Novos ônibus articulados da Mercedes-Benz tem capacidade para transportar mais de 200 passageiros

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Nova linha de ônibus Mercedes-Benz com tecnologia BlueTec 5 apresenta motores mais ecológicos e econômicos, atendendo à legislação PROCONVE P-7
Lançamento do chassi OF 1724 traz nova solução para os segmentos urbano, intermunicipal, fretamento e rodoviário de curtas distâncias
Mercedes-Benz apresenta os novos chassis O 500 MDA e UDA para ônibus articulados de alta capacidade no transporte coletivo urbano
Novos articulados permitem o uso de carroçarias até 23 metros, com capacidade para transportar mais de 200 passageiros

Com destaque para motores mais compatíveis com o meio ambiente e mais econômicos, a Mercedes-Benz está lançando sua nova linha de chassis para ônibus, que chegará ao mercado a partir de janeiro de 2012. Com isso, renova e amplia o mais completo portfólio de produtos do País, passando a oferecer 20 modelos de veículos para transporte urbano e rodoviário, sendo 3 deles inéditos, com os quais oferece soluções para novas demandas dos clientes.

A nova linha de ônibus Mercedes-Benz chegará ao mercado brasileiro com a avançada tecnologia BlueTec 5, solução da marca para ônibus e caminhões em atendimento ao PROCONVE P-7, legislação que entrará em vigor no Brasil a partir de 1º de janeiro de 2012.

Utilizado com sucesso na Europa desde 2005, o BlueTec 5 foi desenvolvido e testado pela Empresa, durante mais de três anos, para uso no Brasil. “Além de reduzir drasticamente as emissões de poluentes, atendendo aos limites do PROCONVE P-7, esta avançada tecnologia proporciona menor custo operacional, com redução no consumo de combustível e maiores intervalos de manutenção. Destaca-se ainda pelo excelente desempenho, eficácia e confiabilidade”, diz Ricardo Silva, vice-presidente de Ônibus América Latina da Mercedes-Benz.

Com a linha 2012, todos os atuais chassis Mercedes-Benz para ônibus urbanos e rodoviários serão sucedidos por novos modelos com tecnologia BlueTec 5. Isso altera algumas denominações de produtos (veja a lista completa no final deste texto).

Entre as destaques da linha de ônibus 2012 está o lançamento do chassi OF 1724, mais uma solução da marca para o transporte urbano, intermunicipal, fretamento e rodoviário de curtas distâncias. Equipado com motor de 6 cilindros, este novo modelo é indicado para percursos que exigem uma maior velocidade média.
A Mercedes-Benz também traz inovações para o segmento de alta capacidade de transporte de passageiros, como o sistema BRT (Bus Rapid Transit) e corredores exclusivos. A Empresa está apresentando os chassis O 500 MDA e UDA para ônibus articulados. Estes novos modelos podem receber carroçarias até 23 metros, para mais de 200 passageiros.
Maior oferta de ônibus com motor frontalCom o novo portfólio, a Mercedes-Benz ampliará a oferta de chassis de ônibus urbanos com motor dianteiro, segmento de mercado no qual mantém longa e tradicional liderança, situada hoje em 55% de participação.

Na faixa de 17 toneladas de peso bruto total – PBT, os clientes terão à escolha o OF 1721 com motor eletrônico OM 924 LA de 4 cilindros e 208 cv de potência a 2.200 rpm e o OF 1724 com motor OM 926 LA de 6 cilindros e 238 cv de potência a 2.200 rpm.

O chassi OF 1721 – sucessor do atual OF 1722, o modelo de ônibus mais vendido do País – é indicado para os percursos caracterizados por trechos travados, do tipo para-e-anda. Já o OF 1724 é ideal para trechos mais livres, que exigem maiores velocidades médias. O frotista escolhe o que melhor se adequa às características de suas atividades de transporte.

Desenvolvidos para carroçarias até 13,2 metros, ambos recebem trem-de-força Mercedes-Benz, com destaque para o câmbio de 6 marchas com carcaça de alumínio, que traz menor impacto de peso no veículo.

Os dois chassis contam com suspensão metálica, exclusivo freio-motor Top Brake, polia adicional para ar condicionado e novo painel de instrumentos. Entre seus opcionais, incluem-se limitador de velocidade e preparação para o sistema de aquecimento do interior do ônibus.

Novos chassis para ônibus articulados com carroçaria até 23 metros

Também na oferta de chassis O 500 para ônibus articulados, a Mercedes-Benz aumentará as opções para os clientes. Além das atuais versões MA e UA (este último, piso baixo tipo “low entry”), que receberão a tecnologia BlueTec 5, a Empresa está apresentando dois novos modelos: O 500 MDA e UDA (“low entry”).

A grande novidade dos novos MDA e UDA são seus 4 eixos, sendo 2 eixos na parte traseira do veículo, o que possibilita a instalação de carroçarias até 23 metros, para mais de 200 passageiros, dependendo da configuração interna do ônibus.

Com essas novidades, a Mercedes-Benz passa a atender um novo segmento de alta capacidade nos sistemas de transporte coletivo urbano, como o BRT e os corredores exclusivos, destacando-se pela facilidade de operação e manutenção.

Outro importante benefício é que o articulado é operacionalmente rentável durante todo o período de sua utilização diária e não apenas nos horários de pico, aumentando assim as vantagens para os transportadores.

Os modelos O 500 UA e UDA "low entry" são indicados para pontos de embarque ao nível da calçada. Já os O 500 MA e MDA, com piso normal, são mais adequados para corredores que utilizam plataformas de embarque elevadas.

Todos os chassis articulados Mercedes-Benz são indicados para corredores de ônibus, ficando a cargo dos gestores e dos operadores a escolha do que melhor atenda ao dimensionamento da capacidade do seu sistema de transporte.

Diferencial dos chassis O 500 MDA e UDA, o segundo eixo traseiro é móvel, com suspensão independente. Instalado atrás do eixo de tração, ele reduz o arraste, melhora as manobras e evita o desgaste dos pneus.

Com essa suspensão direcional, os pneus se movem de acordo com o movimento do volante e da articulação, reduzindo o raio de giro do ônibus. Isso propicia um maior conforto de dirigibilidade, vantagem essencial no trânsito urbano.

A padronização de frota com chassis articulados O 500 da Mercedes-Benz traz mais vantagens para os clientes. Isso favorece, por exemplo, a intercambiabilidade de peças, os trabalhos de manutenção e o treinamento de motoristas e mecânicos. Com exceção do 2º eixo traseiro, todos os demais componentes do MDA e UDA são os mesmos do MA e UA.

Novo painel de instrumentos e linha CAN

Todos os chassis da linha 2012 sairão de fábrica equipados com um novo painel de instrumentos, ainda mais moderno, prático e funcional, que propicia melhor visualização dos instrumentos e facilita o operação pelo motorista. A grafia utilizada realça a leitura dos instrumentos e facilita a interpretação das informações.

Outra vantagem muito importante é que o novo painel traz funções que auxiliam o condutor a operar o veículo de uma forma mais econômica. Este é o caso, por exemplo, da indicação do consumo de combustível instantâneo do veículo, expresso em km/l, e do Econômetro, faixa verde variável no contagiros que indica ao condutor a melhor rotação de trabalho do motor para o menor consumo de combustível.

Opcional para ônibus com câmbio mecânico, o Econômetro faz com que o motorista obtenha um melhor aproveitamento do veículo. Os benefícios para o frotista são ainda maiores, porque o uso dessa ferramenta contribui para a redução das diferenças de consumo de combustível entre os motoristas. Há ainda uma diminuição na dependência de treinamento para obtenção de maior economia de combustível.

No novo painel, o motorista também visualiza, de forma digital, a temperatura do líquido de arrefecimento do motor, o que proporciona um maior controle sobre este dado vital para o funcionamento do veículo.

Os chassis da nova linha também chegarão ao mercado com linha CAN, sistema que interliga todos os dados de gerenciamento eletrônico do veículo. Entre eles, destacam-se as informações do motor e do sistema de pós-tratamento dos gases de escape.

Fonte: Mercedes-Benz

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960