Sistema “Bem na Hora” está suspenso em Fortaleza

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Os usuários do transporte público que se orientavam por meio dos horários de chegada dos ônibus disponíveis pelo sistema “Bem na Hora”, ficaram sem a ferramenta desde o final do ano de 2011.

Atualmente, os paineis espalhados por 39 paradas em  Fortaleza informam apenas os números das linhas que possuem o monitoramento. Os 100 dispositivos  instalados nos ônibus para orientar os passageiros também estão suspensos.

O motivo da suspensão do sistema foi o fim do contrato da empresa que prestava o serviço junto à  gerência da Autarquia Municipal de Trânsito, Cidadania e Serviços Públicos (AMC).

A responsabilidade do monitoramento, que era da AMC, foi transferida para a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), que ainda não tem prazo estabelecido para recolocar o sistema de volta no ar.

De acordo com a assessoria da Etufor, a empresa está estudando outros moldes e a contratação de um novo serviço para que o monitoramento “Bem na Hora” retorne a funcionar, informando os horários de chegada dos coletivos.

Linhas monitoradas pelo sistema Bem na Hora
29 – Parangaba Náutico
30 – Siqueira Papicu – Via 13 de Maio
31 – Av Borges De Melo 1
32 – Av Borges De Melo 2
75 – Pici Unifor
315 – Messejana Parangaba


READ MORE - Sistema “Bem na Hora” está suspenso em Fortaleza

Ônibus circularam normalmente em Natal nesta sexta-feira

O fim da greve dos rodoviários, que se prolongou por quatro dias, trazendo prejuízos a cidade de Natal se deu no início da tarde de ontem (17). Consequência do acordo entre empresários do setor de transportes, motoristas e cobradores de ônibus, que firmaram a proposta de reajuste salarial de 6% para a categoria de trabalhadores. 

Ontem, também, foi negado o pedido de reajuste da tarifa de ônibus. O desembargador Aderson Silvino negou recurso movido pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal (Seturn) que pretendia que fosse concedida medida liminar para concessão de reajuste provisório da tarifa inteira praticada no Serviço de Transporte Público de Passageiros por Ônibus do Município do Natal.

Fonte: Tribuna do Norte
READ MORE - Ônibus circularam normalmente em Natal nesta sexta-feira

Trans­porte co­le­tivo da Re­gião Me­tro­po­li­tana de Goiânia passa a custar R$ 2,70



O se­cre­tário de Es­tado de De­sen­vol­vi­mento da Re­gião Me­tro­po­li­tana de Goi­ânia, Silvio Sousa, se reuniu na tarde de hoje com os mem­bros da Câ­mara De­li­be­ra­tiva de Trans­porte Co­le­tivo (CDTC), para dis­cutir a cri­ação de um co­mitê jul­gador de in­fra­ções e o cum­pri­mento con­tra­tual de atu­a­li­zação de ta­rifas. Ficou de­fi­nido que o valor único do bi­lhete do trans­porte co­le­tivo da Re­gião Me­tro­po­li­tana será atu­a­li­zado em 8% e pas­sará a custar R$ 2,70 a partir da pri­meira hora do dia 20 de maio. No mesmo dia e ho­rário, o bi­lhete do Eixo Anhan­guera também terá seu valor re­a­jus­tado para R$ 1,35.
Par­ti­ci­param da reu­nião o pre­si­dente da CDTC, Silvio Sousa; o pre­feito de Goi­ânia, Paulo Garcia; o pre­si­dente da Agência Goiana de Re­gu­lação (AGR), Hum­berto Tanús Jú­nior; o pre­si­dente da Com­pa­nhia Me­tro­po­li­tana de Trans­portes Co­le­tivos (CMTC), José Carlos Xa­vier, o Gra­fite; o pre­si­dente da Agência Mu­ni­cipal de Trân­sito (AMT), Se­ni­valdo Silva Ramos; o se­cre­tário mu­ni­cipal de Pla­ne­ja­mento, Lyvio Lu­ciano Car­neiro; o de­pu­tado es­ta­dual Wolney Wagner Si­queira Jú­nior e o pre­si­dente da Me­trobus, Carlos Ma­ra­nhão, como con­vi­dado es­pe­cial.

Se­gundo Silvio Sousa, o as­sunto mais im­por­tante da reu­nião foi a atu­a­li­zação da ta­rifa do trans­porte co­le­tivo, pre­vista em con­trato fir­mado entre o poder pú­blico e os ope­ra­dores do sis­tema de trans­porte co­le­tivo. “Dis­cu­timos sobre o VLT, o cor­redor de ônibus BRT Norte-Sul, a im­plan­tação do Passe Livre Es­tu­dantil (cujo pro­jeto de lei de cri­ação foi as­si­nado hoje pelo go­ver­nador Mar­coni Pe­rillo), e o cum­pri­mento do con­trato”, disse Silvio. O se­cre­tário, que também ocupa o cargo de pre­si­dente da CDTC, re­forçou que, mesmo após a apli­cação do novo valor, a ta­rifa ado­tada na Re­gião Me­tro­po­li­tana de Goi­ânia está na média do que é apli­cado no res­tante do Brasil.
 
O pre­si­dente da CMTC, José Carlos Xa­vier, afirmou que o re­a­juste está to­tal­mente dentro da ló­gica e é mais um cum­pri­mento do que foi acor­dado em con­trato entre as partes. “Os usuá­rios pu­deram con­ferir as me­lho­rias do trans­porte co­le­tivo em Goi­ânia e re­gião, como a re­forma e cri­ação de ter­mi­nais e a pers­pec­tiva de novos cor­re­dores de ônibus”, co­mentou José Carlos. De acordo com ele, 60% do que es­tava pre­visto no cro­no­grama de ações já foi re­a­li­zado. “Tudo o que está pre­visto será con­cluído até ou­tubro deste ano”, con­firmou Gra­fite.

Fonte: Dm.com.br

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Trans­porte co­le­tivo da Re­gião Me­tro­po­li­tana de Goiânia passa a custar R$ 2,70

SPTrans altera itinerários para obras em Pinheiros

Em razão de uma obra que será realizada na Rua Cunha Gago, a partir deste domingo, 20 de maio, a SPTrans informa que alterará os itinerários de 12 linhas que circulam na região, zona Oeste de São Paulo.

Para informações sobre linhas e trajetos de linhas consulte itinerários ou ligue 156.

Linhas e itinerários:107P/10 Mandaqui - Pinheiros
967A/10 Imirim – Pinheiros
Obs.:
Durante as obras, o ponto terminal secundário dessas linhas será transferido para a Rua Cardeal Arcoverde, entre a Rua Cunha Gago e a Rua Dr. Manoel Carlos Ferraz de Almeida.
Ida: normal até a Rua Cunha Gago, Rua Teodoro Sampaio, Rua Dep. Lacerda Franco, Rua Cardeal Arcoverde.
Volta: Rua Cardeal Arcoverde, Rua Dr. Manoel Carlos Ferraz de Almeida, Rua Teodoro Sampaio, Rua Dep. Lacerda Franco, Rua Cardeal Arcoverde, Rua Baltazar Carrasco, Av. Brig. Faria Lima, prosseguindo normal.
576M/10 Vila Clara - Pinheiros
Ida:
Sem alteração.
Volta: Rua Dr. Manoel Carlos Ferraz de Almeida, Rua Teodoro Sampaio, Rua Dep. Lacerda Franco, Rua Cardeal Arcoverde, Rua Baltazar Carrasco, Av. Brig. Faria Lima, prosseguindo normal.
637G/10 Grajaú - Pinheiros
637G/51 Jd. Eliana - Pinheiros
637J/10 Vl. São José – Pinheiros
Ida:
Normal até a Rua dos Pinheiros, Rua Cunha Gago, Rua Teodoro Sampaio, Rua Dep. Lacerda Franco, Rua Cardeal Arcoverde, Rua Dr. Manoel Carlos Ferraz de Almeida.
Volta: Rua Dr. Manoel Carlos Ferraz de Almeida, Rua Teodoro Sampaio, Rua Dep. Lacerda Franco, Rua Cardeal Arcoverde, Rua Baltazar Carrasco, Av. Brig. Faria Lima, prosseguindo normal.
648P/10 Term. Capelinha - Pinheiros
809P/10 Term. Campo Limpo - Pinheiros
Ida:
Sem alteração.
Volta: Rua Cardeal Arcoverde, Rua Dr. Manoel Carlos Ferraz de Almeida, Rua Teodoro Sampaio, Rua Dep. Lacerda Franco, Rua Cardeal Arcoverde, Rua Baltazar Carrasco, Av. Brig. Faria Lima, prosseguindo normal.
702U/21 Pinheiros – Term. Pq. D. Pedro II
Ida:
Sem alteração.
Volta: Normal até a Rua Arthur de Azevedo, Rua Cunha Gago, Rua Teodoro Sampaio, Rua Dep. Lacerda Franco, Rua Cardeal Arcoverde, Rua Dr. Manoel Carlos Ferraz de Almeida
7013/10 Pq. Arariba – Pinheiros
7040/10 Paraisópolis – Pinheiros
7040/21 Paraisópolis – Pinheiros
Ida:
Normal até a Rua dos Pinheiros, Rua Cunha Gago, Rua Teodoro Sampaio, Rua Dep. Lacerda Franco, Rua Cardeal Arcoverde, Rua Cunha Gago e Rua Edson Dias.
Volta: Sem alteração.

Assessoria de Imprensa - SPTrans

READ MORE - SPTrans altera itinerários para obras em Pinheiros

Acordo põe fim à greve de motoristas de ônibus em Campinas

Terminou na madrugada desta sexta-feira (18) a greve geral de motoristas e cobradores de ônibus do transporte público de Campinas (SP). Segundo a com a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), os 11 terminais de ônibus da cidade operam normalmente nesta manhã e 98% da frota de coletivos estavam em circulação às 7h30. Situação diferente da registrada na quinta-feira (17), quando  7% da frota das concessionárias do Sistema Intercamp operaram.
A retomada das atividades dos motoristas e cobradores foi definida na noite de quinta-feira (18) após uma reunião entre o sindicato e as empresas, quando foi proposto aumento de 7% nos salários, além de 7% de reajuste na Participação nos Lucros e Resultados (PLR) das concessionárias e também no vale-alimentação. A proposta foi apresentada em assembleia e aceita pelos grevistas na madrugada desta sexta-feira.

O encontro entre o sindicato e as empresas foi realizado após uma tentativa frustrada de acordo durante uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) na tarde de quinta-feira (17). A categoria reivindicava aumento de 21% no salário e vale-alimentação, além de PLR. Como não houve acordo, o presidente do TRT, Renato Buratto, havia aumentou a multa pelo descumprimento da manutenção de 50% da frota na rua em períodos de menor movimento e 70% em horários de pico. O valor subiria de R$ 20 mil para R$ 50 mil.

Segundo o presidente do Sindicado dos Rodoviários de Campinas e Região, Matusalém de Lima, 100% da frota das empresas concessionárias do Sistema InterCamp voltam a circular nesta manhã. De acordo com a Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc), 520 mil passageiros são transportados por dia pelos ônibus das concessionárias.

Durante a greve, três ônibus foram apedrejados e uma passageira ficou ferida. Os veículos que foram alvo de vandalismo são da Onicamp. Eles deixaram a garagem da empresa na madrugada, mas foram apedrejados quando dois deles circulavam na linha 4.13 (Jardim São José) e um fazia a linha 4.22 (Jardim Nova América).

A passageira ferida estava no coletivo que fazia a linha 4.13 (Jardim São José) e sofreu ferimentos no maxilar após ser atingida por uma pedra no maxilar. Ela foi levada para o Hospital Municipal Mário Gatti, onde continua internada, e deve passar por cirurgia. O hospital informou, por meio da assessoria de imprensa, que a vítima passa bem, mas disse que a família não permitiu a identificação e outros detalhes do tratamento.

Fonte: G1 SP

READ MORE - Acordo põe fim à greve de motoristas de ônibus em Campinas

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960