Paralisação dos rodoviários afetou cerca de 30 mil passageiros, segundo a BHTrans

sexta-feira, 13 de agosto de 2010


A paralisação parcial do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH) realizada na manhã desta sexta-feira atingiu aproximadamente 30 mil passageiros, segundo a BHTrans. Esse número corresponde a 2,6% do total diário de usuários de transporte público na capital.
De acordo com a companhia de trânsito, das 312 linhas de ônibus da capital, 28 foram afetadas. Os passageiros mais prejudicados foram os das regiões Oeste e Barreiro.
Ainda conforme a BHTrans, a partir das 11 horas a maioria das linhas afetadas já estava operando normalmente e no início da tarde o serviço estava completamente reestabelecido.
Uma nova reunião entre representantes do sindicato e das empresas rodoviárias de Belo Horizonte está marcada para este sábado (14), quando ficará decidido se haverá greve geral na próxima semana.

Fonte: O Tempo


READ MORE - Paralisação dos rodoviários afetou cerca de 30 mil passageiros, segundo a BHTrans

Metrô, CPTM e EMTU/SP terão postos de vacinação contra paralisia infantil


O Metrô, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e a EMTU/SP (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) participam da segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite neste sábado (14). Totalmente gratuita, a ação será realizada em sete estações e um terminal de ônibus metropolitano (confira abaixo).

A imunização contra a poliomelite, também conhecida como paralisia infantil, é indicada para crianças menores de cinco anos de idade. Será aplicada a segunda dose da vacina, mas mesmo quem não tomou a primeira deve tomar as gotinhas. Para participar, é necessário levar um documento com foto da criança e a carteira de vacinação.

A doença

A poliomielite é uma doença infecto-contagiosa grave transmitida por um vírus (poliovírus) e a contaminação se dá, principalmente, por via oral. Na maioria dos casos, a doença não é fatal, mas a criança adquire sérias lesões que atingem o sistema nervoso, provocando paralisia, principalmente nos membros inferiores.

Postos de atendimento na rede de transportes metropolitanos

CPTM

Estação Barueri (Linha 8-Diamante) – das 8h às 16h

Estação Francisco Morato (Linha 7-Rubi) – das 8h às 17h

Estação Suzano (Linha 11-Coral) – das 8h às 17h


Metrô

Horário: das 8h30 às 17h

Estações: Vila Matilde, Guilhermina/Esperança, Patriarca e Artur Alvim (todas na Linha 3-Vermelha)


EMTU/SP

Horário: das 9h às 16h

Terminal Metropolitano São Mateus (Corredor ABD)


READ MORE - Metrô, CPTM e EMTU/SP terão postos de vacinação contra paralisia infantil

Presidente da CBTU visita trecho que será implantado VLT na região metropolitana do Recife


No dia 10 de agosto, o presidente da CBTU, Elionaldo Magalhães, fez uma viagem experimental no trem diesel para vistoriar o trecho que será usado com a implantação dos Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs).
O presidente aproveitou para conhecer os projetos das obras que serão realizadas para instalação dos VLTs nas vias e estações que compõem o trecho que ligará a estação de Cajueiro Seco à estação do Cabo de Santo Agostinho. Atualmente a linha férrea daquele trecho é utilizada pelo trem diesel e percorre o trecho da estação Curado até a estação Cabo, sem integração com a Linha Sul.
Para Elionaldo, com a implantação desses novos modelos de trens, as viagens serão mais rápidas, com um tempo menor de espera, ampliando-se o número de passageiros transportados e atendendo também a população que trabalha no complexo portuário e industrial de SUAPE, com mais qualidade e conforto, obra de grande importância para a economia nordestina.Após a viagem de trem diesel, o presidente se dirigiu ao Centro de Manutenção de Cavaleiro - CMC, onde visitou as oficinas e conheceu os trabalhos desenvolvidos pelo próprio pessoal da CBTU-METROREC, entre eles a restauração das máquinas de chave. Hoje, os aparelhos de mudança de via (AMV) do pátio de Cavaleiro são controlados manualmente e, com a restauração, será possível controlar todas as máquinas de chave por meio de um sistema elétrico. Esse sistema já é usado nas linhas Centro e Sul e passará também a funcionar no pátio de manutenção.

Fonte: CBTU


READ MORE - Presidente da CBTU visita trecho que será implantado VLT na região metropolitana do Recife

Quatro linhas de ônibus permanecem com 80% das frotas paradas em BH


Usuários de quatro linhas de ônibus ainda permanecem prejudicados com a paralisação anunciada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH) para esta sexta-feira.
De acordo com o coordenador de comunicação do sindicato, Carlos Henrique Marques, no começo da tarde 80% dos veículos das linhas 1404 (Alípio de Melo/Palmeiras), 9204 (Santa Efigênia/Estoril), 3055 (Estação Diamante/BH Shopping) e 3050 (Estação Diamante/Hospitais) estavam parados na garagem do bairro Betânia.
Marques afirmou que na segunda-feira as garagens de outras empresas serão visitadas por descumprimento da convenção, tendo em vista o baixo índice de adesão ao protesto. Durante a tarde, a BHTrans ainda não tinha um balanço exato da quantidade de usuários prejudicados, mas informou que as linhas voltaram a circular normalmente.

Fonte: O Tempo


READ MORE - Quatro linhas de ônibus permanecem com 80% das frotas paradas em BH

Manhã de movimento normal para passageiros em Fortaleza


Após um dia de transtornos para passageiros do transporte público de Fortaleza, a manhã desta sexta-feira (13) registra movimento normal. É o que garante a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).
Pelo menos, por enquanto, a paralisação de motoristas e cobradores não está acontecendo.

Durante a madrugada desta sexta-feira (13), a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania de Fortaleza (AMC) manteve viaturas de plantão em 5 terminais de ônibus.
Dia de reuniões e assembleias
Uma audiência, a portas fechadas, deve acontecer entre o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro-CE) e representantes da Procuradoria Regional do Trabalho, ainda nesta sexta-feira (13).
De acordo com o assessor do Sintro-CE, Valdir Pereira, haverá uma assembleia geral entre motoristas e cobradores, pela tarde.
A nova assembleia da categoria pretende avaliar que medidas serão tomadas em relação às penalidades impostas pela Justiça do Trabalho, já que a greve foi considerada abusiva pelo vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho – 7ª Região, desembargador federal Arízio de Castro.



READ MORE - Manhã de movimento normal para passageiros em Fortaleza

Grande Recife: “Binário” está em processo de licitação


Para complementar as intervenções na região Sul da RMR, o Governo do Estado está licitando o projeto “Binário de Cajueiro Seco”, que ligará Piedade à Estação de Metrô de Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes. Serão abertas duas grandes vias paralelas, em dois sentidos, que terão início na avenida Bernardo Vieira de Melo e chega através da construção de um viaduto até Cajueiro Seco e PE-08, mais conhecida por Estrada da Batalha.
A obra prevê vias exclusivas de ônibus que fará integração com o terminal do metrô, ônibus e Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) a ser implantado em Cajueiro Seco. O orçamento é da ordem R$ 150 milhões. “É um projeto que vai trazer maior fluidez naquela região”, destaca o secretário de Transportes, Eugênio Morais.
A intervenção com 3,15 quilômetros de extensão começará pelo alargamento das ruas Domingos Sávio e São Sebastião - transversais da avenida Bernardo Vieira de Melo. Mais na frente, elas cortam o canal de Setúbal até chegar à Estação de Cajueiro Seco.
De acordo com o DER, a ideia é ligar este binário diretamente com a BR-101 Sul, através da construção de um elevado complementar. Como o binário também conta com pista exclusiva de ônibus, facilitará o deslocamento daqueles que hoje fazem o percurso do Cabo de Santo Agostinho, Suape e Ipojuca para Jaboatão e Centro do Recife.

Fonte: Folha de Pernambuco


READ MORE - Grande Recife: “Binário” está em processo de licitação

EMTU se reúne com Prefeitura para avaliar operação do Corredor Diadema-São Paulo


Na ultima quarta-feira, dia 11 a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) se reuniu mais uma vez com representantes da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e SPTrans para vistoriar e avaliar a operação no Corredor Diadema-São Paulo, inaugurado em 31 de julho.
Estiveram presentes o diretor-presidente da EMTU/SP e secretário adjunto da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, João Paulo de Jesus Lopes, o diretor de gestão operacional, Eraldo Rett, o superintendente de Especificações de Serviços da SPTrans, Celso Alexandre de Souza Lopes, o gerente de Engenharia de Tráfego da CET, Valtair Ferreira Valadão e, também pela CET, o gerente de Projetos, Carlos Alberto Saraiva Codesseira.Os principais pontos definidos, durante o encontro, foram:
1. A EMTU/SP e a CET reafirmam que a sinalização vertical e horizontal da faixa exclusiva de ônibus está completa.
2. Visando reforçar a segurança dos pedestres, a EMTU já está substituindo os alambrados por gradis reforçados.
3. A CET irá alocar agentes orientadores de travessia nos principais pontos do Corredor.
4. A SPTrans garante que só circulam no Corredor ônibus com porta à esquerda e que nenhum ônibus que utiliza a via exclusiva transpõem as faixas das avenidas para realizar embarque e desembarque de passageiros à direita.
5. Os microônibus de responsabilidade SPTrans não estão autorizados a circular pelo Corredor, pois possuem porta à direita e fazem atendimento local, percorrendo os bairros.
6. A frota das linhas intermunicipais, gerenciadas pela EMTU, que percorrem o Corredor Diadema-São Paulo está totalmente adaptada com porta à esquerda. Somente os ônibus que fazem o atendimento do serviço semi-expresso, de Diadema a Berrini, não possuem porta à esquerda e percorrem o Corredor, mas não realizam paradas durante o trajeto.
7. A EMTU e a SPTrans irão reforçar a fiscalização dos ônibus que circulam pelo Corredor para garantir a correta utilização da via exclusiva.
8. Todas as infrações de invasão de faixa exclusiva, quando constatadas, são autuadas pela CET. A CET reitera que desde o início da operação do Corredor, fiscaliza a via com equipe de 25 agentes por turno.
Quanto ao trânsito nas demais faixas das avenidas do corredor, esclarecemos que a implantação de corredores exclusivos de ônibus, tanto municipais quanto metropolitanos, atende às necessidades de melhorias no fluxo do transporte coletivo, em benefício de milhares de passageiros, e organização do trânsito, além de colaborar para a redução de emissão de poluentes, já que os ônibus andam com maior velocidade.

Fonte: EMTU-SP


READ MORE - EMTU se reúne com Prefeitura para avaliar operação do Corredor Diadema-São Paulo

Candidato Geraldo Alckmim quer reforçar ampliação do metrô e ainda mais qualidade ao transporte público

Com verba exclusivamente do governo do Estado e da Prefeitura, São Paulo vem ganhando cada vez mais linhas de Metrô e a garantia de um transporte público ágil e de qualidade. "O governo federal arrecada do povo de São Paulo, do trabalhador, 41% dos seus recursos e devolve 12%. Nenhum centavo para o Metrô", destacou. "Nós vamos priorizar o Metrô, priorizar o trem, entregando as novas linhas"
"O governo federal coloca dinheiro em Recife e Salvador. E na quarta maior cidade do mundo, São Paulo, nenhum centavo. Nenhum centavo para o metrô", afirmou Geraldo, lembrando que todo o investimento nesta importante meio de transporte é estadual.
Geraldo fez questão de ressaltar o apoio que o poder municipal vem dando para a ampliação do transporte. "Aliás quem está ajudando o Metrô aqui é o prefeito (Gilberto) Kassab, que está colocando R$ 800 milhões, e o governo do Estado de São Paulo", disse.
Interior e Baixada
O candidato deu destaque também para investimentos que estão sendo feitos no interior e no litoral paulista. "Priorizando o corredor Noroeste que já fiz de Campinas até Hortolândia e que vai chegar até Americana, até Santa Bárbara D'Oeste", afirmou.
Já no litoral Sul, na Baixada Santista, Geraldo vai levar o VLT (Veículo Leves sobre Trilhos). "Já está em processo de licitação, ligando Santos até São Vicente. Nós vamos apoiar o transporte coletivo de alta capacidade", concluiu.

Fonte: JusBrasil

READ MORE - Candidato Geraldo Alckmim quer reforçar ampliação do metrô e ainda mais qualidade ao transporte público

Em São Luís, empresas de transporte têm 180 dias para adaptar ônibus


As empresas de transporte coletivo Taguatur, Nobre, Expresso Planalto e TCM têm o prazo de 180 dias para adaptar 20% das suas frotas de ônibus ao acesso de pessoas com deficiência física. O Estado do Maranhão é o responsável por fiscalizar o cumprimento das adaptações, que deve ser de 3,33 % da frota, por mês.
A decisão, por unanimidade, foi da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, durante sessão realizada nesta quinta-feira, 12, que confirmou sentença do juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública de São Luís. Caso o Estado e as firmas não cumpram a determinação judicial, pagarão multa diária de R$ 1.000,00.
As adequações deverão estar de acordo com o Decreto nº 5.296/2004, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências.
O relator do processo, desembargador Cleones Cunha, observou a fundamentação legal do juiz de 1º Grau, para que seja exigida das empresas de transporte coletivo urbano e rodoviário a garantia da acessibilidade à pessoa com deficiência física.
A legislação concretiza direitos garantidos pela Constituição Federal, a qual também prevê a efetividade de direitos fundamentais, como a utilização de transporte coletivo, um serviço essencial.
Os desembargadores Stélio Muniz e Anildes Cruz acompanharam o voto. A Ação Civil Pública foi promovida pelo Ministério Público Estadual, que manteve o parecer pela condenação.

Fonte: Jornal Pequeno

READ MORE - Em São Luís, empresas de transporte têm 180 dias para adaptar ônibus

Palmas: ATTM cria linha para atender shopping e muda horários do transporte coletivo


A partir do dia 17, mais duas regiões na Capital passam a ser integradas ao Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Palmas. A medida da Agência de Trânsito, Transporte e Mobilidade (ATTM), visa suprir as necessidades da população, devido ao crescimento da cidade. Com as novas linhas os horários dos ônibus do Plano Diretor também serão reajustados.

A linha 12 passa a ser um dos novos roteiros dos ônibus. Eles sairão da Estação Apinajé, nas proximidades do Palácio Araguaia, com destino ao Shopping Capim Dourado. Serão 99 horários por dia deixando a Estação a cada 10 minutos.

Segundo Edenair Alves, diretor de Transportes da ATTM, “houve também a necessidade de promover reajuste nos horários de saída de todas as linhas do Plano Diretor, que rodavam entre 22 horas e 22h30. Agora o tráfego será até à meia noite, a partir do dia 17”. As mudanças são as mesmas para região sul de Palmas, onde há Estações beneficiadas pelas linhas alimentadoras.

Alternativos

A ATTM, tendo em vista o fluxo de usuários esperado para a linha 12, está criando ainda um ponto com capacidade para 12 mototaxistas e um ponto para até seis taxis. “A medida é para ajudar na demanda de passageiros que utilizam o sistema alternativo de transporte”, explicou Edenair Alves.

Corujão

O horário do Corujão também passou por mudanças. Dois ônibus farão as linhas a cada 30 minutos, mas apenas entre meia noite e 01h da madrugada. A partir da 1 hora, eles voltam a circular a cada uma hora.

Nova rota

O Setor Sônia Regina, nas proximidades do Ceasa/Setor Industrial, também foi beneficiado com as mudanças solicitadas pelo prefeito Raul Filho, e a partir do dia 17 terá uma linha exclusiva no sistema de transporte de passageiros. A interligação por meio dos ônibus será feita com a Estação Javaé, em Taquaralto.

Conforme Edenair Alves, as mudanças de horários do transporte coletivo não valem para os ônibus que fazem o itinerários Sul/Norte, tanto pela Avenida Theotônio Segurado, quanto pela TO - 050, ou seja, permanecerão em circulação até às 23 horas.

Fonte: Portal Stylo


READ MORE - Palmas: ATTM cria linha para atender shopping e muda horários do transporte coletivo

BH: Greve de ônibus / Sindicalistas não deixam ônibus sairem das garagens


A madrugada desta sexta-feira (13) foi de tumulto na porta de algumas garagens de empresas de transportes coletivos na região metropolitana de Belo Horizonte. Com a decisão da paralisação das atividades durante o dia, manifestantes e representantes de sindicatos foram às portas de garagens para impedir que os ônibus deixassem os locais.
De acordo com a Polícia Militar, uma das ocorrências foi registrada na Viação Paraense, na região do Barreiro. Lá, sindicalistas impediram que os motoristas saíssem e cumprissem os horários da madrugada. Viaturas policiais estiveram no local e liberaram a saída dos ônibus. Ninguém foi preso ou ficou ferido.
Na região Oeste da capital, diversas ameaças de manifestação movimentaram a polícia, que fez ronda durante toda a madrugada na frente das empresas de ônibus. Às 5h, quando os motoristas da manhã chegaram para trabalhar, manifestantes também tentaram evitar a saída dos ônibus, mas foram impedidos por militares que já estavam em patrulhamento na região.
Em Nova Lima, na Grande BH, várias denúncias à polícia anunciavam possíveis confusões em frente a garagens, mas nada foi constatado.A paralisaçãoO Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH) decidiu paralisar as atividades a partir da meia-noite desta sexta-feira (13). A decisão foi tomada nessa quinta-feira (12) em reunião entre representantes do sindicato e empresários do ramo de transporte coletivo no Ministério Público do Trabalho.
Os sindicalistas alegam que houve descumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho por parte dos empresários, que teriam cortado o plano de saúde dos rodoviários ao invés de apresentarem opções para que eles escolhessem a melhor empresa para prestar o serviço.

Fonte: O Tempo


READ MORE - BH: Greve de ônibus / Sindicalistas não deixam ônibus sairem das garagens

Fortaleza: Greve de motoristas de ônibus para avenidas de grande fluxo


O Centro de Fortaleza, as ruas e as avenidas que dão acesso aquela área pararam totalmente ontem à tarde. O caos foi resultado da estratégia utilizada por motoristas, cobradores e fiscais do transporte público que entraram em greve por tempo indeterminado. Desta vez a ação adotada pelo movimento foi diferente da greve anterior em que paravam os terminais. Antes, o que estava concentrado em locais estratégicos como garagens, chegou até mesmo às ruas e calçadas das residências.

Aguanambi, Domingos Olímpio, Tristão Gonçalves, General Sampaio, Carapinima, 13 de Maio, da Universidade e João Pessoa foram as principais avenidas que tiveram fluxos de veículos interrompidos.

Até quem não utiliza o transporte público acompanhou o desespero de milhares de pessoas que tentavam chegar aos seus destinos. Elas eram obrigadas a descer dos ônibus por orientação dos fiscais do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), que temiam a violência provocada pelos manifestantes. O problema é que os grevistas abordavam os ônibus, secavam os pneus e, aos poucos, as ruas estavam bloqueadas.

O trânsito virou um caos. Ao tentar furar o congestionamento instalado, motoristas de carros particulares e motociclistas invadiam as calçadas e assustavam os milhares de pedestres que transitavam, em sentido duplo, as avenidas e ruas. Idosos e até crianças tiveram que caminhar longas distâncias. Das 16 até as 20horas, um congestionamento de aproximadamente seis quilômetros se formou entre os bairros Porangabussu e Centro.

Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania de Fortaleza (AMC) tentavam controlar alguns trechos caóticos, como a Avenida Domingos Olímpio, onde um ônibus ficou atravessado no cruzamento com a Tristão Gonçalves. No entanto, o esforço não foi suficiente para conter o movimento. Tanto que, o Batalhão de Choque foi acionado para dar reforço. Helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciopaer) sobrevoaram a área central no horário de pico.

Nos locais em que a AMC não conseguiu chegar, motoristas de ônibus que não aderiram à greve foram obrigados a abandonar seus carros por conta dos bloqueios provocados.Iniciada ao meio-dia em avenidas de grande fluxo como José Bastos, Leste-Oeste, Bezerra de Menezes, Dedé Brasil, Santos Dumont e com reflexos nos terminais, a segunda greve instaurada em 50 dias, chegou ao seu ápice.

A segurança foi reforçada em cada terminal. Na Parangaba, por exemplo, 40 agentes do pelotão especial da Guarda Municipal montaram vigilância desde as primeiras horas da manhã. Uma viatura da PM circulava de meia em meia hora com a ajuda de motopatrulheiros. O Sindiônibus também disponibilizou um carro-socorro para a reposição de pneus e uma equipe de mecânicos.

As empresas fizeram o mesmo, no entanto, os mecânicos não conseguiram suprir a demanda. Para se ter uma ideia, somente na Domingos Olímpio, entre a Avenida de Universidade e a Imperador, 50 ônibus tiveram os pneus esvaziados.



READ MORE - Fortaleza: Greve de motoristas de ônibus para avenidas de grande fluxo

Órgãos do setor de transporte vão aumentar fiscalização no corredor Diadema - São Paulo


A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e a SPTrans, empresa da Prefeitura de São Paulo que cuida do setor de transportes coletivos e a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), vão reforçar a fiscalização dos veículos que circulam pelo Corredor Diadema – São Paulo para garantir que apenas os ônibus autorizados usem a faixa exclusiva. A decisão foi tomada na quarta-feira (11), quando representantes dos órgãos estiveram reunidos.
Além disso, para aumentar a segurança dos pedestres, a CET vai colocar agentes orientadores de travessia nos principais pontos do corredor. Os alambrados também serão substituídos por gradis reforçados. Com 12 km de extensão, a faixa exclusiva passa por vias como avenida Presidente Kennedy, em Diadema, e avenida Vereador João de Luca, na zona sul da capital. O corredor foi inaugurado no dia 30 julho pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM) e o governador de São Paulo, Alberto Goldman (PSDB).
Segundo a EMTU e a SPTrans, só podem circular no corredor ônibus com porta à esquerda. A única exceção é para os coletivos que fazem o atendimento do serviço semi-expresso, de Diadema a Berrini. Estes não possuem porta à esquerda, mas não realizam paradas durante o trajeto.

Fonte: R7.com


READ MORE - Órgãos do setor de transporte vão aumentar fiscalização no corredor Diadema - São Paulo

Curitiba: Recarga de cartões-transporte fora do ar


O trabalho das equipes de manutenção dos aparelhos para compra ou carga de créditos e bloqueio de cartões-transporte, a Urbs, responsável pelo gerenciamento do sistema de transporte coletivo urbano, manterá fora do ar esses equipamentos no fim de semana, das 20h de sexta-feira, até as 6h de segunda-feira.

Os passageiros do sistema poderão usar os cartões para embarque normalmente nos terminais e estações-tubo, com os créditos que já tenham carregado. O funcionamento dos equipamentos será normalizado a partir das 6h de segunda-feira. “O objetivo da manutenção é garantir o bom funcionamento dos equipamentos”, explica o diretor de Transporte da Urbs, Fernando Gighnone.

Fonte: Paraná-Online


READ MORE - Curitiba: Recarga de cartões-transporte fora do ar

Transporte coletivo de Bauru recebe 22 novos ônibus 'acessíveis'


Mais 22 ônibus novos totalmente equipados com dispositivos de acessibilidade passam a circular neste mês pelas ruas da cidade, dentro do programa de renovação de frota das concessionárias Grande Bauru e Baurutrans.

O transporte coletivo urbano passa a oferecer 179 ônibus 'acessíveis', equivalendo a 81% da frota operacional. Os novos carros apresentam plataforma de elevação e nicho interno de fixação para cadeira de rodas - onde também pode-se optar por acionar assento dobrável, com espaço para cão guia.

De acordo com as normas que regulamentam o setor, ainda é oferecido banco especial para pessoas obesas. E os assentos preferenciais para idosos, gestantes e pessoas com limitações físicas são destacados na cor amarela.

Atendendo às determinações do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama),os ônibus são equipados com motores eletrônicos com menor emissão de poluentes, parametrizados para limitar a velocidade em 60 km/h, e carroceria com vedação que proporciona maior conforto acústico interior.

Fonte: 94FM


READ MORE - Transporte coletivo de Bauru recebe 22 novos ônibus 'acessíveis'

Grande Recife: Bairro de Paulista está sem transporte público


Na Rua 159, no bairro de Jardim Paulista, em Paulista, Região Metropolitana do Recife, os ônibus pararam de circular porque as empresas que atendiam o local decidiram desativar o terminal por conta de um buraco.

Os moradores precisam andar cerca de 15 minutos para conseguir transporte público. “Começou por causa de um vazamento da Compesa. O pessoal de um condomínio pediu, e elas compareceram. Aí tiraram as pedras dos lugares, mas não colocaram de volta. Chamamos a prefeitura de Paulista, mas disseram que quem tem que fazer é a Compesa.

Ninguém resolve”, disse a dona de casa Luzinete Alves de Lemos.Enquanto isso os moradores sofrem com a falta de transporte. Os ônibus param longe. É preciso andar muito para chegar até a parada. A obra foi concluída em fevereiro e a situação só piora a cada dia: "estamos gastando com peças, pneus e, quem precisa ficar indo e vindo, é ruim", disse o motorista Luiz Ribeiro.

A equipe de reportagem da Rede Globo ligou para Compesa e para a Prefeitura de Paulista para saber quem vai consertar o buraco na rua 159. A Prefeitura assumiu a responsabilidade e informou um prazo para o início da obra: dia 20 de agosto.

Fonte: Pe360graus.com


READ MORE - Grande Recife: Bairro de Paulista está sem transporte público

TRT determina o fim da paralisação dos rodovíários em Fortaleza


O vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 7ª Região, desembargador Manoel Arízio Eduardo de Castro, reconheceu, no início da noite de ontem, a abusividade da greve deflagrada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro). No despacho, determinou a volta imediata ao trabalho de motoristas, trocadores e fiscais. Caso ocorra o descumprimento, esses profissionais ficarão passíveis de demissão por justa causa.

A solicitação de reconhecimento da abusividade foi feita pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado (Sindiônibus), que documentou provas com base nas matérias jornalísticas exibidas pelos noticiários das televisões de Fortaleza, que mostraram motoristas depredando ônibus, furando pneus e fazendo a população descer dos coletivos. Argumentou, também, que ação dos grevistas gerou um verdadeiro caos no trânsito da cidade.

O assessor jurídico do Sindiônibus, Cleto Gomes, faz apelo para que os profissionais retornem, dentro da normalidade, às suas atividades e aguardem as determinações judiciais sobre o dissídio coletivo.DissídioO procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT) no Ceará, Francisco Gérson Marques de Lima, ajuizou, no final da tarde de ontem, perante o (TRT), dissídio coletivo de greve referente aos trabalhadores em transportes rodoviários.

A ação judicial foi proposta após motoristas, cobradores e fiscais do transporte coletivo urbano de Fortaleza terem iniciado ontem uma nova paralisação, aprovada em assembleia da categoria acontecida no último sábado, dia 7.

No dissídio, o procurador sugere que seja fixado reajuste de 10% para os trabalhadores do setor, retroativo a 1º de maio último (data-base da categoria). Ele também pede a concessão de tutela antecipada para que as empresas adiantem, desde já, aos trabalhadores, o percentual de 5,5% retroativo a 1º de maio.

O percentual indicado para o adiantamento é o proposto pelo Sindiônibus e que, segundo as empresas, já começou a ser pago no início deste mês. A diferença em relação ao percentual que vier a ser fixado pelo Tribunal Regional do Trabalho ao final do processo será desembolsada posteriormente.Em seu parecer, Géson Marques justificou o fato de ter mudado o percentual por ele anteriormente proposto de 8,7% para o agora formulado de 10%, alegando que fatos novos motivaram a nova propositura.

Reunião

O desembargador Arízio de Castro agendou para a próxima terça-feira, dia 17, reunião para uma tentativa de negociação entre patrões e empregados.Hoje, ele analisa e determina a posição do TRT sobre a sugestão do procurador do MPT no que se refere à concessão de tutela antecipada.

Leis de trânsito ignoradas

No cruzamento das avenidas João Pessoa e Universidade, os fotossensores disparavam flashs continuamente. Os condutores de carros e motos ignoravam as cores do semáforo, invadindo as preferenciais, ocasionando o risco de graves colisões. "Parece o fim dos tempos, sabe aquele filme o Armagedon?", disse a secretária Lídia Louvriei.

Caminhando desde o Centro até o Porangabussu, ela deparou-se com milhares de pessoas que pareciam compor uma verdadeira procissão de penitentes. Adentrando o meio das ruas, pedestres tentavam parar as topics de qualquer maneira.

Na Avenida João Pessoa, no cruzamento com a Rua Delmiro de Farias, próximo ao Colégio Salesiano, um congestionamento começava a se formar de forma intensa. Nas ruas perpendiculares, os ônibus rodavam em operação tartaruga, bem próximos uns dos outros, impediam que o fluxo prosseguisse.

O patrulhamento dos policias do Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) chegou ao local às 17h30. A partir do cruzamento da Avenida João Pessoa com Rua João Sorongo, próximo a sede do Ceará Sporting Clube, a população era orientada a descer dos ônibus. Indignados por não terem o valor das passagens devolvidos, as pessoas reclamavam e tentavam protestar como podiam.

A funcionária pública Fátima Bastos, de 63 anos, pretendia chegar em casa como nos dias anteriores. Porém, em virtude da greve, não viu nenhuma possibilidade de volta para casa até, pelo menos, às 20 horas. A orientação dos fiscais era para que seguissem a pé. O que parecia impossível já que ela deveria ir ao Conjunto Ceará.

Por volta das 17 horas, na Av. Raul Barbosa, circulavam muitos ônibus vazios, alguns com os letreiros dos itinerantes desligados, outro com destinos diferentes dos convencionais.



READ MORE - TRT determina o fim da paralisação dos rodovíários em Fortaleza

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960