Biarticulados começam a circular com máscaras em Curitiba

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Em uma iniciativa das empresas de ônibus de Curitiba, começaram a circular, nesta sexta-feira-feira (29/5), os primeiros biarticulados com “máscara”. O adesivo que simula a máscara de proteção é plotado na frente do veículo e tem como foco reforçar a prevenção contra a transmissão do novo coronavírus. Ao todo 60 biarticulados em operação na capital vão usar a máscara branca.

“É uma iniciativa para lembrar a população da importância do uso da máscara em todos os locais, incluindo nos ônibus. A campanha ressalta que estamos juntos, pensando na coletividade e em maneiras de evitar a propagação da covid-19”, diz o presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs), Ogeny Pedro Maia Neto.

Serão plotados os biarticulados das empresas Sorriso, Redentor e Gloria. Em um primeiro momento serão adesivados 46 biarticulados, a maioria do eixo Norte-Sul. Na segunda fase, mais 14 de outros modelos. A iniciativa das empresas de ônibus de Curitiba tem o apoio da Urbs e Prefeitura de Curitiba.

“Essa é uma contribuição das empresas de ônibus de Curitiba no sentido de dizer que estamos juntos nessa batalha contra o coronavírus e que vamos vencer. Mas, para isso, precisamos contar com a colaboração de todos, e usar máscara é uma das ações mais importantes”, disse o presidente do Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba (Setransp), Mauricio Gulin.

A campanha traz, em destaque, a frase Use Máscara e a hashtag #pensenocoletivo, em alguns ônibus, e #pensenasaúde, em outros.

Nesta quinta-feira, os semáforos para pedestres também passaram a reforçar a necessidade do uso de máscara contra o vírus.

Orientações aos passageiros
A obrigatoriedade do uso da máscara está prevista em Curitiba desde o dia 17 de abril, com a entrada em vigor da resolução municipal 1/2020. Desde então, a Urbs tem orientado os passageiros sobre a medida, com letreiros nos ônibus, cartazes e faixas nos terminais, além da orientação dos fiscais da Urbs em terminais e principais estações da região central, em parceria com a Guarda Municipal e, mais recentemente, com o Exército.

A recomendação para população é evitar pegar ônibus em horários de maior movimento, sobretudo a população idosa, que é considerada grupo de risco da covid-19.

Nos terminais, os ônibus só podem sair com 50% da lotação para evitar aglomeração e o passageiro tem que respeitar a marcação que exige distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas.

O sistema de transporte opera com folga em relação à demanda, que caiu muito com a pandemia. Desde segunda-feira (25/5), no entanto, a frota foi ampliada de 65% para 80% por conta da reabertura dos shoppings. Com a retomada dos estabelecimentos, o sistema está recebendo, em média, um adicional de 8,6 mil passageiros por dia. Ontem (27/5) foram 268.999 passageiros pagantes, contra 260.427 na quarta-feira da semana passada.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960