No Recife, 400 novos ônibus entraram em operação este ano

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Empresa Globo
Mais conforto para os usuários de ônibus do Recife e Região Metropolitana, pois a meta traçada pelas empresas de ônibus no inicio do ano foi praticamente cumprida, pois cerca de 400 novos ônibus entraram em operação este ano no sistema de transporte.
Todos os novos coletivos estão adaptados com elevador para o embarque e desembarque de passageiros portadores de necessidades especiais, GPS e Câmeras de Segurança. 
Uma boa renovação significa muito para os usuários, visto que aumentam sua alto estima em usar mais o transporte público.
E a renovação não vai parar por aí, pois com a entrega de novos terminais, tende as empresa renovarem suas frotas mais ainda devido as adaptações das futuras linhas.
Porém um ponto negativo é na questão da mobilidade, pois o conforto sem a eficiência ainda gera transtornos para quem usa o transporte coletivo, estamos falando da falta de corredores de ônibus na cidade, na qual a iniciativa privada faz a sua parte e o governo ainda caminha a passos lentos.
Hoje o sistema de transporte do Recife é realizado por 17 empresas de ônibus, totalizando cerca de 2900 ônibus nas ruas da cidade.

Empresa Itamaracá
Segundo a Urbana-PE, 325 novos ônibus foram registrados até outubro, com mais 50 articulados comprados em novembro e outros 80 pelo menos que chegarão até este mês de dezembro, a estimativa é que a meta ultrapasse os 400 novos ônibus em 2011.
Blog Meu Transporte


Empresa  Vera Cruz

Empresa Cidade Alta

Empresa Borborema

Empresa Pedrosa
READ MORE - No Recife, 400 novos ônibus entraram em operação este ano

Em SP, Terminal Santo Amaro tem conexão gratuita com a internet

Os 210 mil passageiros que utilizam as 53 linhas do Terminal Santo Amaro recebem uma novidade nesta segunda-feira. A partir de hoje, o terminal conta com conexão gratuita de internet sem fio, que funcionará em fase de testes nos próximos dois meses. Quem possui um equipamento portátil compatível com Wi-Fi, como notebooks, smartphones e tablets, a partir de agora pode ler e-mails, notícias e acessar redes sociais, por exemplo. A capacidade da rede é de 4 Megabytes, podendo ser ampliada caso necessário.

Para utilizar a conexão os usuários terão que preencher um pequeno cadastro, com informações como nome, CPF e e-mail, além de aceitar as regras para utilização. Cada pessoa terá direito a 15 minutos de conexão a cada hora cheia e haverá restrições de conteúdo, como sites que incitem a violência e conteúdo pornográfico, dentre outros. Também não será permitido o download de músicas, jogos e aplicativos. A lista de conteúdos bloqueados será apresentada sempre que o internauta se conectar à rede do terminal.

A liberação do sinal de Wi-Fi foi possível graças à parceria entre a SPTrans e a Rede Ponto Certo, que administra a rede de recargas do Bilhete Único no Terminal Santo Amaro.

A instalação do ponto de acesso à internet no Terminal Santo Amaro é um projeto-piloto, que terá seu funcionamento avaliado nos próximos dois meses e pode ser estendido para outros dois terminais. Além da avaliação da SPTrans, durante o período de testes, serão realizadas pesquisas de opinião com os usuários do serviço, para realizar possíveis ajustes no projeto.

Será instalado ainda no Terminal Santo Amaro um totem com vídeos e informações institucionais da SPTrans, além das mensagens do Twitter (
www.twitter.com/SPTrans_).

Regras para utilização
O que pode?
- Acessar sua conta de e-mail
- Acessar portais de notícias e entretenimento
- Acessar sites educacionais
- Acessar redes Sociais
- Acessar sistemas de mensagem instantânea
- Acessar sites em geral de conteúdo público

O que não pode?
- Realizar downloads de músicas, jogos, aplicativos e arquivos executáveis
- Acessar sites não autorizados
- Acessar sites que causem danos a terceiros
- Acessar sites que estimulem a prática de condutas contrárias à moral e aos bons costumes
- Acessar sites que incitem a prática de atos discriminatórios, seja em razão de sexo, raça, religião, crenças, idade ou qualquer outra condição
- Acessar sites de conteúdo inapropriados, difamatório, violentos, obsceno e pornográfico
- Acessar sites que induzam ou incitem práticas perigosas, de risco ou nocivas para a saúde e para o equilíbrio psíquico
- Acessar sites que sejam falsos, ambíguos, inexatos, exagerados ou extemporâneos, de forma que possam induzir a erro sobre seu objeto ou sobre as intenções ou propósitos do comunicador
- Acessar sites que violem o sigilo das comunicações
- Acessar sites que veiculem, incitem ou estimulem a pedofilia
- Acessar sites que incorporem vírus ou outros elementos físicos ou eletrônicos que possam danificar ou impedir o normal funcionamento do sistema


Informações da SPTrans
READ MORE - Em SP, Terminal Santo Amaro tem conexão gratuita com a internet

No Rio, BRS da Avenida Rio Branco será implantado no dia 27 de dezembro

O secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, anunciou, na manhã deste sábado, durante a inauguração do BRS Centro, na Avenida Primeiro de Março, que no dia 27 de dezembro será implantado o BRS (corredor preferencial para ônibus) da Avenida Rio Branco, que irá percorrer toda a via, da Candelária até a Cinelândia. De acordo com Sansão, o corredor exclusivo para ônibus também terá duas faixas exclusivas para coletivos e provocará uma inversão de mão na Rua Senador Dantas. Essa mudança será feita na véspera, no dia 26 de dezembro.

Segundo Sansão, o principal problema da Avenida Rio Branco é que alguns ônibus fazem um giro à esqueda para entrar na Avenida Almirante Barroso, atrapalhando o fluxo. Com essa mudança de mão, os coletivos serão obrigados a entrar na Rua Senado Dantas. O secretário também anunciou a instalação do próximo BRS, o da Avenida Presidente Vargas em janeiro e disse que o próxima região a receber um corredor será a Zona Norte.

Na avaliação de Sansão, a implantação dos BRS no Centro terá uma grande dificuldade: a adaptação dos pedestres.

— A maior dificuldade será a adaptação dos ônibus intermunicipais porque eles não terão mais paradas na Primeiro de Março. Eles só vão parar na Avenida Presidente Vargas, na Rua Araújo Porto Alegre e nos seus terminais. Um outro problema que precisamos trabalhar é a educação da travessia dos pedestres. O carioca tem o hábito de atravessar fora da faixa e no meio da pista, por entre os carros e, com implantação do BRS fica arriscado porque os ônibus ganham velocidade e aumentam os riscos de atropelamentos - disse Sansão.

Trânsito fluiu sem problemas
O trânsito no Centro do Rio fluiu sem problemas no primeiro dia do BRS Centro. Ao longo do 1,2 quilômetro de extensão do novo corredor, agentes da CET-Rio e guardas municipais ocuparam cada cruzamento para prestar orientação aos motorista de carros de passeio.

Fiscais de transportes também estão espalhados pelo corredor para orientarem os motoristas de ônibus e fiscalizarem quaisquer irregularidades. De acordo com as regras, taxistas somente têm permissão para trafegar nas faixas exclusivas quando estiverem transportando passageiros. É proibido que táxis entrem no corredor para pegar passageiros. Carros de passeios flagrados circulando no corredor são multados. A infração é leve e custa R$ 53.

— Já estamos desde os últimos dois meses panfletando na cidade, informando aos motoristas e passageiros de ônibus sobre as alterações. Vamos manter o trabalho educativo pelas próximas semanas. Além disso, instalamos radares em cada cruzamento. No caso de carros de passeio que precisarem entrar à direita, os equipamentos foram programados para multar apenas os veículos que percorrerem dois cruzamentos — frisa o secretário Sansão.

O BRS funciona nos dias úteis entre 6h e 21h; nos sábados das 6h às 14h; e domingos e feriados a passagem no corredor é liberada.



READ MORE - No Rio, BRS da Avenida Rio Branco será implantado no dia 27 de dezembro

Cinco novos ônibus foram entregues para agregar a frota de Votorantim

Cinco novos ônibus do transporte coletivo foram entregues para agregar a frota de Votorantim. A  apresentação dos veículos ocorreu no Complexo Urbanístico "José de Oliveira Souza", ao lado da Prefeitura Municipal e contou com apresença do diretor da empresa, Marco Antônio Franco e do secretário de Segurança Comunitária, Trânsito e Transporte (Sesec), Claudinei Fernando de Paula Ribeiro.

O prefeito Carlos Augusto Pivetta destacou o compromisso com a população em manter uma frota nova e atualizada e lembrou ainda que até o próximo ano, 100% da frota estará adaptada para cadeirantes. "Temos solicitado que seja mantida a renovação dos ônibus, além de oferecermos uma das tarifas mais baixas", disse.

Atualmente a frota municipal é composta por 35 veículos e com a integração de cinco novos veículos, já passa para 30 o número de ônibus adaptados com rampa para cadeirantes. A meta da empresa é que até o próximo ano, toda a sua frota esteja adaptada com o dispositivo.

Ainda no primeiro semestre de 2012 a empresa Auto Ônibus São João concessionária do transporte público municipal deverá apresentar outros 20 veículos, todos adaptados com plataforma de acesso para cadeirantes.


Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul


READ MORE - Cinco novos ônibus foram entregues para agregar a frota de Votorantim

Em BH, Alça de viaduto exclusivo para ônibus e táxi será interditada para obras do BRT

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da BHTRANS, informa que das 5h de segunda-feira, dia 26/12, às 20h de domingo, dia 5/2/2012, a Alça Oiapoque do Viaduto Nansen Araújo (Viaduto A), no Centro, será totalmente interditada ao trânsito. A alça é exclusiva para o trânsito de ônibus e táxis. Para os veículos particulares o trânsito irá permanecer inalterado já que a Alça Guaicurus do viaduto ficará liberada ao trânsito.

A interdição ocorre em função das obras do BRT de ampliação e recuperação da pista da Alça Oiapoque do Viaduto Nansen Araujo, no trecho entre a Rua Curitiba e a Avenida Antônio Carlos.

Faixas de tecido serão afixadas para informação aos condutores. Agentes da Unidade Integrada de Trânsito, BHTRANS e PMMG irão operar o tráfego na região.

Para a segurança de todos, a BHTRANS orienta aos motoristas que redobrem a atenção e respeitem a sinalização implantada durante a operação e os agentes de trânsito.

DESVIOS DO TRANSPORTE COLETIVO

Com a interdição da Alça Oiapoque do Viaduto Nansen Araújo (Viaduto A), o acesso dos ônibus e táxis à Avenida Antônio Carlos será feito pela Alça Itapecerica do viaduto. Será realizada uma abertura na Avenida Antônio Carlos para permitir o acesso desses veículos da pista mista para a pista exclusiva da avenida.

Confira as opções de desvio dos ônibus e dos táxis para acesso à Avenida Antônio Carlos:

Itinerário 1
..., Avenida do Contorno, Rua São Paulo, Avenida Santos Dumont, Rua Curitiba, Viaduto A - Alça Itapecerica,...

Transporte Coletivo
As linhas abaixo terão seus itinerários alterados e deverão seguir o desvio indicado acima. Cartazes estarão afixados no interior dos ônibus para informar os usuários sobre as modificações.

- Linha da BHTRANS

2214 (Floramar)

- Linhas do DER

5293 (Lagoa Sto Antônio / Belo Horizonte); 5297 (Pedro Leopoldo / Belo Horizonte); 5298 (Confins / Belo Horizonte); 5350 (Areias / Belo Horizonte); 5355 (Areias via Inácia de Carvalho/ Belo Horizonte); 5360 (Suely / Belo Horizonte); 5600 (São Cosme / Belo Horizonte); 5610 (Morro Alto/ Belo Horizonte) 5620 (Nova Pampulha; Bonsucesso / Belo Horizonte); 5625 (Bairro Santa Cruz / Belo Horizonte); 5630 (Jardim Bela Vista / Belo Horizonte); 5635 (Nova Pampulha 3ª e 4ª seção / Belo Horizonte); 5660 (Jardim da Gloria / Belo Horizonte); 5675 (Vila Esportiva / Belo Horizonte); 5685 (Bernardo de Souza / Belo Horizonte); 5690 – Bairro Santa Clara / Belo Horizonte; 5715 (Gávea II Av. Antônio Carlos / Belo Horizonte); 5800 (Conjunto Caieiras via Antônio Carlos / Belo Horizonte); 5810 (Bairro Celvia / Belo Horizonte); 5825 (Bairro Jane / Belo Horizonte); 5882 (Lagoa Santa / Belo Horizonte); 5883 (Lagoa Santa / Belo Horizonte); 5888 (Lagoa Santa / Belo Horizonte); 6130 (Sevilha via Santa Martinha / Belo Horizonte); 6140 (Sevilha via R. Moacir Menezes / Belo Horizonte); 6150 (Sevilha via R. Humberto Palhares / Belo Horizonte); 6160 (Sevilha via R. José Geraldo Gomes / Belo Horizonte); 6170 (Ribeirão das Neves via Rosa Neves / Belo Horizonte); 6171 (Bairro Monte Verde / Belo Horizonte); 6180 (Rosa Neves Pça da Câmara Municipal / Belo Horizonte); 6190 (Rosa Neves Posto Médico / Belo Horizonte); 6240 (São Luiz / Belo Horizonte); 6250 (Campos Silveira / Belo Horizonte);

Itinerário 2
..., Avenida do Contorno, Rua São Paulo, Avenida Santos Dumont, Rua Curitiba, Viaduto A - Alça Itapecerica,...

Transporte Coletivo
As linhas abaixo terão seus itinerários alterados e deverão seguir o desvio indicado acima. Cartazes estarão afixados no interior dos ônibus para informar os usuários sobre as modificações.

- Linhas do DER

4280 (Bairro Londrina / Belo Horizonte); 4285 (Baronesa / Belo Horizonte); 4295 (Av. Ásia via Av. Antônio Carlos / Belo Horizonte); 4300 (Luxemburgo / Belo Horizonte); 4305 (Bairro Asteca / Belo Horizonte); 4310 (Santa Luzia ; Pça  Carmem Miranda / Belo Horizonte); 5130 (São José da Lapa via Dom Pedro I / Belo Horizonte); 5302 (Confins / via Aeroporto / Belo Horizonte).

Itinerário 3
..., Rua Curitiba, Viaduto A - Alça Itapecerica,...

Transporte Coletivo
As linhas abaixo terão seus itinerários alterados e deverão seguir o desvio indicado acima. Cartazes estarão afixados no interior dos ônibus para informar os usuários sobre as modificações.

- Linhas da BHTRANS
1207A; 1207B; 1207C; 2004; 2207; 2208B; 2210C; 2211A; 2211B; 2213; 2214 ;2215A; 2215B; 2215D; 2216; 2224A; 2234A; 2256A; 2402A; 4102; 4103; 5031; 5101; 5401; 8101; 9502.

- Linhas do DER
5302; 5700; 5705; 5293; 5297; 5298; 5350; 5355; 5360; 5600; 5610; 5620; 5625; 5630; 5635; 5660; 5675; 5685; 5690; 5715; 5800; 5810; 5825; 5882; 5883; 5888; 6130; 6140; 6150; 6160; 6170; 6171; 6180; 6190; 6240; 6250.
As linhas da BHTRANS 3302A; 3302B; 3302D; 4114; 4107; 4108; 4201; 9403; 9405; 4032; 4034; 9402; 8203; 8208; 8401; 4106 e 9801não terão seus itinerários alterados.

Informações da BHTRANS

READ MORE - Em BH, Alça de viaduto exclusivo para ônibus e táxi será interditada para obras do BRT

No Dist. Federal, Passageiros de transporte coletivo reclamam dos 'DJs de ônibus'

O aumento do número de celulares no Distrito Federal criou um novo personagem em algumas cidades.
A dupla do Parceiro do DF Leandro Lacerda e Josuel Júnior encontrou em Samambaia os "DJs de ônibus", passageiros que ouvem música alta dentro dos ônibus sem usar  fones de ouvido.
Os passageiros reclamam da falta de respeito e de ter de ouvir músicas de que não gostam.
O músico Washington Two sugere a criação de uma campanha educativa para que as pessoas ouçam suas músicas preferidas dentro dos ônibus sem incomodaros demais passageiros.



Fonte: G1 DF

READ MORE - No Dist. Federal, Passageiros de transporte coletivo reclamam dos 'DJs de ônibus'

Transporte individual já supera viagens em coletivos 2,4 vezes

A cada pessoa que faz um deslocamento em transporte coletivo, outras 2,4 usam o transporte individual (motocicleta, bicicleta, automóvel ou mesmo a pé).
De 2003 a 2010, o transporte individual teve uma ampliação no número de deslocamentos de 21,32%, contra 17,56% do coletivo. No período, houve um au­­mento de 12% no número de viagens em ônibus municipais. Por outro lado, moto, bicicleta e carro cresceram 111%, 58% e 21%, respectivamente. O transporte coletivo só não ficou mais abalado porque o modal sobre trilhos aumentou 57% no país.

O coordenador do Programa de Pós-Graduação em Gestão Urbana da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Fábio Duarte, explica que o aumento dos usuários de ônibus (12%) reflete apenas a evolução da população brasileira. “Pode se imaginar que os passageiros aumentaram na mesma proporção do crescimento populacional. A diferença está no número de carros”, diz.

Para os especialistas, a migração do coletivo para o individual é clara. “As pessoas preferem ter um carro ou uma moto do que estarem condenadas a um transporte coletivo ruim”, afirma o superintendente da ANTP, Marcos Bicalho. Para a professora de Gestão Pública da Isae/FGV Denise Basgal, o momento econômico brasileiro favoreceu a ascensão da classe C e abriu a possibilidade de escolha para outros modais. “As pessoas não precisam mais do ônibus, que antes era o único meio de transporte.”

A falta de prioridade aos ônibus em muitas cidades é apontada como uma das causa para essa troca. “Em geral, a viagem média de ônibus custa mais caro e é mais lenta do que o automóvel. Só quem não pode, usa o transporte coletivo”, diz Bicalho.

Pamela conta os dias até janeiro, quando vai migrar do ônibus para a motocicleta. “Já havia trocado o ônibus pela bicicleta em trajetos curtos. Nos mais longos, ela é inviável. Por isso, preciso de uma moto”, afirma. Sem uma rotina estabelecida, dividida entre eventos e ensaios, a atriz conta levar de 1hora a 1h30 minutos em cada deslocamento de ônibus. “Como os trajetos são muito variados, não posso perder esse tempo todos os dias”, afirma.

Há um ano e meio, Priscila trocou o ônibus pela bicicleta, meio de transporte individual mais barato e ecológico do que carros e motos. E ela diz que não se arrependeu: “Moro no São Francisco e trabalho no Alto da XV. Levo 15 minutos de bicicleta todos os dias, pedalando em um ritmo tranquilo. Antes, precisava pegar dois ônibus e levava cerca de 50 minutos”, relata.

É possível afirmar que, com um mês e meio de uso, a magrela de R$ 350 foi paga com a economia em vale-transporte. “A bicicleta só me trouxe vantagens. Faz bem para o corpo e para a alma. Gasto menos por mês”, conta Priscila.

Meio Ambiente
Escolha reflete consciência
Usar o transporte coletivo não é só questão de mobilidade, mas também de consciência ambiental. De acordo com a Associção Nacional de Transportes Públicos (ANTP), os transportes coletivos tiveram queda de 16% no índice de emissão poluentes, enquanto os individuais cresceram 14%.

Na avaliação do professor do departamento de Engenharia Ambiental da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Nelson Luís Dias, o fato de os ônibus terem diminuído o total de poluentes descartados é fruto da tecnologia. “Isso é possível com veículos mais modernos, mesmo com aumento da frota”, diz. “Por outro lado, há muitos carros velhos em funcionamento, que não passam por manutenções cuidadosas, e são muito poluentes”.

Como não há uma especificação sobre o índice de cada poluente, nem dados sobre a concentração de cada um deles na atmosfera, porém, não se pode afirmar que a poluição cause danos à saúde, segundo Dias. “O que é consenso é o fato de os combustíveis fósseis causarem o aquecimento global. Toda vez que é queimado, o gás vai para a atmosfera, o que afeta o clima e pode gerar eventos severos”, afirma.

Falta saber priorizar políticas
Do governo federal aos municípios, o transporte individual é a prioridade. Para especialistas, porém, haveria melhoria na mobilidade das cidades, caso o transporte coletivo fosse melhor e mais utilizado. “Salvo exceções, os três níveis de governo brasileiro praticam uma série de políticas favoráveis ao uso de automóveis”, critica o superintendente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), Marcos Bicalho.

Ele usa o exemplo das isenções de impostos na compra de automóveis e o aumento do crédito para a aquisição de motocicletas. “É preciso alterar essas políticas para mudar o quadro. A prioridade precisa ser o transporte coletivo. Os automóveis devem ter restrições, como rodízio, pedágio urbano”, opina.

O coordenador do Programa de Pós-Graduação em Gestão Urbana da Pontifícia Uni­versidade Católica do Paraná (PUCPR), Fábio Duarte, também defende que as motos deveriam ter um tratamento diferenciado. “É necessária a criação de legislações específicas. A moto deve ser enxergada de maneira diferente ao carro. Seu uso do espaço urbano é diferente”, afirma. Em razão dessa divergência, lembra ele, os motociclistas acabam sendo as maiores vítimas da violência nas ruas. “O conflito veio dessas discrepâncias”, diz.

Além de políticas favorecedoras, é preciso incentivar o uso do transporte coletivo de outras maneiras também, afirmam os especialistas. “A comunicação social deve ser usada a favor das boas práticas, motivando e incentivando o retorno ao ônibus e a carona solidária”, defende a professora da Isae/FGV Denise Basgal.

Só o marketing, contudo, não resolve. As prefeituras precisam criar um “fato novo” na mobilidade urbana: “O que se busca é agilidade, conforto e fazer com que as pessoas se sintam motivadas a deixar o veículo e ir de ônibus. Por isso, estudar com profundidade o sistema viário é fundamental”, diz a professora.

Para Duarte, entretanto, a propaganda institucional apenas não é capaz de quebrar a discriminação. “A única possibilidade é a mídia espontânea. Não adianta estar em um ônibus lotado e olhar um outdoor dizendo que esse veículo polui menos. Há necessidade de buscar eficiência”, afirma.

Opção - Bicicletas têm uso ampliado
Em todo o país, as bicicletas estão galgando seu espaço. O crescimento das bikes (58% em oito anos) foi o segundo maior do período entre os transportes individuais. E elas, que antes eram vistas apenas como meio de lazer, começam a ser levadas a sério. Ao contrário de outros meios de transportes individuais, como carro ou moto, o uso de bicicleta é incentivada por estudiosos de mobilidade urbana.

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou a proposta que cria o Estatuto dos Sistemas Cicloviários. De autoria do deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA), o projeto estabelece o papel das três esferas da administração pública na criação da infraestrutura urbana voltada às bikes. Diz o projeto: “Novas vias públicas, incluindo pontes, viadutos e túneis, devem prever espaços destinados ao acesso e circulação de bicicletas”.


READ MORE - Transporte individual já supera viagens em coletivos 2,4 vezes

Salvador investe R$ 15 mi em trens do subúrbio

Nesta segunda-feira (19) será assinado um convênio entre a Companhia de Transporte de Salvador (CTS), órgão da Prefeitura de Salvador, e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), ligada ao Ministério das Cidades.

O convênio garante uma verba inicial de R$ 15 milhões para os trens do Subúrbio, montante que faz parte de um projeto total orçado em R$ 115 milhões.

Segundo o chefe da Casa Civil, João Leão, o valor será destinado à construção de 14 passarelas e à segregação de toda a linha férrea do trem do Subúrbio, ou seja, à construção de muros que fecharão espaços abertos existentes ao longo da linha.

Dentre as melhorias previstas para os trens do Subúrbio, há a remodelação de nove trens, os quais terão ar-condicionado e receberão uma cara nova, semelhante ao VLT, dentre outros aprimoramentos.

Fonte: Correio (BA) e Postado no agenciat1.com.br

Share |
READ MORE - Salvador investe R$ 15 mi em trens do subúrbio

Greve dos metroviários completa uma semana am Brasília

A greve dos metroviários no Distrito Federal completa uma semana nesta segunda-feira (19). Em uma audiência na última sexta-feira (16), o presidente do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) do Distrito Federal, Ricardo Alencar Machado, pediu que a categoria volte ao trabalho e que as negociações com o governo sejam feitas somente em janeiro, após o recesso de fim de ano.

Os trabalhadores realizaram uma reunião após a decisão do TRT e não aceitaram a proposta, por isso a paralisação segue por tempo indeterminado. A categoria negocia com a empresa e o governo estadual aumento salarial.

Eles também querem melhorias no sistema de trens e estações, cumprimento do acordo coletivo e a execução de um concurso público para contratar mais funcionários.

O metrô do Distrito Federal atende diariamente cerca de 200 mil passageiros.



Fonte: R7.com


READ MORE - Greve dos metroviários completa uma semana am Brasília

Rio de Janeiro: BRS encurta a viagem de ônibus entre Leblon e Centro

No novo corredor do Centro (Presidente Antônio Carlos), o percurso de 1,2 quilômetro foi feito pelo coletivo em 7 minutos, numa velocidade média de 10,3km/h. O carro fez o trajeto em cinco minutos, mantendo uma velocidade média de 14,4km/h.

Motorista da linha 128 há 14 anos, Pedro Paulo da Cruz conta que o projeto do BRS melhorou muito a vida de quem depende do transporte coletivo e de quem dirige:

— Com o corredor é bem melhor. Nunca marquei no relógio, mas, com certeza, levava mais do que uma hora para fazer o trajeto. Percebo que a viagem ficou mais rápida e menos estressante.

A corretora de imóveis Vanessa Fernandes mora em Copacabana e trabalha no Centro. Ela também defende o corredor exclusivo, mas diz que a economia no tempo depende do horário:

— Hoje (ontem) está mais tranquilo. Tem dias que até o corredor engarrafa, e de nada adianta. Mas, pior ainda, é fora do corredor. Quem sofre mesmo é o carro.
 
Especialista diz que metrô ainda é melhor opção
Fernando Mac Dowell defende o metrô como transporte de massa:
— Na Linha 1, por exemplo, ele trafega a 36 Km/h e não depende de tráfego. O problema hoje do metrô são as falhas.

Problema que ontem fez o engenheiro Carlos Alberto Bacha trocar de transporte. Ele mora no Leblon e costuma ir para o Centro de metrô, mas ontem, após 20 minutos parado na estação Cardeal Arcoverde, resolveu embarcar no 128.

— O sistema apresentou problemas na estação Botafogo. Mas acabei saindo de um transporte ruim parar embarcar em outro pior — disse, enquanto tentava manter a paciência para enfrentar o congestionamento no Aterro. — A chegada ao Centro é sempre um caos, principalmente por causa dos estacionamentos em fila dupla, como na Marechal Câmara.

Fonte: Extra Online

Share |
READ MORE - Rio de Janeiro: BRS encurta a viagem de ônibus entre Leblon e Centro

Em Curitiba, Câmeras são instaladas dentro de ônibus coletivo

Alguns ônibus do transporte coletivo de Curitiba receberam câmeras que vão monitorar a movimentação de passageiros. O equipamento será testado por 60 dias e visa dar mais segurança aos usuários do transporte coletivo. Terminais urbanos e estações tubo também devem receber o equipamento, que é pequeno e fica no canto dos veículos.

Os custos dos equipamentos e do acompanhamento das imagens serão arcados pela Urbanização de Curitiba (Urbs) em parceria com as empresas que operam no transporte coletivo da cidade.

A movimentação dos usuários vai ser monitorada via internet por uma central. Tudo será gravado para que em caso de roubos, assaltos ou vandalismo seja possível identificar os responsáveis. De acordo o diretor de planejamento da Urbs, Fabiano Braga Cortes, as imagens ficarão armazenadas por uma semana. “A ideia é que qualquer usuário que tenha sofrido qualquer tipo de ação dentro do sistema possa entrar em contato com a central e ter acesso a essas imagens”, explicou Cortes.

A quantidade de câmeras por veículo ainda será estipulada. Mas a previsão é de que os 2.500 ônibus que rodam pela capital paranaense recebam o equipamento. A instalação será gradual, a partir do primeiro trimestre de 2012, e as primeiras linhas beneficiadas são as Norte-Sul e as do Interbairros.

Esta fase de teste serve para aprimorar o sistema. Como nos primeiros dias usuários mexeram nas câmeras, as próximas vieram com uma proteção.


Fonte: G1 Paraná

READ MORE - Em Curitiba, Câmeras são instaladas dentro de ônibus coletivo

Em Florianópolis, Temporada de praia terá reforço de ônibus

Até 25 de dezembro os quadros de horário do transporte coletivo de Florianópolis permanecerão os mesmos. A mudança ocorre a partir do dia 26 estendendo-se até o final da temporada de verão.

Para melhor atender aos usuários, as linhas de praia e as linhas da madrugada (os populares “Madrugadões”) receberão reforços. Em ambos os períodos a fiscalização estará autorizada a liberar viagens extras, caso haja demanda.



Informações: Portal da Ilha





READ MORE - Em Florianópolis, Temporada de praia terá reforço de ônibus

Terminais rodoviários de SP devem receber quase 900 mil passageiros no feriado de Natal

Aproximadamente 894 mil pessoas devem embarcar nos terminais rodoviários da capital paulista entre os dias 22 e 27 de dezembro, época do feriado de Natal. A estimativa foi feita pela Socicam - empresa que, sob concessão do Metrô, administra os terminais rodoviários do Tietê, Barra Funda e Jabaquara.Segundo empresa, cerca de 221 mil pessoas deverão deixar a cidade de São Paulo por meio dos terminais rodoviários, entre sexta-feira (23) e sábado (24). O dia com a maior concentração de passageiros deve ser sexta-feira (23), quando 122 mil pessoas embarcam nos terminais rodoviários.

As cidades mais procuradas neste feriado são: Florianópolis, sul de Minas, Angra dos Reis, Salvador e Curitiba.

Para quem pretende deixar a cidade utilizando os terminais, a Socicam recomenda: adquirir sua passagem de forma antecipada; chegar ao terminal uma hora antes do embarque; identificar as bagagens; não descuidar das crianças; trazer documentos de todos os passageiros e procurar sempre um funcionário ou segurança devidamente identificado, ou ainda, dirigir-se ao balcão de informações para o esclarecimento de eventuais dúvidas.

A Socicam realizará operações especiais na época. Por isso, os terminais contarão com um aumento de 15% no quadro de funcionários das áreas de operação, limpeza, manutenção e segurança.

Veja mais informações sobre os terminais:

Terminal Tietê - Linhas para regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul do país, interior de São Paulo, litoral norte, litoral capixaba, Minas Gerais, Rio de Janeiro e linhas internacionais para o Chile, Uruguai, Paraguai, Argentina e Peru.

Terminal Barra Funda - Linhas para cidades paranaenses, região de Sorocaba e Vale do Ribeira, oeste de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Porto Velho (RO).

Terminal Jabaquara - Linhas para Santos, São Vicente, Guarujá e demais cidades do litoral sul de São Paulo.

Fonte: R7.com

READ MORE - Terminais rodoviários de SP devem receber quase 900 mil passageiros no feriado de Natal

Integração de ônibus vai cobrar R$ 3,15 dos usuários do transporte coletivo em Teresina

A integração das linhas dos ônibus coletivos de Teresina começará no dia 02 de janeiro. Junto com a mudança, a passagem do transporte passará dos R$ 1,90 para R$ 2,10, conforme a planilha de custos de 2011.

“É bom lembrar que não está havendo reajuste. O que está acontecendo, é voltando ao valor que foi proposto para iniciar em setembro”, disse durante entrevista a um canal de televisão superintendente da Strans, Alzenir Porto.

Os usuários que possuem bilhete eletrônico irão pagar apenas meia passagem na segunda viagem se utilizarem este segundo ônibus no período de uma hora. Os estudantes pagarão, respectivamente, meia e ¼ de passagem.

“O que o nosso prefeito está dando hoje na integração, é fazendo com que você que está pagando duas passagens, no término das duas passagens, com o sistema de integração temporal, só vai ser pago R$ 3,15, que equivale uma passagem e meia”, disse Alzenir explicando ainda que o estudante vai pagar meia da meia.

Alzenir Porto esclareceu durante entrevista que a prefeitura de Teresina fez sua parte e chamou atenção para o governo do estadual.

“Quem adentrou com a outra meia foi a prefeitura de Teresina através da desoneração fiscal. O governo do Estado pode nos ajudar no que tange a questão do ICMS, óleo diesel, IPA, e outros impostos a exemplo de Fortaleza. A gente pretende em um curto espaço de tempo chegar à passagem única. Vai depender exclusivamente da colaboração daqueles podem desonerar sua parte. Estamos fazendo a parte da prefeitura e a prefeitura conseguiu tirar a meia passagem, que é uma grande economia”, explicou a superintendente do Strans.


READ MORE - Integração de ônibus vai cobrar R$ 3,15 dos usuários do transporte coletivo em Teresina

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960