Metrô Rio vai operar 24 horas por dia nos cinco dias de carnaval

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

O MetrôRio terá um esquema especial de funcionamento durante os cinco dias de Carnaval. Os trens circularão sem interrupção a partir das 5h de sexta-feira (05/02) até as 23h de terça-feira (09/02), com extensão de embarque nas estações Praça Onze e Central até as 3h de quarta-feira (10/02), em virtude do desfile das escolas mirins. A partir das 12h de sábado (06/02), os trens da Linha 2 realizarão o trajeto direto entre Pavuna e General Osório, sem necessidade de transferência entre as duas linhas.

A Concessionária recomenda que os usuários comprem o cartão pré-pago com antecedência para evitar filas. Também serão aceitos os cartões unitário do MetrôRio, Bilhete Único, Vale Transporte ou cartão Riocard.

Bola Preta e blocos no Aterro do Flamengo
Os acessos Odeon e Santa Luzia, da estação Cinelândia, ficarão abertos das 6h às 20h, entre o sábado (06/02) e a terça-feira (09/02), para desembarque e embarque exclusivo de usuários com cartões pré-adquiridos (cartão pré-pago e unitário do MetrôRio, cartões Riocard, Bilhete Único e Vale-Transporte). Os passageiros que não possuírem esses cartões poderão embarcar nas estações Carioca e Glória, que possuirão bilheterias externas para agilizar o atendimento.

Na estação Glória, a bilheteria externa funcionará de domingo (07/02) até a terça-feira (09/02) e ficará localizada próximo ao acesso Outeiro. Já em Carioca, a bilheteria externa funcionará do sábado (06/02) até a terça-feira (09/02) e será no acesso Rio Branco. Os foliões que comparecerem a blocos próximos a essas duas estações deverão comprar o cartão nessas bilheterias, já que não haverá venda na parte interna das estações. A Concessionária recomenda que os usuários comprem o cartão pré-pago com antecedência para evitar filas.

Blocos em Ipanema
Entre o sábado (06/02) e a terça-feira (09/02), a estação General Osório também contará com um esquema diferenciado. Os acessos Teixeira de Melo e Sá Ferreira estarão abertos para desembarque e embarque, exclusivamente, de usuários com cartões pré-adquiridos (cartões pré-pago e unitário do MetrôRio, cartões Riocard, Vale-Transporte e Bilhete Único). Os passageiros que não possuírem esses cartões poderão comprar nas bilheterias externas próximas ao acesso principal, na praça General Osório.

Sapucaí e Terreirão do Samba
O MetrôRio é a melhor opção para quem vai aproveitar os desfiles na Sapucaí e os shows no Terreirão do Samba. Quem vai assistir ao desfile nos setores do lado ímpar ou desfilar nas escolas que se concentram perto do edifício Balança Mas Não Cai deve optar pelo desembarque pela estação Central. A estação Praça Onze é a mais próxima para os passageiros que adquiriram ingressos para os setores pares ou irão brincar nas escolas que se concentram ao lado do edifício dos Correios. Para os foliões que irão ao Terreirão do Samba, a estação Central é a indicada.

Na terça-feira de Carnaval (09/02), para atender ao desfile das escolas de samba mirins, o funcionamento das estações Central e Praça Onze será estendido até as 3h para embarque. As demais estações fecharão para embarque às 23h e funcionarão após este horário somente para desembarque.

Funcionamento das estações
As estações Presidente Vargas e Catete fecharão à meia-noite de sexta-feira (05/02) para sábado (06/02) e só reabrirão às 5h da quarta-feira de cinzas (10/02). A estação Cinelândia também contará com um esquema especial: ficará aberta das 6h às 20h entre o sábado (06/02) e a terça-feira (09/02) para desembarque e embarque apenas de usuários com cartões pré-adquiridos (pré-pago e unitário do MetrôRio, cartões Riocard, Bilhete Único e Vale-Transporte). Os demais passageiros poderão comprar seus bilhetes e embarcar nas estações mais próximas: Carioca e Glória, que contarão com bilheterias externas.  

Por questões de segurança, algumas estações terão suas bilheterias fechadas entre 0h e 5h do sábado (06/02) até a terça-feira (09/02). São elas: São Francisco Xavier, Afonso Pena, Uruguaiana, Flamengo, na Linha 1, e São Cristóvão, Triagem, Maria da Graça, Inhaúma, Engenho da Rainha, Thomaz Coelho, Irajá, Colégio, Coelho Neto, Acari/Fazenda Botafogo e Engenheiro Rubens Paiva, na Linha 2.

Como alternativa, todas as estações terão em funcionamento máquinas de autoatendimento para a compra dos cartões, com valor mínimo de recarga de R$ 5,00. A validade da carga dos cartões pré-pagos é de um ano. O cartão unitário também poderá ser usado, mas observando-se o prazo de uso de dois dias após a compra. A Concessionária sugere uma carga de R$ 30, conforme a média de utilização individual no Carnaval do ano passado.

Medidas de segurança
Para garantir uma viagem mais segura ao folião, o MetrôRio elaborou um plano de segurança, com a presença de brigadas de incêndio. Além disso, durante toda a operação especial de Carnaval, algumas escadas rolantes permanecerão desligadas. A medida tem como objetivo a prevenção de acidentes com fantasias e adereços, muito comuns nesta época do ano.

Não serão permitidos os embarques com bicicletas e pranchas de surfe durante a operação especial de Carnaval.

Metrô Na Superfície
O Metrô Na Superfície Ipanema-Gávea terá seu itinerário alterado para Siqueira Campos-Gávea, do sábado (06/02) até a terça-feira (09/02). Na quarta-feira (10/02), seu ponto final voltará para a estação General Osório. Já a linha Botafogo-Gávea continuará saindo da estação Botafogo. É importante ressaltar que o itinerário das linhas de extensão poderá sofrer alterações de acordo com as condições de trânsito, sempre com a orientação da CET-Rio ou da Guarda Municipal.

O Metrô Na Superfície funcionará nos seguintes horários:
Sexta-feira (05/02), das 5h à 0h; sábado (06/02), das 5h à 0h; domingo (07/02), das 7h às 23h; segunda-feira (08/02), das 5h à 0h; e terça-feira (09/02), das 7h às 23h.

Aplicativo MetrôFácil 
O MetrôRio indica que os foliões utilizem o aplicativo MetrôFácil para planejar a viagem, acompanhar a localização e o tempo estimado para a chegada dos trens e consultar os mapas do entorno das estações.

Informações: Metrô Rio


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Metrô Rio vai operar 24 horas por dia nos cinco dias de carnaval

EMTU desativa linha de ônibus que liga cidades do Litoral Sul a Santos

A linha 926 da empresa ValleSul, que liga a cidade de Peruíbe a Santos, passando por municípios como Itanhaém e Mongaguá, será oficialmente desativada a partir deste domingo (31). Segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), a desativação ocorre pelo circular apresentar "graves deficiências na operação já há algum tempo, o que implicou em diversas autuações por parte do órgão".

Com isso, os passageiros que utilizavam frequentemente o serviço intermunicipal terão como opção a linhas 905, que parte do terminal rodoviário de Peruíbe com destino ao Itararé, em São Vicente. Outra alternativa é o coletivo de número 905EX1, que parte do mesmo local e tem com ponto final o terminal Tatico Francisco Gomes da Silva, em Praia Grande.

De acordo com a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), a linha 905EX1 dobrou o número de veículos, passando de três para seis, além de aumentar o número de partidas, de 15 para 30 em cada sentido. A partir de 15 de fevereiro, a linha contará com mais duas viagens  no horário noturno a fim de atender aos alunos residentes no Litoral Sul que estudam em estabelecimentos de Praia Grande, São Vicente e Santos.

A empresa informa ainda que o valor total das tarifas não superará o valor cobrado pela linha 926. Os usuários que possuem créditos de vale-transporte, a EMTU determinou que a empresa ValleSul realize a devolução dos valores já creditados nos cartões no posto de atendimento existente no Terminal Rodoviário de Peruíbe.

Paralisação

A linha deixou pelo menos 1.050 passageiros do Litoral Sul na mão logo na primeira segunda-feira do ano, ocasionando muitos transtornos e reclamações por parte dos usuários.  

O prefeito de Mongaguá, Artur Parada Prócida (PSDB), chegou a se manifestar contra a suspensão da linha, pois teria causado transtornos aos munícipes da Cidade. 

Na ocasião, questionada pela paralisação do serviço, a EMTU informou, por meio de nota, que não havia autorizado o cancelamento da linha 926, e constatou o não cumprimento dos horários programados por parte da Valle Sul, que foi autuada e solicitada a regularizar a operação.

Informações: A Tribuna

Leia também sobre:

Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - EMTU desativa linha de ônibus que liga cidades do Litoral Sul a Santos

Terminal de Ônibus de Pirajá será integrado ao metrô

Após reforma, o novo Terminal de Ônibus em Pirajá, em Salvador, será entregue na quinta-feira (4). Conforme a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), o local foi ampliado e adaptado às normas e critérios de acessibilidade, como também integrado ao sistema metroviário.

A Sedur detalha que foram construídos 16 mil m² de área , 32 baias foram ampliadas de ônibus e três plataformas de embarque. Além disso, o local foi ligado ao metrô por duas passarelas, duas escadas rolantes e elevador, com monitoramento 24 horas, por meio de 37 câmeras.

Com o fim da requalificação, a Sedur conta que 41 linhas que, atualmente, param na Plataforma C, serão realocadas para novos pontos (tabela completa abaixo).

Integração
Como a Estação de Metrô de Pirajá ainda não entrou em operação comercial, não há cobranço pelo serviço no trecho até Bom Juá. Já no sentido Lapa, os usuários que seguirem viagem precisam comprar o bilhete (R$ 3,30).

Sob administração do Governo do Estado desde abril de 2014, o Terminal de Ônibus de Pirajá – o segundo em movimentação de transbordo de Salvador, atrás apenas da Estação da Lapa, com cerca de 130 mil passageiros/dia – recebeu um aporte de investimentos da ordem de R$ 22 milhões. As obras de infraestrutura interna, todo entorno contou com intervenções de melhorias em de drenagem, novo meio-fio, alargamento e recapeamento asfáltico.

Informações: G1 BA


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Terminal de Ônibus de Pirajá será integrado ao metrô

Faixa exclusiva para ônibus em Sorocaba entra em operação

A faixa exclusiva para ônibus entra em operação nesta segunda-feira (1º) na avenida Itavuvu, em Sorocaba (SP). No total, a faixa possui sete quilômetros de extensão, considerando os dois sentidos de circulação, começando a partir da Unidade Pré-Hospitalar (UPH) da Zona Norte, no começo da avenida, e vai até a área de transferência, perto da entrada da avenida Ulisses Guimarães.

A avenida recebeu sinalização especial e placas de regulamentação e advertência para orientar os motoristas da operação da faixa.

"As faixas ficarão dos dois lados e contam com 7,2 quilômetros de extensão. Funcionará à direita da via, com a retirada do estacionamento, e priorização do transporte público das 6h às 8h e das 17h às 19h", explica o presidente da Urbes, Renato Gianolla. Fora do horário de pico, os carros poderão transitar normalmente.

No total, 13 linhas do transporte coletivo irão operar na faixa exclusiva, entre elas a que leva os passageiros até os bairros Maria Eugênia, Santa Esmeralda, São Guilherme, Parque das Laranjeiras, Paineiras, Vitória Régia e Sorocaba Park. Esta é a quarta faixa exclusiva para ônibus na cidade. As outras três estão em operação na avenida General Carneiro, além das ruas Comendador Oeterer e Hermelino Matarazzo.

Informações: G1 Sorocaba e Jundiaí

Leia também sobre:

Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Faixa exclusiva para ônibus em Sorocaba entra em operação

Ônibus circularam lotados na manhã desta segunda-feira pelas ruas de Blumenau

O primeiro dia útil de operação do sistema emergencial de transporte coletivo em Blumenau foi de espera para muitos passageiros que dependem dos ônibus para ir ao trabalho. No Terminal da Proeb o aglomero era grande na plataforma do Troncal 12, que vai em direção do Terminal da Fonte. O que se via eram ônibus chegando cheios e saindo ainda mais lotados e, como o número de passageiros que desembarcavam era pequeno, pouca gente conseguia seguir viagem. 
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Foi o caso do auxiliar de estoque Eduardo Nunes, 25 anos. Às 8h, o jovem que estava ao menos uma hora atrasado para o início da jornada, contou que esperava desde às 6h para embarcar: 

— Fiquei uma hora lá Velha esperando e cheguei aqui e não consegui seguir para a Fonte. Já passaram cinco ônibus e todos estavam lotados. 

O Seterb reconhece que os 80 ônibus que estão circulando pelas ruas da cidade nesta segunda-feira são insuficientes para atender toda a demanda e adianta que fiscais da autarquia e da Piracicabana estão nos terminais acompanhando o movimento e, quando necessário, motoristas são acionados para fazerem as viagens extras. Apesar do movimento intenso, o Seterb avalia o serviço desta manhã como positivo: 

— A lotação hoje é natural, mas é bom ver que a população está procurando novamente o serviço. Estão confiantes no transporte — afirma Lairto Leite, diretor de Transportes. 

Ao todo, 51 linhas estão sendo atendidas neste começo de semana. Como ocorreu domingo, quando 57 ônibus rodaram das 8h às 19h em caráter experimental, a passagem é de graça nesta segunda-feira. Ainda segundo o Seterb, o transporte não está em pleno funcionamento por conta do processo de contratação de motoristas e cobradores. 

A expectativa era começar a operação com 190 veículos, no entanto, como a empresa Nossa Senhora da Glória não fez as demissões dos funcionários no fim de semana, a Piracicabana não conseguiu contratar mão de obra suficiente para iniciar o serviço como planejado. Na última sexta-feira, apenas 250 dos cerca de 900 trabalhadores da Glória receberam a baixa na carteira. 

Com o retorno do serviço do transporte coletivo, os corredores de ônibus, até então liberados para o tráfego dos demais veículos, voltam a ser exclusivos. Os horários dos ônibus estão no site da prefeitura (Clique aqui) e fixados nos terminais. 

Troncais 
Troncal 10 - Via Rua São Paulo 
Troncal 11 - Via Dois de Setembro 
Troncal 12 - Via Escola Agrícola 
Troncal 15 - Via Ponte Tamarindo 
Troncal 17 - Via Rua das Missões 
Troncal 30 - Via Gov. Jorge Lacerda 
Troncal 31 - Via Rua dos Caçadores 
Troncal 32 - Via Água Verde 

Alimentadoras 
101 - Fidélis 
102 - Margem Esquerda 
104 - Vila Itoupava 
111 - Santa Clara 
112 - Botuverá 
120 - Jardim Germânico 
122 - Via Moinho 
123 - Itoupavazinha 
124 - Felipe Bauler 
125 - Franz Volles 
126 - Libertadores 
153 - Salto do Norte 
154 - Divisa Indaial 
155 - Badenfurt 
214 - Cidadão III 
300 - Interbairros I 
302 - Ristow 
303 - Franz Muller 
305 - Hermann Kratz 
308 - Bernardo Reiter 
310 - Interbairros II 
401 - Emilio Tallmann 
402 - Rui Barbosa 
403 - Progresso 
405 - Jordão 
421 - Belo Horizonte 
422 - Rua Brusque 
504 - Araranguá 
506 - Pastor O. Hesse 
507 - Vorstadt (Antiga Bela Vista - Irá operar até Malwee) 
508 - República Argentina 
509 - Zendron 
511 - Santa Fé 
601 - Fortaleza 
603 - Tribess 
605 - Rodoviária 
607 - Nova Esperança 
703 - Ribeirão Branco 
704 - Passo Manso (mudou para o Terminal Proeb) 
705 - Ponte Salto 
708 - Coripós 
902 - Loteamento Primavera 
904 - Lúcio Esteves

Informações: Jornal de Santa Catarina


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Ônibus circularam lotados na manhã desta segunda-feira pelas ruas de Blumenau

BNDES corta até 43% dos recursos para mobilidade do Rio

Enquanto a crise avança, os investimentos em mobilidade urbana começam a dar marcha à ré. Os financiamentos do BNDES para projetos no setor, no Rio, deverão sofrer um tombo superior a 43% em 2016. É a primeira vez, desde 2012, que a instituição prevê queda nos recursos para empreendimentos da área no estado.

A expectativa para o resto do país também não é animadora: o banco estima uma baixa de 20% a 25% nos créditos para o segmento este ano, em todo o Brasil. O motivo apontado pelo BNDES é a crise econômica que atinge estados e municípios, freando a elaboração de novos projetos públicos e privados. “Temos pouca entrada de novos projetos e os antigos já estão em ritmo de desembolso. Sem novos, o desembolso deve cair. É importante que sejam elaborados novos projetos para que a carteira volte a crescer”, explica Anie Amicci, gerente de Mobilidade e Desenvolvimento Urbano do BNDES.

Dois novos projetos privados, ainda não aprovados, estão em análise pelo banco para 2016 no Rio. Um deles, da concessionária Rio Terminais, prevê melhorias nos terminais de ônibus de Nilópolis, Américo Fontenelle, Nova Iguaçu e Menezes Cortes — os três primeiros já estão em obras. O segundo refere-se a melhorias na Ponte Rio-Niterói e imediações, exigidas à EcoPonte na licitação. As principais intervenções serão construção de alça de ligação entre a ponte e a Linha Vermelha, merguhão em Niterói e ligação com a Avenida Brasil. Os financiamentos são de R$ 40 milhões para a Rio Terminais e R$ 970 milhões para a EcoPonte.

Os desembolsos do BNDES para mobilidade no Rio eram inexistentes até 2011. Em 2012, foram liberados R$ 135 milhões, saltando para R$ 318 milhões em 2013, R$ 1,9 bilhão em 2014 e R$ 4,4 bilhões em 2015. A alta no período foi de 3.190%. A previsão de liberação para 2016 é de R$ 2,5 bilhões, considerando os projetos novos e os antigos.

No Brasil, crédito deve cair 20% 

No Brasil, os créditos do BNDES para projetos de metrô, trem, VLT, BRT e outros empreendimentos de mobilidade subiram de R$ 6,4 bilhões, em 2014, para R$ 8,5 bilhões, em 2015. Em 2016, não devem passar de R$ 6,8 bilhões, se a queda for de 20%. O crescimento era contínuo desde 2007.

No fim do ano passado, o Ministério das Cidades sinalizou que o orçamento da União para obras de mobilidade também sofrerá corte em 2016 e deve ser menor do que o R$ 1 bilhão previsto para 2015.
“Qualquer queda de financiamento é ruim, principalmente para o setor de mobilidade, que viveu duas décadas sem investimento”, avalia Marcos Bicalho, diretor da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU).

“A orientação do governo tem sido focar nos projetos em andamento e liberar menos recursos para os novos”, aponta o coordenador do Movimento Nacional pelo Direito ao Transporte (MDT), Nazareno Affonso.

Os projetos fluminenses que constavam na carteira do BNDES em 2015 e continuam em 2016 são a Linha 4 do metrô, o VLT do Centro, a duplicação do Elevado do Joá, a ciclovia da Niemeyer (já inaugurada), o trecho de ligação da Transolímpica com o BRT Transbrasil, a via expressa do Porto Maravilha e a conclusão do Transoeste, entre o Terminal Alvorada e o Jardim Oceânico, além de investimentos da SuperVia.

Por Gustavo Ribeiro
Informações: O Dia
READ MORE - BNDES corta até 43% dos recursos para mobilidade do Rio

No Recife, linha 411- Estrada dos Remédios agora chama-se Parque Santana/Ilha do Leite

O Grande Recife modificou o itinerário da linha 411- Estrada dos Remédios a partir deste sábado (30). Devido à mudança de itinerário a linha agora tem sua nomenclatura alterada para 411 - Parque Santana/Ilha do Leite e algumas paradas foram desativadas. 

Confira abaixo, o itinerário em que a linha passa a realizar:

Subúrbio/cidade

Parque Santana (terminal), Rua Jorge Gomes de Sá, Rua Astério Rufino Alves, Rua Afonso de Albuquerque Melo, Rua Igarassu, Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti, Praça Jornal do Comércio, Avenida Dezessete de Agosto, Praça de Parnamirim, Avenida Parnamirim, Rua João Tude de Melo, Viaduto Torre/Parnamirim, Rua José Bonifácio, Rua Professor Trajano de Mendonça, Rua Real da Torre, Túnel da Abolição, Rua João Ivo da Silva, Rua Hercílio Cunha, Rua Doutor Napoleão Laureano, Rua Benfica, Ponte Estácio Coimbra, Praça do Derby, Avenida Governador Agamenon Magalhães, Pista Lateral Avenida Governador Agamenon Magalhães.

Cidade/subúrbio

Rua General Joaquim Inácio, Pista Lateral da Avenida Governador Agamenon Magalhães, Rua Henrique Dias, Rua Dom Bosco, Rua Joaquim Nabuco, Rua José Osório, Avenida Visconde de Albuquerque, Rua José Bonifácio, Viaduto Torre/Parnamirim, Rua João Tude de Melo, Alça do Viaduto Torre/Parnamirim, Praça Manuel Markman, Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti, Rua Nestor Silva, Rua Afonso de Albuquerque de Melo, Rua Astério Rufino Alves, Rua Jorge Gomes de Sá, Parque Santana (terminal).

Com a mudança de itinerário, a linha deixará de atender alguns logradouros e pontos de embarque e desembarque seletivos serão desativados. 

Confira abaixo os logradouros e os pontos de embarque e desembarque que deixarão de ser atendidos pela linha 411.

Logradouros que deixarão de ser atendidos pela linha 411:

Subúrbio/cidade
….Rua Cosme Viana, Rua Vinte e Um de Abril, Estrada dos Remédios, Largo da Paz, Rua Motocolombó, Avenida Sul, Cais Santa Rita. 

Cidade/subúrbio
Terminal de Passageiros Santa Rita, Avenida Martins de Barros, Rua Siqueira Campos, Rua Ulhôa Cintra, Rua do Sol, Rua Floriano Peixoto, Rua do Peixoto, Avenida Dantas Barreto, Avenida Sul, Rua da Paz, Largo da Paz, Estrada dos Remédios... 

Paradas Seletivas que deixarão de ser atendidas pela linha 411:
Avenida Martins de Barros – Parada seletiva nº 180031, abrigo em concreto, lado oposto ao Anexo I do Ministério Público, bem próximo ao cruzamento com a Ponte Maurício de Nassau.
Rua Siqueira Campos – Parada seletiva nº 180266, abrigo metálico, em frente ao Banco Santander
Rua do Sol – Parada seletiva nº 180140, abrigo Publique, lado oposto à Rua Matias de Albuquerque

A linha deverá atender a parada seletiva nº180364, localizada na Rua Dom Bosco, após a interseção com a Avenida Conde da Boa Vista, em frente ao Colégio Americano Batista onde param as linhas que seguem pela Rua Joaquim Nabuco, e não a segunda parada nº180365, que atende as linhas que giram à direita na Avenida Agamenon Magalhães.

Para mais informações, os usuários podem entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente, no 0800 081 0158.

Blog Meu Transporte


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - No Recife, linha 411- Estrada dos Remédios agora chama-se Parque Santana/Ilha do Leite

Justiça dá seis meses para implantação de bilhetagem única em Natal

O Poder Judiciário concedeu liminar acatando o pedido do Ministério Público do Rio Grande do Norte em Ação Civil Pública ajuizada pela 22ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal contra o município de Natal para a implantação do Sistema Unificado de Bilhetagem Eletrônica e do Monitoramento do Serviço Público de transporte Coletivo de Passageiros de Natal.
Foto: Adriano Abreu | Tribuna do Norte

O MPRN instaurou em 2014 os inquéritos civis nº 189/14 e 06.201400001292-8 para avaliar as condições de implantação do sistema de bilhetagem eletrônica única no serviço público de transporte coletivo de passageiros por ônibus e opcional, instituído pela Lei nº6.410/2013 e regulamentada pelos Decretos nº 10.193/2014 e 10.378/2014.

Mesmo com a edição dos mencionados diplomas legais, o ente público não concretizou a aplicação do sistema, o que culminou com a edição de recomendação por parte do Ministério Público e com a instauração de Comissão Especial de Inquérito (CEI), no âmbito da Câmara Municipal de Natal.

A partir de tais medidas o Município chegou a elaborar Termo de Referência do Edital para contratação da empresa detentora da tecnologia da bilhetagem eletrônica única. Todavia, mais uma vez não cumpriu os prazos estipulados, de forma que a omissão estatal já se prolonga por cerca de dois anos sem a adoção de medidas concretas.

Diante dos fatos, o Juiz Geraldo Antônio da Motta concedeu na liminar o prazo de seis meses para que o Município promova a implantação do Sistema Unificado de Bilhetagem Eletrônica e do Monitoramento do Serviço Público de transporte Coletivo de Passageiros do Município de Natal, garantindo o cumprimento da lei que o implantou.

Bilhetagem Unificada
Com a unificação, os bilhetes passam a valer em ônibus e nos transportes opcionais da cidade. A bilhetagem eletrônica será unificada com o atual sistema operado pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), que continuará comercializando os créditos junto aos usuários.

O Seturn deverá incluir no sistema, através de cadastro, o Sindicato dos Proprietários de Transportes Alternativos de Passageiros do Estado do Rio Grande do Norte (Sitoparn). Os permissionários de transporte opcional serão vinculados ao cadastro do Sitoparn.

Informações: Portal N10


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Justiça dá seis meses para implantação de bilhetagem única em Natal

Uber começa a operar em Campinas (SP)

O aplicativo Uber começou a operar na quarta-feira (27), em Campinas (SP). Segundo a empresa, a cidade será a primeira do interior do Brasil a receber o serviço de transporte privado através de smartphones a partir das 14h.

Apesar dos protestos contra a implantação no ano passado, o diretor de comunicação da empresa, Fábio Sabba, afirma que não há ilegalidade, já que o serviço está amparado na Lei de Mobilidade Urbana nº 12.587, do ano de 2012.

“Não tem uma regulamentação para o serviço de transporte público privado e estamos conversando com todos os níveis do governo para ter uma regulação. Já tivemos vários processos contra a Uber. São dois tipos de serviços distintos [táxi e Uber]. Sempre nos defendemos amparados na Lei de Mobilidade Urbana”, explica.

Além disso, a empresa diz que o serviço será até 50% mais barato do que as tarifas praticadas pelos táxis comuns da cidade.

Táxis
Atualmente, a cidade conta com quase mil táxis comuns e 40 licenças para os carros pretos, uma nova categoria para concorrer com Uber. Nos executivos, os veículos só podem receber chamadas por aplicativos.

O diretor afirma ainda que a empresa fez estudos e que existe mercado em Campinas. “A gente percebeu que Campinas, além de ser uma cidade grande, tem bastante gente que dirige, tem smartphone e quer um novo jeito de andar pela cidade”, ressalta.

Por Felipe Albertoni
Informações: G1 Campinas e Região

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Uber começa a operar em Campinas (SP)

Metrô de Salvador terá operação especial durante o carnaval

A CCR Metrô Bahia, em parceria com Governo do Estado, montou esquema especial de funcionamento do metrô para facilitar o deslocamento dos foliões até os circuitos mais importantes do Carnaval de Salvador.

Todas as estações da Linha 1 do metrô, de Lapa a Pirajá, estarão abertas na quinta-feira (4/2), das 5h30 à meia-noite. De sexta-feira (5/2) até terça-feira (9/2), das 5h à meia-noite e na quarta-feira de Cinzas (10/2), das 5h às 22h.

 O trecho Pirajá-Bom Juá continua operando sem cobrança de tarifa. Para seguir viagem no sentido Lapa, o folião terá de desembarcar em Bom Juá, pagar a tarifa de R$ 3,30 e embarcar novamente. Na volta, também terá de fazer transferência de trem em Bom Juá.

Os foliões que irão curtir o carnaval no circuito Campo Grande/Osmar, poderão desembarcar na Estação Lapa, que fica a 450 metros da Av. 7 de Setembro.

Já, a Estação Campo da Pólvora facilitará o acesso dos foliões tanto ao circuito Batatinha (Pelourinho) quanto ao circuito do Campo Grande. Saindo da Estação Campo da Pólvora, o usuário do metrô andará cerca de 900 metros até o Pelourinho.

A concessionária preparou ainda uma programação especial para os foliões entrarem no clima da festa já no metrô. Nos dias 4 e 5/2, das 14h às 16h, a Banda Maravilha se apresenta na Estação Lapa, em parceira com o Shopping Piedade.

Nos dias 6 e 9/2, das 14h às 15h, na Estação Lapa, é a vez dos músicos mirins do Projeto Social Som do Quilombo, em parceria com a Associação de Moradores de Jardim Santo Inácio, alegrar os foliões. No dia 7/2, das 14h às 15h, os músicos se apresentam na Estação Pirajá.

Quem passar pelo metrô ainda terá a chance de customizar seus abadás, sem custo, em postos na Estação Lapa e Estação Pirajá, que contarão com o trabalho de costureiras da comunidade de Jardim Santo Inácio.

Para garantir a segurança dos usuários do metrô durante o carnaval, a CCR Metrô Bahia contará com mais de 600 câmeras de monitoramento nos acessos às estações do metrô, via dos trens, terminais de ônibus integrados, além de 180 Agentes de Atendimento e Segurança.

Nos terminais de ônibus também administrados pela CCR Metrô Bahia, Pirajá, Mussurunga, Iguatemi e Rodoviária, irão atuar 101 vigilantes.

A concessionária estará presente também no Centro Integrado de Comando e Controle Regional da Polícia Militar para que, em caso de necessidade, seja montada estratégia imediata de apoio e segurança. Também haverá a utilização de portais de detector de metal em acessos e horários estratégicos do metrô.

É importante que o folião também faça a sua parte, evite aborrecimentos e acidentes lembrando que é proibido nas estações do metrô e nos trens:
-- Fumar ou manter aceso cigarro, acender fósforos ou isqueiro;
-- Consumir bebidas alcoólicas;
-- Entrar ou permanecer sem camisa ou sem calçados;
-- Portar arma de fogo ou materiais inflamáveis, explosivos ou corrosivos;
-- Transgredir as instruções da concessionária transmitidas pelos colaboradores, pela comunicação visual existente ou pelo sistema de sonorização;
-- Praticar qualquer ato de que resulte embaraço ao serviço ou que possa acarretar perigo ou acidente;
-- Ultrapassar a Faixa Amarela de segurança da Plataforma, a não ser para entrar e sair do trem quando este já estiver parado e com as portas abertas;
-- Acionar ou usar, indevidamente, qualquer equipamento integrante do sistema metroviário;
-- Colocar os pés nas paredes das Estações, bancos e laterais dos carros;
-- Quebrar, danificar, sujar, escrever ou desenhar nas instalações e equipamentos pertencentes à Concessionária;
-- Tomar atitudes que induzam ao pânico ou causem tumulto;
-- Fazer funcionar aparelhos sonoros que atrapalhem a perfeita audição dos serviços de sonorização próprios do sistema metroviário, exceto quando previamente autorizado pela concessionária.
  
Em caso de dúvidas, os foliões podem ligar para a Central de Atendimento da CCR Metrô Bahia0800 071 8020, ou procurar os Agentes de Atendimento nas estações.

Estações do metrô: Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Bonocô, Acesso Norte, Retiro, Bom Juá e Pirajá:
-- Dia 4/2 – 5ª feira – das 5h30 à meia-noite
-- Dia 5/2 – 6ª feira – 5h à meia-noite
-- Dia 6/2 – Sábado - 5h à meia noite
-- Dia 7/2 – Domingo -  5h à meia noite
-- Dia 8/2 – 2ª feira -  5h à meia noite
-- Dia 9/2 – 3ª feira  -  5h à meia noite
-- Dia 10/2 – 4ª feira de Cinzas – 5h às 22h

Tarifa: R$ 3,30

Confira mapa de trajetos




Informações: Tribuna da Bahia
READ MORE - Metrô de Salvador terá operação especial durante o carnaval

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960