Conheça a Linha Oeste do Metrô de Fortaleza

sexta-feira, 9 de março de 2012

Você já andou de trem? Pois saiba que você pode fazer um passeio bem peculiar por trilhos entre Fortaleza e Caucaia. A linha Oeste do metrô de Fortaleza está em pleno funcionamento e transporta mais de 10 mil pessoas por dia. Conheça a linha que liga Fortaleza a uma das principais cidades da Região Metropolitana.
Linha Oeste
A linha Oeste do metrô de Fortaleza liga o centro da Capital ao centro de Caucaia. A linha de 19,5 quilômetros de extensão possui nove estações em funcionamento. Em 2010, tanto as estações quantos os trens foram reformados: quatro locomotivas foram modernizadas e 31 carros de passageiros receberam nova fuselagem e sistema de climatização.
A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) investiu cerca de R$ 125 milhões nessa melhoria. Com isso, mais passageiros estão utilizando a linha. Em 2011, os trens da linha Oeste transportaram mais de 3,46 milhões de passageiros.
Hoje, os passageiros podem embarcar ou desembarcar em nove estações ao longo do trecho: João Felipe, Álvaro Weyne, Padre Andrade, Antônio Bezerra, São Miguel, Parque Albano, Conjunto Ceará, Jurema, Araturi e Caucaia.

Metrofor transportou 3,7 milhões de pessoas em 2011
A linha Oeste, em Fortaleza, respondeu por 92% do transporte de passageiros no Ceará em 2011. Por mês, mais de 300 mil pessoas utilizam as vias férreas.
Mais de 3,7 milhões de passageiros utilizaram o transporte ferroviário no Ceará em 2011. As duas linhas em atividade da Metrofor, uma em Fortaleza e outra no Cariri, levaram 3.764.187 passageiros no ano passado. A linha Oeste, que liga o centro de Fortaleza ao centro de Caucaia, respondeu por 92% das passagens. Foram 3.468.787 passageiros utilizando os trens do Metrofor na Capital. No interior, foram 295.400 pessoas transportadas.
Climatização de carros ajudou a atrair passageiros
Segundo o diretor de operação do Metrofor, Plínio Saboya Neto, o transporte ferroviário continua atraindo muitos passageiros pelo baixo preço da passagem e pelo conforto que oferece. Para utilizar o trem, o passageiro paga somente um real. O valor é subsidiado para beneficiar a população que mais utiliza esse meio de transporte, que está concentrado nas classes C e D.
Plínio afirma, ainda, que outro atrativo é o conforto. O Metrofor investiu na modernização de locomotivas e carros de passageiros, que receberam sistema de climatização. Além disso, há muito mais seguranças dentro dos trens e nas estações para orientar o correto uso do transporte sem risco à segurança dos usuários.
Festas aquecem o setor
Os períodos de festas foram responsáveis pelos “picos” no transporte ferroviário no Ceará. Em Fortaleza, o mês que registrou o maior número de passageiros (351.632) foi dezembro. Muitos consumidores aproveitaram o trem para fazer compras no Centro de Fortaleza.
Já no Cariri, os dois meses com maior número de passageiros foram setembro (33.756) e julho (32.792). Nos dois casos, as festas religiosas elevaram a movimentação. Em julho, milhares de romeiros visitam o túmulo de Padre Cícero. Em setembro, os fiéis realizam duas festas: procissão dos carros e N. S. Das Dores.

Fonte: Governo do Ceará

READ MORE - Conheça a Linha Oeste do Metrô de Fortaleza

Em meio aos engarrafamentos nas grandes cidades, viva a baixa velocidade das bicicletas

Somos uma Nação de ciclistas. Estima-se que nossa frota de bicicletas some 60 milhões de unidades atualmente. Mas nem todos imaginam a importância da bicicleta como um meio de transporte capaz de interagir eficientemente com todas as outras formas de mobilidade urbana, além de proporcionar a melhoria do meio ambiente e ajudar a promover a inclusão social. A mudança dos modelos de deslocamento dos habitantes através do uso de meios de transportes não motorizados é crucial para a construção de cidades com padrões de qualidade de vida mais elevados. A bicicleta pode ser importante elemento de reordenação e reconfiguração do espaço urbano e da lógica social, além de ser um vetor de melhoria ambiental.

TRAGÉDIA INOMINÁVEL - O ciclista tem direito de trânsito como qualquer outro veículo. Porém, alguns motoristas parecem ignorar os ciclistas, atrapalhando a circulação das bicicletas ou mesmo colocando-as em situações de risco de acidente. Infelizmente, tragédias horríveis vêm acontecendo: morre um ciclista por semana na cidade de São Paulo. Lembram da ciclista Márcia Regina, que morreu atropelada na Avenida Paulista em 14 de janeiro de 2009? Ciclista experiente, ela ocupava o lugar correto na via, o mais à direita possível, quase rente ao meio-fio, seguindo na direção do fluxo dos veículos. Não foi o bastante, porém, para escapar de um ônibus que trafegava justamente naquela faixa mais à direita. Ela foi derrubada e terminou esmagada pela roda traseira do coletivo. No dia 2 de março de 2012, três anos depois de Márcia Regina, outra ciclista, Juliana Dias, morreu praticamente no mesmo local da primeira, na mesma avenida, também massacrada por um ônibus.

MÚLTIPLOS USOS DA VIA - A segurança do ciclista pode ser garantida por meio da moderação de tráfego, sinalização adequada, educação, além da implementação de ciclofaixas e rotas cicláveis e, obviamente, pela construção de ciclovias. A divisão e delimitação física de espaços, em locais de grande fluxo de veículos motorizados, aumentam a segurança tanto para os veículos automotores quanto para pedestres e ciclistas.

Após a implementação e o planejamento de ciclovias na Dinamarca, por exemplo, o número de acidentes foi reduzido em 80%. Então, constatamos que política de mobilidade adequada tende a reduzir de forma significativa o índice de acidentes fatais, e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida urbana.

VAMOS POUPAR VIDAS - Você, motorista, sabe diferenciar os comportamentos seguros dos comportamentos de risco no trânsito? Geralmente nós não conseguimos manter nossa atenção durante o tempo todo enquanto dirigimos. Constantemente somos levados a pensar em outras coisas, sejam elas importantes ou não. Force a sua concentração no ato de dirigir, acostumando-se a observar sempre tudo à sua volta alternadamente enquanto dirige.

Muito mais ousado seria revermos os limites de velocidade nos centros urbanos, como fizeram os europeus. Nas ruas francesas e inglesas, como exemplos de inclusão, ao invés da segregação - lá todos convivem, partilham. O que pouca gente sabe e ninguém quer revelar é a mágica que viabiliza essa convivência civilizada de ciclistas e motoristas: a regulação e fiscalização severas da velocidade nas ruas da cidade.

A VELOCIDADE MUDA TUDO - A 30 km/h você restitui ao condutor do carro a possibilidade real de ver o ciclista, não tanto ao condutor do ônibus ou dos caminhões, cujos pontos cegos são imensos e insolúveis. De qualquer maneira, equalizam-se as disparidades mencionadas acima, a partir da escala mais humana da bicicleta, asseguram-se condições de segurança melhores para os mais frágeis. Em Londres, as velocidades variam entre 30 km/h e 50 km/h. Queremos partilhar as vias por aqui? Lutemos, então, pela revisão dos limites de velocidade: na Avenida Paulista, 50 km/h, no máximo; E nas vias locais, 30 km/h ou menos, e assim por diante. Vamos encarar?

Informações: www.dgabc.com.br

READ MORE - Em meio aos engarrafamentos nas grandes cidades, viva a baixa velocidade das bicicletas

Em São Caetano, Integração do bilhete municipal (SITS) com a CPTM deve começar em junho

Os usuários de transporte público em São Caetano podem ter uma redução no valor pago. Tudo isso porque foi aprovado o projeto de lei que autoriza a Prefeitura de São Caetano e a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) firmarem um convênio que possibilitará desconto para as pessoas que usam o transporte coletivo da cidade na baldeação com a estação da CPTM no município.

A integração será feita com o bilhete municipal SITS e será cobrada uma tarifa integrada para a utilização sequencial dos dois serviços. O contrato será nos mesmos moldes do assinado em Barueri, em que o usuário que embarcar nos dois sistemas usando o cartão local, tem custo de R$ 4,40, sendo R$ 2,90 do ônibus e mais R$ 1,50 do trem. Sem a integração, o gasto seria de R$ 5,90, ou seja, 25,4% a mais.

Ainda não existe nenhuma definição para saber quanto será o valor descontado do usuário na transferência. A tarifa e outros detalhes só serão oficializados após a assinatura do convênio entre as duas partes.
O cronograma prevê a instalação das novas catracas entre abril e maio para iniciar a fase de testes. A operação deve iniciar em junho.
O convênio entre São Caetano e CPTM ainda estabelece a construção do terminal rodoferroviário, que será feito para a readequação da estação para a passagem do Expresso ABC, que tem previsão para entrar em operação em 2015.

O dinheiro da reforma será aplicado pela empresa responsável pelas linhas férreas. Além disso, está prevista a construção de um bicicletário com acesso tanto pelo Centro quanto pelo Bairro Fundação.                       

READ MORE - Em São Caetano, Integração do bilhete municipal (SITS) com a CPTM deve começar em junho

Em Palmas, Prefeitura acrescenta novos horários nas principais linhas de ônibus

Após avaliar o resultado de pesquisas feitas em todas as linhas e horários do sistema de transporte público de passageiros, a Secretaria Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (SMSTT) optou por fazer mudanças em alguns itinerários para garantir a melhoria da prestação do serviço para milhares de palmenses. Segundo a pasta, certos itinerários ganharam até três novos horários. As mudanças tiveram início esta semana.

Com o novo quadro de horários a SMSTT estabeleceu também que cada ônibus terá um tempo fixo para cumprir seu percurso, o que vai ajudar os usuários a se programarem e a terem segurança de que o veículo não vai atrasar para passar no ponto ou Estação onde estão aguardando. ”Esta mudança está nos ajudando a acabar com a superlotação, pois com mais ônibus passando em menor tempo pelos locais há uma melhor distribuição na quantidade de usuários”, explica Shelldon de Sá, gerente de Transportes.

A Secretaria estabeleceu a aplicação de multa para a empresa que descumprir os horários e pede o auxílio dos próprios usuários na fiscalização. Segundo a pasta, o telefone 190 é um dos canais a disposição dos palmenses. Toda vez que ele é acionado, uma viatura é direcionada ao Ponto ou à Estação onde ocorre o problema. A Secretaria destaca ainda que pode acompanhar no sistema online se os ônibus estão cumprindo ou não os horários, já que cada um tem GPS e a pasta verifica o Boletim Diário de Operação - BDO.

As inserções beneficiaram principalmente quem usa as Linhas 18, 19, 42, 47, Eixão, Linha Expressa e TO-2, por onde, segundo a SMSTT, passam cerca de 50 mil usuários por dia. Esse número equivale a aproximadamente 70% a 80% dos passageiros do sistema. Cada uma dessas rotas teve um acréscimo de até três novos horários.

 
Fonte: O Girassol

READ MORE - Em Palmas, Prefeitura acrescenta novos horários nas principais linhas de ônibus

Em Belo Horizonte, Motoristas de ônibus protestam por melhorias salariais e param o trânsito

Uma manifestação de motoristas e trocadores de ônibus complicou o trânsito no fim da manhã desta sexta-feira (9) na avenida Amazonas, altura do Barro Preto. De acordo com a BHTrans, o protesto ocorreu no cruzamento com a avenida do Contorno e testou a paciência dos condutores.
Em seguida, os manifestantes seguiram para o quarteirão fechado da avenida Afonso Pena com a rua Rio de Janeiro. Eles aguardam uma reunião que está marcada para as 14h com o prefeito Marcio Lacerda. Possíveis paralisações serão decididas apenas às 16h, em nova assembleia da categoria.
Conforme a companhia de trânsito, o movimento é normal nas principais ruas e avenidas da capital.

Exigências - De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH), houve uma assembleia durante a manhã e o estado de greve, decretado em 28 de fevereiro, foi mantido.
Na última reunião, os patrões ofereceram um reajuste salarial de 13% para motoristas e cobradores - antes a oferta era de 10 % - porém, o aumento está condicionado a um aumento de 20 minutos na jornada de trabalho, o que desagradou a categoria.
O que o STTRBH reivindica é um reajuste salarial de 49%, 30 folhas de tíquete-alimentação no valor de R$ 15, a instalação de banheiros femininos nos pontos finais, participação nos lucros e resultados (PLR), uma jornada de trabalho de seis horas diárias e o fim da compensação de horas.

Fonte: O Tempo
READ MORE - Em Belo Horizonte, Motoristas de ônibus protestam por melhorias salariais e param o trânsito

Governo do Amazonas assina contrato para obras do monotrilho

O governador Omar Aziz anunciou que o Termo de Contrato de Obras e Serviços de Engenharia com o Consórcio Monotrilho Manaus, vencedor das obras para o monotrilho, já foi assinado no dia 18 de janeiro.
Segundo informou a titular da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Waldívia Alencar, a assinatura do contrato dá início à elaboração do Projeto Executivo, processo necessário para o início das obras de construção do monotrilho. “A partir de agora, o consórcio vencedor da licitação inicia o Projeto Executivo e o delineamento da área onde será realizada a obra para implantação do monotrilho”, afirmou.
Waldívia Alencar informou que o cronograma da obra está sendo elaborado e que as primeiras intervenções estão sendo definidas por meio de reuniões entre o consórcio e a Seinfra, que estão discutindo a necessidade do número de frente de obras, entre outros itens.
A assinatura do contrato, de nº 001/2012, se dá como consequência do resultado da Concorrência de n.º 031/2010-CGL, cuja homologação foi publicada no Diário Oficial do Estado, na edição de 12 de agosto de 2011.
O Consórcio Monotrilho Manaus é composto pelas empresas CR Almeida S.A., Engenharia de Obras Mendes Júnior Trading e Engenharia S.A., de engenharia, além da Scomi Engineering BHD, responsável pelo fornecimento da tecnologia e dos veículos que vão compor o monotrilho.
O contrato prevê a implantação de um sistema de monotrilho para a Região Metropolitana de Manaus, denominado ‘Metrô de Superfície’. A obra, que possui investimentos da ordem de R$ 1,4 bilhão, é um dos projetos de mobilidade urbana do governo do Estado elaborado para resolver os problemas de locomoção em Manaus.
Ainda na área de mobilidade, o governo do Estado do Amazonas também já realizou audiência pública no auditório da Seinfra para apresentar o projeto de extensão da Avenida das Torres. A obra está incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

Fonte: d24am.com

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Governo do Amazonas assina contrato para obras do monotrilho

Cidade do Recife não tem linha turismo, mesmo sendo uma das mais visitadas do Brasil

A cidade do Recife que sempre foi uma das mais visitadas do Brasil, através de suas praias, prédios históricos, museus, pontes entre outros, além de sua diversificada cultura não conta com um serviço público de transporte para os turistas, pois é, cidades brasileiras como Curitiba, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre, Florianópolis e recentemente São Paulo já implantaram linhas turismos onde seus principais itinerários são os principais pontos de suas cidades, para se ter uma ideia, somente em Curitiba a linha turismo transportou nestes primeiros 02 meses mais de 120 mil turistas que visitaram a cidade.
Linha Turismo em Curitiba é uma das atrações nas visitas

As linhas turismo nessas cidades viraram também atração, pois os turistas tiram fotos aonde param e consequentemente divulgam melhor a cidade para os futuros visitantes.
Aqui na Região Metropolitana já foi acendida essa esperança, onde ainda existe um ônibus que nunca entrou em operação neste serviço devido a falta de planejamento dos governos.
Os ônibus turísticos nessas cidades são ônibus Double Decker’s que permitem ao passageiro apreciar a paisagem urbana das cidades.
Nota do Governo
Para o secretário de Turismo de Pernambuco, Alberto Feitosa, esse é um assunto de extrema importância e que está na sua agenda. No entanto, a implantação de uma linha Turismo implica no envolvimento de outros órgãos, como as prefeituras do Recife e Olinda e o Consórcio Grande Recife de Transportes.
Blog Meu Transporte


Mais linhas turismos:
Porto Alegre

Salvador

READ MORE - Cidade do Recife não tem linha turismo, mesmo sendo uma das mais visitadas do Brasil

Frota de Jundiaí é renovada com mais 50 ônibus novos

O sistema de transporte coletivo de Jundiaí está sendo renovado com 50 novos ônibus neste primeiro semestre de 2012. Os carros são 0 Km e estão sendo adicionados à frota gradativamente pelas empresas concessionárias, com supervisão da Secretaria de Transportes.
Na última semana, 12 veículos já entraram em circulação e na próxima mais 13 estarão nas ruas, atendendo 19 linhas do sistema. Esse trabalho faz parte do Programa de Melhoria Contínua de Trânsito e Transportes implantado pela Setransp, com foco no atendimento aos usuários e na qualidade dos serviços.
Por seu dinamismo, o transporte coletivo de uma cidade do porte de Jundiaí exige ações constantes de aprimoramento e modernização. Em 2009, a frota foi renovada com 43 ônibus, em 2010 foram 44 carros novos e em 2011 mais 46 carros novos. Atualmente, a frota local soma 309 veículos, sendo 40 articulados, com idade média de 3,3 anos, sendo considerada uma das mais modernas do Brasil.
A Prefeitura vem enfrentando os desafios do transporte público com investimentos em novas tecnologias, como o GPS, o GPS online, a instalação dos painéis eletrônicos nos terminais e nos pontos. O GPS possibilitou uma fiscalização mais atuante no cumprimento dos horários (hoje a pontualidade chega a 98%) e o desenvolvimento de outras melhorias no sistema, como a criação do Ganha Tempo (integração entre linhas fora dos terminais), inclusão de mais ônibus aos domingos e durante a semana nos horários de pico. Outra inovação neste segmento foi a implantação das linhas expressas, que hoje conquistaram a confiança dos usuários pela agilidade.
Leslie Litano Tealdi, diretor de Transportes, explica que o trabalho nunca para e muitas ações já estão programadas para melhorar, sempre, o atendimento. “Esses novos ônibus vão incrementar a nossa frota, trazendo mais conforto para os usuários do sistema”, disse.
Os novos ônibus que estão sendo incluídos à frota possuem todos os dispositivos de acessibilidade, como elevadores (no sistema pneumático), banco para pessoas obesas, espaço para cão guia e ainda câmbio automático, o que favorece o trabalho dos condutores e o desempenho dos veículos.
As linhas beneficiadas
Os 12 novos ônibus que já estão em circulação atendem as seguintes linhas:
504 – Jardim Santa Gertrudes
940 – Terminal Eloy Chaves/Terminal Hortolândia via Maxi
953 – Terminal Colônia/Terminal Central
513 – Jardim São Camilo
514 – Vila Nambi/Vila Arens
907 – Terminal Hortolândia/Terminal Vila Arens via Vila Rio Branco
917 – Terminal Hortolândia/Terminal Vila Arens via Jardim Rio Branco e Ponte São João
540 – Almerinda Chaves/Terminal Eloy
Os 13 novos ônibus que entrarão em circulação irão atender as seguintes linhas:
511 – Jardim Bofiglioli/Terminal Vila Arens
514 – Vila Nambi/Vila Arens
907 – Terminal Hortolândia/Terminal Vila Arens via Vila Rio Branco
540 – Almerinda Chaves/Terminal Eloy
551 – Jardim Tamoio/Terminal Colônia
940 – Terminal Eloy/Terminal Hortolândia via Maxi Shopping
953 – Terminal Colônia/Terminal Central
956 – Terminal Colônia/Terminal Cecap
571 – Tulipas/Hortolândia
574 – Vila Marlene/Hortolândia
961 – Terminal Cecap/Vila Arens



READ MORE - Frota de Jundiaí é renovada com mais 50 ônibus novos

No terceiro dia do BRS na Avenida Presidente Vargas, ônibus fazem fila tripla na chegada à Central

No terceiro dia de BRS na Avenida Presidente Vargas, motoristas de ônibus fizeram fila tripla na altura do Sambódromo, antes de chegar à Central do Brasil, na manhã desta quarta-feira. A infração dos coletivos complicou a situação de motoristas de carros de passeio e táxis vazios no local, que ficam com apenas uma faixa para transitar. Técnicos do Centro de Operações têm mantido a câmera que filma o local na tela principal do painel da sala de operações nos três últimos dias. Agentes da CET-Rio na região orientando motoristas de ônibus a voltarem ao BRS, e o trânsito de carros consegue fluir bem.

Os acessos ao Centro por volta das 11h da manhã, por sua vez, ficam bastante complicados. Há engarrafamento pesado em várias avenidas, como Rodrigues Alves, Presidente Antônio Carlos,Primeiro de Março, e Benedito Hipólito. O congestionamento atingiu ainda a descida do Elevado da Perimetral, Trevo dos Estudantes, além do Viaduto do Gasômetro. Ao 12h30, a situação se normalizou e o fluxo é intenso, mas não há mais retenções.

O trânsito é lento na Presidente Vargas, sentido Candelária, mas o engarrafamento já é rotineiro para a via e não há indícios de que o BRS tenha o tornado pior. A pista central chega a andar melhor que as laterais, que não têm BRS ainda. A chegada à Central e o cruzamento com a Avenida Rio Branco são trechos mais complicados. Na entrada para a avenida pelo Trevo das Forças Armadas, o BRS andou melhor do que as pistas para carros normais durante toda a manhã.

O secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, orientou os operadores da CET-Rio no Centro de Operações na manhã desta quarta-feira. O Centro de Operações avalia que os congestionamentos no Centro se devem ao excessode veículos e não têm nenhuma relação com o BRS recém-implantado.

Nesta quarta-feira, segundo dia de funcionamento do BRS na Avenida Presidente Vargas, os motoristas enfrentaram problema nas agulhas. Houve congestionamento da descida do viaduto da Praça da Bandeira até o Terreirão do Samba. Impacientes, alguns motoristas de ônibus chegam a sair da faixa que delimita o BRS.

O primeiro dia de BRS na Presidente Vargas, na terça-feira, também foi marcado por engarrafamentos. O corredor exclusivo para ônibus, implantado nas pistas centrais, teve que vencer antigos hábitos de motoristas de ônibus e gargalos— provocados pela presença de agulhas, inexistentes em outras seletivas pela cidade — que deixaram o trânsito lento em direção à Candelária. Com isso, os motoristas tiveram que ter paciência durante boa parte da manhã. A novidade causou reflexos inclusive no trânsito de Niterói. Na Ponte, o congestionamento chegou a 9 km.

READ MORE - No terceiro dia do BRS na Avenida Presidente Vargas, ônibus fazem fila tripla na chegada à Central

Em Salvador, Metrô da avenida Parelala ganhará edital no próximo mês

O edital para consulta pública do metrô da avenida Paralela está previsto para ser divulgado em abril. Segundo a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), o edital estará disponível no próximo mês, mas a data de início das obras do modal de transporte ainda não foi divulgada.

A demora na divulgação do edital teria sido por causa da instauração da Comissão de Mobilidade, estabelecida somente na semana passada. O Estado chegou a anunciar que as obras começariam no início de 2012, mas somente em janeiro as prefeituras de Salvador e Lauro de Freitas e o Estado assinaram um convênio firmando a parceria.

Fonte: Correio da Bahia


READ MORE - Em Salvador, Metrô da avenida Parelala ganhará edital no próximo mês

Ciclovias e carros elétricos dão a Bolonha prémio europeu de Mobilidade Sustentável

Com 130 quilómetros de ciclovias, uma rede de pontos de recarga para carros eléctricos e uma ampla zona pedestre, a cidade italiana de Bolonha ganhou o prémio da Semana Europeia da Mobilidade de 2011.
Bolonha deixou impressionado o júri da Semana Europeia da Mobilidade 2011 com a forma como viveu o Dia Europeu Sem Carros, alargado a um fim-de-semana.

A cidade italiana instalou uma série de pontos de recarga para veículos elétricos e adoptou um plano de expansão da rede urbana de ciclovias para 130 quilómetros, segundo um comunicado da Comissão Europeia, divulgado terça-feira. Durante a Semana da Mobilidade foi criada no centro da cidade uma extensa zona pedestre, aberta a artistas de rua, vendedores a retalho e associações desportivas e visitada por mais de 60.000 pessoas.

Para promover a mobilidade sustentável, Bolonha promoveu passeios de bicicleta, acções de formação para ciclistas e demonstração de reparações de bicicletas, jogos, passeios e uma exposição de veículos eléctricos.

O painel independente de peritos no domínio da mobilidade decidiu ainda distinguir as cidades de Larnaca (Chipre) e Zagreb (Croácia) com menções honrosas. A primeira criou um “banco de bicicletas” para facilitar a manutenção e a reutilização destas e promoveu exposições, conferências e comprometeu-se a tornar uma das artérias do centro em zona pedestre. Zagreb lançou um projecto para melhorar a sua infra-estrutura de transportes sustentáveis.

“Com as cidades e os seus habitantes a sofrerem cada vez mais com o tráfego congestionado e a poluição, é particularmente oportuno passar dos veículos particulares para outros meios de transporte”, disse o comissário europeu responsável pelo Ambiente, Janez Potočnik. “As cidades de Bolonha, Larnaca e Zagreb encontraram formas criativas de tornar permanentemente mais sustentáveis as suas infra-estruturas de transportes. Faço votos para que inspirem outras cidades nesse sentido.”

Este ano, a Semana Europeia da Mobilidade decorrerá de 16 a 22 de Setembro e o tema será “Mobilidade na direcção certa”. Em 2011 o evento contou com a participação de 2268 cidades de todo o mundo.


READ MORE - Ciclovias e carros elétricos dão a Bolonha prémio europeu de Mobilidade Sustentável

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960