Em Curitiba, Cartão transporte pode ser feito na Urbs

terça-feira, 18 de setembro de 2012


Usuários que ainda não têm cartão transporte podem fazê-lo diretamente na Urbs – na ala ferroviária, ao lado do Centro de Controle Operacional (CCO) – ou nos postos de atendimento nas Ruas da Cidadania Boa Vista, Boqueirão, Matriz, Pinheirinho e Portão e também no posto avançado, no Tatuquara.

Quem utiliza o cartão transporte não precisa se preocupar com dinheiro ou aguardar o troco, além da possibilidade de compra de crédito antecipada, de acordo com a necessidade.  Além disso, quanto maior o uso do cartão, menor o volume de dinheiro circulando no sistema o que é também uma medida de segurança. Atualmente, o cartão utilizado  em 55% dos deslocamentos na Rede Integrada de Transporte. Por dia, são 2,3 milhões de passageiros transportados.

A primeira via do cartão é gratuita e feita na hora – de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h, bastando ter em mãos um documento de identificação original com foto, CPF e comprovante de endereço. A emissão da segunda via custa atualmente R$ 13,00, o equivalente a cinco tarifas de R$ 2,60. Para fazer o cartão, não é necessário morar em Curitiba. O cartão pode ser feito por pessoas que morem em qualquer lugar, no país ou no exterior.

Para carregar créditos no cartão o cidadão pode procurar a sede da Urbs, na Rodoferroviária onde cada atendimento dura em média um minuto, ou utilizar a internet com emissão de boleto que pode ser pago na rede bancária. Uma vez adquiridos, os créditos são carregados automaticamente – até 72 horas depois no caso do pagamento na rede bancária.
Perguntas frequentes

O que é o Cartão Transporte? 
É um cartão eletrônico inteligente (smart card), de uso pessoal, não descartável, que armazena créditos de passagens a serem utilizados pelos usuários no sistema de bilhetagem eletrônica da Rede Integrada de Transporte – RIT.

Quais as vantagens do sistema de bilhetagem eletrônica? 
Maior segurança nos ônibus, estações tubo e terminais em virtude da redução do volume de dinheiro e vales circulantes;
Redução no tempo de embarque uma vez que o cobrador não precisará recolher o vale-transporte;
Agilidade e segurança nos procedimentos de compra e distribuição do benefício do vale-transporte pelas empresas;
Garantia do uso do benefício do vale-transporte dentro de sua real função;
Facilidade de aquisição de créditos pela internet
Possibilidade de limitar a quantidade de utilização diária do Cartão Transporte;
Possibilidade de bloqueio do cartão com a recuperação dos créditos não utilizados.

Como faço para obter o Cartão Transporte? 
Os Cartões Transporte podem ser obtidos nos postos de atendimento da URBS na Rodoferroviária, nas Ruas da Cidadania (Boa Vista, Boqueirão, Matriz, Pinheirinho e Portão) e na Unidade de Atendimento Tatuquara. O usuário deverá trazer seu documento de identificação original com foto, CPF, um comprovante de endereço e fornecer informações para preenchimento de um cadastro. Não é necessário tirar foto e o cartão é emitido no momento do cadastro. Menores de idade deverão estar acompanhados dos pais ou responsável legal, apresentando documento de identificação original com foto de ambos. O Cartão Transporte é um documento pessoal e não é descartável.

Quanto custa o Cartão Transporte? 
O primeiro Cartão Transporte é fornecido gratuitamente pela URBS. A segunda via equivale ao valor de cinco tarifas vigentes e correrá por conta do titular do cartão.

Qual a idade mínima para se adquirir um Cartão Transporte? 
Crianças até cinco anos de idade não precisam adquirir o Cartão Transporte uma vez que estão isentas de pagar a tarifa.

Pode-se solicitar o Cartão Transporte para outra pessoa? (filhos, empregados domésticos, etc.) 
Para a confecção do cartão, o usuário tem que comparecer pessoalmente aos postos de atendimento da URBS. É necessário trazer um documento de identificação original com foto, CPF e um comprovante de endereço. Entretanto, menores de 18 anos, os pais ou responsável legal, apresentando documento de identificação original com foto de ambos, podem solicitar o Cartão Transporte.

Os usuários do sistema de transporte coletivo da Rede Integrada de Transporte - RIT são obrigados a ter o Cartão Transporte? 
Não, o usuário pode optar em pagar a tarifa em dinheiro direto ao cobrador, mas o uso do cartão trará maior agilidade e comodidade.

Como o Cartão Transporte deve ser utilizado para permitir o acesso do usuário aos ônibus das linhas integrantes da Rede Integrada de Transporte - RIT
Junto a cada catraca dos ônibus, das estações tubo e dos terminais da Rede Integrada de Transporte – RIT, há um equipamento que valida o uso do crédito sempre que o Cartão Transporte for aproximado. Um crédito é deduzido do cartão e a catraca é imediatamente liberada para o usuário.

O Cartão Transporte pode ser utilizado em qualquer ônibus? 
O Cartão Transporte pode ser utilizado em todos os ônibus das linhas do transporte coletivo da Rede Integrada de Transporte – RIT (urbanos e metropolitanos).

Qual a validade do Cartão Transporte? 
O Cartão Transporte Usuário não tem prazo de validade (os créditos não serão perdidos, caso não utilizados ou disponibilizados no sistema de bilhetagem eletrônica). Os cartões concedidos aos idosos, pessoas com deficiência e estudantes (Passe Escolar) devem ser renovados anualmente de acordo com as instruções informadas pela  URBS no momento da obtenção do benefício.

Por que o Cartão Transporte é personalizado? 
Para permitir seu bloqueio nos casos de perda, roubo ou extravio. O bloqueio será efetivado em até 48 horas da data da solicitação, realizada pelo titular do Cartão Transporte, para ligações de Curitiba, através do fone 156, da região metropolitana 3350-6300, ou diretamente nos postos de atendimento da URBS. Neste caso munido de documento de identificação original com foto. Os créditos não utilizados, apurados após às 48 horas da notificação, serão restituidos pela URBS. O titular também deverá estipular um limite diário de utilização do seu Cartão Transporte, o que permitirá minimizar eventuais prejuízos na ocorrência dos casos acima citados.

O que fazer em caso de roubo, extravio ou defeito no cartão? 
É de única responsabilidade do titular entrar em contato para solicitar o bloqueio do seu Cartão Transporte. Para ligações de Curitiba, através do fone 156, da região metropolitana 3350-6300 ou diretamente nos postos de atendimento da URBS, neste caso, munido de documento de identificação original com foto. O bloqueio será efetivado em até 48 horas da data da solicitação. Para obter uma 2ª via do Cartão Transporte, o titular deve se dirigir aos postos de atendimento da URBS, e terá um custo no valor de 5 (cinco) tarifas vigentes.

Como o usuário deve proceder, caso localize seu cartão, que já encontra-se bloqueado por extravio ou roubo? 
De posse do cartão (desde que este seja o último solicitado pelo usuário), e de um documento de identificação original com foto, o titular deverá se dirigir a um dos postos de atendimento da URBS, para efetuar o desbloqueio do mesmo.

E quando o usuário não pode comparecer a um dos postos de atendimento da URBS para solicitar a confecção de seu Cartão Transporte ou para verificar um possível problema no mesmo? 
Caso o titular do Cartão Transporte não possa comparecer aos postos de atendimento da URBS, o mesmo poderá emitir uma autorização específica, com firma reconhecida em cartório autorizando uma outra pessoa, maior de idade. De posse desta autorização, com o seu documento original de identificação com foto e do Cartão Transporte quando for o caso, o autorizado deverá se dirigir aos postos de atendimento da  URBS para realizar o serviço desejado.

Como devo proceder para carregar os créditos disponíveis no meu Cartão Transporte? 
Os créditos que já estão disponíveis por aquisição pessoal, ou pela empresa, devem ser carregados ao aproximar o cartão dos validadores, instalados junto às catracas, dos ônibus, estações tubo e terminais do Sistema da Rede Integrada de Transporte.

Como se verifica o saldo de créditos no cartão? 
Toda vez que o cartão for utilizado o visor do validador junto às catracas dos ônibus, estações tubo e terminais da Rede Integrada de Transporte, informará o saldo de créditos remanescentes. Também é possível consultar o saldo e verificar os últimos lançamentos de créditos, no site da URBS. Para isto, o usuário deverá ter apresentado o seu CPF no momento da aquisição do cartão, bem como possuir cadastro para compra de créditos "Pessoa Física" (acessar: TRANSPORTE/Cartão Transporte/Compra de Créditos/Pessoa Física).

Quem possui o Cartão Transporte Isento ou o Cartão Transporte Estudante deve solicitar o Cartão Transporte Usuário? 
O Cartão Transporte Isento e o Cartão Transporte Estudante são concedidos aos usuários que tem direito, por lei, à obtenção de algum tipo de benefício nos valores das tarifas do sistema de transporte coletivo. Estes cartões não recebem créditos e sua validade é renovada anualmente. O usuário portador do Cartão Transporte Isento, por usufruir de gratuidade integral na tarifa, não necessita do Cartão Transporte Usuário para nenhuma circunstância. O usuário portador do Cartão Transporte Estudante deve providenciar seu Cartão Transporte Usuário, se precisar receber créditos de passagens de eventual empregador ou se desejar adquirir créditos para seu uso pessoal além do obtido no benefício concedido.

O que é função limitante de utilização diária do Cartão Transporte? 
Para minimizar ou evitar prejuízos nas ocorrências de perda, roubo ou extravio do Cartão Transporte, até o momento do seu bloqueio, o usuário deverá optar por um limite diário de utilização do cartão. Em outras palavras, o usuário tem a escolha de estipular até no máximo 10 (dez) créditos que poderão ser utilizados por dia em seu cartão.

Onde estão localizados os postos de atendimento da URBS? 
Os postos de atendimento da URBS estão localizados na Rodoferroviária e Ruas da Cidadania, nos endereços a seguir:

URBS/RODOFERROVIÁRIA - AV. PRESIDENTE AFFONSO CAMARGO, 330;
MATRIZ - PRAÇA RUI BARBOSA;
BOA VISTA - AV. PARANÁ, 3600 - PRÓX. POSTO DE SAÚDE 24H DO BOA VISTA;
BOQUEIRÃO - TERMINAL DO CARMO;
PINHEIRINHO - TERMINAL DO PINHEIRINHO;
PORTÃO - TERMINAL DO FAZENDINHA;
UNIDADE DE ATENDIMENTO TATUQUARA - RUA PERO VAZ DE CAMINHA, 560 - TATUQUARA.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960