Recife: Transporte Público é a solução para mobilidade urbana na capital

sexta-feira, 9 de abril de 2010


Recife está recebendo até esta sexta-feira o O Congresso Internacional de Tecnologia Aplicada para a Arquitetura & Engenharia Sustentáveis – CITAES, evento bienal criado para discutir a questão da sustentabilidade das sociedades. O congresso foi criado pela Regional Pernambuco do SINAENCO - Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva, que é composto por empresas que produzem e oferecem soluções inteligentes em arquitetura e engenharia no Brasil, abrangendo as empresas que prestam serviços de planejamento, estudos, planos, pesquisas, projetos, controles, gerenciamento, supervisão técnica, inspeção, diligenciamento e fiscalização de empreendimentos relativos à arquitetura e à engenharia.

Nesta quinta-feira, a palestra da tarde foi ministrada pelo engenheiro e professor da USP, Wagner Colombine, que falou sobre o Transporte do Futuro. Segundo Wagner, as classes C e D estão tendo um acesso maior a carros e isso amplia o problema de congestionamento nas grandes cidades.


“Para solucionar a questão, o caminho é investir no transporte público, mais especificamente no conceito de Transporte Rápido de Ônibus, onde o embarque é otimizado, e as viagens se tornam mais pontuais e previsíveis”. Esse conceito, chamado de (TRO), será colocado em prática nos corredores Norte, Sul, Leste e Oeste da Região Metropolitana do Recife (RMR) e corresponde a instalação de paradas climatizadas, onde os passageiros poderão esperar os coletivos com a passagem já paga, o que facilita o embarque.

Os ônibus também receberão GPS, e cumprirão horários pré-determinados em cada ponto, tornando a locomoção urbana mais segura e prática. “Temos que tornar o ônibus num concorrente interessante ao carro, fato que não ocorre nos dias atuais”, completou Colombine. Nesta sexta-feira, as palestras falarão sobre acessibilidade e habitações sustentáveis.

Fonte: Diário de Pernambuco

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960