Curitiba ganhará 557 ônibus zero quilômetro até dezembro

quinta-feira, 14 de julho de 2011

O prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB), entregou nesta quinta-feira (14) mais 196 ônibus novos para a frota do transporte coletivo. A entrega, no Parque Barigui, faz parte do projeto da prefeitura que prevê a renovação, neste ano, de 25% da frota total do transporte coletivo de Curitiba o que significará a entrada em operação de 557 ônibus zero quilômetro até dezembro.
"São ônibus modernos, seguros e confortáveis", disse o prefeito, anunciando investimentos que vêm pela frente, como a implantação do Expresso Ligeirão Norte e Leste/Oeste e a entrada em operação no ano que vem dos ônibus híbridos (movidos a bateria e biocombustível).

Ao fazer a entrega dos novos veículos, Luciano Ducci agradeceu a todas as equipes envolvidas no processo de melhoria do transporte em Curitiba e prestou homenagem aos motoristas responsáveis, diariamente, pelo transporte e segurança de mais de dois milhões de pessoas.
Ducci disse ainda que, pelas informações que vem recebendo do governo federal, existe a possibilidade de ainda neste semestre anunciar aos curitibanos que a cidade terá os recursos necessários para implantação do metrô.

O presidente da Urbs, Marcos Isfer, disse que Curitiba vive um novo momento de revolução no transporte coletivo que, desde 1974, é conhecido no mundo todo. "Somos precursores de projetos novos e eficientes e agora estamos dando enormes passos adiante, fazendo uma verdadeira revolução no transporte", afirmou.



Expresso
O projeto de melhoria do transporte inclui a renovação total da frota de 26 biarticulados da linha Centenário/Campo Comprido – 14 foram entregues nesta quinta e o restante entrará em operação nas próximas semanas. São ônibus dentro do novo padrão curitibano de biarticulados, os chamados Mega BRT (Bus Rapid Transit), que os curitibanos conhecem como Expresso.
Os novos Expresso, na cor vermelha, têm 28 metros de comprimento e capacidade para 250 passageiros, o que significa a ampliação de 10% na oferta de lugares na linha Centenário/Campo Comprido que atende 100 mil passageiros/dia.

Semelhantes aos Ligeirões, os novos biarticulados Centenário/Campo Comprido têm assentos e encostos estofados, janelas panorâmicas, vidros com película garantindo mais conforto interno, dispositivo que permite avisar o motorista do desembarque de pessoa com deficiência, plaquetas com o número do ônibus em braille e avisos sonoro e luminoso de abertura e fechamento de portas.

Ligeirinhos
Além dos novos biarticulados, o eixo Leste/Oeste ganhou também, nesta quinta-feira, a renovação total da frota de 28 ligeirinhos da linha Pinhais/Campo Comprido, que transporta 45 mil passageiros/dia. No total, o prefeito entregou nesta quinta, 89 ligeirinhos novos de diferentes linhas. Como os biarticulados, os novos ligeirinhos têm chassi Volvo e carroceria Neobus.

Usuários das linhas Interbairros, alimentadoras e convencionais também foram beneficiados com a chegada dos novos ônibus. Com chassi Volvo, Mercedes-Benz e Volkswagen, os novos veículos representam mais conforto e segurança para o usuário, além de redução na emissão de poluentes uma vez que os novos motores fazem queima mais completa do combustível.

A renovação da frota é um dos itens do programa de melhoria do transporte coletivo de Curitiba. Só neste ano, a cidade ganhou 24 novos Ligeirões inaugurando a cor azul no sistema Expresso e oferecendo mais conforto ao usuário com a ampliação em 47% na oferta de lugares nas linhas do Expresso Ligeirão Boqueirão e Linha Verde. Em março, junto com os Ligeirões, o prefeito Luciano Ducci entregou outros 74 ônibus novos, de diferentes linhas.

No mês que vem, serão iniciadas as obras para implantação do Expresso Ligeirão Norte, que vai ligar o terminal Santa Cândida à praça do Japão. O Terminal Santa Cândida será totalmente reformado e ampliado. Também já está pronto – e inscrito para receber recursos do PAC da Copa -, o projeto do Ligeirão Leste/Oeste, ligando, no novo sistema, os bairros Centenário e Campo Comprido.

Outro projeto inscrito no PAC da Copa é o que prevê a duplicação da capacidade do ligeirinho Inter 2, que transporta por dia 77 mil passageiros. O Inter 2 tem uma rota circular percorrendo a cada viagem 38 km em 12 bairros. A ampliação da capacidade do Inter 2 inclui adequação viária e reconstrução dos terminais Cabral, Campina do Siqueira, Portão, Capão Raso e Capão da Imbuia. Na nova configuração dos terminais de integração a parada dos ônibus expresso será no subsolo com as demais linhas operando na superfície.


Metrô
O projeto do metrô curitibano também foi enviado ao governo federal, que em diversas ocasiões já sinalizou que Curitiba tem grandes chances de receber os recursos necessários à implantação do novo modal. É que em Curitiba o metrô já nasce integrado, sendo um novo modal numa rede integrada de transporte.

A Rede Integrada de Transporte de Curitiba tem 1.915 ônibus e transporta, por dia, 2,3 milhões de passageiros, num total de 21 mil viagens e 490 mil quilômetros. A estrutura do sistema é formada por seis eixos (Norte, Sul, Leste, Oeste, Boqueirão e Linha Verde Sul) 82 quilômetros de canaletas, 355 linhas, 364 estações tubo, 30 terminais de transporte e 8,5 mil pontos de parada.




READ MORE - Curitiba ganhará 557 ônibus zero quilômetro até dezembro

Imagens mostram como ficará aeroporto de Salvador após reforma para a Copa

Quando a Copa das Confederações desembarcar na capital baiana em junho de 2013, a previsão é que o Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães esteja completamente reformado. Um novo projeto estimado para ficar pronto até dezembro prevê intervenções que vão do bambuzal, passam pelo terminal de passageiros e chegam à torre de controle. As obras, segundo o superintendente regional da Infraero, José Cassiano Filho, devem ser iniciadas em março de 2012 e concluídas até abril de 2013.

Novo terminal de passageiros é inspirado no Concorde, avião supersônico de passageiros



O valor  do investimento não está definido, mas o superintendente avalia que a ampliação do terminal aéreo requer recursos que variam entre R$ 47 milhões (verba garantida pelo governo federal através do PAC da Copa) e R$ 125 milhões. “A partir do valor já assegurado, a diferença será custeada pela Infraero”,  diz Cassiano.

O novo leiaute do terminal de passageiros chama a atenção. Inspirado no Concorde, legendário avião supersônico de passageiros, o espaço será interligado ao estacionamento por meio de passarelas. Dentro do terminal, o número de posições de check-in passa de 50 para 90 e o controle de acesso (raio-x) de oito para 12. Além disso, novos ambientes, elevadores, escadas rolantes e toaletes também serão construídos.

As vias de acesso serão cobertas para absorver calor e transparentes para aproveitar a luz do sol

No pátio de manobra, dez novas posições vão ampliar o estacionamento das aeronaves de médio e grande portes. Atualmente, o aeroporto opera com 27 posições. O estacionamento de veículos ganhará novo piso com 1,7 mil vagas, chegando à capacidade total de três mil vagas. As vias de acesso serão cobertas para absorver calor e transparentes para aproveitar a luz do sol. E o terminal de ônibus será ampliado e interligado a outros modais de transporte. “Seja BRT ou metrô, o projeto do aeroporto já prevê a integração”, ressalta José Cassiano.

Está prevista a construção de uma terceira pista, mas que não ficará pronta para a Copa de 2014. “As questões ambientais impedem a construção a tempo. Um estudo de impacto ambiental está em andamento e tem prazo de 395 dias para ficar pronto. Depois, mais 90 dias para o órgão ambiental aprovar e outros 60 para a Infraero se manifestar. É um cronograma de pelo menos cinco anos”, diz o superintendente.

Dados do Conselho Internacional de Aeroportos divulgados no ano passado apontam que o terminal aéreo de Salvador está entre os 20 que mais ganham passageiros no mundo. Com uma média diária de 240 voos entre pousos e decolagens, a previsão é que este ano o movimento de passageiros ultrapasse 8,5 milhões. “Em 2010, foram 7,5 milhões de passageiros e há tendência de crescimento nos próximos anos, principalmente por causa dos eventos esportivos”, reflete. Atualmente, 20 mil pessoas usam o aeroporto diariamente.

Para José Cassiano, mesmo sem a construção de uma nova pista, o aeroporto de Salvador vai operar sem problemas. “Temos condições de suportar com as duas pistas atuais, mas não podemos pensar só no momento da Copa. Uma nova pista nos dará mais dez ou 15 anos de conforto e comodidade”, reforça.

Léo Barsan | Redação CORREIO



READ MORE - Imagens mostram como ficará aeroporto de Salvador após reforma para a Copa

Em Maringá, Ônibus fica mais barato fora dos horários de pico

A prefeitura de Maringá inicia à zero hora deste sábado (16) a implantação do novo sistema de transporte coletivo urbano. A remodelação do sistema será realizada pela empresa Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC), que venceu a licitação e terá que se adequar às exigências do contrato.

A partir de sábado, os usuários do transporte coletivo já perceberão algumas melhorias do novo sistema, entre elas: novos ônibus, novo sistema de bilhetagem eletrônica e desconto na tarifa nos horários entre picos.
Para atender as exigências da licitação municipal, a TCCC adquiriu 72 carros zero quilômetro, que apresentam um novo layout de pintura. Ao todo estarão circulando em Maringá 267 carros, com idade média de uso de 1,9 anos.

Todos os veículos já estão equipados com o novo e atual sistema de bilhetagem eletrônica, que trará mais agilidade e comodidade ao usuário. Os carros da frota também já estão equipados com aparelhos GPS, que permitirão uma fiscalização mais efetiva do sistema. Com esse sistema será possível constatar, por exemplo, o trajeto das viagens, atrasos, excessos de velocidade, desvios de itinerário, situações de emergência e/ou perigo do carro e criar banco de dados para a elaboração das mais variadas tabelas favorecendo os usuários.

Outro benefício imediato será o desconto na tarifa, válido para os períodos entre picos, das 8h30 às 11h e das 13h30 às 16h. Nestes horários, todos as pessoas que utilizarem o transporte coletivo, fazendo uso do Cartão Passe Fácil (magnético), pagarão somente R$ 1,87. A passagem custa R$ 2,60 para pagamento em dinheiro e R$ 2,20 para quem utiliza o cartão.

Próximos benefícios
A Secretaria de Transportes já está elaborando a implantação de 100 novos pontos de venda de créditos e cartões, que devem estar em funcionamento dentro dos próximos 60 a 90 dias. "Hoje temos somente seis pontos de venda. Os novos pontos, exigidos pelo novo sistema, trarão bastante facilidade para os usuários", diz o gerente de Transporte Coletivo da Setran - administradora do novo sistema -, Mauro Menegazzo.
Também nos próximos dias, a Setran desenvolverá a aferição e o acompanhamento dos novos equipamentos instalados nos ônibus.
Quanto à implantação de novos horários e a correção de itinerários, o gerente de transporte coletivo explica que essas melhorias terão início a partir da confiabilidade das informações dos equipamentos implantados. "O aumento da oferta de horários será procedido linha por linha, adequando-as ao compromisso de que ninguém espere mais do que 20 minutos nos horários de rush e nem mais do que 30 minutos nos horários entre os rushes, desde que a demanda assim justifique", informa Menegazzo. 





READ MORE - Em Maringá, Ônibus fica mais barato fora dos horários de pico

Celulares rádios incomodam passageiros de ônibus em Belém

Há muito tempo, a população é obrigada a suportar nas ruas de Belém a proliferação de aparelhagens de som, treme terra e carros com som turbinado. Mas agora a poluição sonora chegou aos ônibus, onde pessoas preferem ouvir música no volume mais alto do celular e até pequenas caixas de som.

A perturbação é tanta que atrapalha até os motoristas. “Não dá para ouvir a buzina dos carros e a chamada dos passageiros”, diz o motorista Erick dos Santos Félix, que é contra, mas é obrigado a suportar a falta de educação dos passageiros indesejáveis que parecem desconhecer o direito dos outros.

A bancária Patrícia Souza afirma que “já virou rotina” e que “infelizmente” depende do transporte coletivo para trabalhar. “Além do caos do trânsito, a gente ainda tem que suportar mais esse barulho que só vem para piorar a situação”, desabafa. “Incomoda muito e prejudica a audição. As pessoas têm que se conscientizar que o que pode ser bom para elas não é bom para os outros”, diz a babá Márcia Lima.

Já o vendedor Paulo Barros, afirma que é “uma perturbação que tira a concentração das pessoas, não dá nem pra pensar nos negócios”.Uma pessoa que preferiu não se identificar dizia que não via nada de mal em permanecer com o celular tocando música em volume alto dentro do ônibus.

CRIME

O que muita gente não sabe é que esse tipo de comportamento, além de prejudicar a saúde, é crime. O artigo 54 da lei federal 9.605, conhecida como lei dos crimes ambientais, prevê que “causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana” é crime.

Segundo o delegado Valdir Freire, da Divisão de Meio Ambiente (Dema), a lei usa como parâmetro o estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) que limita a emissão de ruídos a 55 decibéis durante o dia e 50 decibéis à noite como o suportável pelo ouvido humano. Acima disso, há o risco de danos.

O delegado lembra ainda que esse tipo de comportamento também fere outras leis. “Qualquer interferência na saúde é lesão corporal, com agravantes se for doloso, com intenção de causar poluição sonora.” O poluidor sonoro também pode ser enquadrado por “perturbação da tranquilidade pública”. As penas podem chegar de seis meses a um ano de detenção.

O delegado diz que nunca recebeu reclamações de passageiros de ônibus. Mas, segundo ele, o motorista e o cobrador do ônibus podem exigir que os mal-educados baixem os volumes dos seus equipamentos. Caso eles se recusem, podem ser colocados para fora do veículo ou até levados para uma delegacia.

COMO DENUNCIAR

Os passageiros também podem denunciar para a Dema, que tem o serviço especializado do disque-silêncio, que atende as denuncias de poluição sonora na região metropolitana de Belém e municípios vizinhos pelos telefones 3238-3132 e 9987-9712.


Share |
READ MORE - Celulares rádios incomodam passageiros de ônibus em Belém

Até o final do mês, primeira empresa intermunicipal começa a operar nos terminais de Blumenau

A empresa de transporte coletivo Santa Teresinha, de Brusque, será a primeira a ingressar no sistema integrado de transporte intermunicipal em Blumenau. A previsão é de que até o dia 31 de julho, os ônibus da linha Gaspar Alto–Garcia passem a deixar os passageiros no Terminal do Garcia. De lá, os usuários poderão se deslocar pela cidade sem precisar pagar nova tarifa. Para quem for ao Centro, por exemplo, a linha troncal 10 Garcia –Aterro é a alternativa.

A linha da empresa Santa Teresinha foi escolhida para iniciar a integração, que será executada gradativamente, porque o trajeto não sofre intervenções das obras dos corredores de ônibus. A linha segue pela Rua Amazonas, passa pelo primeiro trecho da Avenida Beira-Rio e segue em direção ao Bairro Ponta Aguda.

A partir do final de agosto, as linhas das empresas Verde Vale, Rainha e Volkmann também vão compor o sistema. Elas farão a integração nos terminais da Proeb, Fortaleza, Fonte e Aterro.

– Estamos fazendo a integração gradativamente, por terminal, para acolher melhor os usuários e dar tempo aos técnicos do Seterb e do Siga para se adaptarem à mudança – explica o presidente do Seterb, Rudolf Clebsch.

O cronograma obedece à programação das obras de implantação dos seis corredores de ônibus na cidade. A expectativa é integrar todas as linhas até o final de dezembro.

Com a medida, os ônibus não poderão circular pela cidade, exceto pelo trajeto rumo aos terminais aos quais estão cadastrados. Quando entrar em operação, as linhas da Rainha, vindas de Indaial, terão o itinerário alterado. Passarão a percorrer a Rua Almirante Barroso e Theodoro Holtrup, e não mais a Rua Engenheiro Paul Werner. O projeto prevê interligá-las ao Terminal da Proeb temporariamente.

Está prevista a ligação com o Terminal da Água Verde.

Os ônibus intermunicipais terão instalados, até o fim do mês, os validadores, aparelhos responsáveis pela leitura do Cartão Siga. O cartão será regionalizado e funcionará com as mesmas modalidades que operam hoje em Blumenau.

Informações do Diário Catarinense


Share |
READ MORE - Até o final do mês, primeira empresa intermunicipal começa a operar nos terminais de Blumenau

Transporte coletivo de Feira de Santana terá novos ônibus

Segundo  informação do secretário municipal de Transportes e Trânsito, Flailton Frankles, o Sistema Integrado de Transportes de Feira de Santana (SIT) passa a contar, a partir da próxima semana, com seis ônibus novos de um total de 18 que serão incorporados à frota.
Ainda de acordo com o secretário, os veículos serão enviados nesta sexta-feira (15/07/2011) do município de Cascavel para Feira de Santana. “Os usuários do serviço de transporte coletivo de Feira contarão com veículos novos e modernos.

 Objetivo do crescimento da frota:
- Oferecer transporte de qualidade para o cidadão feirense.
Os outros doze veículos chegarão dentro em breve”, declara Flailton Frankles.
A aquisição dos novos ônibus foi negociada pelo secretário Flailton Frankles, em maio, em reunião com dirigentes de concessionárias do serviço de transporte urbano na sede da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), em São Paulo.

READ MORE - Transporte coletivo de Feira de Santana terá novos ônibus

Em Fortaleza, Sintro e Sindiônibus buscam acordo para evitar greve

Amanhã é dia de negociações na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Ceará (SRTE/CE). O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado (Sintro) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) tentarão entrar em acordo com relação aos reajustes salariais. O encontro está marcado para as 8 horas, e será mediado pela auditora da SRTE, Jeritza Jucá.

A categoria pede um aumento de 23%, que, dependendo do cargo, pode chegar até 35%. Já o empresariado acha absurda a proposta. A contraproposta do Sindiônibus é de 6,3%. Das 45 cláusulas a serem discutidas pelos sindicatos, 33 já foram acordadas. Somente as econômicas é que ainda não tiveram consenso entre as categorias envolvidas no processo.

Enquanto as discussões entre as categorias acontecem, foram apedrejados 21 ônibus na Capital até o dia último 12. Segundo informou a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), a ação ocorreu em vários corredores de Fortaleza. Entre a Avenida Aguanambi e a BR-116, além dos trechos que compreendem a Avenida Perimetral, à altura do Sítio Córrego, Avenida Osório de Paiva, e na Avenida João Pessoa.

Segundo a Ciops, os veículos foram abordados por motoqueiros com garupeiros portando estilingues. O ataque foi feito com esferas de aço atiradas em direção aos veículos. A assessoria de imprensa do Sindiônibus diz que outros veículos teriam sido danificados, além dos 21.

Boletins de Ocorrências (BO) foram efetuados e contaram com testemunhos de usuários do transporte público. Não há informação de feridos na ação contra os veículos.


READ MORE - Em Fortaleza, Sintro e Sindiônibus buscam acordo para evitar greve

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960