Audiência pública debate o metrô de Salvador na próxima terça

sábado, 24 de abril de 2010


As irregularidades envolvendo a construção do metrô de Salvador continuam suscitando debate. Na próxima terça-feira (27/4) será a vez da Comissão de Meio Ambiente e Planejamento Urbano da Câmara Municipal colocar o assunto em pauta, na audiência pública a ser realizada a partir das 9h, no auditório do edifício Bahia Center, na rua Ruy Barbosa, s/n, Centro.

Segundo a vereadora Aladilce Souza (PCdoB), que integra a Comissão, o objetivo do evento é debater com a população todos os aspectos que envolvem a construção do metrô da capital baiana, que já dura 10 anos e ainda não há previsão de ser inaugurado. “A situação chegou a um ponto vexatório. Salvador virou motivo de piada nacional. Dez anos de construção de um metrô que é o menor do mundo com 6,5 km de extensão e apenas quatro estações. As obras já consumiram cerca de R$ 525 milhões, o que torna o nosso metrô o mais caro do mundo”, afirma a comunista.

Aladilce cita ainda a infinidade de irregularidades e denúncias de desvio de recursos durante a obra. “A Câmara, que é a representante do povo, deve fiscalizar e cobrar transparência no uso correto dos recursos públicos, além de acompanhar uma política pública numa área tão vital, que é área de transporte de massa. Por isso, participar deste debate é tão importante”.

As denúncias de irregularidades no metrô estão sendo investigadas também por uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembléia Legislativa da Bahia. Presidida pelo deputado estadual Álvaro Gomes (PCdoB), a CPI deverá apurar o que aconteceu durante todo o período de obras do metrô, incluindo a licitação inicial, de 1999 (durante a gestão de Antônio Imbassahy), até o atual governo de João Henrique (PMDB), que continuou as obras.

Na primeira reunião da Comissão, na semana passada, foram aprovados requerimentos convidando para depor o procurador federal Wladimir Aras, que conduziu o inquérito sobre o Metrô, além da solicitação de cópias dos processos que tramitam na Justiça Federal, no Ministério Público Federal, no Tribunal de Contas da União e na Polícia Federal. O presidente do Consórcio Camargo Correa e Andrade Gutierrez, responsável pelas obras do Metrô de Salvador, também será convidado a depor na CPI.

Fonte: Portal Vermelho
READ MORE - Audiência pública debate o metrô de Salvador na próxima terça

Curitiba: Passageiros aprovam Estação da Leitura no Terminal Pinheirinho


Passageiros que circulam pelo Terminal Pinheirinho podem a partir de agora conhecer os mistérios de Sherlock Holmes, as diabruras do Gato de Botas, os amores de Dona Flor e as aventuras de Moby Dick. O terminal ganhou a primeira Estação da Leitura de Curitiba, onde a comunidade pode emprestar livros gratuitamente.

A Estação da Leitura é uma das ações do programa Curitiba Lê, inaugurado pelo prefeito Luciano Ducci na sexta-feira passada (16). Iniciativa inédita na cidade, a minibiblioteca vai funcionar como posto de atendimento para empréstimo de livros, gratuitamente e sem burocracia. O programa é coordenado pela Fundação Cultural.

"Essa ideia é maravilhosa. É o que a gente precisa em todo Brasil. Ficou muito mais fácil emprestar livro para mim e para as minhas filhas. Sempre passo por aqui", diz a dona de casa Maria Silva Batista, 42 anos.

O aposentado Antônio Pires, de 53 anos, elogiou a facilidade de emprestar livros na minibiblioteca. "Não é em todo lugar que se encontram livros tão acessíveis. Vai me incentivar a ler", disse. O bancário Douglas Santos, 26, diz que a Estação da Leitura dentro do terminal vai poupar tempo. "Falta tempo para ir até uma biblioteca. Aqui facilitou a minha vida", afirmou.

A ideia é que quem circule pelo terminal diariamente possa emprestar livros de literatura de forma simples e gratuita. "Já vou emprestar um e sair lendo no ônibus", animou-se a estudante Fernanda Moraes, de 13 anos.

"Nossa intenção é implantar estações da leitura em todos os terminais, facilitando o acesso e incentivando o hábito de ler", diz Paulino Viapiana, presidente da Fundação. Para emprestar um livro, basta apresentar um documento de identificação e informar o endereço.

O livro poderá ser devolvido na própria Estação ou na rede de Casas da Leitura, localizadas em diversos bairros. A Casa da Leitura Paulo Leminski, na CIC, também inaugurada também inaugurada na sexta-feira passada é uma delas.

O horário de funcionamento da Estação da Leitura foi estabelecido de forma a facilitar o empréstimo e a devolução dos livros. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 20h30, e aos sábados, das 6h30 às 14h. A Estação tem dois terminais de computadores disponíveis ao público para consulta do acervo local e de acervos de outras unidades da Fundação Cultural.

O programa - Promovido pela Fundação Cultural, o programa Curitiba Lê engloba um conjunto de ações de fomento, difusão e formação que visam aumentar quantitativa e qualitativamente os índices de leitura entre crianças, jovens e adultos.

Para integrar o Curitiba Lê, todas as bibliotecas mantidas pela Fundação Cultural foram transformadas em Casas da Leitura, cada uma homenageando um autor. No total são 13 novos espaços que tem como objetivo incentivar ativamente a prática da leitura e envolver a comunidade com o hábito de ler.

O programa também engloba outras atividades de incentivo ao hábito de ler, como as oficinas literárias e os ciclos de leitura.

Fonte: URBS
READ MORE - Curitiba: Passageiros aprovam Estação da Leitura no Terminal Pinheirinho

Cadastramento para Cartão BHBUS Master será contínuo em BH


A gratuidade no transporte público aos idosos acima de 65 anos é garantida nos termos do § 2º do art. 230 da Constituição Federal de 1988 e do art. 39 da Lei Federal n.º 10.741, de 1º de outubro de 2003. Para usufruir esse benefício, basta que essas pessoas apresentem a Carteira de Identidade. Ela é documento que garante a esses usuários o acesso gratuito aos ônibus coletivos do transporte público urbano, em todo o Brasil.

Em Belo Horizonte, além da Carteira de Identidade, os idosos também contarão com o Cartão BHBUS Master. Esse Cartão vai assegurar aos passageiros da RMBH, com idade igual ou superior a 65 anos, o acesso ao salão traseiro dos veículos do transporte coletivo em Belo Horizonte.

Para a confecção do seu Cartão BHBUS Master, o usuário maior de 65 anos deverá comparecer a qualquer um dos postos destinados para essa finalidade, munido de documento que faça prova de sua idade e comprovante de endereço. Tais documentos poderão ser apresentados em cópia simples acompanhada dos documentos originais ou cópia autenticada em cartório.

Depois de cadastrados, os beneficiários serão convocados a comparecer ao posto da Rua Professor Morais, 216 para retirar o seu Cartão, de acordo com a data de nascimento. Após o início da distribuição dos cartões, quem fizer o cadastramento terá a vantagem de receber o Cartão de imediato. É importante dizer que em Belo Horizonte sempre existirá posto de cadastramento, que será contínuo.

Veja os endereços dos Postos atuais de Cadastramento do Cartão BHBUS Master:
- Secretaria de Administração Regional Centro-Sul - Rua dos Caetés, 466 - térreo - Centro - das 8 às 17 horas;
- Secretaria de Administração Regional Barreiro - Rua Flávio Marques Lisboa, 345 - 3º andar - das 7 às 17 horas;
- Venda Nova - Rua Padre Pedro Pinto, 2.277 - loja 504 - das 7 às 17 horas;
- Savassi - Rua Professor Morais, 216 - das 8 às 17 horas.

Fonte: BHTrans

READ MORE - Cadastramento para Cartão BHBUS Master será contínuo em BH

Passagem do transporte coletivo de Marília-SP deve voltar a R$ 2,10 na segunda-feira


A passagem de ônibus do transporte coletivo urbano de Marília deve ficar mais barata a partir da próxima segunda-feira.

O TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo extinguiu processo iniciado com liminar do juiz da 4ª Vara Cível de Marília, Valdeci Mendes de Oliveira, que garantia o aumento de R$ 2,10 para R$ 2,30.Ontem mesmo a Justiça mandou intimar a Empresa Circular a reduzir o preço da tarifa para R$ 2,10. A prefeitura, responsável pela indicação do preço a ser cobrado, também será notificada.

A decisão do TJ põe fim, pelo menos em segunda instância, ao embate jurídico entre Circular e prefeitura.Isso porque a sentença do TJ desconsidera o julgamento de mérito do processo que garantia a passagem de ônibus a R$ 2,30 em Marília.O procurador do município, Ronaldo Duarte, ressaltou que ordem judicial cumpre-se. “Se isso não ocorrer, a empresa pode ter de pagar multa”, disse.

A assessoria de imprensa da Empresa Circular disse que a intimação da Justiça não havia chegado até o início da noite de ontem.Desta forma, é provável que o valor da tarifa de ônibus só seja reduzido em R$ 0,20 na segunda-feira, próximo dia útil.

Para os usuários que pagam duas passagens por dia, a retomada do preço para R$ 2,10 vai gerar uma economia de R$ 12 por mês.

A tarifa de ônibus está 10% mais cara desde o dia 1º de dezembro, por decisão da Justiça, após a prefeitura ir contra planilha da Emdurb (Empresa de Desenvolvimento Urbano e Habitacional) e se recusar a aumentar o valor para R$ 2,30.

Ainda cabe recurso ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) e ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Fonte: Rede Bom Dia
READ MORE - Passagem do transporte coletivo de Marília-SP deve voltar a R$ 2,10 na segunda-feira

Novo sistema de linhas de ônibus entrou em vigor em Limeira


O usuário do transporte coletivo de Limeira começa a utilizar, a partir de hoje, o sistema radial de linhas, além do serviço expresso entre o Parque Nossa Senhora das Dores e o Centro. A nova programação estabelece trajetos mais curtos para que o passageiro use uma linha do bairro e desça na praça Coronel Flamínio Ferreira (Praça do Museu) ou no terminal urbano (ao lado da rodoviária) e faça integração com outros ônibus.

A expectativa da Secretaria Municipal dos Transportes é que o intervalo entre os ônibus nos pontos, em média, seja reduzido pela metade. Isso porque linhas que percorriam pontos extremos da cidade encerram agora o percurso no Centro.Em vez do sistema diametral, quando um ônibus sai de um bairro e cruza a cidade, atingindo outro extremo, a proposta é que as linhas com maior demanda cheguem até a região central e retorne ao ponto de origem. No terminal, dentro de uma hora e de posse do cartão eletrônico, o usuário poderá fazer a integração para qualquer destino, desde que não seja à região de origem.

Segundo Claudio Mendes, diretor da Viação Sudeste, foram feitos estudos técnicos, considerando demanda e fluxo. Ele enfatiza que as mudanças são democráticas e eventualmente poderão ocorrer adaptações. “É importante ainda que o usuário saiba que o ponto do Museu continuará sendo utilizado”, reforça.

A linha 115, da Viação Limeirense, é uma das cinco novas. Ela ligará o Jardim Boa Esperança, começando o trajeto pela Rua João Bechara, ao terminal urbano, e vice-versa. O ônibus vão parar nos pontos já existentes, de acordo com as ruas divulgadas em folheto informativo entregue há uma semana. De segunda a sexta-feira, o intervalo será de 22 minutos, começando às 5h, 5h22 e assim, sucessivamente, até as 23h30 no ponto do bairro.A linha 111, da mesma empresa, ligará o ponto final do “Atacadão” ao terminal urbano, através da via “Sesi”. O intervalo deve ser de 21 minutos.

O usuário deve estar atento às substituições. Na Viação Sudeste, a novidade é a linha 205, em substituição à 8B, que atende a região do Jardim Santa Eulália, começando na Avenida Professor Antonio Prince Rodrigues e culminando no terminal urbano e vice-versa. O intervalo é a cada 30 minutos.

A linha 124, da mesma viação, substituirá as 5 e 101 na região do Jardim São Lourenço, a partir da Avenida Dr. Lauro Corrêa da Silva, passando pelos bairros Lago, Lago Azul, Palmeiras, Ipanema, Roseira, Graminha, Antonio Simonetti, entre outros, até chegar ao terminal, de onde pode ser feita a integração. O intervalo no bairro em dias úteis é de 11 minutos mas, aos finais de semana e feriados, como nas demais linhas, o horário pode ser alterado.

LINHA EXPRESSA

A primeira linha expressa, a 113 da Viação Limeirense, atende à região do Parque Nossa Senhora das Dores com ponto final na Praça do Museu. O local de partida no bairro é a Avenida Vitorio Bortolan. O primeiro intervalo é de 17 minutos, começando às 5h. No Centro, a saída do primeiro ônibus é às 5h09.Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-55-3990, da Viação Limeirense, ou 0800-55-9005, da Sudeste.

Conheça as novas linhas

Viação Limeirense
113 - Expressa - Parque Nossa Senhora das Dores à Praça Coronel Flamínio Ferreira (Praça do Museu)
115 - Jardim Boa Esperança ao terminal urbano111 - “Atacadão” ao terminal urbano (Via “Sesi”)


Viação Sudeste
205 - Jardim Santa Eulália ao terminal urbanoEssa linha substitui a 8B na região desse bairro
124 - Jardim São Lourenço ao terminal urbano
Essa linha substitui a 5 a 101 na região desse bairro

Fonte: Secretaria Municipal dos Transportes
READ MORE - Novo sistema de linhas de ônibus entrou em vigor em Limeira

Recife: Paradas de duas linhas são modificadas no TI do Barro


O Grande Recife Consórcio de Transporte irá alterar, a partir de amanhã (24/04), os pontos de paradas das linhas 202-Barro/Macaxeira (Várzea) e 207-Barro/Macaxeira (BR-101), no Terminal Integrado do Barro.

A mudança ocorrerá para dar mais fluidez ao embarque dos 52 mil usuários que utilizam estas linhas. Com a mudança, a linha 207-Barro/Macaxeira (BR-101) que possui um ponto de embarque no TI, passará a ter dois pontos de embarque, sendo um para o serviço expresso e outro para o serviço parador.

Os usuários que utilizam a linha para viagens expressas, realizando a ligação direta (sem paradas no percurso) para o Terminal Integrado da Macaxeira, irão embarcar no ponto implantado na plataforma de desembarque, próximo a estação do Metrô. Já os usuários da linha 207, que utilizam o serviço parador, ou seja, que atende todas as paradas durante o percurso, terão seu ponto de embarque transferido para o local onde, atualmente, opera a linha 202 – Barro/Macaxeira.

Com isso, a linha 202 passará a operar no local de embarque da linha 207. Os usuários que transitam diariamente pelo local, estão sendo informados por meio de panfletos, distribuídos por divulgadores. Outras informações podem ser obtidas através da Central de Atendimento ao Cliente do Grande Recife pelo telefone 0800.081.01.58

Fonte: CGRT

READ MORE - Recife: Paradas de duas linhas são modificadas no TI do Barro

SPTrans cede espaço nos terminais para colaborar com a vacinação contra o vírus H1N1


A SPTrans cede espaço em terminais para colaborar com a vacinação contra o vírus Influenza A (gripe suína). Desta vez os funcionários da Supervisão de Vigilância em Saúde (SUVIS) da Capela do Socorro e de Parelheiros estarão nos terminais Varginha, Grajaú e Parelheiros, na zona sul da cidade. A medida facilitará a vida dos usuários que estão de passagem pelos terminais e que não tiveram tempo de se imunizarem contra a doença. A campanha de vacinação contra o vírus H1N1 teve início no dia 22 de março deste ano, intercalando por tipo de pessoa e doença crônica para a aplicação.

A imunização deve ir até o dia 21 de maio deste ano.
Terminal Parelheiros - dia 24/04/2010 das 8h às 12h e das 13h às 17h
Terminal Grajaú - dia 24/04/2010 das 8h às 17h
Terminal Varginha - dia 24/04/2010 das 8h às 17h
Terminal Grajaú - dias 27 e 29/04/2010 das 18h às 21h
Terminal Parelheiros - dias 26 e 27/04/2010 das 7h às 19h

Fonte: SPTrans

READ MORE - SPTrans cede espaço nos terminais para colaborar com a vacinação contra o vírus H1N1

Salvador entra no rol de cidades que apostam na mobilidade urbana via BRT

(Foto)BRT Bogotá

Salvador entra no rol de cidades que apostam na mobilidade urbana via BRT, sistema que usa ônibus de alta capacidade e corredores exclusivosNa hora do pico da manhã, são quase 4,5 mil pessoas que buscam embarcar nos ônibus da Estação, enfrentando esperas de até meia hora, empurrões e pisadelas, para disputar um assento.
  • Pensando nisso, a Setin, a Transalvador e técnicos do Setps elaboraram a Rede Integrada de Transporte (RIT), um projeto que apresenta um novo olhar sobre o sistema de transporte público, priorizando o transporte coletivo através de vias exclusivas segregadas do tráfego em geral, valorizando o passageiro, a flexibilidade, rapidez e o baixo custo, e leva em conta o atual perfil da mobilidade na cidade, sem, no entanto, deixar de solucionar os principais pontos de congestionamentos da cidade.

A RIT envolve duas frentes: o investimento no transporte público, através da implantação dos corredores do BRT (o Bus Rapid Transit uma nova modalidade de transporte), e a expansão do sistema viário - construindo 40 km de novas vias e 38 km de duplicações – uma vez que as duas variáveis formam uma rede e dependem uma da outra para um bom desempenho.

  • O projeto engloba ainda a modernização dos trens do Subúrbio Ferroviário, a extensão do metrô até o bairro de Pirajá e toda a reformulação das linhas de ônibus já existentes, para permitir a integração entre os meios rodoviário e ferroviário de transporte.
    Lançado pioneiramente em Curitiba-PR, o BRT está sendo implantado em mais de 100 cidades em todo o mundo.
O BRT de Salvador - Características. Corredores exclusivos e interligados. Ônibus articulados e biarticulados. Veículos de grande capacidade (160 a 270 lugares). Portas à esquerda e à direita (duplas e largas). Cobrança prévia, em guichês externos. Estações com piso elevado, garantindo a acessibilidade universal. Ultrapassagens nas estações, acabando com as filas. Três tipos de operação: expresso (sem parada no trajeto), semiexpresso (poucas paradas intermediárias) e parador (para em todos os pontos do percurso). Segurança e conforto para os pedestres.

Fonte: A Tarde

READ MORE - Salvador entra no rol de cidades que apostam na mobilidade urbana via BRT

Feira de Santana: estudantes protestam contra aumento da tarifa de ônibus


Cerca de 200 estudantes de escolas públicas de Feira de Santana fizeram uma caminhada pelas ruas do centro da cidade nesta sexta-feira, 23, até a porta do prédio da prefeitura. Eles queriam uma audiência com o prefeito Tarcízio Pimenta, para pedir que não seja concedido aumento no preço da passagem de ônibus, que atualmente custa R$ 2,00.

A manifestação durou pouco mais de meia hora e causou retenções, mas não chegou a parar totalmente o trânsito.

O aumento ainda não foi anunciado, mas está sendo discutido pelo Conselho de Transportes da cidade. No último dia 14, uma reunião que tratava do assunto foi interrompida por um protesto dos estudantes, que invadiram a sala da Secretaria Municipal de Transportes, levando os conselheiros a se retirarem.

O prefeito estava ausente e os estudantes aceitaram liberar a parte que ocupavam da avenida Senhor dos Passos, diante da promessa do chefe de gabinete, Milton Brito, de realizar a audiência na segunda-feira.

Fonte: A Tarde
READ MORE - Feira de Santana: estudantes protestam contra aumento da tarifa de ônibus

Linhas de ônibus terão itinerário alterado neste domingo em Santo André


A Prefeitura de Santo André informou nesta sexta-feira que as linhas de ônibus B47, I 06, S36, B21, B19 e I 01 alterarão seus itinerários entre 8h e 19h deste domingo por conta da 9º Meia Maratona do Shopping ABC e da VI Parada do Orgulho LGBT de Santo André.
Os eventos percorrerão a Avenida Ramiro Colleoni, Avenida D. Pedro II, Rua Catequese, Avenida Perimetral, Avenida Giovani Batista Pirelli, Rua das Caneleiras, Avenida Industrial e Rua Padre Vieira.
  • Confira abaixo as alterações das linhas de ônibus:
B 47 - Terminal Vila Luzita/Vila Palmares
I 06 - Jardim Bom Pastor/Estação de Utinga
S 36 - Parque Novo Oratório/Terminal Urbano Prefeito Saladino. Sentido Prefeito Saladino: direto pela Avenida Industrial. Sentido Centro de Santo André: Avenida Dom Pedro II, Alameda Campestre, Rua das Figueiras até o Paço Municipal.

B21 - Cidade São Jorge/Bairro Campestre. Sentido Campestre: xireto pela Avenida Industrial, Rua Porto Carrero, Avenida Dom Pedro II, seguindo normalmente. Sentido Cidade São Jorge: Avenida Dom Pedro II, Alameda Campestre, Rua das Figueiras até o Paço Municipal.

B 19 - Jardim Aclimação/Bairro Campestre. Sentido Campestre: direto pela Avenida Industrial. Sentido Jardim Aclimação: Rua das Figueiras direto até o Paço Municipal.

I 01 - Jardim Alzira Franco/Fundação Santo André. Sentido Fundação: Avenida Industrial, Rua Porto Carrero, Avenida Dom Pedro II, Alameda Campestre, Rua das Figueiras até Rua das Caneleiras. Sentido Jardim Alzira Franco: Rua das Figueiras, Avenida Prestes Maia, Avenida Industrial, seguindo normalmente.

Fonte: Diário do Grande ABC

READ MORE - Linhas de ônibus terão itinerário alterado neste domingo em Santo André

São Paulo: Três rotas de ônibus mudam por dia na capital


A universitária Julia Alcassa, 19 anos, desistiu neste ano do transporte coletivo e aderiu ao carro para ir à faculdade. A decisão de contribuir com os engarrafamentos paulistanos foi tomada ao saber que, de uma hora para outra, a linha de ônibus que a deixava perto de casa havia sido extinta.
Para SPTrans, mudanças são normais
A estudante do Mackenzie só não ficou plantada à espera do coletivo graças ao alerta de uma amiga --que só soube da mudança porque ouviu a conversa de uma outra passageira que viajava da praça Ramos ao parque Continental. "Se ela não tivesse me avisado, ficaria no ponto esperando", conta Julia, que desistiu do transporte diante da necessidade de pegar duas conduções.
Um relatório da SPTrans (órgão municipal que cuida do transporte) mostra que há em média, por dia, quase três mudanças de itinerário e 13 alterações nos horários de partida dos ônibus.
Em 2009, 8% do total de 1.347 linhas foram até canceladas --na maioria das vezes, substituídas por outras, mas com diferenças de percurso. Os motivos vão de obras viárias no caminho a ajustes em trajetos com pouca demanda.
Mesmo quando tecnicamente justificáveis, as alterações criam incertezas e provocam transtornos, já que a divulgação costuma ser tímida. "O passageiro fica esperando um ônibus sem saber que não vai chegar", diz Saad Mazloum, promotor do Patrimônio Público e Social.

Fonte: São Paulo Agora
READ MORE - São Paulo: Três rotas de ônibus mudam por dia na capital

DF: Ônibus da TCB voltaram a circular nesta sexta-feira


Os ônibus da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) voltaram a circular normalmente nesta sexta-feira (23/4). Os funcionários fizeram uma greve relâmpago na quinta (22/4) e retornaram às atividades após a promessa de uma reunião para a próxima semana, no dia 29, com o novo governador do DF, Rogério Rosso.

“O nosso objetivo com a paralisação foi abrir um canal de negociação com o governo. Agora vamos aguardar o resultado da reunião”, esclarece o Presidente do Sindicato dos Empregados e Servidores Públicos do GDF (Sindser), Evandro Machado.

A pauta do encontro com Rosso é a discussão da data-base da categoria. O documento enviado à TCB pelo sindicato tem 16 itens, que reivindicam reajuste salarial, aumento do tíquete alimentação, auxílio-creche, novo plano de carreira e revitalização da TCB, entre outros pontos.

Fonte: Correio Brasiliense
READ MORE - DF: Ônibus da TCB voltaram a circular nesta sexta-feira

Campo Grande: Lei obriga ônibus a parar em qualquer ponto do trajeto após as 22h


Após as 22h, o motorista do transporte coletivo é obrigado a parar em qualquer lugar do trajeto, solicitado pelo usuário. Na teoria, a Lei Municipal nº 3.037 de 22 de março de 1994, de autoria do ex-vereador Guy Machado já existe. Mas, na prática o desconhecimento tanto por parte da população, como dos funcionários das empresas de transporte coletivo continuam causando transtornos aos usuários.
Preocupada com o alto índice de assaltos e a constante onda de violência no transporte coletivo urbano de Campo Grande, a líder do Partido da República na Câmara Municipal, vereadora Grazielle Machado colocará em análise, na próxima semana, a proposta que determina a obrigatoriedade por parte das empresas de transporte coletivo urbano a afixarem dentro dos ônibus, placas ou cartazes informando que os motoristas são obrigados a realizar embarques e desembarques em qualquer lugar do percurso normal após as 22h. A ideia é informar os usuários do transporte coletivo urbano sobre o benefício instituído por lei.

Desconhecimento - A determinação já é realidade na capital há mais de 16 anos, mas ainda hoje a população, desconhece a legislação vigente. A universitária de 20 anos, Nathalia Freitas de Souza diz que a falta de informação ainda é a negativa. "Acho que nem os motoristas de ônibus têm conhecimento da lei", destaca. A parlamentar argumenta que a relevância da lei é indiscutível e mesmo tendo mais de 16 anos de vigência, ela é praticamente desconhecida entre os cidadãos, principalmente entre os que utilizam transporte coletivo.

O estudante Willian Ferreira, 16 anos, morador da aldeia Marçal de Souza nunca ouviu falar na medida. "Nunca nem ouvi falar que o motorista é obrigado a parar, acho a lei totalmente favorável aos estudantes, que passam por várias situações de medo na hora de voltar para casa", diz o estudante completando que vai cobrar dos motoristas da capital o cumprimento da determinação.

Na visão da funcionária pública, Claudia Silva a idéia é válida porque na maioria das vezes, os ônibus trafegam vazios, as ruas estão desertas e as pessoas precisam andar de dois a três quarteirões sem necessidade. "Acho totalmente válida a proposta, as vezes o ônibus passa na frente da sua casa, mas você precisa andar mais dois quarteirões para parar no ponto, com a medida os motoristas poderiam parar no local certo, sem prejuízo ou atraso para ninguém”, relata.

Para a copeira Maria Aparecida, de 53 anos, o campo-grandense desconhece a legislação, argumentando que é interessante uma lei que beneficia além dos estudantes que poderão ficar mais tranqüilos, as pessoas que trabalham no período noturno e dependem do transporte coletivo para voltar para a casa.

O problema chegou a Câmara Municipal de Campo Grande. Preocupada com a falta de conhecimento da população a vereadora Grazielle Machado deverá colocar em análise, na próxima semana, um Projeto de Lei que solicita a afixação da lei nº 3037, através de cartazes informativos na frota de mais de 500 ônibus coletivo de Campo Grande, beneficiando diretamente 300 mil usuários/dia.

O projeto tem apoio de várias entidades não governamentais, movimentos populares e união de estudantes. “O projeto terá o nosso apoio. Enquanto instituição de movimentos populares somos favoráveis a toda e qualquer proposta que venha a acrescentar na qualidade de vida da nossa população, em especial, nas ações de caráter preventivo da violência pública. E vamos além, seremos parceiros na divulgação. Não basta apoiarmos, vamos participar”, garante Haroldo Martins Borralho coordenador de meio ambiente do Centro de Documentação e apoio aos movimentos populares.

Fonte: A Critica
READ MORE - Campo Grande: Lei obriga ônibus a parar em qualquer ponto do trajeto após as 22h

Viação Modelo é a empresa com mais reclamações em Aracaju


O transporte coletivo de Aracaju está passando por uma de suas piores fazes, em termos de atendimento aos milhares de usuários que diariamente sofrem com os péssimos serviços prestado pelas empresas de ônibus da capital Sergipana.
Mas a empresa que mais chamou a atenção quando as reclamações, foi a VIAÇÃO MODELO que, segundo declarações de um usuário revoltado com o serviço, disse que a empresa “procurou a dedo” motoristas que não respeitam as pessoas.
Após as denuncias, a redação do FAXAJU, foi verificar de perto o que realmente estava acontecendo, e a surpresa veio logo no inicio da reportagem. Às 14:55h desta sexta-feira (23), o ônibus da VIAÇÃO MODELO que faz a linha Augusto Franco/Bugio, de prefixo 9704, deixou mais de 5 passageiros na avenida Barão de Maruim, no ponto que há entre a avenida Gonçalo Prado e rua Lagarto. (no sentido Augusto Franco/Bugio).
Em alta velocidade, o motorista só conseguiu parar o veiculo aproximadamente 50 metros após a rua Lagarto. A reportagem do FAXAJU flagrou o desrespeito e procurou ouvir os usuários que ali se encontravam. Todos foram unânimes em afirmar que isso ocorre diariamente e que, quando ligam para a empresa essa promete “punir com rigor” o motorista, porem os fato se repetem diariamente, como o comprovado e registrado pelo FAXAJU.
Outra reclamação feita a redação e comprovado pelo jornalista, é no horário que essa empresa faz, entre 05:00h e 05:10h. Nesse horário, no mesmo percurso (augusto Franco Bugio), por saber que não haverá punição e nem cobrança dos órgãos competentes, a VIAÇÃO MODELO, coloca dois ônibus no mesmo horário. Ai começa o sofrimento do usuário que alem de acostumado com o sofrimento, não tem a quem reclamar. O primeiro que passa nesse horário, normalmente vem com cerca de 20 pessoas e por isso não para nos pontos, que há na avenida Maranhão, esquina com a rua Bahia, e o que vem logo em seguida, e em alta velocidade, também não.
Vários usuários que precisam desse meio de transporte, começam o dia com constrangimento tendo que às vezes sair correndo no meio da rua para poder ir ao local de destino, como se a empresa e esses motoristas estivessem fazendo algum tipo de favor.
Uma coisa chamou a atenção da reportagem quanto aos abusos de motoristas. Reclamações são feitas diariamente tanto na SMTT quanto na empresa, porem nada é feito para coibir esses abusos. “Isso interessa a quem. A quem interessa manter essas empresas irresponsáveis e sem compromissos com o cidadão. A quem interessa manter uma “modelo”, que só causa constrangimento para o usuário. Essa é uma pergunta que apenas o superintendente da SMMT pode responder.
A reportagem do FAXAJU, vai acompanhar a partir de hoje, e monitorar os horários, percursos e velocidade desses ônibus, talvez assim os órgão competentes resolvam fazer alguma coisa.
É preciso que algum fiscal, se é que há, ande em um desses coletivos para acompanhar e ver como alguns motoristas dirigem. Como são feitas as frenagens, como são feitas as curvas, principalmente próximo ao terminal do mercado.

Fonte: Faxaju
READ MORE - Viação Modelo é a empresa com mais reclamações em Aracaju

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960