Em Fortaleza, Sistema eletrônico de pontos de ônibus não funcionam

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Criado para melhorar a eficiência das viagens de ônibus em Fortaleza, os equipamentos do programa ‘Bem na Hora’ encontram-se fora do ar, quebrados ou com defeito nas paradas da Capital.

Dos 39 painéis situados em pontos de ônibus espalhados por Fortaleza, apenas alguns continuam ligados e, mesmo assim, informando somente os números das linhas que possuem o monitoramento. Na Avenida Desembargador Moreira, uma das mais movimentadas da cidade, por exemplo, parte dos equipamentos está quebrado ou apresenta dados imprecisos.

A responsabilidade do monitoramento, que antes era da Autarquia Municipal de Trânsito, Cidadania e Serviços Públicos (AMC), passou a ser da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

De acordo com a Etufor, os equipamentos estão fora do ar porque está sendo procurado um novo tipo de programa, com auxilio do sistema de monitoramento GPS. O órgão também informou que não há previsão para o sistema voltar a funcionar.

Imprecisão e demora

O sistema eletrônico deveria facilitar a vida dos usuários de transporte público em Fortaleza, entretanto, o serviço não funciona como se propõe. A universitária Joyce Façanha afirma que os letreiros eram essenciais na época em que funcionavam e que, atualmente, só conta com a demora e a imprecisão quando utiliza o transporte coletivo. “Já cheguei a utilizar o programa, era bom ter algo para me orientar. Atualmente, somente com muita sorte para conseguir pegar um ônibus na hora”, ressaltou Joyce.

O porteiro George Queiroz aguardava pelo ônibus em uma das paradas onde o equipamento estava fora do ar. Para ele, o sistema poderia auxiliar caso estivesse funcionando. "Uso o transporte público todos os dias e sempre demora bastante. Esse aparelho iria facilitar para as pessoas se programarem, mas nunca cheguei a vê-lo funcionar”, disse Queiroz.

Objetivos

Instalado desde 2004, o programa possui três objetivos: melhorar e dar prioridade ao transporte coletivo, fornecer mais segurança à viagem e informar o usuário sobre horários, entretando, isso não vem acontecendo.

O programa também possui um site na internet disponibilizando as informações das placas que estão nas ruas (www.fortalezabemnahora.com.br/pontovirtual). A redação web do Diário do Nordeste tentou por diversas vezes acessar o site, mas a página não carregou.


Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960