Frota de ônibus de Imperatriz-MA é insuficiente, diz secretário de Trânsito

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Há aproximadamente 20 mil usuários do transporte público em Imperatriz para uma frota de 76 ônibus, a quantidade não é suficiente, segundo o secretário de municipal de Trânsito, cabo José Ribamar. Na cidade, são duas empresas prestadoras do serviço, Aparecida, com 30veículos, e Viação Branca do Leste, com 46,
Foto: Safira Pinho
“Nós estamos solicitando um número bem maior com a direção da VBL, para que preencha este quadro porque há uma lacuna. Estamos trabalhando no sentido de dobrar esta frota, inclusive naquelas comunidades que não são atendidas com ônibus como Vila Davi II, Vila Zenira, Vila Chico do Rádio, têm outros bairros que estão se projetando agora, mas o nosso desejo é atender a todos. A nossa previsão é até março”, afirma o secretário, que revela a previsão de aumento de 30% na frota de veículos, previsto para esse ano de 2012.

Em 2008, foi realizado um processo de licitação entre o Município e as empresas por um período de dez anos, havendo substituição somente por quebra de contrato. Para o secretário, a medida é uma forma de impulsionar o aumento da frota, evitando novas contratações.

O proprietário da empresa Aparecida, Anderson Picoli, diz que a quantidade é adequada para a empresa, mas para o usuário não. “Porque existe o lado econômico. Se a gente aumenta o número de veículos não vai aumentar o número de passageiros suficientemente para poder garantir o equilíbrio do sistema econômico. Aí vai gerar prejuízos", afirma Picoli. Segundo os empresários, para melhorar o transporte de passageiros, as ruas e avenidas precisam estar acessíveis para a circulação dos ônibus.

Exemplos como de Oneide Maria da Silva, moradora do Conjunto Vitória, são comuns e mostram como a quantidade de veículos não atende satisfatoriamente a necessidade da população. “Demora demais, passo mais de meia hora esperando. Não tem sinal, campainha, preciso ficar gritando o motorista para ele parar. A minha filha trabalha no shopping e só chega atrasada porque demora muito o ônibus. Precisamos de um reparo porque pagamos caro”, afirma.

Informações: Imperatriz Notícias

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960