Recife é a capital com maior tempo de espera por ônibus

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Recife é a capital onde a espera por um ônibus nas paradas é mais longa. A média é de 35 minutos, o maior tempo entre as sete capitais pesquisadas pela Associação Nacional de Defesa do Consumidor, a Proteste. O levantamento avaliou o sistema de transporte público das cidades e constatou que os atrasos são mais frequentes na capital pernambucana. Nove em cada dez viagens de ônibus atrasam. Recife também ganhou uma posição de destaque com relação aos tempos de deslocamento. Os passageiros gastam cerca de uma hora e meia dentro dos coletivos, ficando atrás apenas dos cariocas.

O sofrimento atinge dois milhões de passageiros na Região Metropolitana do Recife todos os dias. No terminal de passageiros da PE-15, em Olinda, a reclamação é geral e muita gente está insatisfeita com o transporte público. “Demora quarenta, cinquenta minutos, principalmente os que vão para Paulista. Atrapalha porque tenho que sair muito cedo pra chegar à faculdade, me atraso”, lamenta o estudante Vitor Hugo Farias.

Com o empurra-empurra para entrar nos coletivos e uma viagem apertada, sugestões não faltam. “Acredito que pela quantidade de ônibus que nós temos e pela quantidade de pessoas poderia ser melhorado”, sugere o auxiliar administrativo Michael José da Silva.

O Grande Recife Consórcio de Transporte informou que desconhece a pesquisa, mas que também vai ouvir os passageiros pernambucanos, o que não é feito desde 1997. De acordo com o Consórcio, este estudo atualizado vai permitir o melhor planejamento do sistema de transporte público. Quem quiser fazer reclamações, pode ligar para o Grande Recife das 7h às 19h, no telefone 0800.081.0158.

Informações: G1 PE

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960