda nas vias mais disputadas, principalmente nos horários de pico. “É a tecnologia a serviço da mobilidade urbana de João Pessoa”, ressaltou Nilton Pereira.

Acesso – Qualquer pessoa pode visualizar como está o trânsito antes de iniciar o trajeto para o destino desejado. O serviço é gratuito e está à disposição nos seguintes endereços eletrônicos: www.semobjp.pb.gov.br/cameras e www.joaopessoa.pb.gov.br.

A equipe de Tecnologia da Informação da Semob garantiu que, em pouco tempo, todas as câmeras estarão disponíveis para acesso via internet. Para mais informações, basta ligar para 0800 281 1518 ou 3218-9330/9336, em horário comercial.

Pontos de visualização

Avenida Flávio Ribeiro Coutinho X Edson Ramalho (Tambaú)

Avenida Rui Carneiro X Almirante Tamandaré (Tambaú)

Busto de Tamandaré (Tambaú)

Rotatória do Altiplano

Avenida Rui Carneiro X Maria Rosa (Tambaú)

Avenida Epitácio Pessoa X Prefeito José Leite

Avenida Epitácio Pessoa X Rui Carneiro

Avenida Epitácio Pessoa X Maranhão

Avenida Ministro José Américo de Almeida (Beira Rio) X Rui Barbosa

Avenida Epitácio Pessoa X Bento da Gama

Avenida Getúlio Vargas X Tabajaras (Centro)

Parque Solon de Lucena

Avenida Padre Meira X Parque Solon de Lucena

Avenida General Osório X Guedes Pereira

Avenida Santo Elias X Parque Solon de Lucena

Rua Padre Azevedo X Beurepaire Rohan (Varadouro)

Terminal de Integração (Varadouro)

CCHLA-UFPB

Rotatória de Mangabeira (Mangabeira)

Avenida João Rodrigues Alves X José Alexandre de Lira (Bancários)

Avenida Sérgio Guerra X Rosa Lima dos Santos (Bancários)

Viaduto do Cristo

Informações: PBAgora

READ MORE - População de João Pessoa já pode verificar como está o trânsito em tempo real

No Rio, Obras da Linha 4 do metrô afetará o trânsito na Zona Sul por 18 meses

A Linha 4 do Metrô, que visa facilitar a locomoção do carioca, provocará muito estresse e engarrafamentos durantes sua construção. Criada para ligar a Zona Sul à Barra da Tijuca (Zona Oeste), a obra obrigou a prefeitura a fazer algumas mudanças no trânsito, que começam no próximo dia 17.

Durante os 18 meses de obras, tempo estimado pela prefeitura, os transtornos serão inevitáveis, e a população, segundo o prefeito Eduardo Paes, deve buscar meios alternativos ao trânsito.

"Não será tempo de vida fácil no trânsito com essas intervenções na Zona Sul. Por isso, apelamos pela compreensão da população. Trata-se de uma obra grande e necessária. Acabou aquela lógica de governo anteriores de que cada governador inaugurar uma estação do metrô para chamar de sua. Pedimos desculpas pelos transtornos e pedimos para que os moradores apelem para a carona solidária, a bicicleta ou as viagens a pé durante esse período. Estamos apoiando a obra do metrô que vai ser muito importante para a cidade", garantiu o prefeito reeleito.

As modificações começam com a interdição de uma faixa, em dois trechos, da Avenida Ataulfo de Paiva na altura da Rua Venâncio Flores e Avenida Bartomeu Mitre, e entre as avenidas Afrânio de Melo Franco e Borges de Medeiros. 

No sábado seguinte (24/11), a interdição da Avenida Ataulfo de Paiva será total. Com o intuito de minimizar o impacto das modificações, algumas vias terão a mão invertida e outras ruas serão exclusivas para o tráfego de carros, de acordo com a Prefeitura do Rio.

A partir do dia 17, os motoristas que vierem da Avenida Ataulfo de Paiva poderão virar à esquerda, na Rua General Artigas, que terá a mão invertida. Depois, o tráfego segue pela Rua Humberto de Campos até a Avenida Borges de Medeiros. Em seguida, os veículos podem entrar à direita e voltar para a Avenida Ataulfo de Paiva, no sentido Ipanema.

Já na segunda fase de interdições, a partir de 24 de novembro, todas as faixas da Avenida Ataulfo de Paiva serão interditadas nos trechos entre a Rua Venâncio Flores e Avenida Bartomeu Mitre, e entre as avenidas Afrânio de Melo Franco e Borges de Medeiros.

O trânsito de todos os ônibus e também de carros será desviado pela Avenida Visconde de Albuquerque, seguindo pela Avenida Delfim Moreira. Parte dos ônibus vai entrar pela Avenida Epitácio Pessoa e parte pela Avenida Henrique Dumont, que também terá a mão invertida. Depois, os veículos seguem o trajeto normal.

Os carros que vierem da Avenida Niemeyer não poderão seguir pela Avenida Visconde de Albuquerque. Os veículos deverão seguir pela Avenida Delfim Moreira e entrar na Avenida Bartolomeu Mitre. Para permitir todos os desvios, a Prefeitura vai fazer obras nos canteiros.

Orla da Zona Sul toda em reversível

Nos domingos e feriados, a área de lazer continua na pista junto à praia. Junto aos prédios, a mão será invertida até o fim de Ipanema. Pontos de ônibus serão implantados na Avenida Delfim Moreira, e para isso será utilizado um pedaço da ciclovia para dar conforto aos passageiros. A ciclovia avançará sobre parte do calçadão do Leblon.

Segundo o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório, o transporte público deve ser privilegiado.

"Se trata de uma obra longa e com grande impacto. Por isso, pedimos à população para que priorizem o transporte público. Vamos proteger a circulação de ônibus e seremos rigorosos ao coibir os estacionamentos irregulares e as operações de carga e descarga para garantir a velocidade e a fluidez do trânsito principalmente em Ipanema e no Leblon", disse o ex-secretário de Conservação.

READ MORE - No Rio, Obras da Linha 4 do metrô afetará o trânsito na Zona Sul por 18 meses

BRT vai melhorar o transporte coletivo em Porto Alegre

O Sistema de Ônibus Bus Rapid Transit (BRT), uma das ações da Matriz de Responsabilidade da Copa, irá transformar o transporte coletivo em Porto Alegre.  O principal benefício dos BRTs aos cidadãos é a agilidade. A partir do novo sistema, as pessoas farão seus deslocamentos com maior rapidez e, muitas vezes, sem necessidade de passar pelo Centro Histórico de Porto Alegre para chegar ao seu destino final, processo diferente ao que existe hoje na Capital. O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, destaca a importância desta transformação para a população como um todo. “Temos hoje 33 mil viagens e, destas, 92% vão até o Centro. Com o novo sistema vamos racionalizar todo o transporte e também garantir um pouco mais de conforto aos usuários”, enfatiza.

Outra facilidade que ajudará a tornar mais ágil o percurso é o sistema de cobrança da passagem. Ele será feito antes que as pessoas embarquem no ônibus, o que diminuirá o tempo de entrada e saída do transporte coletivo nas paradas. 

Mais sobre o BRT em Porto Alegre

No total, serão 15 linhas nos quatro pontos em que o sistema entrará em funcionamento (corredor da avenida Protásio Alves, avenida Bento Gonçalves, João Pessoa e Padre Cacique). De acordo com o coordenador do projeto Metrô POA e BRT, Luis Cláudio Ribeiro, os cidadãos serão beneficiados também nas horas de maior movimento. “Com os corredores de ônibus as pessoas chegarão mais rápido aos seus destinos. Na João Pessoa, por exemplo, nas horas de pico chegam a passar 250 ônibus. Como os carros dos BRTs vão comportar um maior número de usuários haverá uma redução da frota de 40% nesses momentos”, explica.

A tecnologia também estará presente nos BRTs. Nas paradas, por exemplo, haverá a informação do tempo de espera por cada ônibus. Este recurso também estará disponível para os aparelhos celulares. 

Informações: Prefeitura de Porto Alegre

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - BRT vai melhorar o transporte coletivo em Porto Alegre

Usuários do transporte coletivo de BH já podem recarregar o cartão BHBUS em todos os ônibus

Desde a última quinta, dia 1º, os usuários do transporte coletivo de Belo Horizonte já podem fazer a recarga de créditos dos cartões BHBUS dentro de todos os ônibus do Serviço de Transporte Coletivo da capital, com exceção das linhas executivas. A BHTrans vem implantando, gradativamente, o serviço de recarga embarcada nas linhas municipais. 

A recarga é realizada no cartão BHBUS Usuário ao Portador, de cor azul, que é adquirido pelos usuários que desejam utilizar os benefícios da política de redução tarifária nas linhas municipais, tem um valor fixo e único de R$ 10 por viagem. Esse valor foi estipulado em função da média de recarga nos postos físicos de atendimento, que normalmente varia de R$ 10 a R$ 20. Outros fatores também foram considerados, como a definição de um valor inteiro para agilidade no pagamento, sem operação de troco e a política da bilhetagem eletrônica de redução de dinheiro em espécie nos ônibus. 

O serviço de recarga embarcada foi implantado e avaliado durante um mês em duas linhas, em que foram verificados os impactos operacionais e a utilização pelos passageiros. A novidade beneficiou milhares de usuários do cartão BHBUS Usuário com comodidade, conforto e rapidez para carregar créditos de tarifa no seu cartão. Com os bons resultados apresentados, o serviço foi ampliado, atendendo agora todas as linhas do sistema.

Belo Horizonte conta com o sistema de bilhetagem eletrônica implantado em 100% da frota de ônibus. Além de facilitar o gerenciamento do sistema, passar pela roleta fica mais fácil e mais rápido, em virtude do cartão BHBUS recarregável para o pagamento da passagem.

Confira os postos de venda de créditos eletrônicos na capital

• Transfácil: Rua Tupinambás, 841, Centro
• Transfácil: Rua Professor Moraes, 216, Funcionários
• Transfácil: Rua Aquiles Lobo, 504, Floresta
• Estação BHBUS Venda Nova: Rua Padre Pedro Pinto, 2.277, Venda Nova
• Estação BHBUS Barreiro: Av. Afonso Vaz de Melo, 640, Barreiro
• Estação BHBUS Diamante: Av. João Rola Filho, 50, Milionários
• Bilheterias das Estações do Metrô

Cartão BHBUS usuário retornável 

A partir do dia 15 deste mês o cartão BHBUS Usuário Retornável não mais será vendido dentro dos ônibus. Com essa medida, já a partir do dia 1º de dezembro o mesmo cartão não poderá ser usado como pagamento de uma viagem. Até essa data, o usuário pode devolver esse cartão ao agente de bordo (trocador), cujo custo do “casco” vale uma viagem.

BHBUS por telefone

Outra modalidade de compra de créditos eletrônicos e carregamento a bordo é por meio do telefone. Quem usa o cartão BHBUS Usuário Identificado (também azul, identificado por meio de um cadastro realizado no momento da compra do cartão (“casco”), quando a pessoa informa, entre outros dados, seu e-mail e escolhe até três linhas que utiliza para seus deslocamentos) pode ligar para o Consórcio Transfácil (3248-7300) e fazer a solicitação de compra dos créditos. Um boleto bancário é enviado ao e-mail do usuário. Após o pagamento do boleto ou a realização de um depósito bancário identificado, o passageiro pode recarregar seu cartão no validador do ônibus.

READ MORE - Usuários do transporte coletivo de BH já podem recarregar o cartão BHBUS em todos os ônibus

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960