Prefeitura de São Paulo implanta 24,9 km de Corredores de ônibus

sábado, 28 de julho de 2012

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMT), da SPTrans e da CET, implanta nesta segunda-feira (30/7), mais 24,9 quilômetros de corredores à direita. Os dois novos trechos de faixas estão localizados na Av. Aricanduva, sendo um entre a Av. Itaquera e a Av. Ragueb Chohfi, com 19 km de extensão; e o outro entre a Praça Júlio Colaço, próximo a Radial Leste, e a Av. Itaquera, com 5,9 km. Ambas as faixas funcionarão de segunda a sexta-feira, entre 6h e 20h, nos dois sentidos, beneficiando cerca de 220 mil passageiros por dia, que circulam nas 27 linhas que operam na região, com uma frequência de 165 ônibus por hora no horário de pico.

A medida faz parte do projeto de aumentar a velocidade médias dos coletivos nos 130 km de corredores para ônibus instalados à direita, em todas as regiões da Cidade. Com os novos trechos na Av. Aricanduva já são 50,1 km de faixas exclusivas entregues, com o objetivo de aumentar a velocidade média dos ônibus em 15 por cento, diminuindo o tempo de viagem.

 Em 2012 já foram implantadas as faixas exclusivas na av. Brigº Gavião Peixoto/Barão de Jundiaí, Av. do Rio Bonito, Av. Olivia Guedes Penteado, Av. Interlagos, Av. Sen. Teotônio Vilela, Av. Cruzeiro do Sul e Av. Vital Brasil. Em 2011 foram inauguradas faixas exclusivas na avenida Vereador José Diniz, nas ruas Borges Lagoa e Domingos de Moraes e na ponte do Socorro (todas na zona sul), e na rua Almirante Brasil, na Mooca (zona leste). Também foi inaugurada uma faixa exclusiva na Radial Leste, diminuindo o tempo de viagem em 26 por cento.

A Prefeitura lançou licitação em abril passado para a construção de novos corredores de ônibus na Cidade. No total, serão 68,5 km de vias exclusivas para o transporte público em importantes regiões de São Paulo como a Radial Leste, Itaquera, Campo Limpo e Santo Amaro. A previsão de investimento é de R$ 2 bilhões. Como o sistema de transportes da Cidade de São Paulo deve operar de forma integrada entre os modais de pneus e trilhos, a Prefeitura já aplicou R$ 1 bilhão na expansão da rede de Metrô e investirá mais R$ 1 bilhão.

Da Prefeitura de São Paulo

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960