Recife: A chance de brigar por um transporte público de qualidade

terça-feira, 7 de julho de 2009

Uma oportunidade única. Assim deve ser vista a audiência pública programada para o próximo dia 7 de julho que irá discutir o modelo da licitação das linhas de ônibus que rodam na Região Metropolitana do Recife. A discussão acontecerá entre as 9h e as 12h, no auditório do Grande Recife Consórcio de Transporte, a ex-EMTU, localizado no Cais de Santa Rita, Centro do Recife. A convocação foi publicada dia 12 no Diário Oficial do Estado e dia 13 no jornal O Estado de São Paulo. Guardado a sete chaves e desenvolvido há anos, o modelo proposto para a renovação do sistema será, finalmente, divulgado. Sabe-se que as linhas serão divididas em lotes e que além da capital, Olinda participará da mesma concorrência pública. A audiência não está sendo realizada pelo Grande Recife porque o poder público espera, a partir das sugestões da população, definir o novo modelo. Acontecerá, principalmente, porque a Lei das Licitações (a 8.666) exige. E porque o Estado sabe muito bem o desafio que terá pela frente com o processo, que geralmente atrai inúmeros questionamentos judiciais. A expectativa é de que a guerra jurídica seja bem maior do que a travada com a empresa Tacom para destituí-la do controle da bilhetagem eletrônica que vigorava no Grande Recife. Para os usuários de ônibus, no entanto, a audiência é uma chance de conhecer, fiscalizar, brigar por mudanças e, principalmente, cobrar coerência, racionalidade e operacionalidade do futuro modelo. A licitação das 359 linhas de ônibus, responsáveis por transportar 1,8 milhão de pessoas diariamente na Região Metropolitana, é esperada há anos, além de ser obrigatória desde 1993, quando a lei 8.666 entrou em vigor. Hoje, as empresas de ônibus rodam em áreas e operam linhas escolhidas mediante um simples regulamento. Nenhuma foi legalmente designada. Há um controle do Estado, sem dúvida, mas nada comparado aos futuros contratos de concessão que serão firmados. Tecnicamente, a licitação deverá provocar disputa entre os operadores, forçando-os a oferecer um serviço cada vez melhor. Não é garantia de sucesso, mas com certeza, como defendem os técnicos do setor, acabará com vícios e, além do mais, é exigida por lei. Isso já é mais do que suficiente para ser realizada. Portanto, quem anda de ônibus e/ou entende que o transporte público é a solução para o excesso de urbanidade das cidades não deve ficar de fora dessa audiência. Compareçam em peso!
Audiência pública para discutir a licitação das linhas de ônibus acontece
READ MORE - Recife: A chance de brigar por um transporte público de qualidade

Idosos acima de 60 anos poderão andar de graça no transporte público de Taubaté

Quem tem mais de 60 anos vai poder andar de graça nos ônibus do transporte público de Taubaté. Por lei, todas as pessoas acima de 65 anos têm direito ao transporte público gratuitamente, mas em Taubaté, uma lei municipal estendeu o benefício para as pessoas com até 60 anos. Mas, para isso, vai ser preciso fazer um cadastro, que começou nesta segunda-feira (06). Os interessados devem ir até a garagem da empresa que presta o serviço na cidade, no bairro da Estiva. O horário de atendimento é das 9h00 às 17h00. É preciso levar o cartão sim, além de cópias do RG, do CPF e do comprovante de endereço. Sete mil pessoas são esperadas. Apenas com a carteirinha vai ser possível aproveitar o benefício.
READ MORE - Idosos acima de 60 anos poderão andar de graça no transporte público de Taubaté

Fortaleza: Mudanças de itinerários em 6 linhas. Confira

A fim de diminuir os tempos de viagens de algumas linhas e proporcionar mais agilidade no deslocamento da população, a Etufor modificou os itinerários de seis linhas de ônibus, todos discutidos amplamente com as comunidades atendidas. Confira:
(313) Parangaba/Alto da Paz – Com o objetivo de otimizar o tempo de viagem dos usuários, a partir de 4 de julho a linha Parangaba/Alto da Paz passará do modelo circular para pendular. Siginifica que, de agora em diante, a linha percorrerá somente um sentido (ida), e não mais ida e volta. O trajeto de volta será realizado pela linha Parangaba/Parque Veras, de maneira que a população continuará contando com ônibus nos dois sentidos.

(317) Cidade Nova/Parangaba – O novo itinerário da linha Cidade Nova/Parangaba está em fase experimental. No período, será avaliada a necessidade de mudanças permanentes. O novo trajeto exclui as ruas Júlio Alcides, Noruega e Clóvis Meton, que também são atendidas pela Parangaba/Parque Veras.

(321) Jardim União/Parangaba – No caso da linha Jardim União/Parangaba, a mudança vai proporcionar economia de cerca de 12 minutos no cumprimento do itinerário. Consequentemente, a linha passará a fazer 12 viagens, ao invés de 10. O Jardim União deixará de passar nas seguintes ruas: Oiticicas, Mandacarus e Prudente Brasil, as quais já são atendidas pela linha Passaré/Parangaba.

(344) Vila Betânia/Parangaba – A linha Vila Betânia/Parangaba teve seu itinerário modificado para atender a comunidade Jana Barroso, um conjunto habitacional construído pela Prefeitura de Fortaleza e que abriga cerca de 272 famílias. A linha Vila Betânia/Parangaba deixará de passar na rua Campo Mourão, a qual está situada a apenas 50 metros da Rua Betel e a 100 metros da avenida Dos Expedicionários, onde o fluxo de linhas de ônibus é intenso.

(603) Castelão/Visconde do Rio Branco – A linha deixará de fazer um retorno localizado na rua Oiticicas e também mudará de registro. A partir deste sábado, a linha passa a se chamar Jardim União/Centro.
READ MORE - Fortaleza: Mudanças de itinerários em 6 linhas. Confira

SPTrans inicia obras para aumentar a fluidez dos ônibus no cruzamento da Rebouças com a Faria Lima

A São Paulo Transportes (SPTrans) inicia na próxima segunda-feira, dia 6 de julho de 2009, as obras de adequação das plataformas da parada Faria Lima, do corredor Campo Limpo/ Rebouças/Centro. A obra visa ampliar a capacidade operacional da parada aumentando o número de ônibus que consegue, simultaneamente, parar e realizar o embarque/desembarque de passageiros.
A intervenção também vai permitir que uma quantidade maior de coletivos faça o cruzamento a cada mudança de semáforo, já que a fila que se forma é uma das principais causas da lentidão no local.
Atualmente, a cada tempo do farol, em média, apenas três ônibus conseguem embarcar passageiros e cruzar a Av. Faria Lima, devido à ausência de faixas de ultrapassagem. Com as obras de duplicação da capacidade na plataforma de embarque, em cada abertura de sinal oito ônibus vão atravessar o cruzamento aumentando a fluidez das 39 linhas que circulam neste corredor, beneficiando diretamente uma população de 505 mil passageiros.

Obra
A SPTrans vai ampliar a capacidade operacional da Parada dos atuais 36 metros para 48 metros por sentido, reposicionando os ônibus nos dois lados da parada, possibilitando que 8 ônibus parem e embarquem/desembarquem passageiros simultaneamente.
Esta obra, de fundamental importância para a fluidez na região, está orçada em R$ 1,5 milhão e deverá estar pronta em seis meses. A maior parte dos trabalhos será feita durante a noite e madrugada para reduzir ao máximo os efeitos sobre o tráfego local. A obra será realizada pela Empresa Municipal de Urbanização de São Paulo (Emurb), sob a coordenação e fiscalização da SPTrans.
READ MORE - SPTrans inicia obras para aumentar a fluidez dos ônibus no cruzamento da Rebouças com a Faria Lima

Recife: Audiência pública discute licitação de linhas de ônibus da RMR

Nesta terça-feira (7), a Secretaria das Cidades e o Grande Recife Consórcio de Transporte promovem uma audiência pública que vai marcar o início da realização da licitação das linhas de ônibus, que compõem o Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR). O encontro será na sede do Grande Recife, das 9h às 12h, e é aberto à população.
A audiência deverá contar com representantes das empresas do setor e da população em geral. O debate, feito junto aos que utilizam e oferecem os serviços, auxiliará na construção de uma proposta que irá implantar mudanças na rede de transporte, que atualmente atende cerca de 1,8 milhão de pessoas diariamente.

O objetivo do processo licitatório é regulamentar a prestação do serviço de transporte público por ônibus da RMR, por parte da iniciativa privada, dando condições e garantias na operação das linhas e dos coletivos que passarão a atuar no novo modelo em toda a RMR. Além de estabelecer regras de operação e fiscalização, a licitação também vai buscar melhorar o padrão tecnológico e os critérios de renovação da frota, garantindo a qualidade na oferta de serviço à população.

A licitação será a primeira do setor de transportes, em âmbito metropolitano, em todo o país. A audiência será presidida pelo presidente do Grande Recife, Dilson Peixoto e contará com a participação de representantes dos municípios consorciados (Recife e Olinda).
READ MORE - Recife: Audiência pública discute licitação de linhas de ônibus da RMR

Faixa exclusiva garante mais rapidez aos ônibus metropolitanos de Santos


As linhas intermunicipais da Viação Piracicabana gerenciadas pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU/SP, que circulam pela Avenida Ana Costa no sentido Praia/Centro, ganharam mais agilidade, devido à liberação de uma faixa exclusiva para ônibus urbanos e intermunicipais. A iniciativa da Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos – CET tem a intenção de melhorar a fluidez do trânsito nesta região, priorizando o horário de pico da manhã que é das 6h às 9h. A operação funciona de segunda a sexta-feira e está em vigor desde 22/06.
A Avenida Ana Costa possui três faixas de circulação de trânsito em cada sentido e com a mudança no sentido praia-centro duas faixas estão disponíveis para veículos comuns e uma exclusiva para os ônibus, o que garante a redução de aproximadamente cinco minutos no tempo de viagem dos usuários. O trecho experimental tem aproximadamente 2,5 km entre a Praça Independência e a Rua Júlio de Mesquita e conta com a fiscalização da CET, além da presença constante de agentes EMTU/SP.

Confira as linhas intermunicipais que operam neste trecho:

• 901BI1 SAO VICENTE (ESPLANADA DOS BARREIROS)/ SANTOS (CENTRO)

• 901 SAO VICENTE (VILA MARGARIDA)/ SANTOS (CENTRO) (conhecido por Circular 10)

• 904 PRAIA GRANDE (TERMINAL TUDE BASTOS)/ SANTOS (CENTRO)
READ MORE - Faixa exclusiva garante mais rapidez aos ônibus metropolitanos de Santos

Florianópolis: A falência do sistema atual é único consenso


Será que os usuários estão satisfeitos com a qualidade so serviço prestado pelas empresas?

Em 68 horas de desentendimentos entre prefeitura, empresários e funcionários do transporte coletivo, um ponto se manteve consenso entre as partes: o sistema está falido. O acordo costurado na última semana apenas camuflou o problema. Prova é que, nos bastidores, outra greve é anunciada para o ano que vem.O aumento no valor das passagens e do subsídio cobre apenas o reajuste da categoria e não diminui o déficit das empresas, de cerca de R$ 2 milhões ao mês, segundo os empresários.

O presidente do Setuf, Waldir Gomes, prevê que na próxima data-base, maio de 2010, motoristas e cobradores vão reivindicar reposição salarial, não haverá dinheiro e nova paralisação deve ocorrer.O trânsito seria outro fator de pressão no sistema de transportes, de acordo com o presidente do sindicato dos empresários. Para que seja possível cumprir os horários, a dificuldade de locomoção em Florianópolis obriga a manutenção de uma frota 22% acima do que seria necessário.

O reflexo é a contratação de mais profissionais, que operam os ônibus com ocupação abaixo da ideal. Gomes garante que, se o gargalo fosse resolvido, o déficit desapareceria.O diretor de Comunicação e Imprensa do sindicato dos trabalhadores, Antônio Carlos Martins, questiona os números divulgados pelos empresário e alfineta ao questionar a manutenção deles no ramo diante de tanto prejuízo.

Dinheiro arrecadado nos terminais seria subsídio
O vice-prefeito e secretário dos Transportes de Florianópolis, João Batista Nunes, confia que a licitação marcada para este ano vai resolver a situação. Pelo modelo sugerido, serão construídos três terminais, que funcionarão como shoppings e pontos de serviços de água, luz, pró-cidadão, restaurantes e estacionamento.O dinheiro arrecadado nos terminais seria depositado em um fundo e subsidiaria o transporte coletivo. A proposta prevê uma reforma no Terminal de Integração do Centro (Ticen), construção de um terminal no continente, entre a Via Expressa e a Avenida Ivo Silveira, e outro no Norte da Ilha, em um local ainda a ser definido.
READ MORE - Florianópolis: A falência do sistema atual é único consenso

Passagens de ônibus já estão mais caras em Florianópolis

Com adesivos ou cartazes improvisados, os ônibus da Grande Florianópolis começaram neste domingo a estampar nos vidros dos veículos o novo preço das passagens. Apesar do aumento, o segundo desde o início do ano, a maioria dos usuários do transporte coletivo ainda não sentiu a diferença no bolso. Neste domingo, a passagem, que agora está R$ 0,10 mais cara, só foi cobrada dos usuários que pagaram em dinheiro. Quem utilizou os cartões eletrônicos — cerca de 80% dos passageiros — desembolsaram o valor antigo. O crédito do cartão abastecido até domingo ainda valerá por 60 dias.
De acordo com o vice-prefeito e secretário de Transportes, João Batista Nunes, as empresas já estão autorizadas a cobrar o aumento. O presidente do Sindicato da Empresas, Waldir Gomes, não foi localizado pela reportagem, mas o diretor operacional da Transol, Roger Nascimento Silva, confirmou que os valores reajustados só serão descontados dos usuários que recarregarem seus cartões a partir desta segunda-feira.

O acordo que encerrou na madrugada de sexta-feira a paralisação de 68 horas dos motoristas e cobradores representou para os usuários de ônibus, somente este ano, um reajuste de 12% nos valores das passagens. O valor, totalizando o índice aplicado em janeiro e o de agora, é mais que o dobro da inflação oficial medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que fechou 2008 com alta de 5,9%.
READ MORE - Passagens de ônibus já estão mais caras em Florianópolis

Técnicos de Curitiba avaliam possibilidade de implantar modelo de transporte em Uberaba

Engenheiros de Curitiba (PR) fizeram uma visita de reconhecimento à cidade de Uberaba ontem, acompanhados dos vereadores Samuel Pereira e Almir Silva, conforme a reportagem do JORNAL DE UBERABA já havia adiantado na semana passada.A equipe de engenheiros do escritório de Jaime Lerner estuda uma possível parceria com a Prefeitura de Uberaba "visando às melhorias necessárias no transporte coletivo", disse o engenheiro Alan Cannell. Segundo ele, poderá ser aplicada no município a "acupuntura urbana", ou seja, intervenções que ajudam a transformar os bairros, implantando, por exemplo, áreas de lazer, plantio de mudas e pistas de caminhada. Cannell lembrou que Curitiba é uma cidade modelo pelas suas intervenções urbanísticas, principalmente no transporte coletivo, e também por ter tido seu crescimento acompanhado de perto. Os vereadores e equipe da Prefeitura de Uberaba estiveram em Curitiba conhecendo o funcionamento do transporte coletivo, cujo modelo já foi copiado em mais de 80 cidades do país. "Conseguimos fugir de problemas graves, comuns a qualquer cidade que triplicou de tamanho em algumas décadas", acrescentou o engenheiro. Para ele, o Plano Diretor é necessário em qualquer cidade, "ele deve ser vivo, não é uma coisa que se elabora e se guarda na gaveta, ele sofre modificações ao longo do tempo e precisa de monitoramento e acompanhamento. Quanto mais vivo, mais garantias de um crescimento ordenado", diz. Já o engenheiro Fric Kerim, que fez parte da equipe que implantou o sistema integrado de transporte em Curitiba, observou que o sucesso do modelo implantado em Curitiba se deve a muita dedicação, vontade política e continuidade administrativa.Na capital paranaense, o transporte coletivo tem tarifa única, sistema integrado e transporta 2,2 milhões passageiros/dia. Em Uberaba, o grupo vai avaliar a possibilidade de organizar a integração e dar mais opções de deslocamentos com linhas circulares e diametrais.
READ MORE - Técnicos de Curitiba avaliam possibilidade de implantar modelo de transporte em Uberaba

Tarifa de ônibus em Maringá sobe 5% e passa a R$ 2,10


A tarifa do transporte coletivo em Maringá, região noroeste do Estado, vai ficar 5% mais cara a partir da zero hora de amanhã, passando de R$ 2 para R$ 2,10. Quem utiliza dinheiro para pagar a passagem (cerca de 9% dos usuários) vai desembolsar R$ 2,50.
O desconto de 10% na tarifa continua valendo para as pessoas que usam o cartão transporte em horários em que os coletivos estão mais vazios, entre 8h30 e 11h e entre 14h e 16h. Estes usuários vão pagar R$ 1,89 pela tarifa. O transporte coletivo de Maringá não sofria aumento há um ano. O gerente de Transportes da cidade, Mauro Menegazzo, justifica que o reajuste de 5% ficou abaixo do Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC) de junho do ano passado a maio deste ano, que foi de 5,45%.
Ele explica ainda que fatores como o reajuste dado à mão-de-obra e o aumento de preço, mesmo que pequeno, de alguns itens essenciais, como carrocerias, pneus e diesel, influenciaram no acréscimo na tarifa.
“A mão-de-obra representa 30% do valor da tarifa. E ainda tem o agravante de que no ano passado foi oferecido aos trabalhadores mais do que o INPC, para evitar paralisações. Mas o mais importante é que agora conseguimos manter o reajuste abaixo da inflação”, comenta.
READ MORE - Tarifa de ônibus em Maringá sobe 5% e passa a R$ 2,10

Rodoviários anunciam nova greve no transporte coletivo de Manaus


O Sindicato dos Rodoviários de Manaus decidiu por unanimidade, na manhã de hoje (6), que a categoria fará amanhã (7), uma nova greve em protesto contra o atraso no pagamento dos funcionários por parte das empresas de transporte coletivo.A greve foi decidida em 1º turno por 200 rodoviários, em assembleia geral realizada na sede do sindicato, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus, e aguarda a confirmação do 2º previsto para as 16h de hoje.Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Antônio Cavalcante, caso as empresas não depositem o pagamento durante a madrugada, a greve será iniciada às 5h, ainda nas garagens. Antônio disse que a greve deve tirar de circulação cerca de 1.450 ônibus, respeitando a cota de serviço essencial de 30% prevista em lei.- Não queremos prejudicar ninguém, principalmente a população, mas estamos reivindicando o direito de nove mil trabalhadores que têm família para sustentar e contas a pagar. Todo trabalhador que faz o seu trabalho tem o direito de receber por ele, nós trabalhamos e não recebemos - disse.Os rodoviários afirmam que estão cumprindo um acordo verbal firmado entre a categoria e as empresas de transporte coletivo para não paralisarem as atividades, “mas as empresas não cumpriram a parte delas e atrasaram mais uma vez o pagamento dos salários”, disse Antônio Cavalcante.O sindicalista explica que já conversou com as empresas, participou de diversas reuniões com outros órgãos, mas não obteve nenhum progresso para que os salários fossem pagos em dia. “As empresas alegam que o pagamento não foi feito porque a Justiça bloqueou suas contas”, disse.
READ MORE - Rodoviários anunciam nova greve no transporte coletivo de Manaus

Salvador: Sindicato dos rodoviários cancela paralisação de ônibus na capital


Em uma reunião com representantes da Secretaria Municipal de Transportes e com o delegado-chefe da Polícia Civil, os rodoviários de Salvador decidiram cancelar a paralisação dos ônibus que rodam na capital, que estava marcada para começar às 18h desta segunda-feira (6).
Os veículos deixariam de circular em protesto contra a morte de nove pessoas nos coletivos somente de janeiro a junho deste ano. Para aumentar a segurança dos usuários do sistema de transporte coletivo de Salvador, a polícia prometeu instalar, em um prazo máximo de 15 dias, três postos avançados do Grupo Especial de Repressão a Roubos de Coletivos (Gerrc) nos bairros de Pirajá, Mussurunga e na rodoviária. Ainda como parte das medidas de segurança, ficou definido que a delegacia de Itapuã também vai registrar os casos envolvendo roubos a ônibus.
Durante o encontro da sede da Secretaria de Segurança Pública, na Praça da Piedade, ficou acordado também que uma comissão formada pelo delegado do Gerrc, Antônio Cláudio, por representantes do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), do Sindicato dos Rodoviários e da Polícia Militar vai até Pirajá, às 9h da próxima terça-feira (7), para verificar as condições para instalação do posto avançado no bairro. O mesmo será feito na rodoviária e em Mussurunga.
Manifestação - Os rodoviários fizeram, na manhã desta segunda (6), uma manifestação na Estação da Lapa em protesto contra a violência dentro dos ônibus. Os motoristas ficaram impedidos de entrar na estação das 9h às 11h para embarque e desembarque de passageiros.
READ MORE - Salvador: Sindicato dos rodoviários cancela paralisação de ônibus na capital

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960