Em João Pessoa, MP vai fiscalizar a acessibilidade dos abrigos de ônibus

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010


A Superintendência de Transportes e Trânsito de João Pessoa (STTrans) tem dez dias para enviar à Promotoria de Justiça de Defesa do Cidadão a relação com a localização dos 80 abrigos de ônibus já instalados na Capital e a previsão dos locais em que serão instalados as 150 novas paradas. De acordo com o promotor de Justiça Valberto Lira, após o recebimento das informações, o Ministério Público fará visitas in loco para verificar se os locais atendem às normas de acessibilidade.

O prazo foi definido durante uma audiência realizada nesta quarta-feira (24) com o diretor da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano (AETC/JP), Mário Tourinho, a diretora de Transportes Coletivos Angela Monteiro Barbosa e o assessor jurídico da STTrans José Ricardo de Lucena Melo. “A AETC é a responsável pela construção dos abrigos de ônibus.e por isso, ela foi chamada. Queremos assegurar que essas paradas sejam acessíveis a todos, sobretudo para os idosos e pessoas com deficiência, como manda a lei”, justificou.

Fonte:Click PB

1 comentários:

Unknown disse...

Parabéns pela iniciativa do Ministério Público - MP e do Dr. Valberto, só não entendo a ausência ou omissão da STtrans.

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960